Jump to content
redkiller

duvida acerca de um executalvel de um client 2d de um jogo

Recommended Posts

redkiller

eu estou a criar um servidor de um jogo e queria alterar o client, mas nao tenho as sources e este esta encriptado a 64bits penso, pois no hex editor esta em hexadecimal... será possivel alguem me ajudar a compreender ou a conseguir alterar o client?

o jogo é o tibia (2d, feito em C++ tanto o servidor como o cliente), eu tenho sources do servidor pois é open source trabalho com The Forgotten Server... publicado na parte privada de otland.net

o client nao tem sources mas existe quem tenha alterado os codigos para multi client entre mais funçoes... seria possivel alguem descompilar para eu ter "sources" pois nao sei qual a linguagem utilizada para o cliente e a olhar para hexadecimal nao me leva a lado nenhum nao tem como achar a logica.

nos servidor em C++ existe onde mudar a versão do client e tem uma key RSA e mais algumas coisas entre encriptaçao de contas sha1 etc... penso que no client tambem terá o mesmo.

obrigado

eu compilo com o dev com as normas da licença GPL/GNU

OTServ é a abreviação do nome Open Tibia Server, que significa "Servidores de Tibia abertos", devido ao uso da licença GPL/GNU. Fora programado na linguagem C++, utiliza o mesmo cliente do Tibia (tibia.exe) e, conseqüentemente, os mesmos gráficos e funções. Porém, ao criar um, VOCÊ tem total controle sobre ele! Podendo editar e criar jogadores, monstros, magias, NPCs e até mesmo mapas. Você tem total autonomia para fazer o que quiser com seu servidor; transformá-lo em servidores com estilos peculiares, configurá-lo como desejar e até mesmo modificar o código-fonte (source) do servidor, desde que você siga os critérios da licença GPL/GNU.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

O cliente está "encriptado"? Não estará apenas em binário? Devia dar para converter o cliente para assembly, e trabalhar com o assembly (o que também não é propriamente simples).

No entanto, isso dá a ideia que o cliente é software proprietário (ao contrário do servidor), e como tal, não será legal alterar o cliente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
redkiller

o uso é para mim proprio nao para interagir com o cliente real, para alem de haver 1 licensa, dai a eu ter um servidor

em termos legais é se eu nao vender o produto, e eu n quero vender quero sim editar o client por exemplo a janela do WOW, eu queria editar funçoes, e o programa tem alguma key que determina a sua versão, eu queria altera-la para utilizar um bot que deixou de ser actualizado e até à data que o fazia de grassa agora pede 50 euros por ano.

o Tibia.exe trabalha da seguinte maneira:

1 tem um ficheiro "Tibia.spr"»sprites, isto é imagens que o client tem.

2 tem um ficheiro "Tibia.data"»organizador das sprites, determina o conjunto de imagens para tal funçao e efeitos, movimentos entro outras coisas.

3 tem um ficheiro "Tibia.pic"imagem dos items do client, isto é botoes, cores como se fosse visual basic (se calhar até é) em que ele do pic seleciona certa parte e atribui-lhe uma funçao.

4 o executavel Tibia.exe (se ja conseguiram por multi client, pois ele so podia abrir 1 por "pc", entre mais funções penso que saber o codigo fonte nao seja impossivel.

eu tenho um editor que abre o spr,data e pic.... até ja dicionei novas features ao client e funcionou perfeitamente....

eu queria era controlar mais o client para utilizar um client novo e modifica-lo ao meu gosto

e eu ainda nao tenho conheçimento para como fazer um bot» interagir com o exe controlando o boneco etc...

nunca vi assemblay, mas se estiver em ingles e tiver mais logica que hexa, eu a bater com a cabeça nas paredes chego la

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

Da última vez que vi, bots de jogos como WoW também são ilegais :thumbsup:

De qualquer forma, um disassembler consegue gerar-te o código assembly para o programa, visto que a conversão entre as instruções do processador para assembly são directas. Isto não quer dizer que se torne propriamente legível. Já dependerá da tua experiência com assembly.

Um decompiler, por outro lado, consegue pegar no assembly e apresentar o que pode ser interpretado para esse assembly. Dito de outra forma, não significa que se torne legível, muito pelo contrário, será tão ilegível como assembly :(


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.