Jump to content
marcolopes

AT - questões legais

Recommended Posts

americob

Ouvi hoje que os sacos de plástico sem asas estão isentos.

A ser assim vai ser um ver se te havias com sacos ao colo.

Mas pronto, dada a qualidade dos sacos dos hipers hoje em dia, ter de carregar o saco ao colo porque ficou sem asa também não é novidade!

Sim, já tinha visto que era só os sacos com alças que pagam. Nem fazia sentido teres que ir com a fruta na mão para pesar só porque não querias pagar os 8 cêntimos. De outra forma teria de estar tudo pré-embalado.

Agora eles podem é dar os sacos sem alças e colocar lá um furador á disposição ...

Mais uma lei que vai dar muito que falar ...

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Mas acho que faz sentido Car, imagina os Talhos nas GSs a darem carne ás pessoas em sacos de papel, ou então por outro lado, pedes 1 bife, e cobram o saco no Talho e quando passares na caixa que leva mais um saco :-/ .... 8 + 8 + IVA + IVA :-/

A meu ver, a questão, no seu âmago, coloca-se aqui mesmo.

É uma estupidez (termo forte, mas ponderado) tributar os sacos com as caraterísticas que definem quando me aflige ver a AT a imprimir em A4 coisas que caberiam num formato muito menor; embalagens que gastam muito mais plástico/cartão do que o necessário; não nos lembrarmos de voltar às garrafas com consignação, que nos obrigam a devolver para recuperar esse valor; aos exames do ensino básico/secundário que gastam por vezes mais de uma dezena de páginas, algumas praticamente em branco...

Isto do verde não seria só para sacos de plástico. Vão buscar dinheiro, apenas isso. Porque se fosse por uma questão ecológica, haveria muito mais a fazer, mais eficientemente e sem qualquer prejuízo para quem quer fazer uma vida normal.

Em relação aos sacos de plástico, para mim, fazer um ciclo bastante longo. Desde transportar alguns objetos de um sítio para o outro, depois de chegarem a casa, até depois levarem coisas para o lixo, e bem cheios para não andarmos aqui a colocar um saco por cada objeto...

Investir na educação, isso sim, seria rentável a médio prazo, mas gastaria dinheiro em vez de ganhar...

A consciência ecológica, para além de social, também é uma interiorização de valores intrinsecamente pessoais e nisso, o cidadão do mundo tem muito para fazer.

Ouvi hoje que os sacos de plástico sem asas estão isentos.

A ser assim vai ser um ver se te havias com sacos ao colo.

Mas pronto, dada a qualidade dos sacos dos hipers hoje em dia, ter de carregar o saco ao colo porque ficou sem asa também não é novidade!

Só os sacos sem alças que são usados para estar em contacto com os alimentos é que estão isentos.

Mesmo assim, não dão jeito nenhum para levar outras coisas. Mesmo para obrigar a pagar.

Que problema haveria em isentar sacos com alças que seriam usados para entrar em contacto com os alimentos?

Ah, o dinheiro... estava a esquecer-me... :D

Edited by car4321
  • Vote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Eu já estava a pensar em comprar uma ervilha por cada saco de compras que precisasse...

Ora bolas!


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Eu já estava a pensar em comprar uma ervilha por cada saco de compras que precisasse...

Ora bolas!

Boa técnica!

Não divulgues ELES andam por aí... ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
CrominhO

É uma estupidez (termo forte, mas ponderado) tributar os sacos com as caraterísticas que definem quando me aflige ver a AT a imprimir em A4 coisas que caberiam num formato muito menor;

A mim aflige-me é o facto de se terem perdido os limites à receita fiscal.

Se no inicio do ano estava orçamentado 10 e se conseguiu 20, para quê continuar a "carregar", qualquer dia já não existe é nada nem ninguém para pagar impostos.

Tenho a triste ideia, que mesmo que Portugal pagasse neste momento toda a divida, novos impostos iriam continuar a aparecer e a subir :-/

  • Vote 1

As mentes humanas são realmente um local estranho!

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

A mim aflige-me é o facto de se terem perdido os limites à receita fiscal.

Acho que os governos das últimas décadas esqueceram-se de que a competência avalia-se pela capacidade de serem criativos e por aí gerarem receitas que não sejam pela óbvia e cómoda via dos impostos e das taxas. Penso que teriam de reaprender os conceitos de estado e de governo, a finalidade deste último , que é servir o primeiro e não andarmos todos a trabalhar para governar os que deviam governar-nos.

Para isto tudo, seria (quase) desejável voltarmos a ser pequenas tribos, onde o trabalho é comunitário, e o resultado dele fica por ali.

Já estou a divagar... mas sabe bem.

  • Vote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
CrominhO

(...)

Para isto tudo, seria (quase) desejável voltarmos a ser pequenas tribos, onde o trabalho é comunitário, e o resultado dele fica por ali.

Já estou a divagar... mas sabe bem.

tipo Warcraft II ? lol :D o que eu adorei esse jogo lol :cheesygrin:

  • Vote 1

As mentes humanas são realmente um local estranho!

Share this post


Link to post
Share on other sites
marcolopes

Ouvi hoje que os sacos de plástico sem asas estão isentos.

A ser assim vai ser um ver se te havias com sacos ao colo.

Mas pronto, dada a qualidade dos sacos dos hipers hoje em dia, ter de carregar o saco ao colo porque ficou sem asa também não é novidade!

O que é um SACO? http://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/saco

saco - sa.co [ˈsaku]

nome masculino

espécie de bolsa de pano, couro, plástico ou outro material, aberto em cima, geralmente com asas para facilitar o transporte

Portanto, a definição do nosso dicionário é explícita: um saco PODE ou não ter asas...

A meu ver, a questão, no seu âmago, coloca-se aqui mesmo.

É uma estupidez (termo forte, mas ponderado) tributar os sacos com as caraterísticas que definem quando me aflige ver a AT a imprimir em A4 coisas que caberiam num formato muito menor; embalagens que gastam muito mais plástico/cartão do que o necessário; não nos lembrarmos de voltar às garrafas com consignação, que nos obrigam a devolver para recuperar esse valor; aos exames do ensino básico/secundário que gastam por vezes mais de uma dezena de páginas, algumas praticamente em branco...

Quando li sobre os primeiros rumores desta lei, perguntei-me: que sacos vão ser taxados? Ainda não li a lei... São apenas os sacos que estão "à disposição" dos clientes das lojas para embalar compras?

É que eu uso sacos de compras para colocar lixo... e agora se deixo de comprar sacos "de compras", tenho de passar a comprar sacos de lixo...

Isto é anedótico.

Edited by marcolopes

The simplest explanation is usually the correct one

JAVA Utilities: https://github.com/marcolopes/dma

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

O que é um SACO? http://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/saco

saco - sa.co [ˈsaku]

nome masculino

espécie de bolsa de pano, couro, plástico ou outro material, aberto em cima, geralmente com asas para facilitar o transporte

Portanto, a definição do nosso dicionário é explícita: um saco PODE ou não ter asas...

Quando li sobre os primeiros rumores desta lei, perguntei-me: que sacos vão ser taxados? Ainda não li a lei... São apenas os sacos que estão "à disposição" dos clientes das lojas para embalar compras?

Sobre as asas, e sobre as isenções, convém mesmo ler a lei.

É que eu uso sacos de compras para colocar lixo... e agora se deixo de comprar sacos "de compras", tenho de passar a comprar sacos de lixo...

Isto é anedótico.

Essa é que é essa.

Daí eu achar que é tudo hipocrisia verde.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Ou então voltamos ao tempo em que o lixo é colocado avulso nos contentores...

Coisa linda e bem cheirosa!

  • Vote 1

"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Ou então voltamos ao tempo em que o lixo é colocado avulso nos contentores...

Coisa linda e bem cheirosa!

Vê os lados positivos:

1) a biodegradação vai começar mais cedo;

2) para multar, junto a cada contentor do lixo vai ser colocado um agente da autoridade; logo, mais emprego.

Isto está tudo pensado... estas cabecinhas não param! ;)

  • Vote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
CrominhO

tá tudo pensado, iniciar um processo de compostagem a nível nacional lol :D

  • Vote 2

As mentes humanas são realmente um local estranho!

Share this post


Link to post
Share on other sites
HenrieCosta

tá tudo pensado, iniciar um processo de compostagem a nível nacional lol :D

E se metermos lá os políticos o processo é acelarado visto que já está tudo podre...

  • Vote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
CJCV

E se metermos lá os políticos o processo é acelarado visto que já está tudo podre...

esse tipo de lixo ia estragar a compostagem. é melhor incinerar. :cheesygrin:

  • Vote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
americob

Porque eu escrevi isto aqui:

http://www.portugal-a-programar.pt/topic/61541-at-questoes-legais/page__st__3480#entry574482

e entretanto a AT lançou nas FAQ's do e-fatura a sua interpretação da Lei, passo a informar:

As empresas com o Exercício não coincidente com o Ano Civil, em 2015 estão obrigadas a comunicar 2 vezes o inventário, até 31 de Janeiro relativamente ao Exercício que terminou durante 2014 e até ao final do mês seguinte ao mês em que terminar o Exercício de 2014.

Trocando por miúdos, uma empresa cujo exercício termine a 31 de Março, tem de declarar até 31 de Janeiro de 2015 o Inventário a 31 de Março de 2014 e até 30 de Abril de 2015 o Inventário a 31 de Março de 2015.

Outra questão é a data de 31 de Janeiro de 2015:

Parece-me que mais uma vez se verifica que os legisladores são especialistas em criar confusão.

Da forma como criaram a norma de transição, parece que definiram claramente que o fim do prazo para os Exercícios terminados em 2014 é dia 31 de Janeiro de 2015.

Na regra geral, é definido o dia 31 de Janeiro em geral como sendo o último dia do prazo, o que nos leva a pensar que se o dia 31 é ao fim de semana o último dia será no dia útil seguinte.

Ora, da forma que isto está escrito parece indicar que essa regra só se aplicará para o futuro, uma vez que para 2015 está claramente definido o dia 31 de Janeiro.

Será mesmo assim?

  • Vote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
CrominhO

Eu penso que eles estão a falar nos anos seguintes, não me lembro de nada que se tenha de comunicar e/ou entregar a um dia de fim de semana que não possa ser no dia útil seguinte, nesse sentido imagino que seja até 31 de Janeiro o inventário do exercício anterior...

EDIT: Peço desculpa, a informação que tinha dado estava incorrecta, existem N situações onde o dia limite se for ao fim de semana não passa para o dia útil seguinte, isto normalmente apenas acontece em pagamentos... Se alguém verificar junto da AT por favor coloque feedback.

Edited by CrominhO

As mentes humanas são realmente um local estranho!

Share this post


Link to post
Share on other sites
paulo brito

já consegui,

Obrigado pelo exemplo de output - usei-o a descarada para fazer o meu eheh.

Share this post


Link to post
Share on other sites
mauriciopt

Boas pessoal,

como posso fazer para substituir o ficheiro jà enviado?

Para já, està pendente ...

Obrigado,

Maurício

Edited by mauriciopt

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Segundo consta, se mandares outro, o anterior deixa de ser válido. Cada novo ficheiro substitui todas as entradas dos anteriores.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.