Ir para o conteúdo
  • Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #60 da revista programar. Faz já o download aqui!

Baderous

Ajuda a escrever CV

Mensagens Recomendadas

Baderous

Preciso que vocês me dêem as vossas dicas no que toca à elaboração do CV. A 1ª versão que fiz há uns tempos atrás foi através do modelo do Europass. Alguém tem alguma coisa a apontar relativamente a este modelo? Já ouvi dizer que há pessoal nos RH que acha que este modelo tem muita informação pouco relevante e que há modelos melhores...

Tenho dúvidas nalguns pontos:

0) Nome próprio / Apelido

Aqui como é que se costuma colocar: apelidos seguido do nome próprio, ou ao contrário? É que dá para colocar das 2 formas.

1) Emprego pretendido / Área de competência (facultativo)

Sendo que quem solicitou o meu CV foi uma empresa, deixo ficar isto em branco?

2) Educação e formação >> Principais disciplinas/competências profissionais

Nesta parte pede para indicar as principais disciplinas. Como é óbvio, não vou estar aqui a colocar as 30 e tal do curso. Tentei agrupar algumas em temas genéricos como Investigação Operacional, Redes e Comunicações por Computador, etc, mas por exemplo, para aquelas cadeiras onde se aprendem os diversos paradigmas (funcional, imperativo, oo, etc), como é que as referencio? Ou não vale a pena colocar essas? E quanto às cadeiras de Matemática e Física, vale a pena salientar alguma(s)? (por exemplo, juntando as Análises/Cálculos em Análise Matemática e as Discretas em Matemática Discreta?)

De notar que diz "Nota: seja conciso e privilegie as competências profissionais valorizadoras para o seu recrutamento.", mas mesmo assim tenho dúvidas.

3) Nível de estudos na classificação nacional ou internacional (facultativo)

Não faço a mínima ideia do que coloco aqui, e também não tenho tempo agora para estar a ler o pdf de 49 páginas sobre classificações que eles lá sugerem.

4) Aptidões e competências sociais

É correcto colocar algo como "espírito de equipa adquirido na realização de trabalhos de grupo na Licenciatura"? A minha actividade enquanto membro da Comissão de Festas do meu curso em 2006/2007 (participação e comunicação da data e lugar das reuniões, secretariado, venda dos casacos/t-shirts do curso) pode ser referida? Ou é irrelevante?

5) Aptidões e competências de organização

Neste ponto a dúvida é semelhante à anterior, isto é, se é correcto eu indicar alguma aptidão dando como justificação a minha experiência enquanto aluno.

6) Aptidões e competências informáticas

Nesta parte, eu segui as sugestões indicadas na página e comecei a indicar os programas com que trabalhei na Licenciatura, bem como as linguagens/tecnologias que conhecia. A questão é que algumas dessas ferramentas, apenas as usei durante 1 semestre (ou até menos), ou apenas usei uma funcionalidade delas (e já não me lembro sequer como é que se utilizava), daí que pergunto se devo incluir essas ferramentas menos utilizadas e/ou que menos domino no CV porque nas recomendações diz para não empolar o CV. Por exemplo, o Visual Studio apenas usei num semestre, não se pode dizer que domino a ferramenta, assim como PHP que também só usei num semestre, não posso dizer que domino PHP. O problema de colocar estas 2 ferramentas no CV é que depois, na entrevista, não fica bem dizer "Não tenho muita experiência, mas com uma semana fico a dominar isso" (segundo opiniões que li)...

7) Outras aptidões e competências

É de relevância assinalar a minha participação em fóruns (este e Zwame)?

8 ) Alguém tem outras sugestões/comentários a fazer?

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
IRX773

Na informática ... nesta área ... penso ser tão importante (para algumas empresas ainda mais) um portefólio de trabalhos como um CV.

Mas ainda bem que perguntas pois já me pediram noutro dia um e não faço a mínima de como fazer um e tenho dessas dúvidas "simples" também.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
M6

Preciso que vocês me dêem as vossas dicas no que toca à elaboração do CV. A 1ª versão que fiz há uns tempos atrás foi através do modelo do Europass. Alguém tem alguma coisa a apontar relativamente a este modelo? Já ouvi dizer que há pessoal nos RH que acha que este modelo tem muita informação pouco relevante e que há modelos melhores...

Tenho dúvidas nalguns pontos:

0) Nome próprio / Apelido

Aqui como é que se costuma colocar: apelidos seguido do nome próprio, ou ao contrário? É que dá para colocar das 2 formas.

Adapta ao país onde estás a concorrer.

Por exemplo, para Portugal usa Nome próprio Apelido. Usas a interface de previsualização para indicar a ordem destes campos, não escrevas os nomes "ao contrário", ou seja, nos campos errados.

1) Emprego pretendido / Área de competência (facultativo)

Sendo que quem solicitou o meu CV foi uma empresa, deixo ficar isto em branco?

Podes deixar em branco ou colocar algo genérico, por exemplo "Consultoria em IT".

2) Educação e formação >> Principais disciplinas/competências profissionais

Nesta parte pede para indicar as principais disciplinas. Como é óbvio, não vou estar aqui a colocar as 30 e tal do curso. Tentei agrupar algumas em temas genéricos como Investigação Operacional, Redes e Comunicações por Computador, etc, mas por exemplo, para aquelas cadeiras onde se aprendem os diversos paradigmas (funcional, imperativo, oo, etc), como é que as referencio? Ou não vale a pena colocar essas? E quanto às cadeiras de Matemática e Física, vale a pena salientar alguma(s)? (por exemplo, juntando as Análises/Cálculos em Análise Matemática e as Discretas em Matemática Discreta?)

De notar que diz "Nota: seja conciso e privilegie as competências profissionais valorizadoras para o seu recrutamento.", mas mesmo assim tenho dúvidas.

Nas competências descreve de forma sucinta e clara as competências que adquiriste.

Realça apenas duas ou três disciplinas mais relevantes ou que gostaste mais, ou as que deram mais pica/trabalho.

3) Nível de estudos na classificação nacional ou internacional (facultativo)

Não faço a mínima ideia do que coloco aqui, e também não tenho tempo agora para estar a ler o pdf de 49 páginas sobre classificações que eles lá sugerem.

Basta dizeres Licenciatura, Mestrado, etc..

4) Aptidões e competências sociais

É correcto colocar algo como "espírito de equipa adquirido na realização de trabalhos de grupo na Licenciatura"? A minha actividade enquanto membro da Comissão de Festas do meu curso em 2006/2007 (participação e comunicação da data e lugar das reuniões, secretariado, venda dos casacos/t-shirts do curso) pode ser referida? Ou é irrelevante?

O espírito de equipa sim, é correcto, quanto ao resto tenho dúvidas. Eu deixaria de fora, fiz parte da comissão de alunos do meu curso e nunca fiz menção a isso por não achar relevante...

5) Aptidões e competências de organização

Neste ponto a dúvida é semelhante à anterior, isto é, se é correcto eu indicar alguma aptidão dando como justificação a minha experiência enquanto aluno.

Sim é. A licenciatura foi o teu "emprego", por isso é licito dizeres que aprendeste essas competências ai.

Isso tem é de ser sustentado, não propriamente escrito no CV, mas tens de ter bases para explicar isso se te perguntarem "então explique lá melhor as competências em X" na entrevista.

6) Aptidões e competências informáticas

Nesta parte, eu segui as sugestões indicadas na página e comecei a indicar os programas com que trabalhei na Licenciatura, bem como as linguagens/tecnologias que conhecia. A questão é que algumas dessas ferramentas, apenas as usei durante 1 semestre (ou até menos), ou apenas usei uma funcionalidade delas (e já não me lembro sequer como é que se utilizava), daí que pergunto se devo incluir essas ferramentas menos utilizadas e/ou que menos domino no CV porque nas recomendações diz para não empolar o CV. Por exemplo, o Visual Studio apenas usei num semestre, não se pode dizer que domino a ferramenta, assim como PHP que também só usei num semestre, não posso dizer que domino PHP. O problema de colocar estas 2 ferramentas no CV é que depois, na entrevista, não fica bem dizer "Não tenho muita experiência, mas com uma semana fico a dominar isso" (segundo opiniões que li)...

Não tens de dizer qual o grau de proficiência que tens em tudo o que colocas no CV.

Até porque não é esperado que domines isso a fundo, e as entrevistas servem mesmo para esclarecer certos pontos.

O CV é um "cartão de visita" que te permite abrir a porta e ter acesso a uma entrevista.

7) Outras aptidões e competências

É de relevância assinalar a minha participação em fóruns (este e Zwame)?

Não creio. Cai no mesmo caso da tua participação na comissão de festas...

8 ) Alguém tem outras sugestões/comentários a fazer?

Escreve sem erros, de forma clara e sucinta.

Se tiveres mais dúvidas, "chuta" :)

E boa sorte :P


10 REM Generation 48K!
20 INPUT "URL:", A$
30 IF A$(1 TO 4) = "HTTP" THEN PRINT "400 Bad Request": GOTO 50
40 PRINT "404 Not Found"
50 PRINT "./M6 @ Portugal a Programar."

 

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Baderous

Adapta ao país onde estás a concorrer.

Por exemplo, para Portugal usa Nome próprio Apelido. Usas a interface de previsualização para indicar a ordem destes campos, não escrevas os nomes "ao contrário", ou seja, nos campos errados.

Eu reparei há bocado que dava para trocar a ordem na interface de visualização, antes tinha no formato Apelido, Nome Próprio.

Podes deixar em branco ou colocar algo genérico, por exemplo "Consultoria em IT".

Ok, acho que vou deixar em branco.

Nas competências descreve de forma sucinta e clara as competências que adquiriste.

Realça apenas duas ou três disciplinas mais relevantes ou que gostaste mais, ou as que deram mais pica/trabalho.

Acabei por agrupar em temas, obtendo no fim uns 17 tópicos.

Basta dizeres Licenciatura, Mestrado, etc..

Eu penso que isso é na parte que diz "Designação da qualificação atribuída". Esta que eu tenho dúvidas é de uma classificação internacional, mas como é facultativo devo deixar em branco.

O espírito de equipa sim, é correcto, quanto ao resto tenho dúvidas. Eu deixaria de fora, fiz parte da comissão de alunos do meu curso e nunca fiz menção a isso por não achar relevante...

Ok, vou seguir o teu conselho então.

Sim é. A licenciatura foi o teu "emprego", por isso é licito dizeres que aprendeste essas competências ai.

Isso tem é de ser sustentado, não propriamente escrito no CV, mas tens de ter bases para explicar isso se te perguntarem "então explique lá melhor as competências em X" na entrevista.

Ok. Neste caso, refere-se ao sentido de responsabilidade e organização, penso que isso é perfeitamente justificável com a realização dos trabalhos na Licenciatura.

Não tens de dizer qual o grau de proficiência que tens em tudo o que colocas no CV.

Até porque não é esperado que domines isso a fundo, e as entrevistas servem mesmo para esclarecer certos pontos.

O CV é um "cartão de visita" que te permite abrir a porta e ter acesso a uma entrevista.

Pois, a minha dúvida surgiu porque nas sugestões tinha lá distinção entre "Domínio da ferramanta X" e "Conhecimentos básicos de Y". Sendo assim, vou indicar as tecnologias/ferramentas com que já trabalhei, sem indicar o grau de proficiência.

Não creio. Cai no mesmo caso da tua participação na comissão de festas...

Ok.

Escreve sem erros, de forma clara e sucinta.

Quanto a isso não deve haver problema, é tudo frases curtas ou tópicos.

Já agora, surgiu-me outra dúvida. Eu agora estou no Mestrado e já aprendi mais coisas para além da Licenciatura, no entanto ainda não tenho nenhum diploma que me certifique esses conhecimentos. Devo fazer menção deles em algum ponto do CV (por exemplo, na parte das aptidões e competências informáticas)? Se sim, de que forma (se devo indicar que resultam da formação que estou a tirar actualmente, etc)?

Obrigado pela ajuda.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
M6

Enquanto estava a tirar o mestrado tinha isso na parte da "Educação e formação". Preenche da mesma forma que tens para a licenciatura, mas não preenchas a data de fim e podes fazer menção a que ainda está a decorrer.

Podes, se fizer sentido, indicar uma data (ano) e/ou nota final previstas.


10 REM Generation 48K!
20 INPUT "URL:", A$
30 IF A$(1 TO 4) = "HTTP" THEN PRINT "400 Bad Request": GOTO 50
40 PRINT "404 Not Found"
50 PRINT "./M6 @ Portugal a Programar."

 

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora

×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.