Ir para o conteúdo
  • Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #60 da revista programar. Faz já o download aqui!

pv2013

SAFT-PT: debate de dúvidas e ideias

Mensagens Recomendadas

Mauro2112

Boas, pessoal

Deparei-me com um problema, na minha implementação, ao fechar um Recibo e gostava de ouvir a vossa opinião quanto a isto. O exercício é o seguinte:

Fatura1
 - itemA Valor: 11500.00€  Iva:   0%
 - itemB Valor:     345.53€  Iva: 23%
Total: 11925.00

Nota Crédito1
 - itemA Valor: 1000.00€ (Iva: 0%, referente à Fatura1)
Total: 1000.00

Recibo1
 - Fatura1 Valor: 10925.00
Total: 10925.00

Recibo2
 - Fatura1            Valor: 1000.00
 - Nota Crédito1  Valor: 1000.00
Total: 0

Problema, o Net no Recibo2 fica a negativo, o que não é válido para o SAF-T.

Por curiosidade, tentei este mesmo exercício noutros software e apesar de todos os valores serem iguais ao meu caso, o DocumentTotals do Recibo2 fica diferente e deixou-me ainda mais confuso...

<DocumentTotals>
  <TaxPayable>6.66</TaxPayable>
  <NetTotal>6.66</NetTotal>
  <GrossTotal>0.00</GrossTotal>
</DocumentTotals>

O NetTotal não devia ser -6.66 para o GrossTotal ser 0? O que é que me está a escapar?

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Miguel Frias

Uma dúvida... posso ter uma factura sem número de contribuinte mas com nome? Se for até 1000€ posso declarar como consumidor final e NIF 999999990. Mas e se se quiser identificar o nome mas não o número, qual o NIF a utilizar? O que é que aparece, então na factura impressa/PDF e no SAF-T? Isto porque no SAF-T o que aparece como CustomerID dentro do <Invoice> é a designação do cliente. Neste caso identificado por nome mas não por NIF.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Daniel Vaz
23 horas atrás, Mauro2112 disse:

Boas, pessoal

Deparei-me com um problema, na minha implementação, ao fechar um Recibo e gostava de ouvir a vossa opinião quanto a isto. O exercício é o seguinte:

Fatura1
 - itemA Valor: 11500.00€  Iva:   0%
 - itemB Valor:     345.53€  Iva: 23%
Total: 11925.00

Nota Crédito1
 - itemA Valor: 1000.00€ (Iva: 0%, referente à Fatura1)
Total: 1000.00

Recibo1
 - Fatura1 Valor: 10925.00
Total: 10925.00

Recibo2
 - Fatura1            Valor: 1000.00
 - Nota Crédito1  Valor: 1000.00
Total: 0

Problema, o Net no Recibo2 fica a negativo, o que não é válido para o SAF-T.

Por curiosidade, tentei este mesmo exercício noutros software e apesar de todos os valores serem iguais ao meu caso, o DocumentTotals do Recibo2 fica diferente e deixou-me ainda mais confuso...


<DocumentTotals>
  <TaxPayable>6.66</TaxPayable>
  <NetTotal>6.66</NetTotal>
  <GrossTotal>0.00</GrossTotal>
</DocumentTotals>

O NetTotal não devia ser -6.66 para o GrossTotal ser 0? O que é que me está a escapar?

No nosso software não permitimos que qualquer recibo tenha um valor (GrossTotal) negativo ou zero.
Assim não há a possibilidade do Iva (TaxPayable) ser negativo.
Como possível solução poderia fazer tudo no Recibo 1 com:
  - Fatura 1 - 11925.00€
  - Nota de Crédito1 - 1000.00€

Editado por Daniel Vaz

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
mpbarros

Boa tarde,

Tenho uma questão relativa a recibos negativos que se evidenciou com esta nova versão do SAFT:

- Um cliente compra um serviço por 1000 (IVA é 0%), é gerada a fatura.

- cliente paga 1000 e é gerado o recibo;

- o  cliente reclama e é-lhe atribuído um crédito de 500 e gerada a respetiva Nota de Crédito;

- para liquidar a Nota de Crédito é efetuado um recibo negativo com o valor devolvido.

- então o problema é que o SAFT não aceita recibos negativos!

Como fariam nestas situações?

1- liquidar a Nota de Crédito mas sem emitir recibo, associando apenas uma "nota de liquidação"? se sim, este documento deve constar do SAFT? como?

2- liquidar a Nota de Crédito emitindo recibo mas exportar para o SAFT este recibo com valor a 0 (zero)?

Aguardo ansioso as vossas sugestões.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Miguel Frias
<Customer>
  <CustomerID>2828609</CustomerID>
  <AccountID>Desconhecido</AccountID>
  <CustomerTaxID>999999990</CustomerTaxID>
  <CompanyName>António Santos</CompanyName>

 

Bom dia,

É permitido um cliente assim? Com NIF 999999990 mas identificado com nome?

Editado por nunopicado
Syntax Highlight

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
antseq
Em 08/06/2018 às 12:58, mpbarros disse:

Boa tarde,

Tenho uma questão relativa a recibos negativos que se evidenciou com esta nova versão do SAFT:

- Um cliente compra um serviço por 1000 (IVA é 0%), é gerada a fatura.

- cliente paga 1000 e é gerado o recibo;

- o  cliente reclama e é-lhe atribuído um crédito de 500 e gerada a respetiva Nota de Crédito;

- para liquidar a Nota de Crédito é efetuado um recibo negativo com o valor devolvido.

- então o problema é que o SAFT não aceita recibos negativos!

Como fariam nestas situações?

1- liquidar a Nota de Crédito mas sem emitir recibo, associando apenas uma "nota de liquidação"? se sim, este documento deve constar do SAFT? como?

2- liquidar a Nota de Crédito emitindo recibo mas exportar para o SAFT este recibo com valor a 0 (zero)?

Aguardo ansioso as vossas sugestões.

Viva,

Na minha opnião, há uma 3ª opção:

- não devia emitir recibos (ou outros documentos) a imprimir valores negativos:
--- deve haver um esquema de debito/credito nas linhas (ABS) a indicar o "sinal" da linha (documento)
--- no fim trocar o texto A Pagar/A Receber/Recebido/Entregue XXXXX (ABS) de acordo com o "sinal" do Total

- exportar para o SAFT, basta seguir o mesmo método:
--- nas linhas/detalhe trocar CreditAmount / DebitAmount de acordo com o tipo "sinal" de linha (documento)
--- no fim exportar os totais (ABS) justificados pelas linhas anteriores

* é assim que já exportamos as FT e NC (sendo estas "negativas" entre aspas) e apenas com valores positivos
* internamente o SW pode continuar a tratar recibos (até NC) como negativos, desde que não saiam cá para fora (print/saft) os respectivos negativos

não poderia ser assim?

cps,
A.S.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
nunopicado
6 horas atrás, Miguel Frias disse:

<Customer>
  <CustomerID>2828609</CustomerID>
  <AccountID>Desconhecido</AccountID>
  <CustomerTaxID>999999990</CustomerTaxID>
  <CompanyName>António Santos</CompanyName>

 

Bom dia,

É permitido um cliente assim? Com NIF 999999990 mas identificado com nome?

Sim.
É aliás a solução indicada para esses casos.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Larissa

Boas,

existe alguma especificação da AT para nomear os ficheiros SAFT gerados pelo programa de faturação?

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
nunopicado

É o que te apetecer...
No entanto, eu recomendo incluir no nome o NIF da empresa e o período a que se refere.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
jacPereira

Boas,

Estou com uma duvida para a qual ainda não consegui encontrar uma resposta e como sei que aqui tem o pessoal mais rodado nestas andanças… aqui vai:

Ao imprimir um documento (p.explo fatura) proveniente da integração de outra aplicação, esta deve ter a legenda de Cópia do documento original, apresentar os 4 carateres do hash do produtor mas, e aqui está a minha duvida, qual o numero de certificado a colocar na legenda do documento (… Processado por programa certificado nº ????/AT)?

Aparentemente será o da minha aplicação mas não faz sentido porque a assinatura é de outro produtor. Não consigo encontrar qualquer informação que me diga que devo utilizar o numero do certificado origem mas também não encontro informação em contrário… 

Ao exportar para o SAFT, e dado o documento não ser produzido pela minha aplicação, esse documento vai com a informação do outro produtor mas ao imprimir não vejo nada especifico.

Como sei que alguns de vocês certamente já passaram por essa duvido, gostaria de saber a vossa opinião e concelhos.

Um grande obrigado!

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Rui Pedro

Bom dia,

Uma pequena duvida relativamente aos dados a constar nos impressos das faturas.

O capital social, IBAN e registo comercial são dados obrigatórios?

 

Obrigado desde já

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
nunopicado

IBAN não é obrigatório.
O resto é, mas tanto quanto sei, só no caso de empresas. (you know what I mean :D )

  • Voto 1

"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
rishib

Hi,

Can anyone help me to understand what is the basic difference between movement of goods section 4.2 and working documents 4.3.

Is this section 4.3 mandatory to be send in the Invoice SAFT?

What is unique in this section 4.3?

Thanks

Rishi

  

 

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
americob
Em ‎14‎-‎07‎-‎2018 às 13:11, rishib disse:

Hi,

Can anyone help me to understand what is the basic difference between movement of goods section 4.2 and working documents 4.3.

Is this section 4.3 mandatory to be send in the Invoice SAFT?

What is unique in this section 4.3?

Thanks

Rishi

  

 

Hi,

1. The difference bettween MovementOfGoods and WorkingDocuments, is that MovementOfGoods are made to follow the shipment and the others don't. WorkingDocuments are not valid documents in terms of sales, they are sales to be that may or not happen in the future.

2. Yes, by law it's mandatory to send WorkingDocuments in Invoice SAFT.

3. I'm not sure what do you mean by unique. One of the tipical types of WorkingDocument is the Proforma Invoice, that is an Invoice to be, that is not an Invoice yet. So it hasn't ShiFrom, ShipTo, DeliveryAddess, etc,

 

  • Voto 1

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
davdew05

Boa tarde,

Sei que já foi respondido n vezes mais 1 já estive a procura de todos os comentários acerca deste assunto e faq da AT :). A minha dívida, prende-se aos recibos.

Maneira como estou a fazer:

  • No saft de comunicação mensal, só exporto as recibos de caixa (RC)
  • No saft de auditoria, exporto todos os recibos, RC e de regime geral (RG). 

Isto assim está correcto?

Alguém tem um exemplo de ficheiro saft-pt com um recibo de regime geral ?

Peço desculpa por falar outra vez nisso, mas é só para ir de férias descansado :)

Editado por davdew05

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
_kh

Hi guys,

Could someone tell me how to deal with discount on the whole of the invoice.

Example:
- Line 1: 2 euro
- Line 2: 4 euro
- Line 3: -1 euro (discount)
- Payment: 5 euro
Credit total: 5
Debit total: 6 (Something isn't right)

For now I have put the discount line to debit and turned it positive, are there more things I have to take into account?
I notice 4.1.4.20.5, do I have to use that and take the discounts out of the lines or is the way I'm doing it fine?

Excuse me for my vague explanation, I'm pretty bad at bookkeeping and accounting.

Kind regards.

Editado por _kh

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
iznougudpt
20 horas atrás, _kh disse:

Hi guys,

Could someone tell me how to deal with discount on the whole of the invoice.

Example:
- Line 1: 2 euro
- Line 2: 4 euro
- Line 3: -1 euro (discount)
- Payment: 5 euro
Credit total: 5
Debit total: 6 (Something isn't right)

For now I have put the discount line to debit and turned it positive, are there more things I have to take into account?
I notice 4.1.4.20.5, do I have to use that and take the discounts out of the lines or is the way I'm doing it fine?

Excuse me for my vague explanation, I'm pretty bad at bookkeeping and accounting.

Kind regards.

You can't have negative lines. The discount must be distributed in the existing lines.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
_kh
16 minutes ago, iznougudpt said:

You can't have negative lines. The discount must be distributed in the existing lines.

I know that, that's why I booked the line debit. But I think I have found the solution now.
I excluded all the negative lines and generate <Settlement><SettlementAmount> inside the <Invoice>.

65-2796 Como mencionar descontos em recibos?
http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/apoio_contribuinte/questoes_frequentes/Pages/faqs-00276.aspx

Editado por _kh

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Jose Lindo

Boa noite.

Necessitava que alguem me esclarece-se o seguinte.

podemos ter a mesma serie em varios tipos de documentos internos ou nao. a serie tera de ser distinta no conjunto varios documentos.

 

por exemplo. tenho os documentos FD - factura diversos, FA - factura de pecas, GRM -guia de remessa, ENC - encomendas, etc.

posso ter a mesma serie, por exemplo 18, em varios documentos tendo entao 

FD 18/####

FA 18/####

GRM 18/####

 

obrigado.

 

eu sei que este ja e um assunto antigo. contudo fui questionado sobre este assunto e nao consegui encontrar nada que me desse resposta. segundo um toc a serie tem de ser unica no conjunto de todos os docs.

Editado por Jose Lindo

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
nunopicado

Podes, sem problema. A numeração é que não pode ser a mesma.

Basicamente, tens de garantir que o conjunto InvoiceNo (Tipo Serie/Numero) nunca se repita, nem salte números dentro do mesmo Tipo/Serie. De resto, estás à vontade para manter a mesma série em vários tipos.


"A humanidade está a perder os seus génios... Aristóteles morreu, Newton já lá está, Einstein finou-se, e eu hoje não me estou a sentir bem!"

> Não esclareço dúvidas por PM: Indica a tua dúvida no quadro correcto do forum.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
americob
11 minutos atrás, Jose Lindo disse:

Boa noite.

Necessitava que alguem me esclarece-se o seguinte.

podemos ter a mesma serie em varios tipos de documentos internos ou nao. a serie tera de ser distinta no conjunto varios documentos.

 

por exemplo. tenho os documentos FD - factura diversos, FA - factura de pecas, GRM -guia de remessa, ENC - encomendas, etc.

posso ter a mesma serie, por exemplo 18, em varios documentos tendo entao 

FD 18/####

FA 18/####

GRM 18/####

 

obrigado.

 

eu sei que este ja e um assunto antigo. contudo fui questionado sobre este assunto e nao consegui encontrar nada que me desse resposta. segundo um toc a serie tem de ser unica no conjunto de todos os docs.

O despacho 8632/2014 é claro:

Citação

1.6 - Todos os tipos de documentos, identificados através das respetivas designações, deverão ser emitidos cronologicamente em uma ou mais séries, convenientemente referenciadas, de acordo com as necessidades comerciais, devendo ser datados e numerados de forma progressiva e contínua, dentro de cada série, por um período não inferior a um ano fiscal, sem prejuízo de poderem ser utilizadas por períodos superiores desde que utilizadas até ao final do exercício fiscal que entretanto tenha sido iniciado.

Ou seja, uma série para todos os tipos de documentos.

Só em casos justificados, nomeadamente por necessidades comerciais, poderá utilizar mais que uma série.

Por exemplo, se tiver vários estabelecimentos, pontos de faturação, houver quebra no funcionamento (teve de suspender a série em utilização e iniciar uma nova), etc.

  • Voto 2

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
CrominhO

 

21 horas atrás, americob disse:

(...)devendo ser datados e numerados de forma progressiva e contínua, dentro de cada série, por um período não inferior a um ano fiscal, sem prejuízo de poderem ser utilizadas por períodos superiores desde que utilizadas até ao final do exercício fiscal que entretanto tenha sido iniciado(...)

Concordo obviamente com o que respondeste @americob, mas já agora que referiste o 1.6 do 8632/2014, o que entendes por "numerados de forma progressiva e continua, dentro de cada série, por um período não inferior a um ano fiscal(...)" ? Pode-se reiniciar a numeração dentro da mesma série em Anos fiscais diferentes ? 

Editado por CrominhO

As mentes humanas são realmente um local estranho!

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora

×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.