Ir para o conteúdo

Rankings


Conteúdo Popular

A mostrar o conteúdo com mais reputação desde 19-01-2019 em todas as áreas

  1. 4 pontos
    Já foi publicado o decreto-lei com as novas regras de faturação. DL 28/2019. https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/119622094/details/maximized Boas leituras
  2. 2 pontos
    Sim, a reunião do Conselho de ministros em que isso foi aprovado e noticiado, quer pelo comunicado, quer pela comunicação social já foi no ano passado e esperava-se que entrasse em vigor em 1 de Janeiro. Por isso é que se disse que todas as faturas emitidas a partir de 1 de Janeiro 2019 passariam ser comunicadas até ao dia 15 do mês seguinte. Porém, alguma coisa deve ter corrido mal, ou quiseram juntar várias coisas no mesmo Decreto-Lei e a coisa deve ter emperrado. De facto o que determina o prazo é um Decreto-Lei de 2012 (DL 198/2012) que entrou em vigor em 2013 e estabeleceu o dia 25. Depois, houve o Projeto de Orçamento do Estado, salvo erro de 2015, que queria alterar o prazo para o dia 8, mas esse artigo não passou. Por acordo ficou o dia 20, com a promessa de no ano seguinte passar a ser 15 e depois 8. Só que, desde essa alteração para dia 20, nunca mais ninguém mexeu. Refira-se que, tratando-se de um Decreto-Lei, para altera-lo não serve uma Portaria. Tem de ser alterado com outro Decreto-Lei (do Governo) ou com uma Lei (da Assembleia da Republica) e tem sempre que tem de ser Promulgado pelo Presidente da Republica.
  3. 2 pontos
    LOL e quando sai já depois da Data de entrada em Vigor com a data da Comunicação anterior ao dia em que aparece o decreto como já aconteceu pelo menos 2 vezes lol 😂
  4. 2 pontos
    Obrigado pela informação. Preocupa-me quando um professor não sabe um conceito tão básico como o de caminho relativo...
  5. 1 ponto
    Segundo o Decreto-Lei n.º 28/2019 (que saiu hoje) as facturas terão de ser comunicadas à AT até ao dia 10 do mês seguinte: "Artigo 3.º [...] 1 - As pessoas, singulares ou coletivas, que tenham sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em território português e aqui pratiquem operações sujeitas a IVA, são obrigadas a comunicar à Autoridade Tributária a Aduaneira (AT), por transmissão eletrónica de dados, os elementos das faturas emitidas nos termos do Código do IVA, bem como os elementos dos documentos que possibilitem a conferência de mercadorias ou de prestação de serviços e recibos, por uma das seguintes vias: a) Por transmissão eletrónica de dados em tempo real; b) Por transmissão eletrónica de dados, mediante remessa de ficheiro normalizado estruturado com base no ficheiro SAF-T (PT), criado pela Portaria n.º 321-A/2007, de 26 de março, na sua redação atual; c) ... d) ... 2 - A comunicação referida no número anterior deve ser efetuada até ao dia 10 do mês seguinte ao da emissão da fatura." Contudo, no ano de 2019 vai ser permitido entregar até ao dia 15: "Artigo 43.º Norma transitória ... 8 - Durante o ano de 2019, a comunicação das faturas a que se refere o n.º 2 do artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 198/2012, de 24 de agosto, na redação introduzida pelo presente decreto-lei, deve ser efetuada até ao dia 15 do mês seguinte ao da emissão da fatura."
  6. 1 ponto
    O conhecimento que tenho disso é puramente académico. Fiz qualquer coisa disso, em offline, usei o KNIME. Mas podes usar outros: R, Python, RapidMiner, Weka, etc. Na altura, basicamente utilizei Association Rules com o algoritmo Apriori para detetar grupos (pares, trios, etc.) no histórico dos baskets, quando o utilizador coloca no seu basket um produto o sistema recomenda o(s) outro(s).
  7. 1 ponto
    https://faturas.portaldasfinancas.gov.pt/resolverListaPendenciasAdquirente.action?listaPendencias=[{"idDocumento":"xxxxxxxxx"","ambitoAquisicaoPend":"c99","ambitoActividadeProfPend":1}]" esta linha faz a alteração do tipo de actividade,
  8. 1 ponto
    um bom link para iniciar a programação em python https://codecombat.com
  9. 1 ponto
    Porque eles não fazem nada disso, nope never.
  10. 1 ponto
    Nelson, por Telefone a Lei só o permite quando por alguma razão técnica externa ( falha no Servidor da AT ou falha no Serviço de Internet quando comprovado pela Operadora ) Quanto ao envio do SAFT, convem informar que não é envio por SAFT no Saft mensal, esta foi uma opção criada pela AT inicialmente para quem tivesse problema em trabalhar com Webservice ou para envio de uma lista extensa de Documentos em Batch, mas tem de ser feito em tempo real e receber o Código de cada Documento, caso contrário ao ser parado por um agente da autoridade sem código esta a incorrer em coima de imediato Mas claro, cada um segue a melhor opção que se adeque ao seu sistema de trabalho
  11. 1 ponto
    Não é possível ligar diretamente HTML ao sql. O phpmyadmin não é um sistema de base de dados, mas uma interface pelo que não é possível ligar diretamente. Provavelmente deve estar a utilizar o mysql como sistema de base de dados, e para efectuar ligação deve utilizar php ou JavaScript. Ver: https://www.w3schools.com/php/php_mysql_connect.asp https://www.w3schools.com/php/php_mysql_select.asp
  12. 1 ponto
    Olá! O sr. precisa colocar os dados que serão editados, dentro de campos de formulário como input, textarea, select...
  13. 1 ponto
    https://www.espap.gov.pt/noticias/Paginas/noticia.aspx?nid=1600 https://www.sgeconomia.gov.pt/destaques/espap-fatura-eletronica-na-administracao-publica-span-classnovo-novospan.aspx
  14. 1 ponto
    Está bem explícito... 18 de abril de 2020, para as grandes empresas; 1 de janeiro de 2021, para as micro, pequenas e médias empresas e para as entidades públicas enquanto entidades cocontratantes. Qual é o LINK da fonte desta informação?
  15. 1 ponto
    @nuno35, vamos por partes. Podemos começar pelo teu tipo de dados. Aquela variável html não está ali a fazer nada, e o compilador não sabe o que ela representa (porque na realidade não representa nada). O que tu pretendes com o construtor Div é dizer que dentro dele pode haver uma lista de elementos HTML... logo, o correcto é: data HTML = Div [HTML] | Texto String | Negrito String Repara que utilizo HTML tanto à esquerda como à direita do =, porque o nosso tipo de dados é, de certa forma, recursivo. Passamos então para a implementação da typeclass Show, que o @thoga31 falou; podes utilizar a solução que te foi dada, ou então utilizar deriving Show para automatizar o processo. Passemos à função converter. O teu tipo de dados HTML tem 3 construtores, como achas que deve comportar-se em cada caso? Vou resolver o primeiro por ti, e tentarás completar os restantes: converter (Negrito x) = Negrito x converter (Texto x) = ... converter (Div elems) = ... Uma dica: no caso do construtor Div lembra-te que podes aceder aos elementos dentro dele como se fosse uma lista... logo, podes aplicar a função converter a cada um deles facilmente com um map. E agora vamos à tal "propriedade". Desconheço o tipo de dados Property, mas vamos para já assumir que deveria ser um Bool. Para conseguires testar se a profundidade de uma árvore é maior que outra, temos primeiro que ter uma forma de saber a profundidade. Vamos construir essa função: profundidade (Div elems) = 1 + ... profundidade _ = 0 Sabemos que a profundidade de um Div é a soma de 1 com a profundidade da maior árvore nele contida. Assumimos que os restantes construtores (Texto e Negrito) têm profundidade 0. Deixo para ti a tarefa de completar a função acima (dica: podes utilizar as funções map e maximum para solucionar o problema). Uma vez tendo esta função profundidade, podemos testar facilmente a propriedade que pretendias: prop_arvore_maior_que_subarvores x@(Div xs) = profundidade x > (maximum (map profundidade xs)) A notação x@(Div xs) permite-nos referir-nos ao argumento na sua totalidade (x) e desconstruí-lo (Div xs) em simultâneo. Se leres este post e tentares completar os espaços... penso que consegues compreender o raciocínio e perceber como fazer isto por ti. Vai expondo as tuas dúvidas.
  16. 1 ponto
    Muito bem, vamos por partes. Antes de mais, como deves imaginar, nem sempre obter o resultado correcto significa que o que fizemos está bem feito. Estes são os resultados pretendidos: Ou seja, a tua função precisa de fazer 3 coisas: aceitar uma sequência de valores do utilizador determinar quantos desses valores são negativos parar quando for introduzido o zero O teu código actualmente é este (omiti a main propositadamente): int quantNegativos (float valor, int negativos) // funcao { if (valor < 0) { negativos ++; } return negativos; } Ora... essa função isoladamente é incapaz de aceitar um sequência de valores, o que significa que não consegue determinar quantos deles são negativos. Repara no código: se valor for > 0, então aumentar negativos e devolver esse valor. Ainda por cima, negativos é um parâmetro da função, o que significa que o valor é determinado por factores externos. Esta tua função está a ser aplicada a cada valor introduzido pelo utilizador... quando a própria função deveria ela mesma aceitar input do utilizador. Vamos tentar refazer: #include <stdio.h> int negativos(void) { // Para completares: // 1. Obter sequencia de valores // 2. Contar quantos foram negativos // 3. Devolver a contagem } int main(void) { printf("Introduza números (0 para terminar)\n"); int neg = negativos(); printf("Foram introduzidos %d números negativos.\n", neg); } Proponho que completes a definição de negativos. Logicamente, se é uma função que conta números negativos, deverá devolver como resultado esse valor (daí ter um tipo de dados int). Como não há factores externos que devam influenciar a função, esta não deve ter argumentos (indicado pelo void). Vai colocando as tuas dúvidas.
  17. 1 ponto
    'GT 18/1' é o primeiro documento da série. A string de assinatura leva alguma hash de documento anterior?
  18. 1 ponto
    Usa o simulador e executa uma instrução de cada vez; vê o que acontece aos registos e em que sequência as instruções são executadas. Como 'spoiler' digo-te já que o resultado é 1 porque na primeira execução do loop a instrução ADDC consome a flag Carry e volta a activá-la, a instrução BR.C salta para a instrução INC R4 (logo resultado = 1) e a instrução BR salta para o fim. Tenta agora perceber o que se passa. Usa a execução passo-a-passo do simulador; para aprender é inestimável.
  19. 1 ponto
    experimentem utilizar o shellexecute do windows
  20. 1 ponto
    Não estás longe... mas pensa bem no que é que a instrução 'ADDC Ry, Rk' irá fazer. Presumo que a etiqueta 'Loop' esteja na instrução RORC e que o registo Rx seja o R5. Assim sendo pensa também no que é que a instrução 'DEC R5' irá fazer à contagem dos passos do ciclo. E já agora pensa se será mais ou menos complexo, em termos de instruções, contar de 0 a 16 ou de 16 a 0.
  21. 1 ponto
    A ideia de usar o operador XOR está correcta (pequena correcção; no teu exemplo o resultado seria 1000h).A maneira mais simples de resolver isso é a mesma que usas quando o fazes manualmente; contar os digitos '1' que aparecem no resultado do XOR, lendo digito a digito, de uma ponta para a outra e somando mentalmente. Em código podes usar uma instrução de rotação, que coloque o bit que sai do registo numa flag, normalmente a Carry, e incrementa um contador de cada vez que a Carry fôr a um, num ciclo que inclua todos os bits do resultado.
  22. 1 ponto
    Olá, Eu conheci esse site no ano passado, por "acidente", enquanto buscava uma solução para o meu problema. Fui respondido bem em todos aspectos, e pensei que se permanecesse aqui, poderia aprender coisas úteis (e acertei em cheio). Então começei a ler posts antigos, que me chamavam a atenção. E acabei por encontrar um que cativou ainda mais meu interesse pelo fórum (não pelo fórum em si, mas pelas pessoas que faziam parte dele), não me lembro o nome do post exato, mas lembro que o @nunopicado estava contando uma história para o @thoga31 sobre a professora e o uso do GoToXY, e achei muito engraçado. Depois disso, ficava horas lendo posts antigos, tinha gostado muito do clima que haviam entre vocês, e queria fazer parte do bando também. Felizmente, conheci algumas dessas pessoas durante o ano passado, e elas se tornaram modelo para mim, da onde eu gostaria de chegar na programação. Se antes eu não tinha um rumo certo sobre o queria fazer na programação, hoje eu tenho e é graças a eles. Aprendi muita coisa nesse fórum, e também sei que felizmente ainda tenho muito o que aprender. Acredito que se puderem de alguma forma trazer aquele clima que havia antes, poderiam criar a circulação de novos visitantes e também trazer de volta os que saíram. Por exemplo, criando algum movimento novo específico do fórum.
  23. 1 ponto
    Olá General, Idealmente, algo que não necessitasse de software suplementar/auxiliar. Se fosse em Excel VBA, então era espetacular!
  24. 1 ponto
    Aqui vai para quem precisa de código fonte de encryptação e envio do XML Este zip leva source para: VB.net, C#, phyton, e Ruby, vfp9, VB6, Delphi 6, Delphi 7, Delphi 9, 10, XE, XE4, XBASE etc **** Poderá ser necessário ajustar o source à sua necessidade. O Anexo leva ZIP compilado e em source das várias linguagens anunciadas. Download: https://www.dropbox.com/s/gqq228grvm7t7nb/Comunicacao_Guias_AT.zip *** ATENÇÃO QUE É NECESSÁRIO RETIRAR O :701 DO ENDEREÇO POIS O ENDEREÇO DE TESTES ALTEROU** Está disponível também um XML com a estrutura necessária, bem como um XML de resultado.. Passos iniciais obrigatórios: 1. Criar a pasta C:\EnvioGuias e gravar lá o ChavePublicaAT.cer e TestesWebServices.pfx 2. Criado no portal da finanças(link) o respectivo User com o acesso ao WDT. 3. Ter aderido ao serviço de envio via WebService aqui 4. Ter o .net Framework para correr o EXE (à partida o framework 2.0 chega) Também há forma de implementar em softwares antigos. Passa por chamar o "encryptor.exe" pela linha de comandos com a password, por exemplo "c:\EnvioGuias\encryptor.exe minhapassword" O resultado ficará gravado em C:\EnvioGuias\Guia2013.xml e a estrutura será: 1ª linha: PasswordEncryptada; 2ª linha: Created; 3ª linha: NONCE; Após estas 3 linhas, na vossa aplicação podem gerar o XML com a vossa base de dados... Quando precisarem da password Nonce ou Created basta abrir o C:\EnvioGuias\Guia2013.xml e ler o que lá está. Após ter o XML gerado, gravem-no em "C:\EnvioGuias\GuiaFinal.xml" e executem o "APISender.exe" aguardem 2 segundos aprox e será criado o XML de resultado. Após ter o C:\EnvioGuias\Result.xml é facil interpretar o xml Está testado e pelo que sei, foi implementado em alguns programas, nomeadamente em aplicações feitas em MS-DOS etc. As TAG's do xml tem obrigatóriamente de ter a estrutura exactamente igual, CaseSensitive etc. Espero que seja util. Podem enviar dúvidas pelo facebook ou aqui via mensagem privada.
  25. 1 ponto
    Boa tarde a todos , Alguém sabe como soluccionar este problema: Consigo enviar as guias. Recebo o código da AT. Escrevo o código na BD. Numa guia ocorreu um erro a escrever o código da AT na BD. Está tudo numa transaction.O erro de escrita -> Rollback , logo o documento não é registado mas fica registado na AT. E agora? Cumps, Nota: Usei um código daqui para a encriptação e envio e corre tudo bem. Obrigado.
×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.