Ir para o conteúdo
  1. Re: || vs && em getchar()

    Inacabado
    Por Inacabado,
    1 hora atrás, PsySc0rpi0n disse:

    Qual é a versão do livro e qual é a página? Ou qual o número do exercício?

    Bom, assim sem ver o contexto do problema no livro, deixo aqui uma possível solução já que é mais ou menos como a que tens mas sem o else if e sem a variável state nem os defines.

    Não testei o teu código nem sei se faz o mesmo que o meu mas até acho que sim, pelo que não percebo bem qual a necessidade de teres usado a tal variável state e os defines.

    
    #include <stdio.h>
    
    int main(void){
       char c;
    
       while((c = getchar()) != EOF){
          if(c != ' ' && c != '\t' && c != '\n')
             putchar(c);
          else
             putchar('\n');
       }
       return 0;
    }

     

    Essa solução não é estrita ao problema em questão. Entra com espaços primeiro e o que tens?

    O problema diz: uma palavra por linha! Se entras com espaços em primeiro, ficas com várias linhas relativas aos espaços entrados. Essas linhas têm que ser "comidas", não processadas, para que seja estritamente como diz o problema: "one word per line". E como é que fazes para não processar esses espaços? Por isso é que eu tive um trabalho dos diabos para chegar á solução, por isso é que foram precisas mais variáveis! Sem falsa modestia, ou falsa-humildade...

    • 7 respostas
  2. Re: [Ajuda] Novo projecto, o que fazer?

    MacgyverPT
    Por MacgyverPT,

    Sim os grupos serão em termos genéricos, claro se esmiuçar a coisa serão mais "2 ou 3"...

    • 4 respostas
  3. Re: [Ajuda] Novo projecto, o que fazer?

    nunopicado
    Por nunopicado,

    Eu referia-me a analisares se essas vantagens serão mesmo vantagens na prática. Se fizeres tudo com capacidade de ser acedido por qualquer PC, mas depois só usarem o programa num PC na secretaria, não vale a pena. :)

    Da linguagem, mantenho... :) É a que gostares mais! ;)

    O Pi creio que se safa bem com isso para esse caso concreto. Não creio que vás ter uma grande concorrência de pedidos de dados (afinal, disseste que não estás em Alvalade :cheesygrin:)

    Quanto aos grupos, acho 2 pouco. Prepara os dois grupos, mas estruturados de forma que, se for preciso, possas adicionar mais. É mais future-proof.

    • 4 respostas
  4. Re: || vs && em getchar()

    PsySc0rpi0n
    Por PsySc0rpi0n,

    Qual é a versão do livro e qual é a página? Ou qual o número do exercício?

    Bom, assim sem ver o contexto do problema no livro, deixo aqui uma possível solução já que é mais ou menos como a que tens mas sem o else if e sem a variável state nem os defines.

    Não testei o teu código nem sei se faz o mesmo que o meu mas até acho que sim, pelo que não percebo bem qual a necessidade de teres usado a tal variável state e os defines.

    #include <stdio.h>
    
    int main(void){
       char c;
    
       while((c = getchar()) != EOF){
          if(c != ' ' && c != '\t' && c != '\n')
             putchar(c);
          else
             putchar('\n');
       }
       return 0;
    }

     

    • 7 respostas
  5. Re: || vs && em getchar()

    Inacabado
    Por Inacabado,
    47 minutos atrás, PsySc0rpi0n disse:

    Se eu percebi bem o que disseste no post anterior, acho que falaste em "converter". Mas o 'if' não está a converter espaços em caractéres de mudança de linha. Está apenas a verificar se o caractér presente na variável 'c' naquele momento é diferente de um espaço ' ', de uma tabulação '\t' ou de um caractér de mudança de linha '\n'.

    Não está directamente, mas obriga a entrar no próximo else if que vai fazer isso.

    Isto tem a ver com o facto de eu ter feito outra versão deste programa, esta:

    #include <stdio.h>
    
    /*write a program that prints its input one word per line*/
    
    int main(void)
    {
    	int c,spacePrev,charPrev;
    	c=spacePrev=charPrev=0;
    
    	while((c=getchar())!=EOF)
    	{
    		if(c==' '||c=='\t'||c=='\n'&&charPrev==0)
    			;
    		if(spacePrev==0)
    		{
    			if(c==' '||c=='\t'&&charPrev==1)
    			{
    				c='\n';
    				spacePrev=1;
    				putchar(c);
    			}
    			else
    			{
    				putchar(c);
    				charPrev=1;
    			}
    		}
    		else if(c==' '||c=='\t'&&spacePrev==1)
    			;
    		else 
    		{
    			putchar(c);
    			spacePrev=0;
    		}
    			
    	}
    return 0;
    }
    
    /* NOTA: Não estou nada orgulhoso deste programa, é código a mais para
    o problema que é.*/

    ...que fazia isso mais directamente. No entanto um dos objectivos principáis era sempre esse. Peço desculpa pela imprecisão!

    • 7 respostas
  6. Re: [Ajuda] Novo projecto, o que fazer?

    MacgyverPT
    Por MacgyverPT,

    @nunopicado obrigado desde já pelas respostas. Vou responder às tuas questões:

     

    Citação

    Ainda que pessoalmente não goste de programar para a web, são inegáveis as vantagens. As desvantagens também.
    No fundo, será uma questão de ponderar se as vantagens (poder usar em qualquer PC sem precisar instalar, por exemplo) são realmente vantagens na prática (vão precisar disso?).

    As vantagens são, por exemplo, aceder a toda a plataforma através de um qualquer terminal desde que conectado à internet. 

     

    Citação

    Eu diria que a melhor linguagem para fazeres o projecto é, em última análise, aquela com que te sentires mais à vontade. Não adianta apostares numa linguagem assim ou assado se depois tiveres dificuldade em usá-la.
    Dito isto, a que eu pessoalmente acho melhor para desenvolver rapidamente um produto para desktop é o Delphi. Mas voltando ao primeiro ponto, se não a souberes usar, irás com certeza demorar mais do que numa que te sintas mais à vontade, pelo que a questão volta ao mesmo: Qual te sentes melhor a usar?

    Como disse, o que fiz até agora foi só meramente académico, e em termos académicos é dado uma série de linguagens de programação sem nunca se especificar uma em concreto. No politécnico onde estudo o foco está mais em Java, diria talvez que me sinta um pouco mais confortável nesta do que em qualquer outra. No entanto para este projecto o desafio também está inerente e ela a fasquia para aprender um pouco mais. Sabia antemão que alguém me iria perguntar qual a linguagem que me sentia mais a vontade, no entanto deixei aquelas duas sugestões caso se avance para uma versão desktop em vez de uma versão web.

     

    Citação

    Independentemente de ser web ou desktop, um servidor dedicado é sempre uma ideia boa, quanto a mim. Ser um Raspberry Pi tem a vantagem do custo, consumo energético, espaço, etc. Logo que tomes em conta as devidas necessidades, como usar um robusto sistema de backups, por exemplo, acho que vale a pena apostares nisso.
    A excepção a isto é se só for preciso aceder ao software a partir de um único posto. Aí, o servidor dedicado é overkill. Mas se precisares de 2 ou mais postos a aceder, acho que é uma boa opção.

    Por exemplo, vamos supor que é desenvolvida uma app para smartphone/tablet de consulta de dados, se o mesmo raspberry pi tiver alojado toda a estrutura, achas que o mesmo dá conta do recado? E/ou será boa política ter tudo neste dispositivo?

     

    Citação

    Para esse tipo de projecto, há outras coisas que precisas ter em conta:

    • Que método de persistência de dados usar (por exemplo, uma DB SQL, e se sim, qual). Pessoalmente recomendava-te SQLite para mono-posto, ou MariaDB/MySQL para multi-posto.
    • Questões legais: Se o teu software tiver de fazer alguma operação que a lei coloque alguma restrição/regulação, tens de ter atenção a isso. Por exemplo, se for para fazer facturas, recibos, etc., terás de certificar o programa junto da Autoridade Tributária, e para isso há uma série de pressupostos que ele terá de cumprir.
    • Design: Visto que o programa está previsto ser expansível, é preciso que desde o inicio tenhas a noção que o design inicial irá influenciar todo o futuro. Constrói a base de forma a que a sua expansão seja simples e não te limite no futuro. Desde a base inicial do programa à estrutura da base de dados, deves pensar em escalabilidade logo desde o inicio.
      Apesar de haver coisas que só terás de implementar no futuro (ou especialmente por isso), há certos aspectos que deves implementar já, mesmo que no imediato pudesses passar sem eles.
    • Análise de projecto: Tenta cercar-te, durante o desenvolvimento, das pessoas que irão trabalhar com o software. Analisa as necessidades dos utilizadores, ouve sugestões, e não deixes de implementar o que te parecer viável, sem no entanto cederes a todos os caprichos (utilizadores são uma bela praga no que toca à construção do software - por vezes querem tudo, sem no entanto saberem o que querem :cheesygrin:)

    Em termos de base de dados tinha pensado em usar MariaDB/MySQL, uma vez que já usei e sinto-me mais confortável. Sobre as questões legais, não irá haver emissão de facturas/recibos via este software, isto porque quando falei em fornecedores é ter um espaço reservado apenas a dados de consulta (tipo nome da empresa, morada, NIF, etc etc) até porque estes fornecedores, 80% deles serão patrocinadores do clube e/ou das secções que o clube abrange.

    Sobre os utilizadores, vão existir 2 grupos: os que podem inserir dados (administrativos, administrador, etc) e os que podem consultar os dados (atletas e os encarregados de educação dos atletas das escolinhas), pelo que deve haver cabeças a rolar pelo chão para atender a todos :P 

     

    • 4 respostas
  7. Re: || vs && em getchar()

    PsySc0rpi0n
    Por PsySc0rpi0n,

    Se eu percebi bem o que disseste no post anterior, acho que falaste em "converter". Mas o 'if' não está a converter espaços em caractéres de mudança de linha. Está apenas a verificar se o caractér presente na variável 'c' naquele momento é diferente de um espaço ' ', de uma tabulação '\t' ou de um caractér de mudança de linha '\n'.

    • 7 respostas
  8. Re: || vs && em getchar()

    Inacabado
    Por Inacabado,

    Boas acho que já percebi e tem a ver com  a explicação dada pelo PsySc0rpi0n que de tão óbvia que era eu menosprezei confesso.

    Eu não quero que apareçam espaços em branco, o objectivo aqui seria converte-los em '\n'. Isto para o objectivo superiror de apresentar uma palavra em cada linha. Com uma palavra a querer dizer um ou mais caracteres... Tenho mesmo que usar o operador condicional && e não ||.

    Naquele exemplo do  abc[ ]abc[ ], eu não compreendia porque é que o espaço [ ] não era convertido em '\n' (no bloco else if) quando estava lá expresso no if, que só poderia imprimir qualquer caracter que não fosse '\n','\t' ou ' '. Ora ao chegar ao espaço ' ', o caracter é diferente de '\t' e de '\n', o que é o bastante para a condição ser verdadeira e por isso imprimir o espaço!

    Ás vezes desmereço estes pormenores que são o suficiente, por não serem assimilados de me empancar mais tempo do que aquele que previa.

    Obrigado PsySc0rpi0n!

    • 7 respostas
  9. Re: || vs && em getchar()

    Inacabado
    Por Inacabado,
    29 minutos atrás, PsySc0rpi0n disse:

    No caso específico é igual, ou seja, desde que apenas uma seja verdadeira, o 'if' será executado. Contrariamente, se usares o operador '&&', o 'if' só será executado, se e só se a totalidade das condições comparadas for verdadeira. Basta uma ser falsa para o resultado final ser falso.

    Eu conheço genericamente as regras que apresentastes, o que não quer dizer que a tua explicação não seja em certa medida necessária, a qual agradeço: obrigado.

    No entanto neste caso vamos ver: no programa se entrares com uma stream de caracteres pelo teclado, por exemplo: abc[ ]abc[ ] [enter](abc, espaço,abc,espaço,enter),

    temos os seguintes comportamentos:

    para o programa com o :

    if(c!=' ' && c!='\t' && c!='\n')

    output:

    abc

    abc

    Porreiro... Já para o programa com os OU "||"  para o mesmo input abc[ ]abc[ ]:

    if(c!=' ' || c!='\t' || c!='\n')

    temos o output:

    abc abc

    ... que não é o que se pretende!

    Quando passo a stream ao :

    while((c=getchar())!=EOF)

    cada caracter é processado 1 a 1 certo? Então qual a diferença entre usar && ou || se estou a "analisar" dentro do ciclo caracter a caracter e não um conjunto de caracteres?

    É esta a minha dúvida! Mas reconheço que pode haver aqui algo que eu não esteja teimosamente a ver, por isso o meu pedido de ajuda.

    • 7 respostas
  10. Re: || vs && em getchar()

    PsySc0rpi0n
    Por PsySc0rpi0n,

    Não sei se ajuda mas se fizeres o seguinte exercício:

    2 == 3 || 3 == 2

    consegues perceber qual o resultado?

    Ou seja, por extenso é algo como:

    2 é igual a 3 OU 3 é igual a 2 ???

    Ambas as afirmações são falsas, logo o resultado é falso, portanto o 'if' não é executado

     

    Agora:

    2 == 3 || 3 == 3

    Consegues perceber qual é o resultado?

    Ou seja, por extenso, é algo como:

    2 é igual a 3 OU 3 é igual a 3?

    Bom aqui a da esquerda é falsa e a da direita é verdadeira. Se souveres o operador OU, sabes que desde que uma das verificações seja verdadeira, o resultado final é verdadeiro, logo o 'if' é executado!

     

    No caso específico é igual, ou seja, desde que apenas uma seja verdadeira, o 'if' será executado. Contrariamente, se usares o operador '&&', o 'if' só será executado, se e só se a totalidade das condições comparadas for verdadeira. Basta uma ser falsa para o resultado final ser falso.

     

    Outro exemplo que podes tomar é o equivalente mas com operadores binários:

    se considerarmos o '0' como falso, e o '1' como verdadeiro, temos:

    AND

    0 0 --> 0

    0 1 --> 0

    1 0 --> 0

    1 1 --> 1

    Como vez, o resultado final só é 1, quando ambas as variáveis são verdadeiras.

    No OR

    0 0 --> 0

    0 1 -->1

    1 0 --> 1

    1 1 --> 1

    Ou seja, basta apenas uma delas ser verdadeira para o resultado final ser verdadeiro.

    No caso do 'if' que apresentas, se eu o "disser" por extenso, era algo do género:

    Só salta (falha) o 'if' caso a variável 'c' não seja nenhum daqueles 3 caractéres. Fora isso, o 'if' é sempre executado

    Ajudei ou compliquei?

    • 7 respostas
  11. Re: || vs && em getchar()

    Inacabado
    Por Inacabado,

    Andei á martelada para fazer este programa do Livro C Programming Language, mais tempo do que o que eu expectava.

    Problema: escreve um programa que faça o print de uma palavra por linha.

    condições: Não usar arrays e trabalhar apenas com: condições (if, else, else if); ciclos(for ou while); operadores(||,&&,!=,==)... enfim toda a matéria que se tem dada até aquela secção do primeiro capitulo do livro do conhecidissímo livro do Dennis Ritchie e Brian Kerningham.

    #include <stdio.h>
    
    #define IN  1	/*inside a word*/
    #define OUT 0	/*outside a word*/
    
    /*Write a program that prints its input one word per line*/
    
    int main(void)
    {
    	int c,state;
    	state=OUT;
    	while((c=getchar())!=EOF)
    	{
    		if(c!=' ' && c!='\t' && c!='\n')
    		{
    			state=IN;
    			putchar(c);
    		}
    		else if(state==IN)
    		{
    			state=OUT;
    			putchar('\n');
    		}
    	}
    return 0;
    }

    Porreiro o código corre bem, mas e para lá chegar!?!

    Andei á porra e á massa com aquele primeiro if:

    		if(c!=' ' && c!='\t' && c!='\n')
    	

    ...porque eu estava naquela de utilizar o operador || em vez do && que fez finalmente o programa correr bem! Mas sinceramente, e esta é a razão deste post ainda não percebi a razão de o operador || em

    		if(c!=' ' || c!='\t' || c!='\n')

    dar um comportamento inesperado! Alguém me pode dizer o que diferencia estes dois operadores para este caso especifico? Ou seja se estamos a analisar caracter a caracter em c com o getchar() qual é a diferença?

    Obrigado desde já e um agradecimento especial ao HHH que tanta ajuda tem dado, muitas vezes (eu incluído) sem o pessoal merecer...  

    • 7 respostas
  12. Re: [Ajuda] Novo projecto, o que fazer?

    nunopicado
    Por nunopicado,
    4 horas atrás, MacgyverPT disse:

    Nos dias de hoje, é preferível uma aplicação web ou uma aplicação "instalável" no computador?

    Ainda que pessoalmente não goste de programar para a web, são inegáveis as vantagens. As desvantagens também.
    No fundo, será uma questão de ponderar se as vantagens (poder usar em qualquer PC sem precisar instalar, por exemplo) são realmente vantagens na prática (vão precisar disso?).

     

    4 horas atrás, MacgyverPT disse:

    Tendo em conta com o barulho de fundo da questão da protecção de dados, até que ponto será "viável" a aplicação web?

    Não creio que seja muito relevante... A grande diferença a nível de protecção de dados entre software web ou desktop é que, em caso de não existirem protecções, um software web está mais vulnerável. Se vais fazer o software de raíz, incluis todas as protecções que possas, e resolve-se esse problema.
    Faz a escolha da plataforma pelas necessidades reais, o resto irá encaixar-se na altura do desenvolvimento.

     

    4 horas atrás, MacgyverPT disse:

    Linguagens de programação: Embora não seja nenhum pró, os trabalhos que fiz foram meramente académicos, pelo que aqui neste ponto tenho algumas reticências. Se for para via web, será o incontornável PHP com alguma framework por trás (possivelmente laravel), se for algo para instalar no pc, qual a mais indicada, melhor, qual a mais rápida e directa, C# ou Java?

    Eu diria que a melhor linguagem para fazeres o projecto é, em última análise, aquela com que te sentires mais à vontade. Não adianta apostares numa linguagem assim ou assado se depois tiveres dificuldade em usá-la.
    Dito isto, a que eu pessoalmente acho melhor para desenvolver rapidamente um produto para desktop é o Delphi. Mas voltando ao primeiro ponto, se não a souberes usar, irás com certeza demorar mais do que numa que te sintas mais à vontade, pelo que a questão volta ao mesmo: Qual te sentes melhor a usar?

     

    4 horas atrás, MacgyverPT disse:

    Ainda na aplicação web, valerá a pena ter um Raspberry Pi na sede do clube para alojar todo este trabalho?

    Independentemente de ser web ou desktop, um servidor dedicado é sempre uma ideia boa, quanto a mim. Ser um Raspberry Pi tem a vantagem do custo, consumo energético, espaço, etc. Logo que tomes em conta as devidas necessidades, como usar um robusto sistema de backups, por exemplo, acho que vale a pena apostares nisso.
    A excepção a isto é se só for preciso aceder ao software a partir de um único posto. Aí, o servidor dedicado é overkill. Mas se precisares de 2 ou mais postos a aceder, acho que é uma boa opção.

     

    Para esse tipo de projecto, há outras coisas que precisas ter em conta:

    • Que método de persistência de dados usar (por exemplo, uma DB SQL, e se sim, qual). Pessoalmente recomendava-te SQLite para mono-posto, ou MariaDB/MySQL para multi-posto.
    • Questões legais: Se o teu software tiver de fazer alguma operação que a lei coloque alguma restrição/regulação, tens de ter atenção a isso. Por exemplo, se for para fazer facturas, recibos, etc., terás de certificar o programa junto da Autoridade Tributária, e para isso há uma série de pressupostos que ele terá de cumprir.
    • Design: Visto que o programa está previsto ser expansível, é preciso que desde o inicio tenhas a noção que o design inicial irá influenciar todo o futuro. Constrói a base de forma a que a sua expansão seja simples e não te limite no futuro. Desde a base inicial do programa à estrutura da base de dados, deves pensar em escalabilidade logo desde o inicio.
      Apesar de haver coisas que só terás de implementar no futuro (ou especialmente por isso), há certos aspectos que deves implementar já, mesmo que no imediato pudesses passar sem eles.
    • Análise de projecto: Tenta cercar-te, durante o desenvolvimento, das pessoas que irão trabalhar com o software. Analisa as necessidades dos utilizadores, ouve sugestões, e não deixes de implementar o que te parecer viável, sem no entanto cederes a todos os caprichos (utilizadores são uma bela praga no que toca à construção do software - por vezes querem tudo, sem no entanto saberem o que querem :cheesygrin:)
    • 4 respostas
  13. Re: Como tratar (esse tipo de) redirecionamento no .htaccess?

    carcleo
    Por carcleo,

    @torelli. Mas aí você não faz menção à exceção do arquivo de manutenção.

    Ou seja, se ele for chamado, o sistema entrará em um loop infinito.

    • 10 respostas
  14. Re: [Ajuda] Novo projecto, o que fazer?

    MacgyverPT
    Por MacgyverPT,

    Boas pessoal.

    Não sei se este é o local mais apropriado, mas se não for peço a algum moderador que mova o topic, sff.

    É assim, o clube de futebol da minha terra mudou de direcção (não, não estou em alvalade :P ) e como tal lançou-me o desafio de modernizar toda a estrutura interna desde socios, atletas, fornecedores, etc etc. A ideia era criar um software para a gestão de todo o clube, software esse que irá ser criado "módulo" a "módulo" (primiro os sócios, depois fornecedores, e por aí fora). Andei a matutar no assunto e eis que surgiram estas dúvidas iniciais:

    1. Nos dias de hoje, é preferível uma aplicação web ou uma aplicação "instalável" no computador?
    2. Tendo em conta com o barulho de fundo da questão da protecção de dados, até que ponto será "viável" a aplicação web?
    3. Linguagens de programação: Embora não seja nenhum pró, os trabalhos que fiz foram meramente académicos, pelo que aqui neste ponto tenho algumas reticências. Se for para via web, será o incontornável PHP com alguma framework por trás (possivelmente laravel), se for algo para instalar no pc, qual a mais indicada, melhor, qual a mais rápida e directa, C# ou Java?
      1. Ainda na aplicação web, valerá a pena ter um Raspberry Pi na sede do clube para alojar todo este trabalho?

    Peço desculpa por tanta questão, mas acho que elas estão interligadas entre si. Tenho apontado no caderno de rascunhos quais as funcionalidades que quero, quais os "módulos" a implementar, mas para avançar preciso primeiro de esclarecer estas dúvidas.

     

    Cumprimentos.
    MacgyverPT

    • 4 respostas
  15. Re: Programas profissionais de edição e design, Linux e empregadores

    MacgyverPT
    Por MacgyverPT,

    Dos profissionais que conheço de design, nenhum deles usa linux (é tudo Mac) e fogem a 7 pés de ferramentas open-source (no caso do Inkscape e Gimp) e todos me dizem que a suite da Adobe é rei e senhor neste sector.

    • 3 respostas
  16. Re: Distribuições Linux, sistemas operacionais no mercado de trabalho e empregadores

    MacgyverPT
    Por MacgyverPT,

    Boas.

    Li, embora meio na diagonal, mas da minha experiência com linux é, se souberes os comandos, não importa que seja Arch, Gentoo ou  Fedora, tu simplesmente sabes o que tens a fazer! É como os clubes de futebol, cada um tem as suas cores, mas a essencia de cada um (supostamente) é jogar futebol.

    Sobre *BSD, fiz umas tentativas, mas desisti, não por não ter capacidades de trabalhar neles, mas sim a falta de tempo para explorar. Quiçá se nas férias monte uma máquina virtual e experimente.

    • 22 respostas
  17. Re: Como resolver o NullPointerException

    bsccara
    Por bsccara,

    Se sabes que tens uma ou várias linhas com filmes de 1890 ainda assim pode não existir nenhuma chave para esse ano no HashMap:

    - Se a formatação das linhas no ficheiro estiver mal e o número de campos por linha não fôr 7 as linhas serão ignoradas; basta um ponto em vez duma vírgula, pois estás a separar os campos com vírgulas.

    String dados[] = linha.split(",");
    if (dados.length == 7){

    - Se tiveres linhas com o mesmo primeiro campo todas as subsequentes à primeira serão ignoradas, independentemente dos restantes campos.

    if(filmesRepetidos.get(id)==null){
      filmesRepetidos.put(id,filme);

    O melhor a fazeres é meteres um 'breakpoint' na linha que estoura e verificar quais as chaves contidas no HashMap. O teu IDE deverá permitir fazer isso sem esforço.

    • 3 respostas
  18. Re: Como tratar (esse tipo de) redirecionamento no .htaccess?

    toarelli
    Por toarelli,

    Caro amigo Carcleo

    eu uso assim e não tive problemas.

    RewriteEngine on
    RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f
    RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d
    RewriteRule ^(.*)$ index.php/$1 [L]

     

    • 10 respostas
  19. Re: Carregar Combobox a partir de outra

    toarelli
    Por toarelli,

    Caro amigo amante da informática.

    Saudações.

    Dê uma olhadinha nesse endereço, espero ajudar na sua dúvida.

    https://pt.stackoverflow.com/questions/14646/como-selecionar-uma-opção-em-um-select-e-carregar-dados-relacionados-em-outro

    • 1 resposta
  20. Autocomplete no PHP

    toarelli
    Por toarelli,

    Caros amigos amante de informática. Saudações.

    Estou com uma dúvida referente a função autocomplete.

    Como faço após digitar a descrição do produto, o sistema gravar apenas o CÓDIGO do produto na base da dados ?

    Por exemplo:

    digitei: CADERNO 1 MATÉRIA - CAPA DURA e o código do produto é: 1001. quero gravar apenas o CÓDIGO.

    Pesquisando encontrei um código com o procedimento autocomplete, mas fiquei na dúvida de como pegar apenas o CÓDIGO.

    Abaixo o código fonte:

    <?php  
     $connect = mysqli_connect("localhost", "root", "", "siscotaweb");  
    	 if(isset($_POST["query"])){  
    		  $output = '';  
    		  $query = "SELECT * FROM produto WHERE produtoDescr LIKE '%".$_POST["query"]."%'";  
    		  $result = mysqli_query($connect, $query);  
    		  $output = '<ul class="list-unstyled">';  
    		  if(mysqli_num_rows($result) > 0){  
    			   while($row = mysqli_fetch_array($result)){  
    					$output .= '<li>'.$row["produtoDescr"].'</li>';  
    			   }  
    			} else  {  
    			   $output .= '<li>Produto não Encontrado</li>';  
    		  }  
    		  $output .= '</ul>';  
    		  echo $output;  
    	 }  
     ?>  

     

    Grato,

     

    Toarelli

    • 0 respostas
  1. Ver Mais Actividade
×

Aviso Sobre Cookies

Ao usar este site você aceita os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Este site usa cookies para disponibilizar funcionalidades personalizadas. Para mais informações visite esta página.