Ir para o conteúdo
Guest GuiGa

Portugueses x Brasileiros

Mensagens Recomendadas

Guest GuiGa

Olá colegas portugueses. Este tópico não se coaduna com o tema fundamental dessa comunidade, mas acho uma boa ocasião para publicar este conteúdo ao dar-se oportunidade para uma "discussão geral".

Muito constantemente percebo com desânimo comportamentos e comentários vestidos de discriminação de ambas as partes. Portugueses e brasileiros, ligados em parte pelo sangue e pela história, não hesitam em proclamar palavras venenosas, um contra o outro. Parece-me que em Portugal há um grande sentimento de repulsa, como se o irmão fosse o bastardo, distante, imerecedor de uma herança legada. No Brasil o passado parece obscurecido pelo esquecimento. Não há lembrança de sua origem, embora controversa. O respeito pelo "povo antigo" esvai-se na chalaça e picuinha.

As diferenças são evidentes. Portugueses, não chamem uma moça brasileira de rapariga! Brasileiros, não tratem um garoto português por moleque! As dissemelhanças não deveriam causar atritos como hoje ocorrem. Tenho a intenção real de algum dia visitar o belo país europeu. Aí vem o receio de me decepcionar, de ser constrangido. Ninguém percebe os traços da Europa no Brasil e evidências da América Latina em Portugal? Eu sou brasileiro, nasci em uma região administrativa do Distrito Federal onde se encontra a capital do Brasil. Vivo em um bom país (isso é relativo). Tenho grande respeito por Portugal e acho que seu povo e sua cultura são muito valiosos. Uma pequena parte dos brasileiros é um pouco Portugal. Os sobrenomes atestam, a história confirma, a cultura prova, a maioria dos brasileiros é grande parte português. Para todos os lusófonos: Caso haja, por que tanto desrespeito? Por que tanta falta de consideração?

Grande abraço aos meus irmãos.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
KTachyon

Porque é que achas que há desrespeito? Pessoalmente, não vejo nenhum. Em Coimbra é tão natural ouvir o sotaque brasileiro que ninguém sequer estranha.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
mjamado

Infelizmente, quem se ouve é quem berra mais alto; não quer dizer que seja a maioria (raramente é). Como diz o KTachyon, não se vê desrespeito no dia-a-dia. Aqui em Vila Real não ouço propriamente todos os dias, mas quando morava em Aveiro era a toda a hora e ninguém olhava duas vezes.

Para não ir mais longe, basta olhar para o... futebol. Durante anos, o ídolo máximo do Sporting foi o brasileiro (luso-brasileiro, pronto) Liedson. No Benfica, o patrão da defesa é o brasileiro Luisão. No Porto, até ao ano passado, havia o incrível brasileiro Hulk. Até na selecção nacional adoptámos naturalmente o "nosso" Pepe.

Claro que há sempre meia-dúzia de mentecaptos dispostos a berrar as maiores barbaridades, mas não é, de todo, o que a maioria das pessoas pensa.


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
NunoDinis

Nao concordo. Aqui em Famalicao nao ha muitos brasileiros,é verdade, mas as pessoas nao se tratam de maneira diferente (pelo menos do que sei).

Tenho porem que concordar que pode existir alguma desconfiança, mas e normal, a meu ver.. cada pessoa tem os seus ideais sociais...


Estranha forma de vida que tem a capacidade de transformar comandos em mensagens de erro.

ndsotware.org

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
apocsantos

Boa noite,

Sinceramente não vejo assim tanto desrespeito. Convivo com brasileiros todos os dias, falamos todos Português, existem pequenas diferenças no Português, mas não se notam, ou quando se notam, basta um esclarecimento para evitar "males maiories", pois palavras que cá têm um significado, no Brasil têm outro e o vice-versa. É como no Porto chamarem ao café "simbalinho" e em Lisboa chamarem "bica". Diria que são regionalismos, ou adaptações culturais.

Tenho amigos Brasileiros, familia a viver no Brasil, familia Brasileira a viver na Suiça, sinceramente não noto qualquer desrespeito. Tudo bem que possa existir alguma "desconfiança" de parte a parte. Penso que possa estar de alguma forma relacionada com a emigração. Mas no geral não noto absolutamente nenhuma falta de respeito ou consideração dos Portuguêses para com os Brasileiros nem dos Brasileiros para com os Portugueses.

Certamete que existem algums mentecaptos, que gostam de dizer mal, só por dizer, mas não é o que acontece com a generalidade dos portugueses.

Cordiais cumprimentos,

Apocsantos


"A paciência é uma das coisas que se aprendeu na era do 48k" O respeito é como a escrita de código, uma vez perdido, dificilmente se retoma o habito"

assinatura.jpg

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Warrior

Acho que este comentário só pode vir de alguém que de facto nunca esteve em Portugal.

Os portugueses não desrespeitam os brasileiros, e se tratamos uma "moça brasileira" por rapariga é porque também tratamos uma "moça portuguesa" por rapariga, o termo não é nada insultuoso.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
brunoais

Portugueses, não chamem uma moça brasileira de rapariga! Brasileiros, não tratem um garoto português por moleque! As dissemelhanças não deveriam causar atritos como hoje ocorrem.

É muito provável que seja ignorância minha mas... Qual o problema disso? Isso tem algum significado negativo na zona do Brazil aonde vives? Tanto qto sei, é perfeitamente normal usar esse tipo de palavras em Portugal...


"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
KTachyon

Em certas partes do Brasil está associada à prostituição.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
bubulindo

Muito constantemente percebo com desânimo comportamentos e comentários vestidos de discriminação de ambas as partes. Portugueses e brasileiros, ligados em parte pelo sangue e pela história, não hesitam em proclamar palavras venenosas, um contra o outro. Parece-me que em Portugal há um grande sentimento de repulsa, como se o irmão fosse o bastardo, distante, imerecedor de uma herança legada.

Como disseste, nunca estiveste em Portugal. Algo que eu noto entre Brasileiros e Portugueses é a diferenca de mentalidade e isso pode ser entendido de forma errada. Uma boa analogia desta diferenca é o género de música nacional... O Brasil com o Samba e Portugal com o Fado.

Também é um facto que no Brasil as pessoas são muito mais abertas à comunicacão, coisa que em Portugal não é assim em todo o lado e isso poderá dar a ideia de sermos antipáticos (espera até ires a um país nórdico...).

Nota também que existem pessoas más e pessoas boas em todos os países deste Mundo e regra geral basta uma pessoa má para estragar a ideia que cem ou mil criaram.

Um exemplo que me lembra de ter ocorrido foi o daquele assalto a um banco em Lisboa protagonizado por dois brasileiros. Uns quantos idiotas em Portugal tomaram aqueles dois infelizes (dos quais nunca se veio a saber o que os tinha levado a fazer aquilo) pelo povo brasileiro e era ver insultos de parte a parte. Mas como disse, existem pessoas boas e más em todo o lado. Este caso trouxe ao de cima um dos males de Portugal... que é a ignorância. E como o mjamado disse, quem fala mais alto é que se faz ouvir. Mas não ligues a isso...

Se achas que os Portugueses não gostam de Brasileiros, nota que o principal destino de férias dos Portugueses era, e talvez ainda seja, o Brasil (a crise não está para brincadeiras agora).

Nas televisões nacionais ainda passam novelas Brasileiras (apesar de haver menos do que nos anos 80/90).

A música Brasileira ainda vende e bem em Portugal. Mais até do que o oposto, mas isso é culpa das editoras não se esforcarem por vender música Portuguesa no Brasil.

Os restaurantes Brasileiros continuam com sucesso.

Existe Goiabada, cachaca, havaianas e pão de queijo à venda em vários supermercados Portugueses.

No Brasil o passado parece obscurecido pelo esquecimento. Não há lembrança de sua origem, embora controversa. O respeito pelo "povo antigo" esvai-se na chalaça e picuinha.

Isto lembra-me um episódio passado com um grupo de brasileiros que antes de sugerirem que eu era Português tentaram Brasileiro (eu acho que não tenho sotaque, mas era uma possibilidade válida), Americano, Argentino... e eventualmente alguém disse que eu devia ser Português.

Quando dizes povo antigo, referes-te aos habitantes originais do brasil ou aos colonos?

As diferenças são evidentes. Portugueses, não chamem uma moça brasileira de rapariga! Brasileiros, não tratem um garoto português por moleque! As dissemelhanças não deveriam causar atritos como hoje ocorrem. Tenho a intenção real de algum dia visitar o belo país europeu. Aí vem o receio de me decepcionar, de ser constrangido. Ninguém percebe os traços da Europa no Brasil e evidências da América Latina em Portugal? Eu sou brasileiro, nasci em uma região administrativa do Distrito Federal onde se encontra a capital do Brasil. Vivo em um bom país (isso é relativo). Tenho grande respeito por Portugal e acho que seu povo e sua cultura são muito valiosos. Uma pequena parte dos brasileiros é um pouco Portugal. Os sobrenomes atestam, a história confirma, a cultura prova, a maioria dos brasileiros é grande parte português. Para todos os lusófonos: Caso haja, por que tanto desrespeito? Por que tanta falta de consideração?

Grande abraço aos meus irmãos.

Não estou a ver o problema de chamar alguém de moleque em Portugal... já chamar alguém de puto no Brasil é que não se deve fazer (e com razão tendo em conta o significado do género feminino da palavra).

Eu por mim falo e não tenho desrespeito pelo povo brasileiro... tanto é assim que estou activamente a tentar mudar-me para aí. :)

Abraco e quando vieres a Portugal, diverte-te! Lembra-te apenas que existe gente boa e gente má em todo o lado...

Editado por bubulindo

include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
thoga31

As diferenças são evidentes. Portugueses, não chamem uma moça brasileira de rapariga! Brasileiros, não tratem um garoto português por moleque! As dissemelhanças não deveriam causar atritos como hoje ocorrem.

Acho que já foi praticamente tudo dito. Contudo, pretendo frisar aqui uma coisa neste parágrafo.

Há diferenças óbvias entre a língua de cada país. O Português de Portugal e o Português do Brasil (e não Brasileiro, como alguns tendem a dizer) têm uma origem comum mas uma evolução distinta.

Palavras que são mais ofensivas ou pesadas no Brasil podem não o ser em Portugal, e vice-versa. Uma coisa que tanto os Brasileiros como os Portugueses devem perceber é que, quando ouvem algo do outro lado que na sua cultura é mais "pesado", o primeiro pensamento não pode ser "Olha-me este agora a ofender e armado aos cágados", mas sim pensar primeiro "Será que na cultura deles esta palavra tem outra conotação?"

Eu já convivi com Brasileiros, e não tive problemas nesse aspecto pois disse-lhes logo que, se ouvissem da minha parte algo mais "pesado", me perguntarem o que significava cá em Portugal e qual a sua conotação. Um exemplo é precisamente "puto", que em Portugal não tem a mesma conotação que no Brasil. Em Portugal significa um rapaz novo. Contudo, mesmo em Portugal, a palavra no feminino tem uma conotação muito pesada que significa "prostituta" ou, noutras situações distintas, "aquela que anda com muitos rapazes".

"Rapariga", em Portugal, é a palavra mais comum para se referir às jovens e crianças do sexo feminino. Outra expressão equivalente, mas que já pode tender mais para o calão, é "miúda" (sendo os respectivos masculinos "miúdo" e "puto").

Como podes constatar, @GuiGa, essa questão das palavras deve ser bem equacionada. Do mesmo modo que vocês não conjugam os verbos comummente da mesma forma que nós, também certas palavras e expressões podem ter conotações distintas. Antes de se tirarem conclusões, convém perceber o que a outra parte pretende dizer.


Knowledge is free! | Occasional Fortnite player

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
KTachyon

A música Brasileira ainda vende e bem em Portugal. Mais até do que o oposto, mas isso é culpa das editoras não se esforcarem por vender música Portuguesa no Brasil.

Não me parece que seja exactamente essa a causa. Os brasileiros têm mais dificuldades em perceber um português que um português tem a tentar perceber um brasileiro. Na generalidade, um português percebe um brasileiro quase na perfeição (isto não é bem assim, depende da zona do Brasil. Pelo menos esta é a opinião de muitos brasileiros com quem já falei que tinham pouco tempo de estadia em Portugal.

A diferença é que, como disseste, o Português apanha/apanhava as telenovelas brasileiras na televisão, porque não havia produção que conseguisse competir. O hábito de apanhar o sotaque brasileiro com maior frequência facilita a interpretação por um português.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora

×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.