Jump to content
brunoais

MPICH: Como enviar uma struct e o que ela aponta recursivamente

Recommended Posts

brunoais

Eu tenho, para um trabalho que estou a fazer, que usar o MPICH (não me dão hipotese, tem mm q ser o MPICH) para por um programa a executar distribuido por várias máquinas.

Na faze em que estou, preciso de enviar uma struct pela rede. O problema é que todo o conteúdo que ela aponta tem que ir atráz. Isto significa que num caso como o meu que tenho algo do tipo:

struct A{
   int a;
   B* b;
   C** c;
};
struct B{
   char* d;
   int e;
   D* f;
};
struct C{
   int g;
};
struct D{
   int h;
};

Podem encontrar, se precisarem, o manual aqui:

http://www.mpi-forum.org/docs/mpi-3.0/mpi30-report.pdf

A parte sobre o assunto começa na página 131.

Há alguém que consiga ajudar-me como fazer isto para, por exemplo, o caso simplista que mostrei?

Eu não consigo perceber o manual correctamente

Edited by brunoais

"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Share this post


Link to post
Share on other sites
HappyHippyHippo

existe algum problema em fazer :

struct A{
   int a;
   B* b;
   C** c;
};
struct B{
   char* d;
   int e;
   D* f;
};
struct C{
   int g;
};
struct D{
   int h;
};

struct Pack {
   int a;
   struct {
       char* d;
       int e;
       struct {
           int h;
       } f;
   } b;
   struct {
       int g;
   } c;
}

struct Pack do_pack(struct A)
{
 // pegar na info de struct A e enfiar numa struct Pack
}


IRC : sim, é algo que ainda existe >> #p@p

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

A única solução que conheço passa por serializar os dados (mais ou menos o que o HHH fez).

Sempre que possível, convém ter estes pormenores em conta no planeamento das estruturas de dados, pois corres o risco de introduzir overheads com serializações que limitam fortemente a escalabilidade da solução que estás a desenvolver.

À partida também podias enviar os dados correspondentes a cada região contígua de memória em separado, evitando a serialização. Mas regra geral isso não compensa, devido ao peso da latência nas comunicações.

EDIT: Aparentemente pretendes usar o MPI_Pack (função à qual nunca recorri).

Em todo o caso, penso que precisas de algo deste género:

struct A x;
char buffer[N];
int position = 0;

MPI_Pack(&(x.a), 1, MPI_INT, buffer, N, &position, MPI_COMM_WORLD);
int len = strlen(x.b.d)+1;  // só funciona com strings...
MPI_Pack(&len, 1, MPI_INT, buffer, N, &position, MPI_COMM_WORLD); // isto é necessário para o MPI_Unpack
MPI_Pack(x.b.d, len, MPI_CHAR, buffer, N, &position, MPI_COMM_WORLD);
MPI_Pack(&(x.b.e), 1, MPI_INT, buffer, N, &position, MPI_COMM_WORLD);
//...
Mas penso que as vantagens em usar o MPI_Pack são reduzidas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
brunoais

EDIT: Aparentemente pretendes usar o MPI_Pack (função à qual nunca recorri).

Era sobre isso que eu referia-me :) . É isso que planeio usar. Mas preciso de saber melhor como usar para o que quero...

Pelo que li do manual, ele é capaz de copiar isso tudo directamente para algo correspondente do outro lado (uma struct igual, mas pode ter as várias memórias contíguas em locais diferentes).

O programa usa pouca comunicação e está bem preparado para esconder bem a latência da comunicação.

Só falta mm lidar com isto. Foi um problema que me esqueci de verificar correctamente, infelizmente... O prazo que falta para entrega é curto e se n conseguir descobrir como usar o pack correctamente vou ter que arranjar uma maneira de serializar isto tudo...

A resposta do @HappyHippyHippo não é muito completa mas vou pegar no manual e no que o @HappyHippyHippo fez e tentar fazer...

@HappyHippyHippo Se poderes fazer uma resposta mais completa seria bom. Especialmente se indicasses um código exemplo.


"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Share this post


Link to post
Share on other sites
HappyHippyHippo

o código do exemplo seria seria:

struct Pack do_pack(struct A dados)
{
 struct Pack pack;

 pack.a = dados.a;        // guarda a info da struct A
 pack.b = *dados.b;       // guarda a info da struct B
 pack.b.f = *(*dados.b).f;// guarda a info da struct D
 pack.c = **dados.c;      // guarda a info da struct C

 return pask;
}

struct A dados;
struct Pack pack = do_pack(dados);

// pack é feito de dados contíguos (serializável sem problemas)


IRC : sim, é algo que ainda existe >> #p@p

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

Já agora, penso que o que o HHH tem precisa de algumas melhorias, nomeadamente, tens que remover de lá o char* d;.

Se tiveres uma estrutura sem apontadores, já podes fazer send como se a estrutura fosse um array de bytes, e usas o sizeof para calcular o tamanho.

EDIT1: Para campos de tamanho variável (arrays, strings, etc.), tens que enviar o tamanho primeiro, e depois envias o campo.

EDIT2: Estava aqui a pensar como é que faria a serialização à mão e cheguei à conclusão que, assumindo que o B.d e o A.c são arrays, usar o MPI_Pack até é capaz de ajudar. Sem o MPI_Pack, penso que será mais simples serializar para um array de bytes do que para uma struct.

Share this post


Link to post
Share on other sites
brunoais

Pois... Esqueci-me de indicar que o:

   C** c;

É um array variável de elementos.

Pode-se assumir que o seu tamanho é o valor que está em a (na struct A).

Pelo menos, Rui Carlos... Pensaste nisso :)

Edited by brunoais

"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.