Ir para o conteúdo
  • Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #60 da revista programar. Faz já o download aqui!

Gonkali

Impressoras 3D vão fazer componentes de motores Rolls-Royce

Mensagens Recomendadas

Gonkali

Bom Dia,

Deparei-me com este "pequeno" artigo que achei muito interessante, ainda a relativamente pouco tempo deliravamos com impressorar com scanner e fax integrado e agora isto.

A evolução tecnológia não para de crescer e ainda bem.

A minha pergunta é : Para quando uma impressora de clones? Era acordar de manhã clonar-me e mandar o pobre coitado as compras,trabalhar,etc...lol

Outra questão é:

Será que tendo em conta a redução do tempo de produção e novos custos de produção irão os preços ser mais reduzidos?

"As impressoras 3D abrem novas possibilidades, novos campos para o design", afirma o responsável pela estratégia tecnológica da Rolls-Royce.

As impressoras 3D vão permitir à Rolls-Royce produzir componentes de motores de avião de modo mais rápido, afirma Henner Wapenhans. O responsável pela estratégia tecnológica diz que a empresa estuda esta potencialidade, que deverá ser concretizada nos próximos anos.

"As impressoras 3D abrem novas possibilidades, novos campos para o design (...) Através do processo das impressoras 3D, não estamos constrangidos a ter de criar uma ferramenta para criar uma forma. Podemos criar a forma que quisermos", refere.

O responsável da Rolls-Royce adianta que o processo de produção de novas peças leves, que atualmente pode demorar 18 meses, poderá ser encurtado para uma semana ou menos.

"Existem estudos que mostram ser possível criar estruturas mais leves, porque podemos estabelecer uma analogia com o que a natureza faz e como os ossos são formados - eles não são matéria sólida", afirmou Wapenhans.

O anúncio da Rolls-Royce segue o da sua concorrente, General Electric, que recentemente indicou ir expandir a utilização das impressoras 3D, nomeadamente para a criação de injetores de combustível dos motores de avião.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/impressoras-3d-vao-fazer-componentes-de-motores-rolls-royce=f840984#ixzz2kiQOIqHm

  • Voto 1

" The quieter you become, the more you are able to hear"

"Eu adoraria mudar o mundo, mas não me deram o código-fonte."

"A arte de programar consiste na arte de organizar e dominar a complexidade."

"Qualquer um pode escrever um código que o computador entenda. Bons programadores escrevem códigos que os humanos entendam."

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bioshock

Isto é tudo muito bonito..mas pensa nos contras que essas impressoras podem impingir na sociedade, tendo em conta que elas estão abertas ao público.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Gonkali

Isto é tudo muito bonito..mas pensa nos contras que essas impressoras podem impingir na sociedade, tendo em conta que elas estão abertas ao público.

Perfeitamente de acordo Bioshock, mas se seguirmos essa linha de reciocionio, toda a evolução, seja ele tecnológica, cientifica ou mecanica, trazem agregadas ás grandes vantagens enormes perigos. Tal como um veiculo é perigoso pois também está acessivel ao publico geral(com carta de condução) e não deixa de ser uma arma potencialmente mortal, sendo a pessoa que o está a conduzir o gatilho.

Penso tambem que será necessário estabelecer algumas limitações a estas impressoras 3D, resta agora saber como impor estas limitações e como impedir que as mesmas sejam contornadas.


" The quieter you become, the more you are able to hear"

"Eu adoraria mudar o mundo, mas não me deram o código-fonte."

"A arte de programar consiste na arte de organizar e dominar a complexidade."

"Qualquer um pode escrever um código que o computador entenda. Bons programadores escrevem códigos que os humanos entendam."

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Flinger

Já nem vou pelos limites éticos... Não sei se teria grande confiança para entrar num avião cujo motor tenha peças feitas numa impressora 3d :confused:Não sei porquê mas não me inspira grande confiança quando um fabricante deste calibre começa a pensar demasiado em poupar dinheiro :(

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bioshock

Perfeitamente de acordo Bioshock, mas se seguirmos essa linha de reciocionio, toda a evolução, seja ele tecnológica, cientifica ou mecanica, trazem agregadas ás grandes vantagens enormes perigos. Tal como um veiculo é perigoso pois também está acessivel ao publico geral(com carta de condução) e não deixa de ser uma arma potencialmente mortal, sendo a pessoa que o está a conduzir o gatilho.

Hmm, não acho. O que mais vês é violência com armas em que cujo objectivo é diferir dor noutra pessoa e escapar lisinho da vida. Não vês a pegarem nos seus carros e albadroarem-se uns contra os outros de propósito - eu compreendi a comparação que quiseste dar.

Por sua vez, a impressora 3D eleva a possibilidade de um cidadão comum obter uma arma. E a sociedade em geral quer ter o que o vizinho tem.

Quanto às peças que já tem vindo em notícia pelo facto de terem sido fabricadas numa impressora 3D, não vejo problema, desde que se verifique a qualidade do produto. Aliás, até já foi provado numa arma de fogo a qualidade.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

Já nem vou pelos limites éticos... Não sei se teria grande confiança para entrar num avião cujo motor tenha peças feitas numa impressora 3d :confused:Não sei porquê mas não me inspira grande confiança quando um fabricante deste calibre começa a pensar demasiado em poupar dinheiro :(

Como disse o @bioshock, se a qualidade for comprovada, não há mal nenhum. Muita gente também duvidou dos microchips quando foram inventados, e até da tecnologia de silício (aka transístores), uma vez que na época o que era bom eram as válvulas de vácuo. Hoje em dia toda a tecnologia baseia-se... em silício e microchips! ;)

Editado por thoga31

Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
apocsantos

Boa noite,

A mim preocupa-me mais o facto de não estarem estabelecidas limitações a essas impressoras, ao ponto de estarem disponiveis na internet os ficheiros necessários para imprimir uma AR-15 totalmente funcional... Mais preocupante será quando descobrirem que podem imprimir o "travão" que a converte em "full-auto", por exemplo.

Este tipo de equipamentos a meu ver levanta algumas questões écticas. Depois a questão de se começar a imprimir peças "por qualquer motivo", levanta-me outra série de questões, como a qualidade da peça impressa, entre outras coisas...

Creio que antes de tornarem esta tecnologia numa coisa "banal" deviam pensar como colocar algumas restrições e como tornar "inviável" a anulação dessas restrições.

Cordiais cumprimentos,

Apocsantos


"A paciência é uma das coisas que se aprendeu na era do 48k" O respeito é como a escrita de código, uma vez perdido, dificilmente se retoma o habito"

assinatura.jpg

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

A verdade é que já temos essas impressoras à venda até nas grandes revendedoras, e os ficheiros andam, precisamente, pela net. O progresso tecnológico per se não nos leva a lado nenhum se não se colocarem as peças na velhinha balança de pratos.


Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

A minha pergunta é : Para quando uma impressora de clones? Era acordar de manhã clonar-me e mandar o pobre coitado as compras,trabalhar,etc...lol

Se a clonagem fosse possível em seres humanos, íamos ter vários problemas... se tu, um empregado, pode adquirir tecnologia para se autoclonar, o que é que estaria disponível ao teu patrão? E assim sendo, para que é que ele precisaria de ti?

Isso levanta outros problemas... um filme que mostrava parte disso é o Cloud Atlas. Eu achei interessante, mas pode não ser para todos.

Outra questão é:

Será que tendo em conta a redução do tempo de produção e novos custos de produção irão os preços ser mais reduzidos?

Eventualmente... quando houver um concorrente a fazer o mesmo. Até lá, o lucro serve para pagar o investimento e dar uns cobres aos accionistas.

Quanto à possibilidade de imprimir armas... não me incomoda. Incomoda-me sim, haver quem as queira disparar. Notem também que isto tem algumas limitações... uma impressora 3D custará quanto? Vamos assumir 1500 Euros...

Numa realidade distante da Portuguesa, como nos Estados Unidos, chegam a haver promoções onde são oferecidas espingardas a quem abrir um tipo de conta num banco. Acham mesmo que alguém que pode comprar armas a sério com muito pouco controlo vai gastar 1500 dólares numa impressora mais material para obter algo que não tem metade da qualidade?

Em Portugal, não faço ideia do preço das armas no mercado negro, mas diria que muito provavelmente são mais baratas que uma impressora 3D. E, se alguém realmente quer magoar outro, qualquer coisa serve. Não viram aquele caso dum miúdo nos arredores de Lisboa que foi armado com facas cerâmicas para a escola e chegou a atingir um ou dois colegas?

O que é mais bem empregue? Tratar pessoas como esse puto a tempo de não estragarem a vida deles e de outros ou impôr regras inúteis à impressão 3D?

@ApocSantos,

Como é que a AR-15 que falaste consegue aguentar as temperaturas de disparo continuado?

  • Voto 1

include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Gnrtuga

Quanto à possibilidade de imprimir armas... não me incomoda. Incomoda-me sim, haver quem as queira disparar. Notem também que isto tem algumas limitações... uma impressora 3D custará quanto? Vamos assumir 1500 Euros...

Numa realidade distante da Portuguesa, como nos Estados Unidos, chegam a haver promoções onde são oferecidas espingardas a quem abrir um tipo de conta num banco. Acham mesmo que alguém que pode comprar armas a sério com muito pouco controlo vai gastar 1500 dólares numa impressora mais material para obter algo que não tem metade da qualidade?

Em Portugal, não faço ideia do preço das armas no mercado negro, mas diria que muito provavelmente são mais baratas que uma impressora 3D. E, se alguém realmente quer magoar outro, qualquer coisa serve. Não viram aquele caso dum miúdo nos arredores de Lisboa que foi armado com facas cerâmicas para a escola e chegou a atingir um ou dois colegas?

Boas, bubulindo concordo contigo, quando dizes que preocupante é haver quem as queira disparar...

Em relação à realidade americana, só tenho a dizer que eles são doidos, e se não estou em erro (penso que li isso numa edição da revista Sábado) existem cidades onde é obrigatório teres uma arma.. mas mesmo eles sendo doidos, só a podes levar (no caso da oferta do banco) depois de teres licença..

Em relação ao preço das armas no mercado negro, não tenho nenhuma tabela :) , isto é como os carros depende do que queres, mas os valores andam muito perto das impressoras 3D...

Quando tu compras uma arma no mercado negro, tens de comprar a alguém, esse alguém vai saber que tu tens uma arma, logo vai haver pelo menos uma pessoa que sabe o que fizeste (não não foi o verão passado :) ), e depois também tens "medo" que essa arma tenha sido usada noutro crime, e que sejas apanhado com ela, antes de a poderes usar para o que querias...

A mim esta matéria preocupa-me bastante... pensa assim, já temos assaltos extremamente violentos, e se formos a ver as armas não estão assim tão acessíveis como isso tudo, imagina um gang que queira equipar-se como deve de ser, faz só contas a 10 armas... a impressora compensa...

Como diz o cego, vamos esperar para ver...

edit: peço desculpa por desenterrar o tópico, mas andava a fazer uma pesquisa, apareceu-me isto e nem reparei na data :)

Editado por Gnrtuga

Férias! Estou por aqui: http://maps.google.p...001549&t=h&z=20 (a bulir claro está!)

Nunca mais é verão outra vez.. :)

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

E quanto custa o material para fazer a arma? Tanto quanto sei, o material nao e barato...

E, mais uma vez, porque insistir em acabar com a consequencia em vez da causa? Se o numero de assaltos esta a aumentar, muito provavelmente tera a ver com as condicoes que o Governo esta a dar a populacao. Porque nao olhar nesse sentido em vez de limitar uma liberdade?

Quem quer fazer mal, ha-de arranjar uma maneira de o fazer.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Gnrtuga

Quem quer fazer mal, ha-de arranjar uma maneira de o fazer.

Sim é a maior das verdades, mas não esquecer que umas formas são mais eficazes que outras...

Não tenho ideia de quanto custará o material.

Os assaltos a aumentar por causa das condições do governo... sim, é possível que muita gente no desespero do desemprego e com falta de comida enverede pelo crime, mas normalmente essas pessoas não começam logo a matar, possivelmente começam por coisas mais "soft's" ..

Agora estou-me a lembrar daquele caso no norte (não me recordo o sitio) onde foram assaltar um café, e o irmão do proprietário, que morava por cima do café, abriu a janela e sem hipótese de mais nada levou um tiro de caçadeira, morrendo imediatamente... São essas situações que me assustam..

Sim, era preferível acabar com a consequência do que com a causa. Não me dês peixe, ensina-me a pescar.

Enfim, logo veremos....


Férias! Estou por aqui: http://maps.google.p...001549&t=h&z=20 (a bulir claro está!)

Nunca mais é verão outra vez.. :)

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

Agora estou-me a lembrar daquele caso no norte (não me recordo o sitio) onde foram assaltar um café, e o irmão do proprietário, que morava por cima do café, abriu a janela e sem hipótese de mais nada levou um tiro de caçadeira, morrendo imediatamente... São essas situações que me assustam..

A mim tambem... mas temos de ter um pouco de atencao as liberdades que cedemos... Eu nao vejo a necessidade de termos armas e agrada-me que haja algum controlo sobre elas. Mas nao quero de maneira alguma que me seja tirada a possibilidade de ter uma.

Da mesma forma que nao quero que coloquem um travao as impressoras 3D apenas pela possibilidade de haver quem faca armas com elas.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Gnrtuga

Concordo plenamente, tantas coisas porreiras que se podem fazer com uma impressora 3d.... mas claro o pessoal têm tendencia para pensar logo nas coisas negativas.

Vai depender do bom senso e dos valores morais de cada um.

P.S Quando tiver uma, imprimo uma sara sampaio, ou uma irina..lool


Férias! Estou por aqui: http://maps.google.p...001549&t=h&z=20 (a bulir claro está!)

Nunca mais é verão outra vez.. :)

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
KTachyon

Se muitas coisas não fossem feitas porque podiam ser mal usadas por pessoas, por esta altura ainda estávamos na idade da pedra. E mesmo assim as pedras podem ser mal usadas.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

Concordo plenamente, tantas coisas porreiras que se podem fazer com uma impressora 3d.... mas claro o pessoal têm tendencia para pensar logo nas coisas negativas.

Vai depender do bom senso e dos valores morais de cada um.

P.S Quando tiver uma, imprimo uma sara sampaio, ou uma irina..lool

Nao havera ja disso em sex shops?? Poderas e ter de comprar um compressor para encher o boneco. :P


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
apocsantos

Boa noite,

@Bubulindo: Desenterrando mais um pouco, o travão que converte uma AR-15 de Semi-Auto em Full-Auto, não tem de suportar temperaturas assim tão "extremas", por isso não sei até que ponto será impossivel de os fazer com impressoras 3D.

Em relação à limitações, o simples facto de poderem reproduzir uma arma, torna-a um perigo tanto para que a dispara, como para quem a empunha... As pressões são altissimas e a arma pode simplesmente desintegrar-se.

Por acaso tenho visto as noticias e as a violência gratuita é cada vez maior. Ainda assim portugal é dos países que mais controla tudo o que é armas... Mas elas "andam aí", basta ver o noticiário! Até Espanha, onde não são tão maluquinhos como os americanos, tem leis mais "permissivas", nessa matéria e menos crime com armas... Dá o que pensar!

E já que se falou em armas... Que eu me recorde, os acidentes de carro matam mais pessoas que o uso de armas... Mas para poderes conduzir legalmente um carro, basta que um médico passe um atestado, pagues a uma escola de condução, obtenhas aprovação num exame teórico "da treta", e no final de 30h de condução passes num exame prático "da treta". Como se em 30h, habilitassem alguém a conduzir... É caso para dizer "se tudo o que pode ser usado para o mal, não se fabrica, então parem de fabricar carros!" Porque no meu caso, estou farto de ver pessoas a morrer ou a ficar com sequelas para a vida inteira, graças aos carros.

As impressoras 3D, são uma conseqência da evolução tecnológica. No final, será o bom senso de cada um, a determinar o uso que faz desses equipamentos.

Cordiais cumprimentos,

Apocsantos

  • Voto 1

"A paciência é uma das coisas que se aprendeu na era do 48k" O respeito é como a escrita de código, uma vez perdido, dificilmente se retoma o habito"

assinatura.jpg

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

Sim, mas se nao me engano referias-te a espingarda ser impressa em 3D, nao esta peca em particular.

O cano e a camara aguentarem aquelas pressoes e temperaturas e o que ainda estou em duvida.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
apocsantos

Boa tarde,

Eu falei de um modo geral nas armas, mas de um modo particular na peça em concreto, porque uma AR-15 semi-automática, não "assusta" tanto como uma "full-auto"...

(...)Mais preocupante será quando descobrirem que podem imprimir o "travão" que a converte em "full-auto", por exemplo.

Quanto ao resto das peças, certamente que não aguentam.

Cordiais cumprimentos,

Apocsantos


"A paciência é uma das coisas que se aprendeu na era do 48k" O respeito é como a escrita de código, uma vez perdido, dificilmente se retoma o habito"

assinatura.jpg

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora

×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.