Ir para o conteúdo
  • Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #60 da revista programar. Faz já o download aqui!

Danielt7

Média para entrada na faculdade

Mensagens Recomendadas

Danielt7

Gostava de Seguir Engenheria de Programação...

Estou no 8ºano.

Gostava de saber quando eu chegar ao 10ºano qual e a média e as disciplinas que devo ter para entrar na faculdade para engenheria de computação

Cumps.

Editado por Danielt7

Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
brunoais

13 chega, muito provavelmente.


"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
NunoDinis

Pelo que vi no link que o @happy até com menos podes entrar com menos de 13 (um amigo que entrou na UTAD com 11, para engenharia informática. Isto na 3ªfase). Mas esforça-te para teres uma média superior, terás mais probabilidades de entrar, como é óbvio.

A disciplina com que podes entrar é Matemática A.. se bem que em cursos relacionados com computação gráfica já vi a pedirem também Química. (não sei se só Química, ou Química e Matemática).

Obs:Estou surpreendido @Daniel, quando li o teu post nem queria acreditar... finalmente começas a escrever direito, dentro do possível...


Estranha forma de vida que tem a capacidade de transformar comandos em mensagens de erro.

ndsotware.org

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Warrior

O normal é pedirem Matemática e Fisico-Química/Português.

Mais importante do que saberes em que curso queres entrar é ONDE queres entrar. É possível entrar com 11 ou 12, mas será no sítio que tu queres? O mais seguro é apontar para >16 e aí não ficas limitado.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Danielt7

Pelo que vi no link que o @happy até com menos podes entrar com menos de 13 (um amigo que entrou na UTAD com 11, para engenharia informática. Isto na 3ªfase). Mas esforça-te para teres uma média superior, terás mais probabilidades de entrar, como é óbvio.

A disciplina com que podes entrar é Matemática A.. se bem que em cursos relacionados com computação gráfica já vi a pedirem também Química. (não sei se só Química, ou Química e Matemática).

Obs:Estou surpreendido @Daniel, quando li o teu post nem queria acreditar... finalmente começas a escrever direito, dentro do possível...

NunoDinis. Quando referes o teu amigo que entrou na faculdade de engenharia informática, ele so entrou para a licenciatura ?

Acho que o mestrado tem de ter uma média superior 14


Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

NunoDinis. Quando referes o teu amigo que entrou na faculdade de engenharia informática, ele so entrou para a licenciatura ?

Acho que o mestrado tem de ter uma média superior 14

Vamos lá a distinguir as coisas: tens cursos que é Licenciatura (3 anos), após a qual podes fazer um Mestrado (2 anos), cujos critérios de ingresso e admissão dependem da tua Licenciatura e não do ensino secundário. Mas depois há cursos que são Mestrados Integrados (5 anos).

As médias de entrada nas Licenciaturas e nos Mestrados Integrados não dependem tanto se é, em si, uma Licenciatura ou um Mestrado Integrado. Depende dos candidatos a cada curso e das suas médias. Daí a média mínima de entrada ser definida como "Média do Último Colocado".


Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
brunoais

Não esquecer que não é só como o @thoga31 indicou.

Há cursos que, não sei realmente o porquê, exigem uma nota mínima que não é 9,5.

No ano que entrei para a faculdade, só por curiosidade, fui ver a nota e reparei que a própria faculdade exigia 15 de média de secundário para entrar em medicina. Isto significa que, qualquer aluno com menos de 15, de média, nunca poderia entrar para medicina naquele ano, mesmo que as vagas não ficassem preenchidas. Claro que acabaram por preencher todas e o ultimo a entrar teve nota na ordem do 16/17.

São poucos cursos que fazem disto, mas existem.

Este ano letivo, o ultimo a entrar para Licenciatura em Engenharia Informática na FCUL teve média de 9,7. Mesmo assim, as vagas não ficaram preenchidas! Foi a 1ª vez desde há vários anos que acontecia (mais de 7).


"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

Há cursos que, não sei realmente o porquê, exigem uma nota mínima que não é 9,5.

Não sabes porquê? Relê lá o que disseste :D

No ano que entrei para a faculdade, só por curiosidade, fui ver a nota e reparei que a própria faculdade exigia 15 de média de secundário para entrar em medicina.

São normalmente este tipo de cursos que exigem mínimos. Estás à espera de ver um médico que era um calão no secundário? :P

Claro que a média nunca chega tão baixo, mas se chegasse, até acho que 15 é baixo.

Quando sais de um cursos destes não é para brincadeiras: tens vidas humanas em mãos.

Claro que se podem levantar outras questões: a média dá-nos mesmo uma indicação disso? Nem sempre, mas é um dos indicadores.


Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
brunoais

Quando sais de um cursos destes não é para brincadeiras: tens vidas humanas em mãos.

Quando sai, não quando entra.

É principalmente aí que está a diferença.


"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

Quando sai, não quando entra.

É principalmente aí que está a diferença.

Se um gajo consegue estudar para ser médico com a devida decência na universidade, também o deverá conseguir fazer antes, no secundário. E isso reflecte-se na nota do secundário.

Um médico que entrou com 13 e outro que entrou com 17... mais facilmente vejo o segundo a sair com 15 do que o primeiro com esse mesmo 15.

É um eterno problema, esta questão do entra e sai. Acho que em casos como este se deve considerar também o tempo em que entrou.

Editado por thoga31

Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Rui Carlos

Quando sai, não quando entra.

É principalmente aí que está a diferença.

A mim faz-me um pouco de confusão que alguém entre para um curso de Física, por exemplo, com menos de 10 no exame de Física (e mesmo com 10, ou com um pouco mais). Pelo que não me surpreende que haja cursos que peçam mais de 9,5.

Digamos que a nota mínima é algo mais ou menos arbitrário (tanto podia ser mais de 9,5 como menos), mas acho que a cadeiras base para a licenciatura, a nota mínima devia ser mais elevada.

  • Voto 1

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Danielt7

A Média de 9.5 e um suficiente ??

Mas para a entrar na faculdade, Quais as Disciplinas que Tevo ter uma Media alta antes de entrar na faculdade.

PS: Desculpem pela minhas Preguntas, eu só estou prevendo e Decidindo o meu futuro.

Cumps.

Editado por Rui Carlos

Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
NunoDinis

PS: Desculpem pela minhas Preguntas, eu só estou prevendo e Decidindo o meu futuro.

Complementando o que o @happy disse, tenho a certeza que com essa ambição (de pensares até em tirar 9.5) não estás a prever bem o teu futuro ..

Editado por NunoDinis

Estranha forma de vida que tem a capacidade de transformar comandos em mensagens de erro.

ndsotware.org

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
KTachyon

Isso e depois teres que gastar as 6 opções nas 6 instituições mais medíocres e com bom histórico de médias baixas e ainda teres uma grande probabilidade de não acertar (ou isso ou as opções serem muito fora de mão).

Claro que se a intenção é a preguiça podes sempre esperar até aos 23 anos para entrares bastante mais facilmente em quase qualquer um dos cursos. Mas depois apanhas com as matemáticas e as físicas e é provável que fiques por lá até aos 43 :)


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

Média de 9,5?! Admiro as tuas ambições futuras.

Se queres informações mais específicas, vai ao site da DGES, eles têm lá tudo acerca de todos os cursos de todas as universidades e IP's deste país. Tem inclusive um guia de escolha de curso. Neste momento é o melhor conselho que cada um de nós te pode dar.

Ah, e se estás mesmo a pensar no teu futuro, no teu lugar eu começava a repensar... especialmente naquela média de "um dígito e meio". ;)

Editado por thoga31

Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

São normalmente este tipo de cursos que exigem mínimos. Estás à espera de ver um médico que era um calão no secundário? :P

Claro que a média nunca chega tão baixo, mas se chegasse, até acho que 15 é baixo.

Quando sais de um cursos destes não é para brincadeiras: tens vidas humanas em mãos.

Claro que se podem levantar outras questões: a média dá-nos mesmo uma indicação disso? Nem sempre, mas é um dos indicadores.

Desculpa lá, mas não posso concordar contigo. Estás a confundir um pouco as coisas.

Achas sinceramente que saber geologia, filosofia, psicologia, história, Português A, Francês e/ou Alemão e sabe-se lá mais o quê que faz parte do currículo hoje em dia te torna, ou tornaria, um melhor médico?

Ou ainda mais importante, explica-me em que é que isso te torna melhor a lidar com o stress de teres a vida duma pessoa nas tuas mãos?

Repara, estás a comparar um curso (secundário) que é literalmente de carácter geral com um curso (superior) de carácter especializado. Embora a probabilidade dum aluno tirar boas médias no superior se tirou boas médias no secundário seja alta, isso não indica causalidade.

Conheco vários professores universitários que não tinham grande média de secundário e no entanto hoje lideram pesquisa e desenvolvimento em ramos bastante avancados, bem como conheco quem tivesse média 18 de secundário e hoje repara televisões.

Isto porque, saber a composicão do granito, os estágios da evolucão psicológica humana ou as deambulacões do Sartre não indicam puto sobre as competências de alguém num determinado campo específico e muito menos sobre o que as pessoas gostam de fazer ou a sua capacidade de aprendizagem.

Dito isto, e tirando casos de alguns professores, se alguém tem média de 9,5 ou até menos, provavelmente nem sequer se esforcou...

Seja como for, a perspectiva do ensino em Portugal está errada. Toda a gente está a olhar para a média como se fosse esse o objectivo, quando o objectivo devia ser aprender e saber aplicar (quando possível) o que se aprendeu. Isto é quase como aquela história do poste... se uma pessoa se estiver a concentrar para não bater lá, certamente que será isso que irá acontecer. O mesmo para as médias... se estiveres concentrado em tirar 9,5 ou mais que 9,5 estás logo à partida a impôr um limite ao que pretendes atingir (que neste caso é ridiculamente baixo).

  • Voto 1

include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Danielt7

perceberam mal!, Não Estou "planeando" só ter uma média de 9.5, pelo o contrario, ja sei que vou ficar "Limitado", perfiro não ir na faculdade do que entrar na faculdade com 9.5, porque ja sei que terei muitas dificuldades e terei me esforçar mais para o normal e para ter um bom emprego não é com médias baixas não é ?


Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio - e eis que a verdade se me revela. - Albert Einstein

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

Desculpa lá, mas não posso concordar contigo. Estás a confundir um pouco as coisas.

Achas sinceramente que saber geologia, filosofia, psicologia, história, Português A, Francês e/ou Alemão e sabe-se lá mais o quê que faz parte do currículo hoje em dia te torna, ou tornaria, um melhor médico?

Ou ainda mais importante, explica-me em que é que isso te torna melhor a lidar com o stress de teres a vida duma pessoa nas tuas mãos?

Repara, estás a comparar um curso (secundário) que é literalmente de carácter geral com um curso (superior) de carácter especializado. Embora a probabilidade dum aluno tirar boas médias no superior se tirou boas médias no secundário seja alta, isso não indica causalidade.

Conheco vários professores universitários que não tinham grande média de secundário e no entanto hoje lideram pesquisa e desenvolvimento em ramos bastante avancados, bem como conheco quem tivesse média 18 de secundário e hoje repara televisões.

Isto porque, saber a composicão do granito, os estágios da evolucão psicológica humana ou as deambulacões do Sartre não indicam puto sobre as competências de alguém num determinado campo específico e muito menos sobre o que as pessoas gostam de fazer ou a sua capacidade de aprendizagem.

Estás a misturar disciplinas de uns 3 cursos do secundário. Das que disseste, só tive 2 :D Mas isso é outra questão.

Eu referi que a média é um dos indicativos acerca do aluno, mas também não concordo que seja a única.

Repare-se também que a nota de entrada é uma ponderação entre a média do secundário - indicador de como o aluno encara o ensino (discutível) - e a média das provas de ingresso - indicador do conhecimento nas áreas específicas do curso ao qual se propõe frequentar (inegável, contudo esse momento de avaliação poder decorrer num "dia não").

Para Medicina convém acrescentar que é preciso mais um atestado qualquer ou como se chama, já não me lembro, o qual acho que não está bem regulamentado - basta ir pedir um a quem de direito, quase...

Não é possível conseguirmos avaliar de uma forma totalmente "justa" (à falta de melhor palavra) os alunos que ingressam. Um grande problema reside no facto de, p.e, certos cursos profissionais terem quase os mesmos direitos que os cursos regulares (ou mais), e passarem à frente de quem se matou a estudar num destes cursos.

Acho que a ponderação da média do secundário tem algum relevo, todavia concordo que não esteja a ser ponderada da melhor forma, sempre o achei.

Também não concordo que só se tivesse em conta a nota da prova de ingresso - todos nós podemos ter momentos menos bons, e nesse caso as médias de Medicina estariam abaixo do 18. Aqui entra a média do secundário, que, fazendo uma média com a prova de ingresso, reflecte mais ou menos 1) o teu trabalho em 3 anos e 2) os teus conhecimentos nas áreas específicas.

É uma questão complicada e que tem mais do que dois lados. Dá para imaginar muitas formas diferentes de avaliar os alunos que se ingressam no Ensino Superior, e todas elas com os seus prós e contras.

Por último, concordo que a média é muito badalada em Portugal, mas não devemos deixá-la totalmente de lado. Exemplos inesperados como os que foram citados acontecem, mas não devem ser tomados como uma "regra", e o inverso idem.

Há muitas variáveis em jogo. Qual a melhor forma de ponderar cada uma delas? Pois... há muitas.

Editado por thoga31

Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

Eu só não tive geologia (embora conheca quem tivesse sido obrigado a isso, da mesma forma que fui obrigado a ter Francês) e Português A. No entanto, deixei a ressalva que hoje em dia não faco ideia de como está tudo organizado.

Alguém aqui que só tenha tido as cadeiras essenciais no 12 (ou secundário) que possa falar de sua justica acerca desse sistema da altura?


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

Isso era um sistema muito diferente :)

O CCH-CT actual tem estas disciplinas:

  • Geral (10º - 12º)
    • Português
    • Matemática A
    • Educação Física

    [*]10º + 11º

    • Filosofia
    • Física e Química A
    • Específica, uma das seguintes opções:
      • Biologia e Geologia
      • Geometria Descritiva A

      [*]Língua estrangeira, uma das seguintes:

      • Inglês
      • Francês
      • Espanhol
      • Alemão

    [*]12º ano

    • Escolher 1 ou 2 das seguintes:
      • Biologia
      • Geologia
      • Física A
      • Química A

      [*]Caso só se tenha escolhido 1 das anteriores, escolher 1 das seguintes:

      • Psicologia
      • Aplicações Informáticas B
      • As outras são comuns com as opcionais de outros cursos, e costumam ser escolhidas pelos alunos desses mesmos cursos, como Literatura.

Não concordo que Educação Física pondere na média, por razões que considero óbvias.


Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

porque raio um curso de ciências de tecnologia tem : Aplicações Informáticas B ?? o que é feito do A ??

Ciências e Tecnologia, o "d" faz toda a diferença.

A variante "A" é para o Curso Tecnológico de Informática, no 10º ano... ou era.

Editado por thoga31

Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora

×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.