Jump to content
bioshock

Apple é processada

Recommended Posts

bioshock
Citação

Cerca de uma semana depois de ter "estourado" a polémica com a funcionalidade do sistema operativo móvel da Apple que regista a localização geográfica de quem usa dispositivos com ligação 3G como o iPhone ou iPad, surgem as primeiras queixas em tribunal.

Dois clientes norte-americanos, um proprietário de um iPhone e outro de um iPad, intentaram um processo num tribunal da Florida contra a fabricante da maçã. Invocando a informação avançada sobre os registos "secretamente" guardados pelos equipamentos e pedem ao juiz que emita uma ordem impedindo a recolha dos dados, relata a Bloomberg.

[...]

in: http://wintech.com.pt/content/view/9514/1/

Serão realmente ingénuos?

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

São os Estados Unidos... tudo é possível...


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

A verdade é que esta questão põe em causa a privacidade dos utilizadores.

Mas também verdade que os nossos pcs devem estar "cheios" de informações (em caches, por exemplo) que podem pôr em causa a nossa privacidade, e se não tivermos os discos cifrados, podemos ter chatices.

Não me parece viável uma empresa estar a avisar os utilizadores de todos os detalhes que podem comprometer a privacidade dos utilizadores, por isso a única solução seria emitir avisos genéricos sobre possíveis situações, e recomendações sobre métodos que permitam evitá-las (cifrar backups, por exemplo).

Estou a admitir que os dados não são enviados para a Apple. Caso contrário então a coisa fica mais séria...

Share this post


Link to post
Share on other sites
mjamado
Estou a admitir que os dados não são enviados para a Apple. Caso contrário então a coisa fica mais séria...

Penso que sim, deve ser semelhante ao backup do Android (alojado na Google), com a diferença que este pede autorização logo à cabeça (pelo menos no Froyo e no Gingerbread, nos outros já não me lembro).

A coisa até pode ficar mais séria (e fica), mas estes processos por dá-cá-aquela-palha são absurdos.


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

Não há nada que indique que os dados sejam enviados para a Apple. É um ficheiro armazenado localmente no iPhone e que é copiado para o backup, no computador.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco
Não me parece viável uma empresa estar a avisar os utilizadores de todos os detalhes que podem comprometer a privacidade dos utilizadores, por isso a única solução seria emitir avisos genéricos sobre possíveis situações, e recomendações sobre métodos que permitam evitá-las (cifrar backups, por exemplo).

É perfeitamente viável!

Como programador, sei exactamente quais os potenciais problemas que podem ocorrer do software que crio tendo em conta o seu design e formas como o implemento. Pode escapar alguma coisa (bugs que passem despercebidos)... Mas nada que se compare remotamente ao que se fala neste caso...

De qualquer forma ao que sei, neste caso os utilizadores são avisados...

E quem quer evitar este tipo de questões, deve utilizar Software Livre. É a única forma objectiva e eficaz de se ter o poder para garantir a privacidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

E em que maneira é que o Software Livre não está sujeito a um bug destes que passe despercebido?


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco
E em que maneira é que o Software Livre não está sujeito a um bug destes que passe despercebido?

Não foi isso que eu disse...

Eu disse que o Software Livre dá-te o poder para te assegurares que não violam a tua privacidade. É uma afirmação consideravelmente diferente.

E faz isso ao permitir que o estudes e modifiques (ou pedires a alguém em quem confies para o fazer), sem teres que dar explicações, ou pedir autorização a quem quer que seja. Com este poder há várias dinâmicas individuais, ou colectivas, que podes escolher para utilizar esse poder e/ou para aproveitar o facto de haverem outras pessoas (em que escolhes confiar) e que também têm e usam esse poder/liberdade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bioshock

Grande parte não tem conhecimentos de informática, portanto tanto se lhes faz que seja software livre ou pago. O que eles querem é ver o dito a funcionar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco
Grande parte não tem conhecimentos de informática, portanto tanto se lhes faz que seja software livre ou pago. O que eles querem é ver o dito a funcionar.

Isso não quer dizer que não possam beneficiar desse poder/liberdade existir e de ele estar disponível a todos. Não é garantido que todos beneficiem sempre, mas não é por isso lhes ser barrado por outros que não podem beneficiar.

Podes não perceber de informática, mas podes ter alguém na tua organização que sabe, ou contratar os serviços de alguém, ou pedir a algum amigo que tenha. Para além disso é comum haverem comunidades e nessas comunidades também é comum as pessoas olharem para o código.

Eu costumo olhar para o código de algumas bibliotecas que uso nos meus projectos para avaliar a qualidade do código. Outras vezes para perceber se preciso de tudo aquilo, ou de apenas uma parte que até posso utilizar para meu benefício. Se encontrar algum problema é óbvio que aviso os outros e que se puder proponho e/ou ofereço uma solução. Assim os utilizadores finais de software que eu também usam, beneficiam do facto de eu ter tido a liberdade para fazer tudo isto, até mesmo os utilizadores que não têm conhecimentos de informática para serem eles a usar directamente e profundamente todas estas liberdades.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

É perfeitamente viável!

Como programador, sei exactamente quais os potenciais problemas que podem ocorrer do software que crio tendo em conta o seu design e formas como o implemento. Pode escapar alguma coisa (bugs que passem despercebidos)... Mas nada que se compare remotamente ao que se fala neste caso...

De qualquer forma ao que sei, neste caso os utilizadores são avisados...

E quem quer evitar este tipo de questões, deve utilizar Software Livre. É a única forma objectiva e eficaz de se ter o poder para garantir a privacidade.

Há dois problemas: o "pode escapar alguma coisa", e avaliar o que é que pode ser problemático.

Uma coisa tão simples como um log pode registar o nome de rede da tua máquina, que permite saber onde é que estiveste em determinado momento. Será que isso é razão para avisares um utilizador que tem que ter cuidado com eles? O browsers guardam montes de informações, quais é que são problemáticas?

O software livre de pouco serve, pois da mesma forma que escapam situações problemáticas a quem escreve o código, também escapam aos que o utilizam e analisam. O Android supostamente é open source, e mesmo assim, diria que a maior parte das pessoas só tomou conhecimento de que tem o mesmo problema depois de se conhecer o problema no iPhone.

É claro que se fosse para avaliar se esta informação é enviada para a Apple ou não, ou o uso que é dado à informação, o software livre já ajudava bastante.

Assim à primeira vista, parece-me que a solução passa por dizer a toda a gente que cifrem tudo e mais alguma coisa, pois se não o fizerem, podem surgir problemas de privacidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco
Há dois problemas: o "pode escapar alguma coisa", e avaliar o que é que pode ser problemático.

Não são assim tão problemáticos...

Uma coisa tão simples como um log pode registar o nome de rede da tua máquina, que permite saber onde é que estiveste em determinado momento. Será que isso é razão para avisares um utilizador que tem que ter cuidado com eles? O browsers guardam montes de informações, quais é que são problemáticas?

Não é o guardar que é problemático, é onde guarda e quem lhe acede. Isso sim leva a potenciais violações de privacidade. Mas é óbvio que identificaste uma potencial situação que deve ser avaliada. Como tal não vejo qual a dificuldade em identificar as situações que têm potencial para problemas.

O software livre de pouco serve, pois da mesma forma que escapam situações problemáticas a quem escreve o código, também escapam aos que o utilizam e analisam.

Estás por tanto a dizer que o peer-review não serve para nada...

Estás enganado!

Em primeiro lugar, normalmente quem revê código está muito menos "viciado" do que o autor do código. E isso faz uma diferença muito significativa. E ainda mais quando está especificamente a procurar problemas. A probabilidade de encontrar problemas é muito mais elevada. Continua a existir é um facto, mas é muito mais reduzida. Por tanto dizer/pensar que de pouco serve é um erro.

O Android supostamente é open source, e mesmo assim, diria que a maior parte das pessoas só tomou conhecimento de que tem o mesmo problema depois de se conhecer o problema no iPhone.

Em primeiro lugar ser Open Source Software e/ou Software Livre, não garante que haja peer-review, possibilita-o.

Em segundo lugar gostava que apresentasses estatísticas relativas aos bugs dos dois que comprovassem o que dizes. Notícias soltas não comprovam isso. Certamente que foram encontradas falhas no Android, porque alguém se lembrou de verificar se uma falha que existiu noutra plataforma, também existiu no Android (é algo que acontece com vários softwares), mas haverem notícias sobre isso não comprova que seja isso que acontece na maior parte dos casos. Pode ser apenas uma ilusão criada pelos media.

Em terceiro lugar o facto de se poder facilmente comprovar a existência dessas falhas no Android facilitou certamente que a verificação da existência da falha fosse feita bem como a sua correcção.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lfscoutinho

Boas,

Eu não percebo muito disto, mas acho isto tudo muito giro...

Se a Apple dissesse "Caso perca o seu iPhone ou este seja roubado, podemos ajudá-lo a encontrá-lo" e utilizasse este método, enviando dados para os servidores da Apple, a maioria dos seus utilizadores aplaudia, mas como agora vieram dois indivíduos dizerem que isto viola a privacidade das pessoas, já toda a gente está contra.

Digam de vossa justiça, acham que alguém está interessado em saber onde algum de nós anda!? Com isso devia-se preocupar o Obama e afins (mas ele e os afins nem usam telemóveis com GPS...)! Já referi num tópico qualquer as redes sociais e neste torno a falar... As pessoas deviam-se preocupar mais com os dados que disponibilizam nas redes sociais do que se a Apple guarda as coordenadas de onde fomos. É que, enquanto qualquer pessoa por muito "labrega" que seja, se pode registar numa rede social e saber onde moras e quando vais de férias e com isso preparar-te um assalto, com os dados que a Apple guarda, nenhum "labrego" faz isso, só grandes mestres. E, esses grandes mestres só estão interessados em pessoas famosas, poderosas, ricas, etc...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

Não é o guardar que é problemático, é onde guarda e quem lhe acede. Isso sim leva a potenciais violações de privacidade. Mas é óbvio que identificaste uma potencial situação que deve ser avaliada. Como tal não vejo qual a dificuldade em identificar as situações que têm potencial para problemas.

Identifiquei-a depois de muitos anos a usar o software (que por acaso é software-livre). Nos últimos 4 anos qualquer pessoa que tivesse acesso ao meu pc podia ter uma idea de por onde andei.

Estás por tanto a dizer que o peer-review não serve para nada...

Estás enganado!

Já há muito que defendo que o peer-review é uma grande treta (apesar de trabalhar numa área em que o peer-review desempenha um papel central).

Não é que não sirva para nada, mas está longe de ser uma garantia de qualidade.

Em primeiro lugar, normalmente quem revê código está muito menos "viciado" do que o autor do código. E isso faz uma diferença muito significativa. E ainda mais quando está especificamente a procurar problemas. A probabilidade de encontrar problemas é muito mais elevada. Continua a existir é um facto, mas é muito mais reduzida. Por tanto dizer/pensar que de pouco serve é um erro.

Isso funciona bem quando sabes os problemas que estás à procura. Se estiver à procura da não sabes bem o quê, as coisas ficam complicadas.

Em primeiro lugar ser Open Source Software e/ou Software Livre, não garante que haja peer-review, possibilita-o.

Em segundo lugar gostava que apresentasses estatísticas relativas aos bugs dos dois que comprovassem o que dizes. Notícias soltas não comprovam isso. Certamente que foram encontradas falhas no Android, porque alguém se lembrou de verificar se uma falha que existiu noutra plataforma, também existiu no Android (é algo que acontece com vários softwares), mas haverem notícias sobre isso não comprova que seja isso que acontece na maior parte dos casos. Pode ser apenas uma ilusão criada pelos media.

Em terceiro lugar o facto de se poder facilmente comprovar a existência dessas falhas no Android facilitou certamente que a verificação da existência da falha fosse feita bem como a sua correcção.

Estou a falar deste "problema" em particular. Vieram recentemente a público notícias de que o Android fazia algo semelhante aos iPhones. Quantos utilizadores sabiam disso? Não serviu de nada ser software livre.

Resumindo, ter a possibilidade de fazer algo, muitas vezes de pouco serve.


Digam de vossa justiça, acham que alguém está interessado em saber onde algum de nós anda!?

Cabe a cada utilizador decidir isso. Uma coisas é tu decidires que preferes poder recuperar o telemóvel, mesmo que tenhas que abdicar da tua privacidade. Outra coisa é a Apple decidir por ti.

Mas já disseram por aí que a Apple avisou os utilizadores, por isso, é naquela... Se bem que também podemos questionar até que ponto o aviso é explícito, mas isto já é um problema comum à generalidade do software, que gostam de fazer avisos para ninguém ler.

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

É claro que se fosse para avaliar se esta informação é enviada para a Apple ou não, ou o uso que é dado à informação, o software livre já ajudava bastante.

Penso que se fosse o caso, já alguém tinha indicado. Quando uma situação destas acontece, principalmente quando envolve a Apple, há logo milhares de pessoas a querer arranjar tudo o que for possível para atirar para a fogueira. E não me parece uma questão muito complexa. É possível seguir todas as comunicações efectuadas pelo iPhone ligando-o a uma rede wireless e sniffando o conteúdo das comunicações.

Em segundo lugar gostava que apresentasses estatísticas relativas aos bugs dos dois que comprovassem o que dizes. Notícias soltas não comprovam isso. Certamente que foram encontradas falhas no Android, porque alguém se lembrou de verificar se uma falha que existiu noutra plataforma, também existiu no Android (é algo que acontece com vários softwares), mas haverem notícias sobre isso não comprova que seja isso que acontece na maior parte dos casos. Pode ser apenas uma ilusão criada pelos media.

A questão não é ser uma notícia de um bug, porque, na realidade, para o Google, é uma feature. :thumbsup:

Se a Apple dissesse "Caso perca o seu iPhone ou este seja roubado, podemos ajudá-lo a encontrá-lo" e utilizasse este método, enviando dados para os servidores da Apple, a maioria dos seus utilizadores aplaudia, mas como agora vieram dois indivíduos dizerem que isto viola a privacidade das pessoas, já toda a gente está contra.

Coisa que a Apple disponibiliza. Podes chegar à página do Find My iPhone e enviar mensagens para o telemóvel, ou fazê-lo tocar mesmo que esteja em modo silencioso, para além de descobrir onde é que ele está ou eliminar todo o conteúdo do dispositivo.

Mas, o que é facto é que, se a Apple consegue permitir aos clientes que façam isto, o que quer dizer que há formas de permitir aceder à localização do aparelho a qualquer altura, será que o facto de haver um ficheiro local com o histórico não é um bocado irrelevante?


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites
mjamado
Vieram recentemente a público notícias de que o Android fazia algo semelhante aos iPhones. Quantos utilizadores sabiam disso? Não serviu de nada ser software livre.

Com uma pequeníssima diferença: nos Android, essa opção é opt-in na inicialização do SO. Qualquer utilizador que tenha ligado o seu próprio equipamento quando novo, ou que o tenha actualizado, sabe disso, e viu as duas checkboxes (uma que autoriza a recolha pela Google, outra que activa a recolha no equipamento - como é lógico, a "coisa" só pode funcionar com as duas opções ligadas) que activam esse serviço.


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rui Carlos

Ao que parece a Apple está mesmo a recolher a informação dos utilizadores, por isso é bom que tenha pedido a autorização dos utilizadores. Caso contrário, acho que o processo não é nada descabido.

mjamado, a ideia que tiro daquilo que li é que mesmo com as checkboxes havia utilizadores com isso activo sem terem consciência de que a sua localização estava a ser guardada. Não sei até que ponto essas checkboxes podem passar ao lado do utilizadores.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Darkblood

Grande parte não tem conhecimentos de informática, portanto tanto se lhes faz que seja software livre ou pago. O que eles querem é ver o dito a funcionar.

Só uma pequena correcção: software livre pode ser pago ou gratuito, assim como o software proprietário.

Share this post


Link to post
Share on other sites
mjamado

Ao que parece a Apple está mesmo a recolher a informação dos utilizadores, por isso é bom que tenha pedido a autorização dos utilizadores. Caso contrário, acho que o processo não é nada descabido.

Ainda não consegui ler nada nesse sentido. Tens o link?

mjamado, a ideia que tiro daquilo que li é que mesmo com as checkboxes havia utilizadores com isso activo sem terem consciência de que a sua localização estava a ser guardada. Não sei até que ponto essas checkboxes podem passar ao lado do utilizadores.

Especialmente como programadores, todos temos a noção que há utilizadores para quem os processos de instalação são "next-next-next-next". Mas isso é problema deles, e não dos developers. Para a próxima lêem com atenção.

Seja como for, acho difícil passar ao lado, visto que é o terceiro ou quarto passo da instalação, só para essa autorização. A informação em português é "Permitir que o serviço de localização da Google recolha dados de localização anónimos. A recolha ocorrerá mesmo que não existam aplicações em execução". Uma frase destas ocupa quase meio ecrã, com a checkbox por baixo. Difícil não dar conta.


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.