Jump to content

Frameworks


cyclop
 Share

Recommended Posts

Viva a todos os Zends, alguém já se deu ao trabalho de trocar de framework?

Ou seja, a todos aqueles que usam a framework da zend, acham que deve-se manter, ou trocar?

Se trocaram, porquê?

Basicamente, quero saber qual a framework que aconselham ao pessoal para usar.

Grande abraço!

"Quando eu for grande quero ser como o Celso"

Link to comment
Share on other sites

Tirando a primeira primeira frase até acabaste por explicar bem 😉

1sonhador, isso é partir do principio que a grande maioria do pessoal usa a zend framework :s

A zend framework é uma framework que nunca experimentei porque me pareceu seguir uma aproximação demasiado pesada, e as criticas que li foram más.

Eu demorei até encontrar um framework que me servisse, cakephp, symfony, prado, phpontrax...

Destas que referi a symfony foi a única que cativou alguma simpatia por minha parte, mas não era adequado ao que eu queria e gosto de fazer.

A framework symfony está extensivamente documentada e tem muitas funcionalidades mas é direcionada para aplicações de grande porte, até aconselham o seu uso preferencialmente em servidores dedicados.

Define-se o modelo de dados em YAML, correm-se meia duzia de comandos e tem-se um esqueleto pronto, com métodos para tudo e mais alguma coisa, scaffolding com paginação out-of te box, até acho que gera os models e as vistas, não me lembro.

A framework cakephp é um pouco na mesma onda, a única diferença para mim é que está mal documentada. A documentação para alem de estar incompleta tem lacunas.

Isto tudo é muito lindo e tal mas uma aplicação, na minha opinião, tem muito mais que se lhe diga do que implmentar as operações CRUD numa base de dados. Por isso continuei e a procurar até que encontrei exactamente o que queria.

Code Igniter!

De longe a minha framework preferida.

A grande diferença em relação a todas as outras que encontrei: é incrivelmente mais simples que qualquer uma das outras mas não é menos poderosa.

Os criadores desta framework souberam perceber que boa programação não implica em circunstancia alguma código complicado.

A instalação não existe, basta colocar a pasta na localização pretendida.

Outro ponto forte nesta framework:

A documentação simplesmente não tem qualquer falha, está simples de seguir e tem TODA a informação necessária para a usar. E não é muito extensa.

A implementação do padrão MVC pode ser feita como o utilizador quiser:

Com ou sem um sistema de templates.

Com eu sem active record.

Com ou sem Base de Dados!!!!

A forma como os dados são passados de um lado para o outro e como alguns comportamentos são disparados, é simples e genial.

Isto é a minha opinião, mas o codeigniter bate claramente qualquer outra framework.

contudo, se a aplicação a desenvolver for essencialmente um grande conjunto de CRUDs, outras (cakephp, synfony, etc) podem poupar mais tempo ao programador.

Link to comment
Share on other sites

entao uma framework segundo percebi...é a mesma coisa que uma biblioteca que contem classes já predefinidas que podemos utilizar?

Não só.

Contem  vários mecanismos:

-Estrutura base da aplicação

-transporte de dados entre várias partes da aplicação

-formas de chamar funções implicitamente

-possibilidade de difinição de comportamentos em toda a aplicação

-etc.

basicamente é uma estrutura já pronta a usar e tambem uma biblioteca de utilitários

Link to comment
Share on other sites

Gostaria de corrigir a definição de Framework.

Framework não é apenas um conjunto de funcionalidades.

É mais uma layer (camada) que fica entre o programa e a linguagem. Até porque normalmente as frameworks correm sozinhas e executam a aplicação por métodos internos.

Sobre as frameworks eu disse ontem noutro tópico:

"À dois anos existiam muitas candidatas, mas o Cake foi o que realmente foi crescendo e ficando mais madura. É a única neste momento que tem uma organização coerente e crescida. Symphony era outra opção mas foi claramente ultrapassado pelo Cake."

É a minha opinião. Há uns meses utilizei Codeigniter para fazer um portal de dimensões razoáveis. Porreiro! Serviu muito bem e comparado com aplicações antigas que fiz demorei menos de metade do tempo e aproveito o tempo ganho para melhor outros aspectos. O site tá impecável e a framework é muito boa.

Mas.. depois desse portal surgiu outro trabalho e na altura decidi investigar mais a sério e juntei três frameworks: cake, codeigniter e symfony. O quote acima diz o que ache de symfony. Sobre o codeigniter está atrás do Cake por razões simples:

Invocar explicitamente os templates a usar, por cada action;

Model não está tão evoluido. "Behavior's" em Cake é uma daquelas coisas que tornam as frameworks vencedoras;

Conceito de plugins em Cake;

Conceito de components (podem equiparar-se a libraries, mas.. libraries em CI não podem estar ligadas dinamicamente a componentes);

E também muita pela organização: CI não tem o conceito da pasta pública. Toda a aplicação cake fica por cima do "public_html", webroot é a pasta pública (nao é simples de explicar mas é uma questão de pesquisa).

Cake tá um passo à frente do CI. Embora recomende Cake, CI é uma escolha perfeitamente aceitável, sem dúvida.

Link to comment
Share on other sites

MX+, já vi que temos opiniões diferentes.

Mas realmente não conseguiste explicar lá muito bem, pelo menos eu não percebi grande coisa  ?

Deixa cá ver se eu entendi, que tambem devo dizer nunca utilizei o cakephp num ambiente de produção por isso não o conheço tão bem como o codeigniter

"Invocar explicitamente o template" <-- queres dizer que as vistas têm que ser invocadas manualmente?

tipo....

$this->load->view("aminhavista");

?

O cake permite-te definir uma vista que é carregada por defeito?

Sinceramente não acho isso grande vantagem. Numa aplicação com dez vistas poupas no máximo 4 linhas de código. Pelo menos nas minas aplicações 95% ( ou mesno 100% ) das vistas só são usadas uma vez, pelo que acabarias por ter que as carregar manualmente?

Depois a cena dos plugins e dos componentes aí é que me não percebi mesmo.

Não sei quais são as formas que o cake tem de ser extendido, o codeigniter permite escreveres bibliotecas adicionais para usares no seu core, se preferires algum distanciamento podes escrever antes um helper, e para umas modificações mais à hacker (no bom sentido) vem com um sistema de hooks que te permite extenderes o código fonte da própria framework.

Behaviours, pasta pública, tambem não estou a ver o que é 😞

No codeigniter os módulos devem ser escritos por ti. Isto é uma coisa que outras frameworks fazem por ti. Pessoalmente eu prefiro assim pois raras são as vezes que todos os campos de uma tabela são actualizados todos manualmente e para alem disso o conceito de transacção é completamente deixado de fora desses modelos automáticos.

Mas sim, pode ser considerado um menos para muitas pessoas.

Eu não recomento cake por esta razão: está pessimamente documentado. Aqui há tempos até tinham um quote na pagina principal deles que dizia:

"who needs documentation, the support on IRC is great"

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.