Jump to content
mrodriguez

Ficheiros Binários UNIX - C

Recommended Posts

mrodriguez

Boas,

Na sequência do desenvolvimento de um chat, tenho uma pequena função para remover utilizadores de um ficheiro.

void removeUSER(){

int ficheiroORIGINAL, ficheiroTEMP, i;

ficheiroORIGINAL = open("users.db", O_RDONLY);
ficheiroTEMP = open("temp.db", O_WRONLY | O_CREAT | O_APPEND, 0777); 
printf("VOU REMOVER O UTILIZADOR:%s\n",env.username_rem);

for(i=0;i<numusers;i++){

	read(ficheiroORIGINAL, users, sizeof(USER)*MAXUSERS);
	printf("LI DO FICHEIRO:%s\n",users[i].username);
	if(strcmp(env.username_rem,users[i].username)!=0){
		printf("VOU ESCREVER NO FICHEIRO:%s\n",users[i].username);
		write(ficheiroTEMP, &users, sizeof(USER));
		fflush(stdin);

	}

}
close(ficheiroORIGINAL);
close(ficheiroTEMP);
remove("users.db");
rename("temp.db", "users.db");

return;
}

O chat tem tambem uma função de tratamento de comandos. Quando é digitalizado o comando remove e fazendo testes com três utilizadores, ze, maria e su, ao remover a maria ele escreve sempre ze no novo ficheiro. Porque?

Obrigado pela Ajuda.

Share this post


Link to post
Share on other sites
brunoais

Era tão bom se soubéssemos o output feito por esses printf...

Ajudava imenso o ajudar-te...


"[Os jovens da actual geração]não lêem porque não envolve um telecomando que dê para mirar e atirar, não falam porque a trapalhice é rainha e o calão é rei" autor: thoga31

Life is a genetically transmitted disease, induced by sex, with death rate of 100%.

Share this post


Link to post
Share on other sites
mrodriguez

Digitando o comando remove o resultado é:

Vou remover o utilizador maria

Vou escrever no ficheiro: ze

Vou escrever no ficheiro: su

O ficheiro foi alterado e neste momento tem apenas dois utilizadores chamados Ze.

Share this post


Link to post
Share on other sites
SamLapin

Boas!

Quer me parecer que o valor que ele está a escrever no ficheiro é sempre o primeiro de users.

Onde tens

write(ficheiroTEMP, &users, sizeof(USER));

exprimenta colocar:

write(ficheiroTEMP, &users[i], sizeof(USER));

Share this post


Link to post
Share on other sites
mrodriguez

Era isso mesmo. Muito Obrigado

E já agora, continuando noutra dúvida em UNIX, tenho um servidor a correr em background onde guardo o pid do processo filho que fica a correr em background.

Como faço para que ele, ao carregar em CTRL+C mate o processo?

Não estou a perceber a estrutura do sinal que tenho de fazer para que o possa matar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

O CTRL + C envia um SIGINT ao processo, pelo que não deves precisar de fazer nada, a não ser que estejas a tratar o sinal dentro do programa.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.