Jump to content

Fluxbox ou Openbox?


fnds

Recommended Posts

Porquê?

Essencialmente, é uma questão de gosto pessoal. Quando eu mudei de GNOME para um *box, acabei por escolher o Fluxbox porque a pessoa que me estava a ajudar com a transição também usava Fluxbox. Depois, habituei-me ao Fluxbox e não vi qualquer razão para mudar para Openbox, apesar de já ter tentado just for fun.

As diferenças entre cada um são mínimas, mas mesmo assim, existem. Os pontos positivos e negativos que me lembro assim de repente são:

Fluxbox:

[+] IMHO, ficheiros de configuração com uma sintaxe mais simples e com uma melhor organização: enquanto que para o Openbox tens 3 ficheiros base, o Fluxbox tem um para cada componente (menu, slit, init, apps, keys, etc);

[+] Faz uso de tabs. Este é se calhar o ponto mais forte do Fluxbox. Basicamente, consegues ter duas aplicações diferentes dentro da mesma janela. Dá muito jeito em algumas situações;

[+] As transparências estão melhor implementadas;

[+] O suporte para os standards ainda não é perfeito, o que pode ter algum impacto no comportamento de algumas aplicações;

[+] Tem um desenvolvimento super lento.

Openbox:

[+] O obconf. Dá um jeito muito grande para configurar certas coisas;

[+] Se gostares de XML, estás com sorte, porque os ficheiros de configuração são todos neste formato;

[+] Os standards estão completamente implementados, e é possível usar em combinação com o GNOME e o KDE;

[+] Parece-me que a comunidade tem vindo a usar mais Openbox que qualquer outro *box, portanto há muito mais themes e afins;

[+] Requer a instalação de toolbars/system trays/etc pois, contrariamente ao Fluxbox, não vem com estas por defeito;

[+] Eu não uso Openbox, logo é um ponto negativo.

De qualquer modo, acho que é sempre preferível experimentar durante uma ou duas semanas cada um deles e ver qual é melhor para ti. Nada com a experiência pessoal para decidir.

Link to comment
Share on other sites

Eu gosto bastante de Gnome, mas já tentei experimentar OpenBox (sem sucesso) pois não encontrei nenhum tutorial que me explica-se devidamente como mexer no obconf e como instalar as toolbars/system trays/, etc....

Se alguém souber de algum tutorial bom, que diga, que queria voltar a experimentar.... Eu queria experimentar pelo simplicidade do ambiente *Box e principalmente para leveza de um sistema *Box....

cumps  😉

Link to comment
Share on other sites

Eu gosto bastante de Gnome, mas já tentei experimentar OpenBox (sem sucesso) pois não encontrei nenhum tutorial que me explica-se devidamente como mexer no obconf

O que tem? É tão simples como iniciar o programa e mexer. O GUI é bastante straight forward .

e como instalar as toolbars/system trays/, etc....

Instalas como instalarias um outro qualquer programa. Através da compilação ou do teu package manager.

Se alguém souber de algum tutorial bom, que diga, que queria voltar a experimentar.... Eu queria experimentar pelo simplicidade do ambiente *Box e principalmente para leveza de um sistema *Box....

http://icculus.org/openbox/index.php/Help:Getting_started

Aqui encontras tudo o que precisas.

Link to comment
Share on other sites

Eu uso openbox por causa de ser lightweight e o nivel de costumização que é brutal.

Em termos de progs tenho:

-> xcompmgr para o compositing, isto é transparencias e sombras

-> feh, para meter o background no ambiente de trabalho

-> conky para mostrar as stats do sistema no desktop

-> avant-window-navigator para um dock bonito  😛

-> gmrun no alt-f2, para correr programas

-> notify-osd para as notificações, e uns scripts para ficar com um gestor de volume como o ubuntu, bateria, etc..

Depois depende se és minimalista ou gostas de ter tudo ao monte, podes ver um ss do meu aqui .

Link to comment
Share on other sites

Eu uso openbox por causa de ser lightweight e o nivel de costumização que é brutal.

Em termos de progs tenho:

-> xcompmgr para o compositing, isto é transparencias e sombras

-> feh, para meter o background no ambiente de trabalho

-> conky para mostrar as stats do sistema no desktop

-> avant-window-navigator para um dock bonito  😄

-> gmrun no alt-f2, para correr programas

-> notify-osd para as notificações, e uns scripts para ficar com um gestor de volume como o ubuntu, bateria, etc..

Depois depende se és minimalista ou gostas de ter tudo ao monte, podes ver um ss do meu aqui .

Ainda bem que apareceu alguém que utiliza e deu exemplos dos programas que tem instalados para uma melhor interacção do utilizador com o ambiente OpenBox....

  • Já agora, quanto MB de RAM te gasta o avant-window-navigator?! (É que tenho ideia que esse programa é um papão de RAM  😛 )
  • E para gestor de ficheiros (acho que é assim que se chama, tipo "nautilus") qual é que utilizas?!

E já que és utilizador de OpenBox, podias dar indicações de outros programas que devíamos instalar?  ?

cumps  👍

Link to comment
Share on other sites

Uma das listas que eu mais gosto é a "Lightweight Applications" da Wiki do Arch Linux: http://wiki.archlinux.org/index.php/Lightweight_Applications

Quanto a gestores de ficheiros gráficos gosto do Thunar.

❝The idea that I can be presented with a problem, set out to logically solve it with the tools at hand, and wind up with a program that could not be legally used because someone else followed the same logical steps some years ago and filed for a patent on it is horrifying.❞- John Carmack on software patents

A list  of command line apps

Link to comment
Share on other sites

O awn não gasta muita ram, cerca de 12mb (pelo top -p).

Como gestor de ficheiros eu costumava usar o pcmanfm que é muito lightweight e poucas dependências tem, mas esta semana acabei por substitui-lo pelo nautilus porque é mais full-featured, dá para personalizar melhor e consegues adicionar scripts ao menu do butão direito. Tem é que se alterar umas settings no gconf para o nautilus nao se apoderar do desktop quando for ligado como explica aqui.

Em relacção a outros programas, já depende muito do uso e das preferências, costumo ter:

-> terminator, emulador de terminal que é chato de configurar mas muito bom (com a font terminus)

-> wicd, para gerir as redes wireless, dá para correr como deamon o que é fantástico. Para a interface tem de usar "wicd-client -n".

-> thunderbird, emesene, irssi, para mail, msn e irc respectivamente

-> mpd + mpc para as musicas, com a interface gráfica sonata (na ss) ou o ncmpcpp em terminal.

-> epdfview, gpicview, visualizar pdfs e imagens resp.

-> leafpad/gedit, editor de texto

-> obmenu e objconf, configurar o openbox

-> eclipse + cdt, para programar, mas isto ja não tem nada aver  😁

e o resto já tinha dito antes.

Não tenho uma config muito lightweight (cerca de 300mb ram com os programas do dia-a-dia abertos, 80mb quando acabado de ligar), mas o objectivo era mesmo ser simples, bonito e não ter tralha que não uso instalada  😛

Link to comment
Share on other sites

Instalaste o Xorg também, certo?

Então agora das duas, uma: Ou instalas um gestor gráfico como o XDM, GDM, KDM ou Slim (eu gosto deste último), ou então fazes login na consola, alteras o ficheiro .xinitrc que está na tua $HOME,  acrescentas lá o comando para iniciar o openbox e escreves startx para iniciar o Xorg.

❝The idea that I can be presented with a problem, set out to logically solve it with the tools at hand, and wind up with a program that could not be legally used because someone else followed the same logical steps some years ago and filed for a patent on it is horrifying.❞- John Carmack on software patents

A list  of command line apps

Link to comment
Share on other sites

Já tinha o Slim instalado, acabei agora de instalar o Xorg.

Já inicia o Slim para fazer o login mas depois de ter feito o login, aparece apenas uma consola a ocupar 1/4 do ecrã.

Na minha $(Home) já tenho o ficheiro .xinitrc, com a seguinte linha exec openbox-session (acho que era para colocar isto)....

O que faço daqui para a frente?!  ?

cumps  👍

Link to comment
Share on other sites

Para o SLiM não é preciso configurar o .xinitrc.

Provavelmente o openbox não ficou definido como o Window Manager principal, principalmente se o instalaste antes do Xorg. Corre

update-alternatives --config x-window-manager

e escolhe-o. Só assim é que o Slim sabe o que deve correr.

❝The idea that I can be presented with a problem, set out to logically solve it with the tools at hand, and wind up with a program that could not be legally used because someone else followed the same logical steps some years ago and filed for a patent on it is horrifying.❞- John Carmack on software patents

A list  of command line apps

Link to comment
Share on other sites

Isso é em Arch. O zecapistolas disse que está em Debian (como eu), e o pacote do SLiM no Debian tem esta linha no slim.conf:

# login_cmd           exec /bin/sh - ~/.xinitrc %session
login_cmd           exec /bin/bash -login /etc/X11/Xsession %session

Sendo que o Xsession é um script que trata de ler os ficheiros de configuração e faz algumas inicializações. Mas Xsession.

❝The idea that I can be presented with a problem, set out to logically solve it with the tools at hand, and wind up with a program that could not be legally used because someone else followed the same logical steps some years ago and filed for a patent on it is horrifying.❞- John Carmack on software patents

A list  of command line apps

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.