Jump to content
david santiago

Lei portuguesa (sites)

Recommended Posts

falco
Bem , eu digo que somos todos piratas porque , quem nunca baixou o office ?

Se estás a falar do m$ office, então: Eu! E lá em casa tenho mais dois!

e outras milhares de aplicaçoes?

Eu já fiz o download de muitas aplicações, quase nunca ilegalmente, não faço downloads ilegais desde 2001. E antes disso não fazia muitos downloads de aplicações, porque só tinha um modem de 56k...

Lá em casa tenho duas pessoas que NUNCA o fizeram.

quem nunca usou o pirate bay?

Eu! E lá em casa mais dois.

E sim as duas pessoas a respeito das quais eu referi neste post usam computadores e usam há pelo menos uns 20 anos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
taviroquai

Bem , eu digo que somos todos piratas porque , quem nunca baixou o office ? e outras milhares de aplicaçoes? quem nunca usou o pirate bay?

É o que digo... já está entranhado na cultura roubar o que é dos outros... não há moralidade, não há respeito, não há nada... mas pouco e pouco, com bons exemplos, vamos lá... estamos pelo menos 20 anos atrasados à Alemanha ou Reino Unido...

@david se vires o teu vizinho a roubar, ou se souberes que ele rouba, vais fazer o mesmo? E dignidade e honestidade? É mais dificil... pois é...

Mas também digo... também não vale a pena o povo andar na linha se aqueles se estão no poder e em altos cargos administrativos são os primeiros a roubar-nos!

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco

É o que digo... já está entranhado na cultura roubar o que é dos outros... não há moralidade, não há respeito, não há nada... mas pouco e pouco, com bons exemplos, vamos lá... estamos pelo menos 20 anos atrasados à Alemanha ou Reino Unido...

Usurpação de direito de autor, apesár de crime, não é roubo, ninguém fica sem contra a sua vontade, sem algo que já tinha.

O atraso de mentalidade não está só em quem viola a lei, mas também em quem usa as palavras de forma semântica errada para fazer algo parecer o que não é para fazer parecer algo que é socialmente muito mais mal visto e prejudicial. Para mim, a falta de moral de que manipula a semântica desta forma é também clara.

É por isso que não uso as expressões pirataria e roubo, quando me refiro a usurpação de direito de autor.

Share this post


Link to post
Share on other sites
taviroquai

@falco

Sim, roubar é um ato mais primitivo... antes de haver leis sobre direitos de autores... mas o princípio é o mesmo; acaba por lesar, ou prejudicar, o outro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco
Sim, roubar é um ato mais primitivo... antes de haver leis sobre direitos de autores... mas o princípio é o mesmo;

Não, não é!

acaba por lesar, ou prejudicar, o outro.

Não, não lesa, nem prejudica ninguém. Isso é um disparate frequentemente repetido.

Se tivermos a falar de copiar e/ou re-distribuir sem permissão do autor e/ou sem o compensar, o autor do software não é prejudicado em nada. Não perde nada do que tinha e continua a ser o autor do software e continua a poder fazer com o software o que quisér.

Share this post


Link to post
Share on other sites
apocsantos

Boa tarde,

Bem, eu nunca recorri ao Pirate Bay nem congeneres. Sim uso o Microsoft Office, mas tenho licença, da mesma forma que uso o Windows e tenho licença, e uso o Visual Stuido, mas tenho licença. Nas maquinas em que não tenho licença instalo alternativas (GNU/Linux distribuição Ubuntu, LibreOffice, OpenProj, Eclipse, Netbeans). Sinceramente uso Windows porque no trabalho sou "obrigado", por causa das politicas da empresa e das exigências de mercado, mas cada vez mais nas maquinas em que uso GNU/Linux mais satisfeito estou. Não estou satisfeito com tudo, mas com uma boa parte.

A legislação de direitos autoriais é bastante antiga.

A 10 de Abril de 1710, em Inglaterra, é promulgada uma lei que ficou conhecida como o Estatuto da Rainha Ana: “... lei para o encorajamento da ciência e garantia da propriedade dos livros impressos...”

1725 – É utilizada pela primeira vez a expressão “Direito de Autor” pelo advogado francês Louis d’Héricourt no decurso de um processo entre livreiros de Paris.

Fonte: http://www.spautores.pt/autores/direito-de-autor/historia-do-direito-de-autor

Cordiais cumprimentos,

Apocsantos


"A paciência é uma das coisas que se aprendeu na era do 48k" O respeito é como a escrita de código, uma vez perdido, dificilmente se retoma o habito"

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco

E se estão numa de História a respeito de direito de autor, então recomendo o livro Free Culture do Lawrence Lessig, que tem uma boa introdução histórica e muito mais coisas interessantes:.

http://www.free-culture.cc/

Edited by falco

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.