Jump to content
pv2013

SAFT-PT: debate de dúvidas e ideias

Recommended Posts

nunopicado

mas no grupo de IVA's no papel, imprimo os 11.50 (taxa de 23% sobre 50eur)

Acho que a dúvida era se, além de por isto no SAFT, também metes no papel para o cliente.

Se metes, será fácil o cliente saber quanto tiveste de lucro.

Basta fazer o total de IVA apurado a dividir pelos 23% e sabe que meteste ao bolso 50€.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
americob

Hipotese 2 obviamente

Então se a lei diz: O valor tributável que é o custo menos a Venda vais mandar IVA a zero?!

mas no grupo de IVA's no papel, imprimo os 11.50 (taxa de 23% sobre 50eur)

Isto é errado pois tens de calcular IVA do valor tributável...

Sim, a lei diz que o Valor Tributável é o custo menos a venda, mas o meu cliente não tem nada que saber qual é o meu custo e consequentemente qual é a minha margem de lucro.

Por isso, na fatura o IVA vai a 0 (zero) o iva é liquidado internamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Eu não uso disso, mas confesso que se fosse fazer, usava o método:

Cliente (papel):

PUnit: 150€

IVA: 0 M13

SAFT: Aqui logo se fazia as continhas...

Perguntei aqui à minha colega.

Há um cliente nosso, do departamento dela, que usa isso (um sucateiro, ou coisa parecida).

Nas facturas, vai tudo a 0, como se o artigo não tivesse IVA (M13).

Depois, para o apuramento, o contabilista pega na listagem dos valores de venda e de compra e calcula o IVA a pagar.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
americob

Eu não uso disso, mas confesso que se fosse fazer, usava o método:

Cliente (papel):

PUnit: 150€

IVA: 0 M13

SAFT: Aqui logo se fazia as continhas...

O problema é que, por exemplo no caso do M12 - Regime da margem de lucro - Agências de Viagens, quando emites a Fatura provavelmente ainda não tens o processo do custo todo completo, por isso não sabes ainda quanto IVA vais liquidar. Só quando receberes as faturas de compra todas, hotéis, transportes, etc. é que vais saber quanto é que vai ser a margem de lucro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
marcolopes

Para quem tem duvidas, o meu software envia as FR como FR desde 1 de julho no saft 1.02 sem qualquer problema.

Para os enviavam as FR com FT, não há problema até agora, porque o RIC vem a obrigar a um recibo, caso as comuniquem como FT.

Se as comunicarem como FR não é necessário recibo.

Era este o esclarecimento que me faltava... pois vi por cá muitos posts a falar da emissão "obrigatória" de um recibo sobre TODOS os documentos FACTURA... o que não teria qualquer cabimento, uma vez que para RIC a FR serve como recibo.


The simplest explanation is usually the correct one

JAVA Utilities: https://github.com/marcolopes/dma

Share this post


Link to post
Share on other sites
carlosgpt

Bom dia.

Pelo teste que fiz, se num mês só tiver recibos para enviar no saft a AT não aceita por falta de documentos de faturação.

Ou está-me a faltar alguma coisa no saft ou então penso que a AT avaliou mal a coisa, pois mesmo sendo pouco provável, existe sempre a hipótese

de num mês não ter emitido vendas mas ter passado recibos.

Já testaram esta situação?

Share this post


Link to post
Share on other sites
paulo brito

Bom, isto com 3 sistemas deve ficar complicado... dados que enviei no dia 30 ainda estão em pendente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
jgagup

Novo telefonema para as finanças. As respostas foram basicamente as opostas às que obtive da última vez.

Se só o cliente aderiu ao iva de caixa, apenas o recibo deve ir como de iva de caixa, nunca a factura.

Se o iva mudar entre a emissão da factura e do recibo, o iva a aplicar é o da factura.

A única coisa que se manteve é que se houver uma factura emitida antes da adesão ao iva de caixa, o recibo será também normal (o que é lógico porque iva já foi pago).

Enfim, ninguém se decide...

Edited by jgagup

Share this post


Link to post
Share on other sites
paulo brito

Bom, se fosse outro tipo de lei, eu dizia que acabava por ser esclarecida pelo constitucional. Com estas nem assim teremos certesas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
jgagup

Alguém tem alguma ideia de como se procede para anular recibos que já foram para o SAF-T? Reenvia-se o recibo mas com o estado anulado ou basta enviar outro recibo com referência para a mesma factura? Ou as duas hipóteses?

Edited by jgagup

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Alguém tem alguma ideia de como se procede para anular recibos que já foram para o SAF-T? Reenvia-se o recibo mas com o estado anulado ou basta enviar outro recibo com referência para a mesma factura? Ou as duas hipóteses?

Os documentos de venda não devem ser anulados.

Devem ser rectificados.

Quanto aos recibos, acho que nem a AT terá pensado nisso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Os documentos de venda não devem ser anulados.

Devem ser rectificados.

Depende... Ninguém te impede de anular uma factura e comunicar essa anulação! :)

Mas nos recibos, não sei como será processado! Nota de débito? Em RIC não funciona!

Edited by nunopicado

"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Depende... Ninguém te impede de anular uma factura e comunicar essa anulação! :)

Mas nos recibos, não sei como será processado! Nota de débito? Em RIC não funciona!

Nuno, não estou em casa, mas creio que saiu em decreto lei que uma factura não pode ser anulada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Nuno, não estou em casa, mas creio que saiu em decreto lei que uma factura não pode ser anulada.

Não vi esse decreto, mas a ser assim, porque o InvoiceStatus pode ser "A"?


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Não vi esse decreto, mas a ser assim, porque o InvoiceStatus pode ser "A"?

Tenho transmito a ideia aos meus clientes para evitar anular documentos de venda por causa do DL 197/2012, no artigo 29, em que se diz:

7 — Quando o valor tributável de uma operação ou o imposto correspondente sejam alterados por qualquer motivo, incluindo inexatidão, deve ser emitido documento

retificativo de fatura.

Pode ser abuso de interpretação extensiva da minha parte, não digo que não, mas dá-me a ligeira sensasão que a AT prefere a rectificação do documento à anulação.

Edited by Rui Carlos

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

A regra que eu sigo é:

- Criou o documento, olhou para ele e viu que se enganou:

Anula e faz de novo

- Criou o documento, não se apercebeu do erro, entregou ao cliente

O cliente entretanto reclamou.

Cria NC


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

A regra que eu sigo é:

- Criou o documento, olhou para ele e viu que se enganou:

Anula e faz de novo

- Criou o documento, não se apercebeu do erro, entregou ao cliente

O cliente entretanto reclamou.

Cria NC

Mas repara que no primeiro caso, estás a ir contra o decreto lei.

De qualquer modo, quero transmitir aos meus clientes (cada software, um cliente) que devem evitar criar e eliminar documentos de venda como faziam antigamente. Ou seja, tomar cuidado com o que fazem para não se ficar com documentação em excesso que evidencia erros. (Chantagem psicológica, claro). Os patrões agrdacem-me e os empregados tomam mais cuidado.

Também me falta dizer que de cada vez que carregam na tecla para produção de facturação, são produzidas várias centenas de facturas. Logo, estás a ver as implicações das anulações...

Edited by car4321

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

De qualquer modo, quero transmitir aos meus clientes (cada software, um cliente) que devem evitar criar e eliminar documentos de venda como faziam antigamente. Ou seja, tomar cuidado com o que fazem para não se ficar com documentação em excesso que evidencia erros. (Chantagem psicológica, claro). Os patrões agrdacem-me e os empregados tomam mais cuidado.

Sem dúvida, isto eu também faço.

O que eu lhes digo é que qualquer anulação é de evitar, porque pode levantar suspeitas se começam a ser regra.

E ninguém quer uma visitinha, estejam ou não legais!


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Sem dúvida, isto eu também faço.

O que eu lhes digo é que qualquer anulação é de evitar, porque pode levantar suspeitas se começam a ser regra.

E ninguém quer uma visitinha, estejam ou não legais!

Sim, com toda esta legislção, os nossos calos apertados servem para sermos os aliados da AT. Grande técnica a deles...

Em relação às visitinhas... antigamente havia montes de malta na galhofa a fugir por todo o lado. Agora, mesmo não fugindo nada, está tudo com medo de não cumprir.

Mudam-se os tempos, mudam-se os medos...

Nuno, já agora queria saber se fazes os cálculos do valor sem imposto como sinónimo de valor tributável, ou de diferença entre o valor com imposto e o valor do iva.

Edited by car4321

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

Nuno, já agora queria saber se fazes os cálculos do valor sem imposto como sinónimo de valor tributável, ou de diferença entre o valor com imposto e o valor do iva.

Pronto, agora deu nó na moleirinha!

Traduz lá isso para português!


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

Pronto, agora deu nó na moleirinha!

Traduz lá isso para português!

Ok. Isto pode dar muita polémica...

COnsidera preço ao público com iva 105 euros com iva incluído a 23%.

Qual é o valor tributável que metes? Qual é o valor de iva?

Qual é o valor sem imposto?

Share this post


Link to post
Share on other sites
nunopicado

105€ / 1.23 = 85.37€ Valor sem IVA

105€ - 85.37€ = 19.63€ Valor de IVA


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
car4321

105€ / 1.23 = 85.37€ Valor sem IVA

105€ - 85.37€ = 19.63€ Valor de IVA

Agora, eu:

Valor tributável 85,37.

Ok. Agora, diz a lei que a taxa aplica-se ao valor tributável. Claro, que é 85,37 euros.

Dá 0,23*85,37, ou seja 19,64 euros. (difere, e a verdade que este é o valor que está descrito no CIVA)

Valor sem impostos, como diz no saft, é o valor, sem contar com os impostos, ou seja, 105-19,64=85,36. Este deve ser o campo a preencher no saft, no valor sem imposto.

E agora... ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.