Jump to content
  • Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #60 da revista programar. Faz já o download aqui!

Sign in to follow this  
fabiomiguel3

Hackerspace no porto?

Recommended Posts

fabiomiguel3

Bem pessoal, todos nós sabemos que Portugal passa por uma grave crise e disso ninguém tem dúvidas.

Temos também um défice grande de inovação e de iniciativa.

Eu tenho um sonho de longa data que gostava de ver desenvolvido mas, sei que sozinho não vou a lado nenhum.

Gostava de ter/criar um espaço onde a lei do DIY reinasse, um espaço onde as ideias ganhavam vida e cada um pudesse explorar, share knowledge, convidar pessoal para fazer palestras, workshops etc. Sou um open mind por natureza.

Alguém do Porto e que tenha o mesmo espirito? Pode nascer algo interessante

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Eu sou do Porto, mas infelizmente não vivo lá. ;)

No entanto tal espaço necessita de algum investimento ou um grande número de apoiantes para fazer face aos custos.

Podes ver este em Londres https://london.hackspace.org.uk/ que é bacano mas também precisa de donativos para sobreviver.

Já pensaste em tentar isso com uma Universidade ou instituto? Normalmente existem grupos e laboratórios disponíveis para pesquisa e têm umas regras relativamente relaxadas para quem contribui, no entanto, a pesquisa ou trabalhos devem seguir os interesses do laboratório. :/

Se algum dia voltar ao Porto, podes contar com um apoiante.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Olá ;) sim, precisa-se de um espaço que requer algum investimento. Aqui no porto consegue-se um espaço com uma renda relativamente barata tipo 100 a 200€.

Daí a procura de pessoas interessadas e que estejam dispostas a partilhar despesas. Quando toda a gente ajuda nada custa. Acredito porém que em curto prazo a coisa se torne auto-sustentável com eventos, workshops, palestras etc.

Acredito que há muito talento português á espera de ser descoberto  :)

Dou te um bom exemplo daquilo que se pode fazer http://www.audienciazero.org/ . Neste caso ate são apoiados por programas de inovação.

Quanto as Uni ou institutos, ja tinha pensado mas, nunca podemos chamar de "o nosso espaço". Ficamos limitados a regras deles etc. Mas não é algo que descarte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Warrior

Conheço um grupo de pessoas (maioritariamente alunos de Mestrado/Doutoramento de Informática, Arquitectura, Física, Economia e Medicina) que estava a pensar criar algo do género com o objectivo de criar projectos multi-disciplinares. Chegaram a existir encontros na Faculdade de Engenharia, mas duvido que exista grande interesse agora, uma vez que quem puxava pela carroça está atulhado em trabalho neste momento.

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Conheço um grupo de pessoas (maioritariamente alunos de Mestrado/Doutoramento de Informática, Arquitectura, Física, Economia e Medicina) que estava a pensar criar algo do género com o objectivo de criar projectos multi-disciplinares. Chegaram a existir encontros na Faculdade de Engenharia, mas duvido que exista grande interesse agora, uma vez que quem puxava pela carroça está atulhado em trabalho neste momento.

Warrior fazes lhes chegar este post? pode ser que desse grupo alguns ainda estejam interessados. Desde já obrigado!

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Olá ;) sim, precisa-se de um espaço que requer algum investimento. Aqui no porto consegue-se um espaço com uma renda relativamente barata tipo 100 a 200€.

Adiciona electricidade e internet e o preço sobe...

Daí a procura de pessoas interessadas e que estejam dispostas a partilhar despesas. Quando toda a gente ajuda nada custa. Acredito porém que em curto prazo a coisa se torne auto-sustentável com eventos, workshops, palestras etc.

Uma das coisas que o hackspace aqui em Londres têm para gerar receita é a construção de placas de circuito impresso. Claro que isso dá apenas algum lucro esporádico. Podia quanto muito dar algum lucro se fizesses venda de electrónica por exemplo...

Quanto as Uni ou institutos, ja tinha pensado mas, nunca podemos chamar de "o nosso espaço". Ficamos limitados a regras deles etc. Mas não é algo que descarte.

Da mesma maneira que tu queres criar algo sem restrições, muita gente na Universidade também. Daí que mesmo que não consigas arranjar espaço, certamente que arranjas gente interessada. Outra coisa que convém salientar, caso não tenhas ainda pensado nisso, é que hoje em dia muita gente de áreas não técnicas está interessado em criar algo com electrónica e computadores. Basta ver muitos dos projectos realizados com Arduinos e grande parte não tem grande formação em electrónica, pelo que deves também tentar isso.

O problema é começar e manter regras para todos. Claro que, se só for um espaço, ninguém lá vai, mas se houver hardware (algumas ferramentas, ferro de soldar e bancas) é provável que muita gente se mantenha por lá.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Adiciona electricidade e internet e o preço sobe...

Uma das coisas que o hackspace aqui em Londres têm para gerar receita é a construção de placas de circuito impresso. Claro que isso dá apenas algum lucro esporádico. Podia quanto muito dar algum lucro se fizesses venda de electrónica por exemplo...

Da mesma maneira que tu queres criar algo sem restrições, muita gente na Universidade também. Daí que mesmo que não consigas arranjar espaço, certamente que arranjas gente interessada. Outra coisa que convém salientar, caso não tenhas ainda pensado nisso, é que hoje em dia muita gente de áreas não técnicas está interessado em criar algo com electrónica e computadores. Basta ver muitos dos projectos realizados com Arduinos e grande parte não tem grande formação em electrónica, pelo que deves também tentar isso.

O problema é começar e manter regras para todos. Claro que, se só for um espaço, ninguém lá vai, mas se houver hardware (algumas ferramentas, ferro de soldar e bancas) é provável que muita gente se mantenha por lá.

É mesmo isso :) concordo plenamente com tudo que tu disseste. ;)

Workshops de arduinos, soldadura etc isso interessa-me muito tambem. Digamos que a electrónica é a minha segunda paixão e gostava de explorar isso também. Quando eu te falei do espaço dos 100 a 200 euros é natural que a luz, internet etc são coisas que também tem que ser faladas. E, em varios hackerspaces que ate tenho visto na net, todos tem uma pequena "cota". de 3 a 5 euros por mes por cada associado. Isso também faz com que as coisas sejam sustentáveis.

Quanto ao material, eu ja tenho algum :) olha me pra estas fotos xD e então nos meus arrumos ate motores eletricos tenho hehehe.

IMG050.jpg

IMG049.jpg

IMG048.jpg

IMG051.jpg

IMG052.jpg

IMG055.jpg

That's my room  😳 e ainda tenho prai mais 5 livros de programação algures xD

bubulindo conheçes a AltLab ? http://altlab.org/ é dentro disto que eu gostava de avançar

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Boas Yoda, a ideia é a pessoa naquele espaço aprender, ser ajudada, criar algo que pensa já há muito tempo mas por não sair da sua "zona de conforto" nunca faz...

Basicamente é unleash à criatividade, sair de casa, socializar, fazer networking...  Percebes?

Em casa não me dá tanta vontade de fazer algo e, se tivesse num espaço destes até pelo o próprio ambiente que se cria dá motivação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
yoda

Sem querer desacreditar a tua ideia (que não acho má), acho que a "zona de conforto" até serve perfeitamente à maioria dos projectos pessoais de cada um (tirando aqueles que envolvem recursos por vezes indisponíveis à pessoa em causa). Se há algo que vejo que falta é feedback por parte da comunidade criativa em relação às ideias que cada um tem. É claro que uma pessoa que se fecha no seu mundo com as suas ideias e não procura feedback sobre elas de forma a ganhar algum ímpeto terá de ter uma enorme confiança em si mesmo e persistência para levar essas ideias avante, apesar de tudo ser possível.

Quando tenho ideias e não me consigo motivar sozinho para as levar a cabo, partilho alguns detalhes com quem percebe minimamente da área de trabalho ou do target em si.

Infelizmente hoje em dia a malta está demasiado ocupada a tentar fazer dinheiro para sobreviver e muitos têm pouco tempo disponível para os seus projectos pessoais, mas caso existisse uma forma rápida e eficaz de trabalhar em equipa (possívelmente sem sair de casa para não usar desmedidamente o pouco tempo que se tem livre), o caso seria outro :thumbsup:

My 2 cents.

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Compreendo o que dizes mas por vezes ate se pode ter uma boa ideia e alem de não ter recursos materiais, pode não se ter todas as skills necessárias.

Eu falo por voz de experiência. Por vezes tento criar coisas que se fizer sozinho demoro eternidades a acabar (se é que um dia acabava...) Um espaço como este serve para isso mesmo, tal como disseste em termos de feedback etc, seria otimo ver pessoas de diversas áreas a trocar ideias e conhecimento.  Já tenho uma dezena de pessoas interessadas na ideia e espero que o efeito se multiplique por muito mais.

Acho que um problema dos portugueses é ter uma certa aversão de arriscar, logo a inovação fica um pouco posta de parte.

Um espaço destes pode ser o que as pessoas que se envolverem quiser... pode servir de brainstorming etc.

Sim, estou a falar nisto com um brilhozinho nos olhos porque é uma ideia que ja tenho há bastante tempo. Desde pequeno fui um curioso  (até demais... estragava carros telecomandados niko do meu irmão e depois levava nas orelhas do meu pai xD).

Até mesmo para pessoal do ensino profissional explorar possibilidades, desenvolver as ideias para a pap por exemplo.

Aquilo que vês nas fotos do meu quarto não é lixo :thumbsup: está ali muita coisinha que pode ser aproveitada ;)

Gostava mesmo de ver pessoal da minha idade ou mais novo a ganhar asas e ter este gosto do descobrimento  - "make it happen".

Nós somos a geração do futuro, aquela a que muitos chamam "geração perdida"... Mas acredito mesmo que há muito talento à espera de ser descoberto e incentivado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Infelizmente hoje em dia a malta está demasiado ocupada a tentar fazer dinheiro para sobreviver e muitos têm pouco tempo disponível para os seus projectos pessoais, mas caso existisse uma forma rápida e eficaz de trabalhar em equipa (possívelmente sem sair de casa para não usar desmedidamente o pouco tempo que se tem livre), o caso seria outro ;)

Basicamente, o que o yoda está a dizer é que podias começar por criar o teu hackerspace na web e partir daí para o Mundo físico em vez do contrário. Isto é perfeitamente possível de executar, e certamente que muita gente o prefere no caso do software.

No entanto, outra vantagem que isto traria seria a possibilidade de mais gente (e não apenas quem anda pelo Porto) de participar no hackerspace.

No hardware é que é mais complicado, porque por vezes não dará para explicar algumas coisas online, tipo soldar, ou utilizar algumas ferramentas, etc... mas com boa vontade, tudo se arranja.

Compreendo o que dizes mas por vezes ate se pode ter uma boa ideia e alem de não ter recursos materiais, pode não se ter todas as skills necessárias.

como também foi referido pelo yoda num outro post, demonstrar vontade e empenho podem levar-nos muito longe com as pessoas certas, quer em termos de feedback, skills, desenvolvimento da ideia, ou até em termos materiais.

Eu falo por voz de experiência. Por vezes tento criar coisas que se fizer sozinho demoro eternidades a acabar (se é que um dia acabava...) Um espaço como este serve para isso mesmo, tal como disseste em termos de feedback etc, seria otimo ver pessoas de diversas áreas a trocar ideias e conhecimento.  Já tenho uma dezena de pessoas interessadas na ideia e espero que o efeito se multiplique por muito mais.

Dependendo da área, e apesar de não ser esse o objectivo que pretendes, os fóruns podem ser um bom local para obter ajuda e feedback. O chato é a impessoalidade da coisa e um ou outro troll.

Nós somos a geração do futuro, aquela a que muitos chamam "geração perdida"... Mas acredito mesmo que há muito talento à espera de ser descoberto e incentivado.

Eu fui da 1ª ou 2ª geração rasca... não te deixes enganar, os mais velhos têm sempre a mania que eram melhores. A realidade é que todas as gerações têm talento e que diferentes gerações têm talentos em áreas diferentes.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Obrigado pela tua mensagem bubulindo.

Já estou a criar os mecanismos para o pessoal poder discutir via email (mailman gnu) as linhas gerais (motivações, ambições etc).

Criei o formulário ontem e entre ontem e hoje iscreveram-se 15 pessoas interessadas  :D Estou bastante entusiasmado porque entrou em contacto uma pessoa que tem mais de 15 anos de experiência em eletrónica e está disposta a partilhar o que sabe e ajudar. Disse me também que já há bastante tempo que pensa fazer algo deste genero ;)

Acredito que são passos como estes que fazem a diferença.  Acho isto fantástico.  :cheesygrin:

É claro que questões sobre software podem ser esclarecidas por internet mas, mesmo assim se puder escolher entre um espaço fisico onde posso tirar dúvidas face to face em tempo real e sem lag (hehehe) eu prefiro o físico.

Share this post


Link to post
Share on other sites
taviroquai

Basicamente, o que o yoda está a dizer é que podias começar por criar o teu hackerspace na web e partir daí para o Mundo físico em vez do contrário.

A ideia é boa... normalmente o problema são os apoios...

Isto é como tudo... também existem milhares de jogadores de jogos online e em certas cidades apoiam as Lanhouses, Lan Parties, etc... em que o pessoal que joga online GOSTA de se juntar num mesmo espaço físico.

Tal como o bubu disse... é pedir apoio á organização/pessoa certa e... força com isso! ;)

Também gostava que existisse um espaço desses aqui na minha terra... podia até ter outro nome mais português, tipo "Forum Digital", onde se organizam workshops, exposições, formações, competições, N coisas :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
pedrotuga

Parabens!

É importante as pessoas encontrarem-se fisicamente por permite muito mais motivação mútua.

E pontos extra para o lado desenrasque da coisa. Se há coisa que me deixa fulo é ver imagens de hackers de países ricos com material caro e infindáveis recursos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

Parabéns.

Fico feliz.

Quando apareces por la? Eu pago te um cafe  :P olha que nós temos la nespresso :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Hmmmm,

Assim de repente... está difícil. Devo regressar ao Porto em Maio, mas apenas por uns poucos dias muito ocupados. Mas quando estiver por lá, vou tomar um cafézito. :P


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco

Há mais que um hacker space no Porto... Aliás, há mais do que em Lisboa...

Uma busca num motor de busca teria-te permitido encontrar essa informação:

http://hacklaviva.net/

http://labcd.org/

Mas não acho mal que tenham criado outro... Boa sorte, espero que produzam muito Software Livre.

Share this post


Link to post
Share on other sites
fabiomiguel3

falco, se não me engano o lcd mudou recentemente de instalações para Guimarães.

O HackLaViva não conhecia, obrigado por partilhares.

True. Quanto ao hacklaviva está meio parado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.