Jump to content
Sign in to follow this  
FDomingos

Bloqueio do ecrã do iPhone não é seguro

Recommended Posts

FDomingos
Há vídeos no YouTube a demonstrar como conseguir fazer chamadas e ver fotografias de um iPhone com iOS 6.1, mesmo que este esteja bloqueado. Os dados ficam disponíveis para qualquer atacante, mas não se tem acesso às aplicações

Em menos de um minuto, o vídeo do utilizador do YouTube videosdebarraquito mostra como se consegue ter acesso a informação privada num iPhone. O processo envolve uma série de truques, fazer chamadas para números de emergência e carregar em vários botões em simultâneo. No final, o atacante consegue ver os contactos e fotografias daquele telefone, fazer chamadas e aceder ao registo de chamadas. No entanto, não se consegue aceder ao ecrã inicial nem às aplicações do utilizador.

Nos comentários ao vídeo, vários utilizadores afirmam ter conseguido desbloquear iPhones 4, 4S e 5, com o iOS 6.1, noticia o Huffington Post.

O hack original foi feito em Espanha e a Apple já terá comentado o assunto, dizendo que será lançada uma correção brevemente, na próxima atualização de software.

Ler mais: http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/internet/2013/02/15/bloqueio-do-ecra-do-iphone-nao-e-seguro#ixzz2L1UUaM3y

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.