Jump to content

Função dentro de uma Struct


nunolevezinho

Recommended Posts

typedef struct client_t client_t, *pno;
struct client_t
{
   pid_t pid;
   char password[TAM_MAX];
   pno proximo;

   pno AddClient() {    
       /* code */
   }

};

int main()
{

   client_t client;

   //código ..

   client.AddClient();

}

Erro: client.h:24:2: error: expected ‘:’, ‘,’, ‘;’, ‘}’ or ‘__attribute__’ before ‘{’ token.

Não é assim que se define um função dentro de uma struct ?

Edited by nunolevezinho
Link to comment
Share on other sites

estas a usar C e não C++ !!!

o que queres fazer não é possível em C.

o mais parecido com isso que podes fazer é usar ponteiro para funções

struct XPTO {
 int a;
 int b;

 int (*foo)(void);
 int (*bar)(void);
}

int func1(void) {
 return 10;
}

int func2(void) {
 return 10;
}

int main(void) {
 struct XPTO xpto;

 xpto.foo = func1;
 xpto.bar = func2;

 return 0;
}
  • Vote 1
IRC : sim, é algo que ainda existe >> #p@p
Link to comment
Share on other sites

Hmm sendo assim preferi fazer de maneira que percebesse melhor, mas agora tenho um erro no tipo de argumento que estou a passar.

typedef struct client client, *pno;
struct client
{
pid_t pid;
char password[TAM_MAX];
pno proximo;	
};

pno AddClient(pno cliente, pid_t pid, char password[TAM_MAX])
{

}

Erro: error: incompatible type for argument 1 of ‘AddClient’

Link to comment
Share on other sites

olha bem para o que tens (sem o typedef claro)

struct client * AddClient(struct client * cliente,  // <-- olha para o tipo de dados
                         pid_t pid,
                         char password[TAM_MAX]) {
 // ...
}

int main(void) {
 struct client cliente;                               // <-- olha para o tipo de dados
 AddClient(cliente, perg.pid_cliente, perg.password);

 return 0;
}
IRC : sim, é algo que ainda existe >> #p@p
Link to comment
Share on other sites

No main tenho de definir como ponteiro, é isso ?

int main(void) {
 struct client * cliente;							   // <-- olha para o tipo de dados
 AddClient(cliente, perg.pid_cliente, perg.password);

 return 0;
}

EDIT: Acho que já percebi a minha parvoíce.

typedef struct client client, *pno;
struct client
{
pid_t pid;
char password[TAM_MAX];
pno proximo;	
};

pno AddClient(pno cliente, pid_t pid, char password[TAM_MAX])
{
	}

int main(void)
{
pno cliente;

cliente=AddClient(cliente, perg.pid_cliente, perg.password);

return 0;
}
Edited by nunolevezinho
Link to comment
Share on other sites

e insistes com o typedef...

pois ...

os compiladores deveriam ter algo tipo DRM para o uso dessa palavra que só permitia o seu uso após passar testes rigorosos

enfim, parece que gostam de complicar o seu próprio trabalho, não devem perceber que estão a minar a sua própria nota. há quem lhe chame de autoflagelação

IRC : sim, é algo que ainda existe >> #p@p
Link to comment
Share on other sites

Eu tenho sempre usado typedef porque desde a 1º aula de structs o prof mandou-nos sempre usar daquela maneira que era mais "simples", era a única razão para eu usar assim e sendo que estou a fazer um trabalho, pensei em usar como ele disse.

Então retiro o typedef e daqui em diante uso sempre struct client *

Ok, obrigado pela explicação

Edited by nunolevezinho
Link to comment
Share on other sites

Por muito mais que que estude só aprendo uma coisa, que ainda tenho muita coisa para aprender.

A beleza de um código está em decompor problemas complexos em pequenos blocos simples.

"learn how to do it manually first, then use the wizzy tool to save time."

"Kill the baby, don't be afraid of starting all over again. Fail soon, learn fast."

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.