Jump to content
GRSa

Pascalzim - Suporte à units

Recommended Posts

pwseo

De facto, um grande passo em frente no que diz respeito à capacidade de modularizar o código. Ainda assim, persiste uma grande limitação:

Nessa versão a cláusula 'uses' das unidades é ignorada pelo compilador.

Ou seja, os esforços de fragmentar o código ficam francamente limitados por este inconveniente. Mas claro, esta é apenas uma versão beta, nunca se sabe como ficará no futuro.

Há também aspectos por esclarecer: há suporte para a divisão das units em interface e implementation? As regras de visibilidade implementadas pelo Delphi e Free Pascal também são cumpridas pelo PascalZim? Podemos referir-nos a símbolos das units de forma qualificada? (ex.: unit1.variavel).

Seria interessante alguém averiguar isto (se está no site, não reparei).

Já felicitei o autor do PascalZim anteriormente pelo seu trabalho, e é bom ver que continua a evoluir. Ainda assim, temo que estas pequenas (grandes) incongruências sejam prejudiciais para quem está a aprender a programar em Pascal... o futuro o dirá.

Share this post


Link to post
Share on other sites
GRSa

O problema relacionado à cláusula uses nas units parece que foi resolvido:

Atualizada a versão beta para 5.2.4 beta 4:

- Nessa versão a cláusula 'uses' das unidades NÃO é ignorada pelo compilador.

Agora uma unit pode usar outra unit! ;)

Edited by GRSa

Share this post


Link to post
Share on other sites
passarito
O problema relacionado à cláusula uses nas units parece que foi resolvido:

Citar

Atualizada a versão beta para 5.2.4 beta 4:

- Nessa versão a cláusula 'uses' das unidades NÃO é ignorada pelo compilador.

Agora uma unit pode usar outra unit! ;)

A sério? Não acredito! Espetáculo... parabens...

Conseguiram que o pascalzim fizesse algo que o Borland Pascal de 199X já fazia.

Aliás até o Turbo Pascal 5.5 de 1989 já trabalhava com units dentro de units!

Parabéns, a sério, são só 24 anos de atraso... Pelo menos!

Edited by passarito

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

@passarito - o PZim de facto não é brilhante, antes pelo contrário. No entanto, é um projecto que, segundo sei, é desenvolvido por apenas uma pessoa com o intuito de criar um IDE+compilador intuitivo para principiantes, e acho que ele serve bem esse propósito. Claro que recomendo a passagem rápida para um compilador a sério como o Free Pascal ou mesmo o Lazarus.

Posto isto, a única coisa que ainda não sei é se o PZim já suporta de uma vez por todas um dos operadores mais básicos: o in. Se ainda não suporta, então serei obrigado a ignorar estes avanços para criticar severamente esta falha. Se já está implementado, direi Hallelujah!


Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites
passarito

@passarito - o PZim de facto não é brilhante, antes pelo contrário. No entanto, é um projecto que, segundo sei, é desenvolvido por apenas uma pessoa com o intuito de criar um IDE+compilador intuitivo para principiantes, e acho que ele serve bem esse propósito. Claro que recomendo a passagem rápida para um compilador a sério como o Free Pascal ou mesmo o Lazarus.

Não discordo do que disseste acima, aliás é de louvar, mas onde o lápis parte o bico é no facto de como não é um produto minimamente profissional (lá está, como tu dizes UM PROJECTO) haver professores que o usam nas suas aulas para ensinar Pascal e se calhar, ainda pior que isso, haver instituições que o permitam. É que nem se conseguem defender com os custos pois o Free Pascal é livre!

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

Lá está, se eu fosse professor trataria de dar a conhecer o que é um compilador, um IDE e um editor de texto, e metia os meus alunos com o Notepad++, que é intuitivo para iniciação, linkado ao Free Pascal Compiler. IMO, esta é a melhor opção para principiantes (e não só). :)


Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites
GRSa

A sério? Não acredito! Espetáculo... parabens...

Conseguiram que o pascalzim fizesse algo que o Borland Pascal de 199X já fazia.

Aliás até o Turbo Pascal 5.5 de 1989 já trabalhava com units dentro de units!

Parabéns, a sério, são só 24 anos de atraso... Pelo menos!

Isso soou engraçadamente irônico. Por acaso você não sabe que o que falou é tão óbvio que chega a ser irritante? :D

Thoga31, eu dei uma olhada no manual do PZim e vi que todas as operações básicas sobre conjuntos existem, inclusive o in. Hallelujah!

Edited by GRSa

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

Isso soou engraçadamente irônico. Por acaso você não sabe que o que falou é tão óbvio que chega a ser irritante? :D

Mas que...?

Pode ser óbvio para ti, mas pode não ser para outros. Nem todos são enciclopédias de história.

Thoga31, eu dei uma olhada no manual do PZim e vi que todas as operações básicas sobre conjuntos existem, inclusive o in. Hallelujah!

Óptimo, ainda bem. Obrigado pela informação, fico mais descansado.


Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

E o Forward, já deixa? :)


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
GRSa

Mas que...?

Pode ser óbvio para ti, mas pode não ser para outros. Nem todos são enciclopédias de história.

Essa foi engraçada: "enciclopédias de história".

Quis dizer que, é claro para todos que a "inovação" do PZim é somente para o PZim.

E o Forward, já deixa? :)

Sim.

  • Adicionado o suporte à definição posterior de funções e procedimento por meio da palavra reservada forward.

Edited by GRSa

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Está a melhorar...

Ainda assim, é bom como projecto, e bem-haja ao criador.

Mas usa-lo nas escolas para ensinar Pascal, sem ao menos dizer: "Atenção que isto é só para exemplo, o Pascal é muito mais forte do que isto permite."

É mau para o Pascal, mau para os programadores, mau para todos.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
passarito

Isto está engraçado...

A defesa do PZim é como eu hoje ir comprar um automóvel e o vendedor dizer-me:

- Oiça, este carro está muito evoluído! Já não necessita de alavanca para por a trabalhar! Agora Vem com um pedaço de metal a que chamamos chave que se enfia numa ranhura ao pé do volante. Depois rodamos a chave e o carro começa a trabalhar automaticamente!

Então eu diria:

- Mas os outros carros já fazem isso aos anos!

Resposta do vendedor

Isso soou engraçadamente irônico. Por acaso você não sabe que o que falou é tão óbvio que chega a ser irritante? :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

LOOOOOL

Oh Passarito, não sejas assim pá. Que coisa irritante! LOL ;):P:D

Edited by nunopicado
  • Vote 1

"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
vigonetto

Acho que o passarito exagerou... Sim o PZim não é um compilador "profissional", mas ele é uma alternativa pra começar com o Pascal. Quer dizer, alguém aqui começou a ler lendo obras literárias famosas?

Talvez a falta de um ambiente amigável para programação seja um entrave para a aprendizagem inicial. E nisso o PZim ganha do FreePascal por exemplo: o PZim é mais intuitivo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Desculpa, mas aí não concordo.

Pouco existe de intuitivo num compilador/IDE. Serve para escrever código e converter em código máquina.

Mas a haver alguma "intuitividade", será em recursos como o auto-complete, que o freepascal tem e tanto quanto sei (não confirmei) o Pzim não.

O que assusta os iniciantes no freepascal é o facto de ter o IDE em ambiente DOS. Isso não tem a ver com ser intuitivo e sim com a formatação dos jovens para janelas e rato.

Para esses, a equipa do freepascal tem o Lazarus.

Aqui a questão com o PZim não é mania de implicar, é uma constatação prática do que vemos na prática dentro e fora deste fórum:

Estudantes que chegam aqui, completamente despreparados e sem a mínima vontade de melhorar em pascal por acharem que é uma linguagem fraca e sem futuro.

Invariavelmente esses estudantes aprendem em PZim.

  • Vote 2

"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
I-NOZex

Eu quando dei pascal na escola, usamos esta IDE:

http://ims.mii.lt/fps/download/0.6.4/

feita em Delphi, acho-a 5*, pelo qe sei tem suporte a tudo, pelo menus nunca vi nada a faltar...

nao tem um suporte tao facilitado a GUI como o dev pascal, mas para trabalho em consola acho que nao ha melhor...


B2R » Beat2Revolution v3.0b | Regista e divulga-nos

beat2revolution.net

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Eu quando dei pascal na escola, usamos esta IDE:

http://ims.mii.lt/fps/download/0.6.4/

feita em Delphi, acho-a 5*, pelo qe sei tem suporte a tudo, pelo menus nunca vi nada a faltar...

nao tem um suporte tao facilitado a GUI como o dev pascal, mas para trabalho em consola acho que nao ha melhor...

Salvo erro, esse é só IDE, e usa o FreePascal. Daí suportar tudo.

É preferível do que usar compiladores de segmentos de pascal. Pelo menos o poder da linguagem está presente.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

Esta juventude depende tanto da porcaria do rato e de uma janela toda bonita cheia de botões, cores, imagens e até algumas ads (a nova moda estúpida emergente das Desktop Apps) que chegam ao Free Pascal IDE e estranham.

Eu programei durante muito tempo usando o Free Pascal IDE, e não me queixei*. Isto talvez seja porque desde a minha mais tenra idade aprendi a lidar com os mais variados sistemas - no meu tempo o auge da tecnologia era o Windows 95, e o meu primeiro computador tinha o Windows 3.1, e os computadores da escola ainda tinham DOS!

Hoje em dia temos esta papa toda feita de beleza visual, e as melhores aplicações são as mais bonitas, e não as melhores.

O PZim é um projecto interessante e aprecio tais iniciativas, mas também não posso concordar com o que se tem vindo a dizer acerca dele ser uma óptima solução uma vez que ainda é muito limitado e suporta a ideia dos alunos de que Pascal é fraco.

Se Pascal fosse assim tão fraco, a Apple não o teria usado como linguagem de eleição no seu software dos anos 80. Alguém se recorda do MacPaint?

* hoje em dia uso o Notepad++ com o plugin NppExec que linka ao FPC.

Edited by thoga31

Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

MacPaint, Photoshop, Skype, e blablabla

Há inúmeras aplicações do dia a dia que passam em algum ponto por Pascal/Delphi.

Agora, Thoga... Não sabia que eras do "meu tempo"! :)


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.