Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

mjamado

A Internet acabou de ficar sem espaço!

Recommended Posts

mjamado

Ok, o título é indecentemente gamado da notícia da CNN, e é uma parvoíce de todo o tamanho, mas não resisti...  :)

O que se previa há muito, finalmente, aconteceu: a IANA atribuiu os últimos três blocos de endereços IPv4, dois ao registo regional da Ásia (APNIC), sobrando um, que despoletou a há muito combinada acção de distribuir o último pelos cinco registos regionais - o que aconteceu hoje.

O IPv4 está, oficialmente, esgotado. Longa vida ao IPv6.

If the current pool were the size of a golf ball, the new one would be the size of the sun.

(do artigo na CNN)

Artigo na CNN e comunicado da NRO.


"Para desenhar um website, não tenho que saber distinguir server-side de client-side" - um membro do fórum que se auto-intitula webdesigner. Temo pelo futuro da web.

Share this post


Link to post
Share on other sites
M6

IPV4 is dead!

Long live IPV6! :)


10 REM Generation 48K!
20 INPUT "URL:", A$
30 IF A$(1 TO 4) = "HTTP" THEN PRINT "400 Bad Request": GOTO 50
40 PRINT "404 Not Found"
50 PRINT "./M6 @ Portugal a Programar."

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
bioshock
You appear to be able to browse the IPv4 internet only. You will not be able to reach IPv6-only sites.
  :confused:

Share this post


Link to post
Share on other sites
falco

Que queres dizer com IPv6 completamente implementado?

Estás a falar de stacks a nível do software? Ou de redes a utilizarem IPv6?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Knitter

Estava a pensar na migração de rede, segundo a notícia que vi sobre a migração no caso da PT, estariam a prever ter isso terminado no segundo semestre deste ano., juntando a isso o típico utilizador SAPO com routers sem suporte para IPV6 que precisam ser substituídos pela PT será que já temos condições para usar em pleno IPV6?

Sei que existem já várias redes a trabalhar com IPV6, há alguns anos até, mas a nível de implementação de redes domésticas tenho ideia que as coisas andam limitadas, isso é verdade ou é apenas um preconceito meu?

Share this post


Link to post
Share on other sites
M6

Eu tenho ideia de que as redes domésticas são as que vão migrar mais tarde. Isto não quer dizer que migrem tarde, apenas que serão as últimas, em particular por questões de logistica e de custo. O tipico utilizador do Sapo só dará por isso quando tentar aceder a um site e não conseguir, até lá parece-me que a coisa ficará como está...

Mas isto é a ideia que tenho.


10 REM Generation 48K!
20 INPUT "URL:", A$
30 IF A$(1 TO 4) = "HTTP" THEN PRINT "400 Bad Request": GOTO 50
40 PRINT "404 Not Found"
50 PRINT "./M6 @ Portugal a Programar."

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
IceBrain

O IPv4 funcionará durante vários anos, portanto para os utilizadores actuais pouco ou nada muda. O problema são os novos - esse provavelmente terão que usar NAT partilhada por várias ligações até os sites e outros servidores disponibilizarem IPv6.

O que é interessante é que visto que por razões de eficiência no routing, cada ligação caseira vai receber 18446744073709551616 IPs.

By the way, quem quiser um IPv6 mesmo antes do ISP fornecer pode criar uma conta gratuita num Tunnel Broker, que oferecem IPv6-over-IPv4. Mas por enquanto é algo inútil - que eu saiba não há nenhum serviço sobre IPv6 que não haja sobre IPv4.


❝The idea that I can be presented with a problem, set out to logically solve it with the tools at hand, and wind up with a program that could not be legally used because someone else followed the same logical steps some years ago and filed for a patent on it is horrifying.❞- John Carmack on software patents

A list  of command line apps

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.