Jump to content

Iniciante - linguagens de programação para Android


passarito
 Share

Recommended Posts

Pah, a adaptação a uma linguagem nova deve ser um processo relativamente rápido, por isso a minha recomendação é trabalhares naquilo que existe nativamente. Até porque o teu maior problema nem é saber programar uma linguagem, mas perceber os conceitos por detrás da arquitectura de desenvolvimento para Android.

Para além disso, se esperar ir para nível profissional, dá-te muito jeito saberes programar linguagens como C e Java, visto que ainda estão no topo dos rankings.

“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Link to comment
Share on other sites

@KTachyon, vou seguir o teu concelho, mas acho que me vou estoirar contra um muro de betão...

É que a adaptação é rápida para quem estiver relativamente perto deste novo conceito, agora eu... estou anos, décadas atrasado. Vai ser duro!

também não estou a pensar ir para um nível profissional, pois a minha area à muito que não é essa. Isto da programação é só por "caroliçe".

Eu apenas queria desenvolver um programita para o telemóvel que gerisse os meus usernames e passwords para os diversos sites onde me vou registando. isto numa Base de dados ou Ficheiro de texto. Uma coisa simples... mas queria ser eu a fazê-lo e disponibilizá-lo aqui. Agora, lá se foi a surpresa!

Ah, é verdade, que é que me dizem disto aqui?

1) Montar o ambiente padrão fornecido pelo Google. Para isso, você precisará seguir os seguintes passos:

- Instalar o Eclipse (www.eclipse.org)

- Instalar o Android SDK (developer.android.com/sdk)

- Instalar o ADT Plugin (developer.android.com/sdk/eclipse-adt.html)

Está nesta página: http://www.felipesilveira.com.br/2010/03/comecando-a-desenvolver-aplicativos-para-android/

Link to comment
Share on other sites

@KTachyon, vou seguir o teu concelho, mas acho que me vou estoirar contra um muro de betão...

O pessoal que segue engenharia informática apanha algumas dezenas de linguagens de programação durante o curso. Basicamente, uma linguagem de programação é uma ferramenta. Pode ser apropriada para determinadas coisas e menos apropriada para outras (mesmo que possa ser feito), daí que ter dá jeito que a adaptação seja relativamente rápida. De facto, a base da programação é praticamente independente da linguagem.

Ah, é verdade, que é que me dizem disto aqui?

É o setup normal, não há muito a dizer.

No meu caso, só tenho o SDK e uso um editor com suporte para ctags e linha de comandos. São preferências.

“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Link to comment
Share on other sites

@KTachyon, uma vez que tu corres enquanto eu nem "gatinho" ainda, achas que a minha ideia é exequivel com ferramentas freeware? - Pois isto é só uma "brincadeira".

perceber os conceitos por detrás da arquitectura de desenvolvimento para Android

Já agora, podes explicar-me ou indicar-me algo acerca destes conceitos?

Link to comment
Share on other sites

Quer dizer... aquilo que tu pretendes fazer já considero uma funcionalidade básica de um smartphone. Penso que o Android também permite fazer essa gestão por ti. Agora, se o teu objectivo é aceder especificamente a esses dados mais tarde, isso já é outra questão, para a qual não sei a resposta, pelo que teria que investigar.

“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Link to comment
Share on other sites

Tendo em conta a tua pergunta, bem como a forma como colocaste. Só posso concluir que não tens muitos conhecimentos de programação.

Não leves isto como uma ofensa, porque não é! Todos nós tivemos que ser principiantes em algum momento.

Eu acho que antes de te meteres a programar para android, deves começar por conhecer melhor o android. Porque se o conhecesses melhor, no que toca ao ponto de vista do informático e não do utilizador. Então a resposta à tua pergunta teria sido respondida por ti de forma tão natural que não tinhas chegado a perceber que tinhas colocado a pergunta (era instintivo). Por isso o que eu recomendo é que comeces por conhecer melhor o Android.

Se não sabes como começar, ou por onde começar, um bom primeiro sítio, costuma ser a Wikipedia.

Boa sorte!

Link to comment
Share on other sites

@falco,

Só posso concluir que não tens muitos conhecimentos de programação.

Não leves isto como uma ofensa, porque não é! Todos nós tivemos que ser principiantes em algum momento.

A principio pensei... o quê? ... Depois re-pensei e acabei por perceber o teu ponto de vista.

Mas posso melhorar a tua frase, não é "Todos nós tivemos que ser principiantes em algum momento" mas sim: Todos nós SOMOS principiantes em algum momento. Esse momento é quando entramos numa nova tecnologia.

Penso que isso não dará o direito de dizer que não se sabe programar.

Poderias era dizer que os meus conhecimentos estão MUITO desactualizados, mas é por isso que estou a tentar quebrar barreiras.

@KTachyon

Eu sei que deve de haver uma coisa dessas, mas para entrar tem que ser uma coisinha simples. Depois do tradicional "Olá mundo"... foi este o exemplo que pensei. É mais ou menos do género das agendas telefónicas quando se aprendia a programar para o DOS.

Link to comment
Share on other sites

@Passarito: O falco generalizou a falta de conhecimentos para a programação, porque alguém que já tem bastantes conhecimentos de programação facilmente pega numa nova linguagem/tecnologia. Claro que existe um momento de adaptação, mas que é rapidamente ultrapassado se os conhecimentos de programação (no geral) forem sólidos.

Posso-te dizer que só aprendi formalmente meia-dúzia de linguagens, mas tenho capacidade de programar em muitas mais, e algumas bastante bem. Recentemente peguei numa linguagem completamente nova (Lua) e demorei uma tarde a começar a fazer coisas já bastante complexas. Claro que se não tivesse a experiência que tenho, iria demorar bastante mais tempo até perceber direito a coisa.

Um exemplo perfeito é o C#. Nunca aprendi isso, mas quando precisei de o usar, não tive dificuldades praticamente nenhumas em programar. Isto vem da bagagem que já tinha de programação por Objectos, C (já que a sintaxe é similar), Sistemas distribuídos (Multi-threading e concorrência), Sistemas Operativos (eventos), etc... Como podes ver, não é relacionado apenas com conhecer a linguagem, mas todo um conjunto de conhecimentos que adquiri e que compõem os meus conhecimentos de Programação.

Edited by Flinger
  • Vote 1
Link to comment
Share on other sites

@Flinger: Não posso concordar mais contigo... e até te digo mais, não acertaste no centro, acertaste na seta que está no centro!

Eu já programei profissionalmente há muitos anos em Pascal. Informatizei uma firma que estava a renascer, dei formações internas de informática, executei programas para colmatar os mais diversos problemas e optimizar funções, etc. Quando saiu o Windows ainda me aventurei no Delphi, mas programando muito à moda antiga do Pascal.

Como as minhas funções foram tomando outro rumo, as actualizações de conhecimentos foram ficando para trás. Ainda por cima, 99% dos eventos são em Lisboa...

O que interessa, é que o bichinho da programação ficou cá sempre, agora eu não quero correr, apenas quero andar mas as pernas não obdecem. É o que tu dizes:

Um exemplo perfeito é o C#. Nunca aprendi isso, mas quando precisei de o usar, não tive dificuldades praticamente nenhumas em programar. Isto vem da bagagem que já tinha de programação por Objectos, C (já que a sintaxe é similar), Sistemas distribuídos (Multi-threading e concorrência), Sistemas Operativos (eventos), etc... Como podes ver, não é relacionado apenas com conhecer a linguagem, mas todo um conjunto de conhecimentos que adquiri e que compõem os meus conhecimentos de Programação.

É isto que me falta... uma bagagem recente e nunca ter entrado numa linguagem de programação do género do C.

Vamos ver se eu tenho forças suficientes para pelo menos fazer um "buraquito" no muro...

Edited by passarito
Link to comment
Share on other sites

Quando saiu o Windows ainda me aventurei no Delphi, mas programando muito à moda antiga do Pascal.

Por isso depreendo que eventos/sinais, multi-processamento, etc... estejam um bocado fora do que conheces... Assim sendo, entendo melhor o teu problema. 😄

Vamos ver se eu tenho forças suficientes para pelo menos fazer um "buraquito" no muro...

Força nisso. O bichinho não perdoa 😄

Edited by Flinger
Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.