Jump to content
herakty

Os salários de MILHÕES dos gestores públicos No site oficial da Força Emergente

Recommended Posts

herakty

estes dados foram retirados de um movimento de jovens... parece que os jovens estão à rasca enquanto estes senhores ganham, só um, 3 milhões e tal... e um formado recebe 700 euros. uma renda custa 400 para T0 e para uma família será mt mais. Estar em casa dos pais para lá dos 30 para mim é... eu não era capaz.. mas...

este é o verdadeiro problema do pais... se juntarmos a isto todo o dinheiro "desviado" nos negócios, teremos todo o guito que nos faz falta e obriga a cortar nos que precisam... somem todo estes vencimentos e vejam quanto dá e para o que dá. só nestes vencimentos. é isto a crise? em crise alguém ganhar "António Mexia, presidente da EDP, 3.1 milhões €" é... não sei... o que acham? quantas reformas estão aqui? quanta fome este senhor espalha?

na minha rua a maioria dos reformados estão a passar fome... tenham ou não descontado é uma questão humana. é o que nos separa dos outros animais (ou devia porque há animais que são melhores para os seus que o humano)

em vez de cortar na saúde porque não cortar nestes salários que vou apresentar e que podem ser confirmados no documento apresentado, que é oficial

Os salários de MILHÕES dos gestores públicos

No site oficial da Força Emergente ( http://www.forcemergente.pt/ ) encontra-se publicado todo o excelente artigo sobre os ordenados dos gestores públicos portugueses, escrito pela equipa da última Revista Sábado, n.º 310. Vale a pena ler em detalhe: http://f-emergente.blogspot.com/2010_04_01_archive.html#722783472075463085 .

Enquanto uns portugueses não têm emprego para poderem sequer pagar a comida aos seus filhos - graças às políticas irresponsáveis, incompetentes e que envolvem corrupção ao mais alto nível do Estado - outros, os gestores de empresas públicas do Estado, auferem milhões de euros por ano, além de despesas de avião, automóvel, gasolina, TUDO, ABSOLUTAMENTE TUDO, PAGO PELOS CONTRIBUINTES PORTUGUESES, os mesmos que têm a pior Segurança Social e o pior Emprego da Europa.

Ontem foi decidido na Comissão Europeia que Portugal está obrigado a emprestar 775 MILHÕES de euros à Grécia, ou seja, um país que está em queda livre a emprestar a outro que, em queda livre está. Tudo isto com os deputados europeus sentados a observarem: um autêntico espetáculo de gladiadores, para gáudio dos países mais ricos da UE. A Grécia, no entanto, está a aplicar uma medida muito inteligente: um tecto máximo para salários públicos, em que os administradores de empresas públicas ficam com ordenados na média de 2.500 € !!!...

E na semana passada, vários jornais nacionais publicaram artigos sobre a falta de atuação da Justiça face aos casos de corrupção em Portugal: apenas 3,6% dos casos apresentados em Tribunal tiveram como desfecho a condenação, tudo porque os juízes alegam quase sempre falta de provas, segundo informações prestadas pelo DCIAP (Departamento de investigação e Acção Penal) e pelo CIES (Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE (ver artigo em: http://amafiaportuguesa.blogspot.com/).

Ficam aqui alguns valores dos ordenados de 2009 (declarados) destes gestores e de alguns políticos:

António Mexia, presidente da EDP, 3.1 milhões €

Manuel Ferreira de Oliveira, presidente executivo da Galp, 1.6 milhões €

Zeinal Bava, presidente da PT, 2.1 milhões €

Almerindo Marques, director da Estradas de Portugal, 252.431 €

Faria de Oliveira, presidente da CGD, 440.336 €

Vítor Constâncio, governador do Banco de Portugal, 249.447 €

Cavaco Silva, presidente da República, 127.115 €

Henrique Granadeiro, presidente do Cons. Administ. da PT, 1.6 milhões €

Rui Pedro Soares, ex-administrador da PT, 1.5 milhões €

Ana Maria Fernandes, administradora da EDP Renováveis, 2.3 milhões €

Rodrigo Costa, presidente executivo da ZON, 1.0 milhão €

José Penedos, presidente da Com. Execut. da REN, 620.816 €

Rui Cartaxo, presidente da Com. Execut. da REN, 497.066 €

Fernando Faria de Oliveira, presidente da CGD, 440.336 €

Fernando Pinto, presidente executivo da TAP, 420.000 €

Guilherme Costa, presidente da RTP, 254.304 €

Estanislau Mata da Costa, presidente do Cons. Admin. dos CTT, 251.248 €

Daniel Proença de Carvalho, presidente do Cons. Admin. da ZON, 250.000 €

Carlos Tavares, presidente da CMVM, 233.857 €

Manuel Sebastião, presid. Cons. Admin. Autorid. p/ Concorrência, 233.857 €

Murteira Nabo, presidente não executivo da GALP, 210.000 €

José Amado da Silva, presidente da Anacom, 198.730 €

Ricardo Fonseca, presid. Cons. Admin. do Metro do Porto, 150.220 €

Pedro Cunha Serra, presid. Cons. Admin. da Águas de Portugal, 134.288 €.

Movimento da Juventude Portuguesa

http://www.facebook.com/home.php?sk=group_153386371388957&id=153855694675358#!/home.php?sk=group_153386371388957

teckV

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hipnoted

Sim, são ordenados desproporcionais ao resto do país.

No entanto não me choca que gestores públicos ganhem bem, milhões como colocas aí até, desde que façam bem o seu trabalho e levem isto para a frente. Mas todos sabemos que Portugal não premeia os resultados dos gestores públicos, ao invés disso preferem pagar salários milionários estejam ou não a fazer uma boa gestão. Acho que é por ai que temos de mudar, e não dar "uma côdea" aos gestores porque aí ninguém queria ir para lá. :D


"Nunca discutas com um idiota. Eles arrastam-te até ao seu nível e depois ganham-te em experiência"

Share this post


Link to post
Share on other sites
mjamado

E porque é que estes "jovens" ganham tão mal? Porque, claramente, não sabem pensar...

Porque é que nessa lista estão gestores de empresas privadas? Não podem ganhar aquilo que as empresas lhes pagam? Os gestores da Zon, a sério? Isso é tudo inveja ou é mesmo burrice?

E, depois, é mesmo de quem não conhece o mercado empresarial: um bom gestor custa uma fortuna. Gestores que são verdadeiros génios, como é o caso de Zeinal Bava, tudo o que se lhe pagar é pouco, tendo em atenção os lucros da PT; Fernando Pinto, da TAP, outro génio, que está a conseguir controlar o buraco negro que aquilo era; Manuel Oliveira, da Galp, bem, independentemente dos métodos, tens visto os lucros nos últimos tempos?

Menos inveja e mais trabalho, é o que se pede. O resto é demagogia à Bloco de Esquerda.


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Share this post


Link to post
Share on other sites
KTachyon

Mesmo que se limitassem os salários, esse dinheiro nunca chegaria a ser público e acabaria por ser investido de outra forma. Ao pagarem esses salários, as empresas estão a fazer um investimento, para manterem certos "recursos humanos" que são importantes para o funcionamento da empresa.


“There are two ways of constructing a software design: One way is to make it so simple that there are obviously no deficiencies, and the other way is to make it so complicated that there are no obvious deficiencies. The first method is far more difficult.”

-- Tony Hoare

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Menos inveja e mais trabalho, é o que se pede. O resto é demagogia à Bloco de Esquerda.

Ora nem mais...

E porque não falar do caso daquele gestor privado que foi contratado para as Financas pelo Governo (a peso de ouro) que em dois anos recuperou milhões em impostos fechando os buracos que ele sabia (e fazia uso enquanto gestor privado)?

Esse único gestor foi despedido por ter sido considerado uma espécie de crime institucional um gestor ganhar mais que o Presidente da República. No entanto, a legislacão alterada por ele rendeu muito mais do que qualquer outro funcionário do Estado alguma vez fez.

Não seria de o manter? É que a tua visão é tão limitada que não percebe que os melhores gestores estão do lado privado onde podem ganhar mais. Se o Governo quer rentabilizar os seus bens com bons gestores, tem de lhes pagar aquilo que eles podem ganhar em empresas privadas.

Mas pronto, se achas que é preferível ter gestores e trabalhadores medíocres baratos a ter o melhor que conseguires encontrar ao preco que custar, acho que estás no caminho certo. Continua!

E sinceramente enoja-me muito mais ver pessoas que não procuram sequer emprego ou algo para fazer porque têm sempre direito ao seu rendimento mínimo ou benefícios do género do que quem trabalha e é pago por isso. Mas contra esses não te queixas... já fizeste assim umas contas de cabeca aos que aproveitam essas benesses sem dar retorno ao Estado?

Se a Grécia está mal, com gestores a 2500 euros vai não vai ficar melhor... E porque é que tu, não procuras informacão por ti mesmo? Só apresentas informacão retirada de sites políticos... enfim... vai-te divertindo.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
_7_up_

Aceito o cargo de qualquer um destes senhores, ou similar, por apenas €2500!!

Sr. Zeinal Bava

Sr. Durão Barroso

Sr. José Eduardo Moniz

Sr. António Horta Osório

Sr. José Mourinho

Envio currículo por email e posso fazer horas extraordinárias a €14/hora.

Aceito trabalho na Grécia.

Share this post


Link to post
Share on other sites
mjamado

Por 2.500€ eu não ia nem para o Algarve, quanto mais para a Grécia...  ;)

Pois é, _7_up_, só é pena não teres um décimo da capacidade desses senhores, senão tinhas emprego garantido... :)


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Aceito o cargo de qualquer um destes senhores, ou similar, por apenas €2500!!

Sr. Zeinal Bava

Sr. Durão Barroso

Sr. José Eduardo Moniz

Sr. António Horta Osório

Sr. José Mourinho

Envio currículo por email e posso fazer horas extraordinárias a €14/hora.

Aceito trabalho na Grécia.

Agora só precisas que as empresas te queiram a ti...

Boa sorte.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites
Metaluim

O que o Herakty diz, como sabemos é sempre exagerado. Mas quando leio as respostas, também não ficam muito aquém... Resumem-se ao "é só preguiçosos que não querem trabalhar e preferem o rendimento mínimo". Nota-se que ao dizerem isto, estão tão longe da realidade como o herakty. Talvez vocês todos estejam relativamente bem na vida, mas eu conheço muita gente que está na m**** não por causa da sua estupidez, não por causa de créditos descabidos nem outras tontices. São simplesmente pessoas que não decidiram seguir os estudos para além do 9º ou do 12º e que foram fodidas quando ficaram desempregadas aos 48, arranjando desde então apenas trabalhos temporários de 6 meses a ganhar o mínimo, alternando entre isso e mais uns meses de subsídio de desemprego. O que resultou disto, no caso de um casal que conheço, foi o seu filho que ia entrar para a faculdade, ter que trabalhar para pagar a faculdade (pois a m**** das bolsas nunca funcionam para quem precisa) e ao mesmo tempo sustentar os pais pois, visto que ele fazia parte do agregado familiar, com as novas regras de atribuição dos subsídios da segurança social, eles cortaram o subsídio do pai dele pois as contas que o estado faz, para determinar a atribuição, é somar todo o dinheiro que entra nessa casa e dividir pelas pessoas. Se o resultado for maior que o índice de sobrevivência mínimo (cerca de 335 euros julgo), está na hora de cortar. Não interessam despesas tipo luz e água ou até mesmo as bocas para alimentar.

É fácil generalizar, quando não se está na m****. Agora parem para pensar, não digo que esteja errado, mas não é óbvio porque é que tanta gente está fodida? Eu fico irritado tanto com as pessoas que dizem cenas do género "haviam todos de ganhar o mesmo salário" como com as pessoas que dizem para a povela comer bolo quando não tem pão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
bubulindo

Eu disse isto:

E sinceramente enoja-me muito mais ver pessoas que não procuram sequer emprego ou algo para fazer porque têm sempre direito ao seu rendimento mínimo ou benefícios do género do que quem trabalha e é pago por isso.

Tu dizes isto:

O que o Herakty diz, como sabemos é sempre exagerado. Mas quando leio as respostas, também não ficam muito aquém... Resumem-se ao "é só preguiçosos que não querem trabalhar e preferem o rendimento mínimo".

Na minha perspectiva, tu é que generalizaste... Eu não disse que toda a gente que recebe um rendimento mínimo é preguicosa, apenas que existe muita gente que prefere o rendimento mínimo a procurar um emprego. E isso não podes sequer negar, porque eu posso dar-te imensos exemplos. E, se pensares bem, qual é o incentivo para as pessoas irem trabalhar? Ficar em casa com os filhos, receber 500 e não pagar infantário ou ir trabalhar, pagar infantário e ganhar 300? E isso compreendo, se fosse eu teria de fazer o mesmo. Mas por cada exemplo destes que te dei, existem dois de pessoas que não querem mesmo trabalhar.

E já que falas das bolsas... eu nunca tive direito a bolsa por causa de 5 euros... 5 euro acima do que eles consideravam o limite e nem ajuda para passe tinha. E trabalhei com o meu pai durante o tempo que estudei (e mesmo agora, se for preciso) para conseguirmos fazer face ao custo das propinas... e isto ainda era no "tempo das vacas gordas" em que a propina era o salário mínimo desse ano.

E achas que o teu amigo está mal? A educacão superior em Portugal é literalmente dada... Ahhh, temos de pagar propinas e são caras... fazes ideia de quanto são as propinas em países que estão como nós?

E o teu amigo não apresenta as propinas como despesa do agregado familiar?

E se as pessoas que não seguiram para além do 9 ou 12 ano estão numa posicão má (e segundo dizem também os que foram além do 9 e 12 ano) é também culpa de todos nós. Por um lado porque quisemos cobrar por algo que não valia o preco que pedíamos (salários relativamente altos para mão de obra não qualificada) e por outro porque os nossos hábitos de consumo mudaram e deixámos de comprar o que era Português, ou pelo menos fabricado em Portugal.


include <ai se te avio>

Mãe () {

}

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.