Ir para o conteúdo
CR_

Vírus de Windows em Linux

Mensagens Recomendadas

CR_    0
CR_

Curiosidade:

in:http://dosesdiarias.seucaminho.com/index.php/2007/02/23/virus-de-windows-no-linux/

Foi postado num fórum do UbuntuForums a seguinte questão: “O que acontece ao rodar um vírus de Windows no Linux através do Wine?”.

A questão é muito boa, e pode trazer algumas preocupações reais. O Wine sendo um sistema emulado pode fazer com que o virus ache que realmente está numa máquina Windows e comece a agir como se estivesse infectando o sistema.

Foram feitas algumas experiências, algumas já antigas no site do NewsForge (saiba mais). Veja as conclusões

    * Alguns vírus simplesmente não foram executados (ex. MyDoom);

    * Alguns vírus foram executados mas deram constantes erros de falta de DLLs;

    * Na maioria absoluta dos casos, sempre que o vírus conseguiu ser executado, o sistema foi pelo menos parcialmente infectado;

    * Alguns vírus conseguem fazer cópias de si mesmos nos discos aos quais o Wine tem acesso de escrita, alguns outros não;

    * Alguns vírus funcionaram tão bem que conseguiram se conectar aos seus respecitivos servidores e executar downloads de versões mais atualizadas de si próprio e outros virus;

    * Alguns vírus entram em loop infinito, causando lentidão, não da maneira com que foram projetados, mas tiveram algum impacto;

    * Em algumas experiências o Wine foi executado com direitos de administrador (root ou sudo) e o drive Z: estava mapeado para /, gerando uma infecção generalizada no sistema

    * Os vírus foram detectados normalmente pelo ClamAV

De todos estes fatos é possível tirar a seguinte conclusão

  1. É possível infectar o Linux com Vírus desenvolvidos para Windows.

  2. Em um sistema bem administrado dificilmente haverá uma infecção generalizada, para isso acontecer o Wine deve ser executado com direitos de super-usuário. Portanto não há riscos em um ambiente corporativo sério.

  3. Depois de uma infecção localizada, o melhor a se fazer é remover o diretório ~/.wine e os diretórios aos quais o programa tinha acesso.

  4. O Wine tem tamanha maturidade que é possível enganar até mesmo alguns vírus.

É óbvio que se não executarem o Wine com permissões de administrador não há muitos problemas. Quando muito fazer uns backups e eliminar a /home/user .

Agora não se esqueçam é de certas medidas como por exemplo no Firefox usar Master Password, porque senão a simples cópia dos files do Firefox permite a quem os tenha ter acesso a todas as vossas passwords guardadas. Com Master Password só têm se tiverem a chave mestre. Bom senso acima de tudo :)

Outro link: http://os.newsforge.com/article.pl?sid=05/01/25/1430222&from=rss

It just isn't fair that Windows users get all the viruses. I mean really, shouldn't Linux users be in on the fun as well? Well... thanks to the folks running the Wine project, Linux users can "catch the virus bug" too -- sort of.

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
MacgyverPT    1
MacgyverPT

  1. É possível infectar o Linux com Vírus desenvolvidos para Windows.

:shocking: Não conhecia essa face do wine... Não estamos livres das "maldades" do Windows... este persegue-nos...

Cump.

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
vbmaster    5
vbmaster

Bom post de facto.... aliás, mete muito mais piada ser infectado por vírus Windows em Linux, ao menos temos papel activo no processo.... :)

Btw, o que é isso do Master Password?

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
djthyrax    11
djthyrax

Btw, o que é isso do Master Password?

Ferramentas -> Opções -> aba Segurança. Basicamente, defines uma senha mestra que vai ser usada na encriptação das passwords :)

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora


×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade