Jump to content
Sign in to follow this  
EddieP

CDATA a não funcionar ?!?

Recommended Posts

EddieP

Bom dia,

É normal o CDATA deixar de funcionar de um momento para o outro?!

Tinha um ficheiro XML, a dar apoio a um outro em que utilizei o Spry Assets da Adobe, importar os dados do XML, e este ficou a funcionar, incluindo o CDATA. Mas recentemente o CDATA não decifra o HTML inserido no XML.

Há alguma razão para tal acontecimento?!

E alternativas ao CDATA?!

Obrigado

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

O CDATA não é nenhum programa para funcionar ou deixar de funcionar. O que pode ser é o software que usas não estar a interpretar correctamente (ou achas que não está a interpretar correctamente).

Mas, como não indicaste, nem o código nem o software, é complicado alguém ajudar.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites
EddieP

Sim, sei que o CDATA não é um programa, se calhar não me expressei da melhor forma.

Este é um exemplo do código do XML

Bem, como referi o SpryAssets da Adobe, eu usei o Dreamweaver para dar uma ajuda nas ligações entre ficheiro :-P

<companhias>
 <idcompanhia>1</idcompanhia>
 <companhia>Desperate Men (uk)</companhia>
 <titulo>CSI Clowns Investigators</titulo>
 <sinopse><![CDATA[<div style="width: 445px;"><img src="imagens/csi.png" width="445" height="125" /> </div>
 Dois CSI Clowns, deparam-se como uma série de crimes, e usando os métodos de técnica química forense e uma boa dose de comédia à mistura, eles irão levar a cabo a investigação que identificará e apreenderá os culpados e levá-los à justiça!]]></sinopse>
 <site>www.desperatemen.com</site>
 <outros>inv_criminal.png</outros>
 <cientifico>Química e a Investigação Criminal por CCVEstremoz e ECTUÉ </cientifico>
 <detalhe><![CDATA[
   <span style="color: #FFE600">AS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS... "TESTEMUNHAS OCULARES"!</span><br /><br />
   As investigações criminais têm um aliado poderoso na descoberta dos criminosos e na resolução dos crimes, a Química.<br /><br />
   Na cena do crime, um perito recolhe amostras de sangue, outro pedaços de tinta e um pó branco suspeito. Todas as provas são enviadas para o laboratório forense onde trabalham um conjunto amplo de técnicos, com destaque para o <span style="color: #FFE600">QUÍMICO FORENSE</span>. São eles que analisam todas as provas recolhidas e fornecem os resultados que permitem resolver os mistérios policiais.<br /><br />
   Para além de agentes que correm atrás de criminosos, que interrogam suspeitos e questionam testemunhas, de investigadores que recolhem as provas existe uma parte fundamental em qualquer investigação, e muitas vezes escondida, os <span style="color: #FFE600">TÉCNICOS DOS LABORATÓRIOS</span> forenses.<br /><br />
   Estes técnicos são mostrados em populares séries televisivas tais como <em>CSI, Investigação Criminal</em> ou <em>Ossos</em>.<br /><br />
   A Química consegue alguns feitos extraordinários:<br />
   - Saber se um carro foi <span style="color: #FFE600">ROUBADO</span> pela visualização de número de chassis adulterado através de reacções oxidação-redução;</br />
   - Identificar <span style="color: #FFE600">DROGAS</span>, como cocaína ou heroína, pelo uso de um kit que usa reacções químicas que produzem cor na presença de cada tipo de droga;<br />
   - Identificar vestígios de <span style="color: #FFE600">SANGUE</span>, mesmo em superfícies que tenham sido lavadas, com luminol que produz luminescência na presença de quantidades vestigiais de sangue;<br />
   - Saber se uma pessoa manipulou <span style="color: #FFE600">EXPLOSIVOS</span> ou disparou uma arma;<br />
   - Tornar visíveis as <span style="color: #FFE600">IMPRESSÕES DIGITAIS</span> deixadas nos locais de crime.<br />
   <p style="color: #FFE600">IMPRESSÕES DIGITAIS... A QUÍMICA NA PISTA DO CRIME</span></p>
   <p>Quando <span style="color: #FFE600">TOCAMOS</span> num objecto com as mãos deixamos resíduos, muitas vezes invisíveis, de suor, gordura e aminoácidos. Estes resíduos são deixados pelas nossas impressões digitais que, por não serem visíveis, são chamadas de latentes. O papel da Química é tornar visível o que a olho nu é invisível. Alguns dos <span style="color: #FFE600">MÉTODOS</span> mais usados são:<br />
   - Pó que vai aderir à gordura e suor;<br />
   - Iodo que ao sublimar vai-se dissolver na gordura da impressão digital latente tornando-a castanha; <br />
   - A ninidrina que ao reagir com os aminoácidos vai tornar colorida a impressão digital</p>
   <p>As impressões digitais depois de reveladas são recolhidas, fotografadas e processadas para tentar descobrir quem cometeu o crime.
   A natureza não duplica, cada uma de nós, mesmo os gémeos verdadeiros, temos impressões digitais <span style="color: #FFE600">ÚNICAS</span> que nos identificam. É por este facto, que as impressões digitais são tão importantes na resolução dos crimes.
   As impressões digitais podem ser divididas em três formações básicas, que são os laços ou alças (loops), os arcos (arches) e os remoinhos ou espiral (whorls)
]]></detalhe>
</companhias>

Acho que assim é mais fácil de expôr o problema:

http://www.ciencianarua.uevora.pt/2011/2011.php

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

Então... pelo que estou a ver o CDATA está a ser interpretado exactamente como deve ser. Se calhar o teu objectivo é não utilizar o CDATA.

Edited by KTachyon

“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites
EddieP

Então... pelo que estou a ver o CDATA está a ser interpretado exactamente como deve ser. Se calhar o teu objectivo é não utilizar o CDATA.

Parece que vou ter de mudar de estratégia, sim... :confused:

Mas a cena com o XML, até me está a dar jeito.

Edited by EddieP

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

Mas penso que consegues obter toda a árvore no interior de um nó XML, para apresentar directamente na página. Só tens que o fazer sem CDATA. O que o CDATA faz é obrigar a que a interpretação do que está contido seja feita de forma a que a informação seja apresentada tal como está, o que não é o que pretendes.

Tens é que ir buscar o conteúdo do nó detalhe e apresentar directamente na página.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.