Jump to content
UserName

Matemática & Programação?

Recommended Posts

UserName

1-Que áreas da Matemática vocês acham que são importantes na programação?

Já ouvi pessoas na área dizer que um bom programador não necessita de ser bom na matemática,

e também ouvi outros dizer que ter bons conhecimentos(de determinadas áreas da matemática) é essencial para se lidar com matrizes, desenvolver algoritmos, lógica booleana e outras coisas mais.

2-Que recursos recomendam para aprender matemática de forma autodidacta?

Recomendaram-me este:

https://www.khanacademy.org/

Share this post


Link to post
Share on other sites
HappyHippyHippo

1-Que áreas da Matemática vocês acham que são importantes na programação?

Já ouvi pessoas na área dizer que um bom programador não necessita de ser bom na matemática,

e também ouvi outros dizer que ter bons conhecimentos(de determinadas áreas da matemática) é essencial para se lidar com matrizes, desenvolver algoritmos, lógica booleana e outras coisas mais.

porque achas que a média obrigatória para acesso a todos os cursos de programação é a matemática A ? por devaneio dos professores universitários ?

Sim, programação necessita de ter conhecimentos básicos de matemática, dos mais simples que existem, como saber como são feitas contas binárias (processo que aprendes na primária mas em base decimal), ou a referida lógica booleana ou teoria de grupos (algo que depois da matemática do 12º é para rir de simples que é)

A matemática em programação é fundamental devido ao uso da informática e não na programação em si. Um informático resolve problema, criando ferramentas para não ter de resolver no papel durante dias. O papel fundamental de um programador é quando deparado por um problema de outra área, ter de desenvolver essa aplicação. Mas o problema é que esses problemas são normalmente matematicamente complexos, e se só sabes fazer contas de 2+2 vais ter sérios problemas.

(Nota que estou a considerar redes e electrónica como um área à parte, porque essa também tem a sua bela matemática)

O único caso que um informático necessita de matemática avançada em proveio da informática em si, é na investigação ou avaliação de algoritmos. Mas isso é para que está a mexer na massa à tempo suficiente para perceber do que está a fazer.

  • Vote 1

IRC : sim, é algo que ainda existe >> #p@p

Share this post


Link to post
Share on other sites
Warrior

Acho que qualquer programador mais cedo ou mais tarde vai desejar saber mais de álgebra ou de matemática discreta dado a quantidade de aplicações que essas áreas têm na informática.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ruiribeiro

Saberes o básico de matemática será sufucuiente em cerca de 90% das situações que encontrarás na tua infeliz vida de programador...


.NET/T-SQL, JAVA, PHP, Javascript Developer | Business Intelligence | Gestão de Sistemas de Informação Empresariais

Share this post


Link to post
Share on other sites
Warrior

Falta definir o básico e saber se ficas contente por em 4h das 40h semanais não saberes o que fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites
HecKel

Não é à toa que durante vários anos (décadas?) programação era uma sub-área da matemática e não o contrário. Nem é à toa que os primeiros programadores eram matemáticos.

Programar é resolver problemas de lógica, sejam estes simples ou complexos. Matemática dá-te o exercício mental para resolveres 99,999% desses problemas (e não digo 100%, porque um Hello World não precisa de matemática :P ). No dia a dia podes nem notar que estás a usar matemática, mas tens toda a lógica por detrás disso que na verdade se trata de resolveres problemas e subdividir problemas para chegares a uma solução.

  • Vote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Daniivo

Não é à toa que durante vários anos (décadas?) programação era uma sub-área da matemática e não o contrário. Nem é à toa que os primeiros programadores eram matemáticos.

Programar é resolver problemas de lógica, sejam estes simples ou complexos. Matemática dá-te o exercício mental para resolveres 99,999% desses problemas (e não digo 100%, porque um Hello World não precisa de matemática :P ). No dia a dia podes nem notar que estás a usar matemática, mas tens toda a lógica por detrás disso que na verdade se trata de resolveres problemas e subdividir problemas para chegares a uma solução.

foram estas palavras ditas pelo matematico a uns dias lol!!

as minhas bases de matematica é 0!!! e eu estou a tentar recuperar sozinho mas é como empurrar uma carroça sem rodas...

Share this post


Link to post
Share on other sites
bioshock

Pois eu faço parte da população de programadores que não sabe nada de matemática. Nem bases nem nada e vivo bem com isso, pelo menos até hoje.

Maaaas...sou da opinião que a matemática é uma componente importante na lógica, nada mais do que isso. Simplesmente nunca gostei dela.

  • Vote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danielt7

Boas pessoal, aqui entre nós, mas qual é a diferença entre matematica A e Matematica B?, suponho que Mat B seija mais dificil.


Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

Boas pessoal, aqui entre nós, mas qual é a diferença entre matematica A e Matematica B?, suponho que Mat B seija mais dificil.

Desculpem-me a forma directa como vou dizer isto, mas se a Matemática B fosse a mais difícil, com certeza que não seria ministrada em cursos profissionais. ;)

A Matemática A, como o @mundo disse, é a mais complexa uma vez que os tópicos lá abordados são em maior quantidade, mais variados e analisados a um nível mais profundo. É sem dúvida, de entre todas as Matemáticas (não se esqueçam de MACS), aquela que melhor preparar para qualquer curso que tenha cadeiras de matemática ou cálculo.

Edited by thoga31

Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites
eatg75

Na minha opiniao a matematica e sem duvida um dos campos mais importantes necessario

para ser um "bom programador". Ha sub-areas ou areas dentro da programacao em que

sao necessarias diferentes conceitos de matematica, como por exemplo para computacao

grafica precisamos de Alegbra Linear e Calculo e por vezes Estatistica, para analise de

algoritimos Calculo e Matematica Discreta.

PS : Este topico e vital e penso que devemos incluir referencias a artigos, livros, posts em b

logues que de alguma forma ajudam as pessoas que seguem o topico.

Sendo assim aqui vai :

Teoria e Problemas da Matemática Discreta - Seymour Lipschutz & Marc Lipson

Calculo um novo horizonte - Howard Anton

Algebra Linear com Aplicacoes - Howard Anton & Chris Rorres

Para quem tiver sede de conhecimento e vontade de aprender recomendo mais livros dos

autores seguintes :

George B. Thomas Jr. - escreve livros sobre Calculo.

Howard Anton - escreve geralmente sobre Calculo e Algebra Linear.

Seymour Lipschutz - escreve sobre Matematica Discreta e Algebra Linear.

Edited by eatg75

Victarion seized the dusky woman by the wrist and pulled her to him.

Victarion - She will do it. Go pray to your red god. Light your fire, and tell me what you see.

Moqorro's dark eyes seemed to shine.

Moqorro - I see dragons.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danielt7

Desculpem-me a forma directa como vou dizer isto, mas se a Matemática B fosse a mais difícil, com certeza que não seria ministrada em cursos profissionais. ;)

A Matemática A, como o @mundo disse, é a mais complexa uma vez que os tópicos lá abordados são em maior quantidade, mais variados e analisados a um nível mais profundo. É sem dúvida, de entre todas as Matemáticas (não se esqueçam de MACS), aquela que melhor preparar para qualquer curso que tenha cadeiras de matemática ou cálculo.

desculpa-la prolongar a minha duvida... ainda não estou inscrito num curso profissional informatica (de 10º, 11º e 12º), será que darão Matematica A para ter uma "entrada" na faculdade?

Cumprimentos.

Na minha opiniao a matematica e sem duvida um dos campos mais importantes necessario

para ser um "bom programador". Ha sub-areas ou areas dentro da programacao em que

sao necessarias diferentes conceitos de matematica, como por exemplo para computacao

grafica precisamos de Alegbra Linear e Calculo e por vezes Estatistica, para analise de

algoritimos Calculo e Matematica Discreta.

PS : Este topico e vital e penso que devemos incluir referencias a artigos, livros, posts em b

logues que de alguma forma ajudam as pessoas que seguem o topico.

Sendo assim aqui vai :

Teoria e Problemas da Matemática Discreta - Seymour Lipschutz & Marc Lipson

Calculo um novo horizonte - Howard Anton

Algebra Linear com Aplicacoes - Howard Anton & Chris Rorres

Para quem tiver sede de conhecimento e vontade de aprender recomendo mais livros dos

autores seguintes :

George B. Thomas Jr. - escreve livros sobre Calculo.

Howard Anton - escreve geralmente sobre Calculo e Algebra Linear.

Seymour Lipschutz - escreve sobre Matematica Discreta e Algebra Linear.

pelo o que eu sei e me disseram, que CFQ Tambem seria uma das materias fundamentais para a informatica..., pode ser que eu esteija errado

Edited by Danielt7

Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

CFQ? A parte da Física talvez, porque há faculdades que dão Física no 1º semestre. Mas não mais do que isso, creio.

Num curso profissional terás Matemática B ou outra que posso desconhecer, mas não a A.


Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

Se não tiveres Matemática A no secundário, terás muitas dificuldades em passar aos cadeirões de matemática que vais ter em qualquer curso de informática que encontres numa faculdade.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites
Danielt7

Então, a probabilidade de ir para um faculdade com um curso profissional é pouca... para ser sincero, neste momento acho secundário é a melhor opção devido á MAT A


Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Share this post


Link to post
Share on other sites
Devexz

Desculpem-me a forma directa como vou dizer isto, mas se a Matemática B fosse a mais difícil, com certeza que não seria ministrada em cursos profissionais. ;)

Eu tenho curso profissional e dizem que é matemática B, no entanto o que se dá nos cursos profissionais é mesmo coisas muito básicas, até os profs diziam que a mátemática dos cursos profissionais devia ser nomeada como C porque aquilo é mesmo uma base.

desculpa-la prolongar a minha duvida... ainda não estou inscrito num curso profissional informatica (de 10º, 11º e 12º), será que darão Matematica A para ter uma "entrada" na faculdade?

Cumprimentos.

Nope, cursos profissionais não têm matemática A, e para quem estiver a ponderar fazer um curso desses e depois ir à universidade terá que aprender muito, mas muito mais daquilo que aprendeu na escola.

Pois eu faço parte da população de programadores que não sabe nada de matemática. Nem bases nem nada e vivo bem com isso, pelo menos até hoje.

Maaaas...sou da opinião que a matemática é uma componente importante na lógica, nada mais do que isso. Simplesmente nunca gostei dela.

Eu sou igual a ti, sou mesmo fraco a matemática e tenho me safado, no entanto já houve situações em que estive aflito.

Edited by Devexz

Contador de calorias: caloriaspordia.com

Share this post


Link to post
Share on other sites
bioshock

Conheço quem tenha tirado cursos profissionais (com matemática B), depois para entrar para a Universidade foi ter explicações de matemática A e acabou por entrar para o curso de Engenharia de Informática. É uma questão de sacrifício.

É um mal em Portugal que a generalidade das pessoas pensem que um curso profissional é sinónimo de não-capacidade, o que é totalmente errado. Comparando com o ensino secundário existem várias vertentes nos cursos profissionais que os fazem ser escolhidos.

  1. Componente prática. Saber a papinha toda e não a saber aplicar, é como não a saber. Nos cursos profissionais têm-se atenção a esse pormenor e coloca-se sempre os alunos em ambientes práticos profissionais.
  2. Estágios profissionais. Por norma, 2 estágios profissionais ao longo de 3 anos de curso, sendo o 1º efectuado no 11º ano e o 2º no 12º ano. No 12º ano o tempo de estágio é o dobro.
  3. Subsídios. Sim, dá muito jeito a muitas pessoas ter um subsídio de alimentação (4,27€/dia), bem como de transportes e alojamento.
  4. Vários módulos relacionados directamente com o curso. Num curso de informática, por exemplo, têm-se o módulo de Programação, Sistemas de Informação, Segurança de dados, etc.
  5. Apresentação de um projecto final de curso (e há quem faça de ano). Projecto esse dirigido a um conjunto de júris o que leva o aluno a perceber e organizar a apresentação bem como sentido de responsabilidade em relação ao seu projecto.

E se calhar podia falar de mais algumas coisas. Acabou por ser um acaso, não entrei, na minha altura, para um secundário, por não ter colocado os papeis a tempo. Hoje agradeço o facto de a minha mãe se ter esquecido de assinar. :thumbsup:

Share this post


Link to post
Share on other sites
thoga31

A noção da capacidade ou não-capacidade depende de vários factores, inclusive do sítio.

Na minha escola, iam para os cursos profissionais, sem tirar nem pôr, aqueles que cumpriam pelo menos um dos seguintes pontos:

  1. Não encarrilhava com a Matemática, a Física e/ou a Química.
  2. Não gostava de estudar (isto é sério, não é dito ao acaso);
  3. Queria ter uma vida facilitada e pensava que o profissional lhe proporcionava isso (e, em certa medida, proporcionava).

Portanto, de onde eu venho, construiu-se a ideia algo natural de que os cursos profissionais estão cheios de alunos "não-capacitados" e que ainda recebiam subsídio por isso.

Verdade seja dita, eu fui sempre Quadro de Mérito, e fui Pŕemio de Mérito Ministério da Educação, e nunca recebi nenhum subsídio por ser um bom aluno. Recebi no final um ramo de flores e dois diplomas e uma "gorjeta". Claro que isto pode criar uma sensação de injustiça: sou alérgico ao pólen, papéis já tenho eu muitos, e é irónico os Ministros da Educação referirem sempre o ensino de qualidade e nós não termos apoios por isso, vendo o apoio ir para outros colegas como já referi. Eu tive média de 19 no Secundário, paguei impostos, recebi zero, e parte dos meus impostos foram para aqueles que tinham mesmo 0 a algumas disciplinas e foram para os profissionais.

Volto a frisar que eu senti isso por causa da constituição dos cursos profissionais da minha escola. Esta era, e continua a ser, a infeliz realidade de lá.

Felizmente tenho vindo a conhecer vários alunos que são de profissionais e são bastante inteligentes e dedicados. Claro que, coincidência ou não, a maioria dos colegas deles andam a passear os livros. Mas pronto, ao contrário do que se poderia pensar na minha zona, o rácio de alunos dedicados/baldas não é zero.

Edited by thoga31

Knowledge is free!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.