Ir para o conteúdo
Ridelight

Indemnização milionária a pagar pela Microsoft foi revogada

Mensagens Recomendadas

Ridelight    8
Ridelight

A Microsoft tinha sido condenada a pagar uma indemnização milionária, no valor de 1,53 mil milhões de dólares. Mas a decisão foi agora revogada por um juiz federal americano.

Em causa estava uma indemnização que a tecnológica deveria pagar à Alcatel-Lucent por violação de patentes de música digital. Ambas as patentes são referentes à codificação no formato digital dos reprodutores de música em formato digital MP3.

Agora o juiz Rudi Brewster considera que o software Windows Media Player da Microsoft não viola uma das patentes.

De resto, lembrou, a Microsoft já tinha pago 16 milhões de dólares para usar a tecnologia da segunda patente, inscrita pela Alcatel-Lucent e pela empresa alemã Fraunhofer Gesselschaft. Mas, como a Fraunhofer Gesselschaft não participou do processo contra a Microsoft, a empresa ficou absolvida da suposta violação.

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
TheDark    0
TheDark

Realmente também não percebi. Afinal a MS ficou livre de pagar a multa por já ter pago para usar a patente ou porque a Fraunhoffer não participou no processo?

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
djthyrax    11
djthyrax

Ficou livre de pagar 1 porque não se provou nada, e não pagou outra porque foi absolvida uma vez que a Fraunhofer não participou no processo.

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
joaoqalves    0
joaoqalves

Essa última frase não dá a sub entender nada lololol :P

pois :D , enfim... nem vale a pena dizer nada... 

"eles comem tudo e não deixam nada" -> José Afonso

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!

Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.

Entrar Agora


×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade