Jump to content

Ferramenta de desenvolvimento em equipa


passado
 Share

Recommended Posts

Sim a ideia é, o trabalho esta bem difinido quem faz o que, e eu queria ao ser alguma coisa alterada que sem andar a pesquisar os 3 elementos tivéssemos conhecimento dessas alterações, e podermos deixar notas uns aos outros se alguem corrigiu alguma coisa porque corrigiu, conselhos etc etc

Link to comment
Share on other sites

Isso já é mais que uma ferramenta de controlo de versões, isso implica ferramentas de gestão de projecto.

Existem imensas opções, Subversion, Git e Mercurial são bastante bons para controlo de versões, Redmine é um bom sistema de gestão de projectos, ProjectPier permite gestão de tarefas de forma simples. Podem ser pontos de partida.

Link to comment
Share on other sites

Obrigado pelas dicas, vou ver cada um deles 👍

Isto e so para começar em Setembro mas ja ando a estudar tudo para depois ser so arrancar

Esse que indicaste pareceme o ideal que da para definir tarefas a cada user, ver quando estao completas, reportar bugs etc, so lhe falta e fazer upload do projecto, penso ser mais facil cada vez que alguem mexe no projecto ser feito um upload correcto? ou eu vi mal e existe essa opçao?

Link to comment
Share on other sites

Esse que indicaste pareceme o ideal que da para definir tarefas a cada user, ver quando estao completas, reportar bugs etc, so lhe falta e fazer upload do projecto, penso ser mais facil cada vez que alguem mexe no projecto ser feito um upload correcto? ou eu vi mal e existe essa opçao?

Estás a falar do Pivotal Tracker?

Trata-se de um project management software e não faz controlo de versões.

É perfeito, por exemplo, para metodologias SCRUM, no que toca à gestão de projecto.

Sérgio Ribeiro


"Great coders aren't born. They're compiled and released"
"Expert coders do not need a keyboard. They just throw magnets at the RAM chips"

Link to comment
Share on other sites

Aconselhava-te o Google Code, que era ideal para o que precisavas, mas não dá para teres projectos privados.

De qualquer forma, e se não te importares com o código publico, vê isto para teres uma ideia de como funciona.

http://code.google.com/p/dolphin-emu/source/list

Para o caso de quereres uma coisa privada tens github, como já haviam referido.

Exemplo http://github.com/emesene/emesene/commits/master

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Estás a falar do Pivotal Tracker?

Trata-se de um project management software e não faz controlo de versões.

É perfeito, por exemplo, para metodologias SCRUM, no que toca à gestão de projecto.

Para a gestao do projecto achei mesmo muito porreiro tinha tudo o necessario, so falta mesmo um gajo poder fazer upload do projecto e ele fazer um merge do que foi alterado

Link to comment
Share on other sites

Para isso usas um sistema de controlo de versões.

O ideal seria um todo junto 👍

Ja agora esclareceme uma duvida, eu faço upload do projecto depois vai outro user descarregar adiciona e altera algumas coisas, faz upload, ele vai juntar mas so muda o que foi mudado certo?

Enquanto ele nao fez o upload eu tirei a versao que la estava altero umas coisas quando faço upload vai modificar o que ele fez?

Link to comment
Share on other sites

Tudo junto não faz muito sentido, se olharmos para a forma como as ferramentas são usadas. Para que é que tenho de usar um sistema externo ao meu IDE para controlar o código? É que ter um sistema todo junto implicaria conseguir incorporar isso no workflow de desenvolvimento, que muitas vezes se torna complicado. Além disso, as ferramentas de gestão de projecto têm um objectivo diferente das ferramentas de gestão de código.

É possível alguma integração, por exemplo, ao enviar o código fechar tarefas, tudo num só passo, ou aquilo que ferramentas como o Redmine têm e que permite dentro do gestor de projecto ter acesso às modificações feitas no código, mas o gestor de projecto ser também gestor de código, isso já não é comum, e, pelo menos para mim, útil.

Com um sistema de controlo de versões não há bem a noção de "fazer upload", embora na prática seja um upload. O funcionamento de um controlo de versões vai muito além dos passos simples que indicaste, e explicar tudo não é coisa para um só tópico, mas de forma simplificada o processo é:

- o programador A desenvolve código e envia as suas alterações, que incluem ficheiros novos e modificações a existentes, para o repositório de código (pode ser um repositório local ou remoto, dependendo do sistema usado e das configurações)

- o programador B desenvolve código e envia as suas modificações para o repositório

- o sistema de controlo de versões detecta que há duas modificações concorrentes, se as puder juntar sem problemas o processo é feito, senão, pede ao programador B, o último a enviar o código, para resolver os conflitos

- O programador A só vai ver o novo código quando pedir ao repositório uma actualização.

Dependendo se o sistema é centralizado ou não e das configurações exactas do sistema de controlo de versões os passos acima podem ser alterados, mas a ideia base é essa.

Mas informação sobre controlo de versões é o que mais existe pela net, procura pelos 3 mais falados e vais ver como tens muita informação. Subversion para um sistema centralizado, Mercurial ou Git para sistemas descentralizados.

Link to comment
Share on other sites

Tudo junto não faz muito sentido, se olharmos para a forma como as ferramentas são usadas. Para que é que tenho de usar um sistema externo ao meu IDE para controlar o código? É que ter um sistema todo junto implicaria conseguir incorporar isso no workflow de desenvolvimento, que muitas vezes se torna complicado. Além disso, as ferramentas de gestão de projecto têm um objectivo diferente das ferramentas de gestão de código.

É possível alguma integração, por exemplo, ao enviar o código fechar tarefas, tudo num só passo, ou aquilo que ferramentas como o Redmine têm e que permite dentro do gestor de projecto ter acesso às modificações feitas no código, mas o gestor de projecto ser também gestor de código, isso já não é comum, e, pelo menos para mim, útil.

Com um sistema de controlo de versões não há bem a noção de "fazer upload", embora na prática seja um upload. O funcionamento de um controlo de versões vai muito além dos passos simples que indicaste, e explicar tudo não é coisa para um só tópico, mas de forma simplificada o processo é:

- o programador A desenvolve código e envia as suas alterações, que incluem ficheiros novos e modificações a existentes, para o repositório de código (pode ser um repositório local ou remoto, dependendo do sistema usado e das configurações)

- o programador B desenvolve código e envia as suas modificações para o repositório

- o sistema de controlo de versões detecta que há duas modificações concorrentes, se as puder juntar sem problemas o processo é feito, senão, pede ao programador B, o último a enviar o código, para resolver os conflitos

- O programador A só vai ver o novo código quando pedir ao repositório uma actualização.

Dependendo se o sistema é centralizado ou não e das configurações exactas do sistema de controlo de versões os passos acima podem ser alterados, mas a ideia base é essa.

Mas informação sobre controlo de versões é o que mais existe pela net, procura pelos 3 mais falados e vais ver como tens muita informação. Subversion para um sistema centralizado, Mercurial ou Git para sistemas descentralizados.

Ok fiquei com uma noção e secalhar os dois em separado faz mais sentido....

Agora falas em o proprio gestor junta codigo etc, uma vez que vou desenvolver em vb.net terei de procurar um com essa compatibilidade ou todos eles sao compatíveis com qualquer linguagem?

Link to comment
Share on other sites

O sistema de controlo de versões costuma ser agnostico em relação à linguagem/tecnologia que usas. Até agora só encontrei uma situação onde, neste caso usando Subversion, o controlo de versões não conseguia tratar correctamente um tipo de ficheiros, embora fosse na mesma possível usá-lo.

Não interessa se vais trabalhar em VB ou noutra coisa, é independente do sistema de controlo de versões, o que pode afectar é a existência de integração com o IDE, não sei que integração existe no VS, supondo que é esse o IDE que vais usar, para sistemas de controlo de versões.

Link to comment
Share on other sites

Eu uso on a daily basis o TortoiseSVN.

O merging não é feito a um nível tão alto como o código. É feito ao nível do ficheiro.

Não interessa se estás a versionar ficheiros de texto, folhas de excel, imagens, ficheiros .vb, etc.

Um aparte, o que chamas de upload, é mais conhecido por Commit nestas andanças.

EDIT: Também já trabalhei com SourceSafe e AnkhSVN, que integram os ambientes de desenvolvimento (VS, neste caso), mas sinceramente não gosto da ideia da integração.

Já o TortoiseSVN, integradinho no shell é um mimo. Mas isto são opiniões.

Sérgio Ribeiro


"Great coders aren't born. They're compiled and released"
"Expert coders do not need a keyboard. They just throw magnets at the RAM chips"

Link to comment
Share on other sites

O merging não é feito a um nível tão alto como o código. É feito ao nível do ficheiro.

Não percebi esta parte.

O controlo de versões é feito ao nível do código, e não ao nível do ficheiro, aliás é uma das falhas do Subversion é não conseguir saber que alterações um ficheiro sofreu (por exemplo, um mover de um ficheiro é uma remoção seguida de uma adição e lá se vai o histórico directo). Além disso, só ficheiros de texto é que são controlados e podem ser juntados, o dito merge, os ficheiros binários são simplesmente substituídos, não há lugar a controlo de conflitos como em ficheiros de código, nem faz sentido que haja.

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.