Ir para o conteúdo
  • Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #60 da revista programar. Faz já o download aqui!

Localhost

Dúvidas relativamente ao futuro

Mensagens Recomendadas

Localhost

Olá pessoal, tenho 15 anos e estou no 10º ano. Eu tenho a certeza que vou seguir eng. informática, no entanto tenho algumas dúvidas.

O curso é porreiro? O que se dá? Quais são as especializações que existem? Quais são as perspectivas para o futuro em termos de empregabilidade? Quanto ganham em média os eng. informáticos (na área de programação)? Quais são as melhores faculdades (empregabilidade, condições, docentes, conhecimentos c/ empresas, etc.) - sem entrar em fight p.f.? Em termos do estrangeiro, o que se pode arranjar?

Como podem ver tenho algumas dúvidas, gostava de saber isto tudo porque quando entrar quero entrar de vez sem andar a dizer que não gosto do curso ou que não vou ter emprego e andar a estudar para aquecer.

Obrigado desde já  :P


here since 2009

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Knitter

O que se dá depende de curso para curso e de escola para escola, tens de ver os programas de cada escola para veres que matérias são dadas. Alguns cursos focam mais parte teórica, outros mais parte prática, qualquer um é útil e importante.

Na área de informática, especialização é algo pouco falado, existem os vários mestrados e doutoramentos, mas não tenho conhecimento de uma especialização formal. Naturalmente, ao longo do curso vais descobrindo o que mais gostas e possivelmente vais adquirindo mais conhecimentos nessa área, no entanto, o mais importante é a capacidade de adaptação a novas tecnologias, linguagens, formas de pensar, metodologias, etc. Curso nenhum te vai ensinar tudo, nem especialização nenhuma te dá todo o conhecimento de determinada área.

Quanto a valores, dependerá muito de onde fores trabalhar, do tipo de emprego, etc. Na área de Leiria os valores podem começar por cerca de 600 euros e subir, dependendo do que estás a fazer, para 900/100, 1500. Existem remunerações mais altas mas também existem mais baixas que os 600. Na área de Lisboa não tive conhecimento de proposta nenhuma abaixo 900/1000 euros.

Emprego creio que terás sempre, quanto a gostar do curso, é algo que nunca saberás sem estar no curso. O currículo do meu curso era bastante interessante, adorei os anos que lá estive excepto nos dois últimos em que houve a adequação a Bolonha, mas quando entrei não sabia o que era uma linguagem de programação.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Localhost

Sim, mas eu ao longo destes meses tenho vindo a adquirir conhecimentos em programação, em especial na área de C, quanto ao estrangeiro o que é que se pode arranjar? A minha ideia era mesmo sair de Portugal, de preferência quando tiver a fazer o curso tipo erasmus(não sei se é assim que se escreve) ou assim. Também já vi pessoal que diz que antes de acabar o curso que já tem emprego.


here since 2009

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Localhost

Na faculdade, na parte de matemática dá-se muitas coisas do secundário? Eu acho que matemática não é problema, mas não sei.


here since 2009

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Knitter

Sempre fui, e continuo a ser, defensor que um programador não programa na linguagem X, Y ou Z. Ganhar conhecimentos na área de C não faz um programador, principalmente porque no curso darás uma boa dezena de linguagens diferentes, cada uma com as suas particularidades, e não te vão ensinar a usar a linguagem mas sim a programar em determinado paradigma/tecnologia.

Vi melhores programadores os que chegaram sem conhecimentos prévios de programação do que os que "já sabiam programar". Claro que não estou a dizer que é o caso, apenas que é necessário perceber que programar envolve muito mais que estar a escrever código apenas num única linguagem.

Antes de sair do local onde estava a trabalhar tive de rejeitar um candidato por saber apenas .Net, não sei se desenvolvia bem usando .Net e C#, mas simplesmente não demonstrou qualquer capacidade para se adequar a outra linguagem, mesmo usando o mesmo paradigma que C#

Quanto a matemática, o que dei não envolvia muito do secundário, é claro que se pegam nessas bases e se avança mas é suposto já teres esse conhecimento e avançar a partir daí. E depende do curso se precisas de matemática mais ou menos avançada. Matemática e lógica é algo bastante importante para qualquer curso de informática.

O estrangeiro é como Portugal, o que podes fazer cá podes fazer lá, claro que em Portugal as oportunidades serão em número menor devido à dimensão, mas o tipo de trabalho é o mesmo, tanto tens empresas e equipas onde a qualidade de programação é fundamental, como aquelas que olham para o programador como algo facilmente substituível e para o código como apenas umas linhas que qualquer um faz.

É complicado estar a tentar falar sobre escolas, cursos, etc, porque isto dependerá sempre da experiência de cada um e do que cada um viveu ao longo do curso e da profissão.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Localhost

Hmm, eu acho que matemática não será grande problema, além de saber que muita gente esbarra 😲

E quanto às faculdades, em termos de contratos com empresas e isso? Eu estava a pensar na FEUP, que me dizem?

Edit: Ouvi dizer que a FEUP tem um "contrato" qualquer com a microsoft  :P


here since 2009

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Knitter

Não posso falar da FEUP, que não conheço extensivamente. Quanto a "contractos", não sei bem o que queres dizer, mas muitas instituições são academia Microsoft, ou parceiros Microsoft, oferecendo aos alunos e docentes a possibilidade de usar todo o software da Microsoft de forma gratuita. Mais que isso não sei.

Eu estudei no politécnico em Leiria, a ESTG de Leiria era academia Microsoft, CISCO e Oracle, pelo que era possível fazer os módulos da academia Microsoft e tirar as certificações, os vários módulos e certificações CISCO e a certificação Oracle por um preço bastante bom: de borla :P

Muitas outras instituições tem acordos similares.

Nunca fui grande aluno a matemática mas não considerei a matemática do curso complicada, entre as cadeiras de Matemática 1, Matemática 2, Probabilidades e Estatística, Álgebra Linear e Geometria Analítica, Matemática Computacional 1 e Matemática Computacional 2, bastava algum estudo, que a maioria não fazia, para se passar e perceber, não é nada de transcendente.

Por outro lado o meu curso era virado para uma abordagem prática, e muito do que se dá em algoritmia noutros cursos não era dado no meu, principalmente um foco muito grande em algoritmos conhecidos, simplesmente não eram usados.

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Localhost

Hmm, eu quando estava a falar em "contratos" com a Microsoft estava a dizer que já ouvi dizer que a Microsoft vai "pescar" alunos à FEUP, mas existe muita gente que diz que é um mito. O que achas?


here since 2009

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Knitter

Mito. Acredito que muitos alunos da FEUP tenham ido parar à Microsoft, do mesmo modo que muitos da ESTG foram parar à Siemens e à Nokia. Eram bons alunos, candidataram-se por vontade própria ou foram contactados por colegas. Do mesmo modo que existem alguns colegas nos quais eu confio profissionalmente, existem colegas que confiam no meu trabalho, quando tenho oportunidade convido esses colegas, e eles a mim.

Se pretendes conhecer mais sobre esse tipo de empresas, muitas delas têm programas especiais para alunos, por exemplo, a Microsoft tem os MSPs, Microsoft Student Partners, que não passam de alunos que colaboram num programa especial de treino e relações patrocinado pela Microsoft. Acho mais natural que vários MSPs tenham entrado para a empresa vindos da FEUP que ser a Microsoft a ter algum acordo especial para ir buscar alunos.

Mas pensar nisso sem estar na instituição é complicado, quando chegar a tua altura já os programas mudaram, as regras são outras, etc. Olha o caso que indiquei das academias, no caso a certificação Oracle chegou a ser de borla quando andei a estudar, agora é apenas mais barata, para quem lá anda neste momento não é tão vantajoso como era :P

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
Localhost

Exacto, um dos meus grandes medos é mesmo o facto das coisas estarem constantemente a mudar. Pode acontecer que por exemplo, quando eu chegue para entrar para a universidade já não exista muto emprego em eng. informática. Ainda faltam 3 anos para eu entrar, muita coisa pode mudar, para pior  :P  


here since 2009

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites
sprinkle

olha, vou falar por mim: Mentalizei-me que aprender uma linguagem de programação não é o que se deve fazer, mas sim aprender a raciocinar, de forma a poderes olhar para um problema e poderes resolve-lo a seguir, sem conheceres muito da linguagem de programação. Universidade, sim é boa, mas se vais para lá à espera que te ensinem linha por linha do que pensas aprender, esquece.

Eu não segui para o superior, penso não seguir nunca. No entanto estou bem na vida, trabalho como programador numa empresa de webdesign, e tenho-me safado. Ser auto-didata na área da informática é muito importante, senão tens de andar sempre em cursos, e formações, e como eu, de certeza que não vais ter tempo para isso :thumbsup:

Felicidades, e concentra-te em acabar o 12º ano com boas médias


"Não aprendas uma linguagem de programação, aprende a programar."

- Someone

Partilhar esta mensagem


Ligação para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora

×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.