• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

LuPereira

Guerra Informática

8 mensagens neste tópico

"Começou há cerca de 3 semanas aquilo que poderá ser chamado de "A primeira guerra cibernética" do mundo.

Mais concretamente, no dia 27 de Abril quando as autoridades Estonianas decidiram mover o memorial ao soldado soviético de uma praça central em Talin iniciou-se uma vaga de ataques informáticos a ministérios governamentais, partidos políticos, órgãos de comunicação, bancos e outras empresas importantes.

Ora se pensarmos que a Estónia é um pequeno país com apenas 1,5 milhões de Tóinos, desculpem, Estónios, e que são uma das sociedades mais informatizadas e cujo governo apostou mais no e-governance. Podemos facilmente compreender que são um alvo muito apetecível a ataques informáticos.

Foi exactamente isto que aconteceu, estando neste em 'guerra aberta' contra todos os atacantes (maioritariamente vindos da Rússia). Obviamente não é fácil dizer que as autoridades russas estão por detrás deste ataque, mas a concertação das ondas de ataques e outros factores levam a crer que essa possibilidade seja real.

Por outro lado a Estónia é um membro da NATO pelo que a unidade de especialistas anti-terrorismo cibernético desta organização já foram enviados de urgência para tentar conter a situação e determinar quem são exactamente os atacantes.

Muito embora a NATO não considere ciberataques como uma acção militar e, como tal, não irá actuar militarmente, muita preocupação se está a gerar sobre este assunto e mais uma vez a degradar as relações com a Rússia juntando às suas já degradadas relações com a Polónia, Lituânia, República Checa e Georgia.

Será que é a primeira guerra deste tipo que iremos assistir? É verdade que não faz mortos, mas o impacto no funcionamento de um país é capaz de ser bem maior."

Fonte: http://osputos.blogspot.com/2007/05/guerra-ciberntica.html

Resumo:

Desde que a Estónia removeu o memorial ao soldado soviético, a Estónia tem sido alvo de ataques informáticos. Estes consistem no envio de enormes quantidades de dados para sites importantíssimos para o governo estoniano e para o funcionamento da Estónia. As bases de dados destes sites ficam tão cheias que o site fica "parado" não sendo possível a sua utilização.

Desta forma os atacantes provocam a decadência económica da Estónia, bloqueando várias das suas principais fontes de rendimento monetário/economico.

A Estónia, vendo que não conseguia resolver este problema sozinha pediu auxilio à NATO e a União Europeia.

Embora esta guerra não provoque feridos nem mortes, faz com que o país comece a ter um mau funcionamento o que provoca a decadência das condições de vida das pessoas que nele habitam.

Será que este tipo de guerra é pior do que as guerras militares?

O que acham disto?

Cumps.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

isto só mostra que é mau estarmos tão dependentes da informática.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Até era porreiro o pais a conseguir invadir e destruir o sistema principal do adversário ganha a guerra :)

Pelo menos assim não há mortes ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

isto só mostra que é mau estarmos tão dependentes da informática.

Isso é verdade. Nós não devemos depender de nada. A informática deve ser apenas um auxílio e não uma dependência.

Até era porreiro o pais a conseguir invadir e destruir o sistema principal do adversário ganha a guerra :)

Pelo menos assim não há mortes ;)

O facto de não haver mortes é bom, no entanto destruir várias das principais fontes de rendimento monetário/economico de um país é muito mau pois, leva a que as condições de vida dos habitantes desse mesmo país entrem em decadência, levando ao empobrecimento do país e à "destruição moral" deste mesmo.

Cumps.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

isto só mostra que é mau estarmos tão dependentes da informática.

Está tudo dito. ;)
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não sei se é bem uma dependência, pelo simples motivo de que cada vez mais se informatiza o dia a dia não para criar dependência mas sim para aumentar o desempenho e rendimento dos sectores. Hoje em dia uma empresa com polos em varias regiões pode trocar informação, gerir a empresa em minutos o que sem a informática levaria dias ou até semanas.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu acho é que os vários países gastam milhões em forças armadas, esquecendo-se do verdadeiro perigo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Mudam-se os tempos, mudam-se as guerras, mudam-se os campos de batalha!

O tempo o dirá se para melhor ou para pior... Lol

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora