Jump to content
  1. Re: SAFT-PT: debate de dúvidas e ideias

    am-qubit
    By am-qubit,

    Boa tarde.

     

    Tenho a seguinte questão. Se numa fatura com itens que têm desconto, os valores liquido e de desconto (em euros) são enviados nas estruturas

    SalesInvoices » Invoice » Line » CreditAmount - valor liquido do item
    SalesInvoices » Invoice » Line » SettlementAmount - valor do desconto do item

    Mas se fizer um documento retificativo sobre esta fatura, uma nota de crédito, pode-se enviar também o valor de desconto creditado?

    SalesInvoices » Invoice » Line » DebitAmount - valor liquido creditado
    SalesInvoices » Invoice » Line » SettlementAmount - valor do desconto creditado

     

    • 7,873 replies
  2. Re: AT - questões legais

    marcolopes
    By marcolopes,
    On 4/16/2024 at 11:00 AM, JayPiPi said:

    Bom dia a todos!

    Gostaria, que se possível,  partilhassem comigo a forma como a vossa aplicação lidaria com esta situação:

    Existe uma aplicação, vamos chamar de A, que gera documentos de faturação e é certificada. Esta aplicação necessita de exportar os documentos de faturação para uma aplicação que as integre na integra, mudando apenas o campo Origem do documento (SourceBilling) para “I” – Documento integrado e produzido noutra aplicação.

    As vossas aplicações fazem este tratamento?

    Antecipadamente grato pelos vossos comentários.

    Respondendo de forma curta: NÃO. Não estamos a fazer este tratamento... (todas as outras "integrações" são suportadas). As razões são simples!

    Ofício Circulado N.º 50.001/2013

    Quote

    2.3. Documentos integrados na base de dados de faturação, originários de outras soluções
    2.3.1. Dada a existência de diversas soluções de faturação para colmatar diferentes necessidades dos contribuintes, nomeadamente a faturação em sistemas descentralizados ou em sistemas móveis (as chamadas soluções de mobilidade) devem ser tidas em conta regras com vista à definição das condições de integração de informação entre diferentes sistemas de faturação.
    2.3.2. A assinatura referida no ponto 2.1. é, neste caso, da responsabilidade das soluções originais e deve sempre residir nelas (pois só o sistema original conhece a chave privada e tem a capacidade de identificar os carateres impressos na fatura original ou noutro documento emitido).
    2.3.3. Uma determinada série/tipo de documento de faturação, de movimentação de mercadorias ou de qualquer outro documento suscetível de ser entregue ao cliente para conferência de entrega de mercadorias ou de prestação de serviços não pode conter documentos com diferentes origens (exemplo: conter documentos criados no sistema e importados de um sistema externo numa mesma série/tipo de documento de faturação).
    2.3.4. Assim, o sistema central que realiza a integração deve:
    a) Integrar os documentos provenientes de outros sistemas, em séries/tipos de documentos distintas e autónomas das que utiliza para a emissão própria, nas correspondentes tabelas de documentos comerciais (4.1., 4.2. ou 4.3) sendo os documentos integrados entendidos como cópias do documento original, nessas tabelas;
    b) Colocar a informação relativa à chave do documento (Hash) igual à que foi gerada no sistema emissor, nas correspondentes tabelas em que é integrado o documento. Isto é, devem ser iguais, no sistema integrador e integrado, respetivamente, o valor do campo 4.1.4.3. para os documentos da tabela 4.1.,o valor do campo 4.2.3.3. para os documentos da tabela 4.2. ou o valor do campo 4.3.4.3 para os documentos da tabela 4.3.;
    c) Preencher os campos aplicáveis relativos à origem do documento com o valor “I”: o campo 4.1.4.2.5. – Origem do documento (SourceBilling) ou o campo 4.2.3.2.5. –. Origem do documento (SourceBilling), consoante o caso;
    d) Preencher o campo 4.1.4.4., o campo 4.2.3.4. ou o campo 4.3.4.4. – Chave de controlo (HashControl), consoante o caso, com o número do certificado com o qual o documento foi assinado no sistema original e a respetiva versão da chave;
    e) O formato da informação a registar, nos campos 4.1.4.4., 4.2.3.4. ou 4.3.4.4 – Chave de controlo (HashControl) nos termos da alínea anterior, resultará da concatenação do número do certificado original + um ponto + versão da chave privada utilizada na assinatura original respetivamente dos campos 4.1.4.3., 4.2.3.3 ou 4.3.4.3 – Chave do documento (Hash);
    Exemplo: “9999.1”, em que “9999” é o número do certificado da aplicação emissora e “1” é a versão da chave utilizada na respetiva assinatura.
    f) No caso da informação a integrar provir de programa não certificado, o valor do campo Chave de controlo (HashControl) aplicável ao tipo de informação: 4.1.4.4., 4.2.3.4. ou 4.3.4.4., deve ser a menção “não certificado” (sem aspas). Já o valor do campo (Hash).respetivo deve ser “0” (zero). Os documentos nestas condições, não devem ser reimpressos pela aplicação integradora.

    E não esquecer as novidades introduzidas pela comunicação de SÉRIES documentais... Os "documentos integrados na base de dados de faturação, originários de outras soluções" devem ser registados em série comunicada com o Tipo R (Recuperação)

    Eu apelidei esta integração como "Integração Automática", mas não cheguei a analisar se seria possível efectuar a mesma através da importação dos dados em formato SAFT-PT ou se haveria necessidade de implementar um sistema específico de comunicação / exportação / importação de dados.

    • 6,720 replies
  3. Re: Concelhos, distritos, localidades

    seltix
    By seltix,
    On 5/25/2008 at 5:28 PM, marinheiro said:

    eu tenho o ficheiro completo, separado por distritos, concelhos e freguesias... se alguém necessitar, basta pedir 😄

    viva!

    seria possivel arranjar o ficheiro? não consigo encontrar as freguesias em lado nenhum, parece que agora é apenas distritos, concelhos e localidades no site dos CTT...

    o meu objetivo final é conseguir distritos, concelhos, freguesias e localidades + coordenadas GPS das localidades mas ja sei que vai ser uma caminhada dura 😅

    obrigado!

    • 35 replies
  4. Existe alguma documentação de desenvolvimento/personalização PHC para clientes

    Knitter
    By Knitter,

    Boa noite,

    O grupo empresarial para o qual trabalho é cliente PHC há vários anos mas tem usado apenas a componente de faturação/financeira e processamento salarial; atualmente numa das empresas do grupo estamos a alterar o ERP desenvolvido internamente por PHC (com desenvolvimento pelo fornecedor/parceiro PHC). No entanto o grupo tem departamento de desenvolvimento de software e nem todas as empresas vão usar PHC da mesma forma, além de existirem requisitos de desenvolvimento para os quais o parceiro teria dificuldade em responder (sem colocar um programador a tempo inteiro no nosso departamento).

    Posto isto, como cliente, há alguma forma de ter acesso a informação técnica de funcionamento do PHC, e das ferramentas de desenvolvimento que este possa ter, e ser autónomo na sua personalização? Tenho poucos conhecimentos no PHC, apenas fiz correções a código de teclas de operador que o parceiro anterior desenvolveu e integrações foi sempre com indicação de que tabelas tinha e preencher.

    Preciso fazer coisas relativamente simples no início, ex., quero criar um serviço para poder aceder aos dados para consulta sem que as aplicações tenham de aceder à BD; mas no futuro pretendo criar alguns registos (dossier interno, eventualmente algum form personalizado).

    Temos PHC CS 2024 (última versão).

    Tenho a esperança (pouca confesso) que a situação seja diferente do que os tópicos mais antigos do fórum indicam e que possa haver alguma coisa disponível ao cliente, afinal somos nós que pagamos as licenças e não os parceiros.

    Obrigado.

    • 0 replies
  5. Re: Verificação dos Models do meu projeto em ASP.NET MVC

    rpg2424
    By rpg2424,

    Boas,

    Porque é que as classes: Aluno, Avaliação, Empresa, etc estão no singular e as classes: Candidaturas, Documentos, etc estão no plural?

    O aluno só pode ter uma InstituicaoEnsino? Se não, está refletida na estrutura a alteração no tempo?

    O aluno pode mudar de Curso? Como é refletida a associação entre o Curso anterior e tudo o resto?

    Os documentos não têm autores? E destinatários?

    A avaliação pode ser apenas um documento do tipo avaliação?

    E a candidatura? pode ser apenas um documento do tipo candidatura?

    Porque é que tens o campo morada do tipo string e depois tens uma classe morada?

    Os campos email, telefone e morada estão em mais do que uma classe. Classe contactos? Herança? Composição?

    O nome da classe FCT é demasiado genérico, não se consegue perceber para que serve, só pelo nome

    O nome PeriodoFCT é para indicar qual o periodo FCT? Ou quantas horas são de Formação em Contexto de Trabalho? Ter uma tabela com um Id inteiro para guardar um inteiro, caso este se repita, parece contra producente, ou seja, no limite estas a gastar o dobro do estaço...

    A classe tarefa parece-me um pouco perdida... qual é o contexto?

    A classe vaga não têm um estado e parece faltar-lhe uma ligação com as outras classes... será com a classe FCT? se sim, é na vaga que se guarda o Aluno e a Empresa, em vez da FCT?

    Os campos descrição nas classes de intervenientes são mesmo precisos? ou serão campos de Observações?

    NOTA: Algumas perguntas têm rasteira, só para te fazer pensar. Se quiseres uma resposta de bandeija, sempre tens o chatGPT... mas cuidado que os papagaios não sabem argumentar

    NOTA 2: Sou disléxico. 

    • 1 reply
  6. Re: Recuperar variavel de javascript para PHP

    cadife
    By cadife,

    Boas, obrigado pela vossa ajuda já descobri aonde estava a falhar  foi nesta linha xhr.send(`nome=${nome}`)

    Muito obrigado

    • 6 replies
  7. Re: Utilizar Webservices da AT

    Célina Marques
    By Célina Marques,
    Em 15/04/2024 às 19:09, Vitor P. disse:

     

    O Manual da AT atualizado a 13 de Março passado, continua a referir o mesmo modo para se para se criar o CSR:

     

    openssl req -new -subj "/C=PT/ST=Distrito da Sede/L=Local da Sede/O=Empresa /OU=Departamento de Informatica/CN=555555555/emailAddress=informatica@empresa.pt" - newkey rsa:2048 -nodes -out555555555.csr -keyout555555555.key

     

    A AT continua a informar que temos de mudar de SHA para SHA256 e não aceita o pedido.

    Alguem tece acesso à nova string para se criar o CSR em SHA256 ?

     

     

    Bom dia Vitor,

    aconteceu-me exatamente o mesmo erro, e a única coisa que fiz foi fazer o download do OpenSSL-1.1.1 e fazer exatamente a mesma coisa e já ficou como SHA256.

    • 12,309 replies
  8. Técnico Fuel Cell apresenta primeiro carro a hidrogénio desenvolvido por estudantes em Portugal

    M6
    By M6,

    Protótipo foi apresentado num evento que preencheu o Salão Nobre do Técnico e que contou com a presença do Ministro da Economia e do Mar.

    [Continua...]

    In Instituto Superior Técnico, 01 de Abril de 2024

    • 0 replies
  1. Load more activity
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site you accept our Terms of Use and Privacy Policy. We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.