• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Google desenvolve telemovel próprio ?

3 mensagens neste tópico

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google está desenvolvendo um celular, afirmam fontes bem informadas do setor de tecnologia e analistas. Os rumores são reforçados por declaração de um representante da empresa na Espanha que reconheceu na semana passada que um projeto do tipo está sendo "examinado" pelo grupo.

O Google não comentou diretamente sobre os rumores na Europa e Estados Unidos sobre a criação de um celular de baixo custo capaz de se conectar à Internet e equipado com tela colorida e ampla. Jornais e blogs vêm dizendo nos últimos meses que o Google está em contato com fabricantes asiáticos de celulares sobre o projeto.

"A telefonia móvel é uma área importante para o Google", disse Erin Fors, porta-voz da empresa, na sexta-feira. "Continuamos concentrados na criação de aplicativos e desenvolvimento de parcerias com líderes setoriais para serviços inovadores aos usuários em todo o mundo. No entanto, não temos nada mais a anunciar."

Os entusiastas dos aparelhos eletrônicos que há apenas dois meses estavam obcecados com o impacto potencialmente revolucionário do iPhone, da Apple, sobre o setor de telefonia, transferiram suas atenções ao possível desenvolvimento pelo Google de um celular de baixo preço. O iPhone chega ao mercado em junho, por preços a partir de 500 dólares.

"Obviamente precisamos de outro celular para atrair o interesse e gerar especulações, e o candidato natural, sem dúvida, é o Google Phone", escreveu o site Endgaget no começo do mês.

É certo que as especulações febris sobre produtos do Google já foram frustradas no passado, quando havia fortes boatos de que a empresa estaria desenvolvendo uma linha própria de computadores pessoais, pouco mais de um ano atrás. O que na verdade se materializou foi um conjunto de programas gratuitos para facilitar o uso das máquinas equipadas com Windows já em uso.

Mas Richard Windsor, analista do setor de telefonia na corretora Nomura, de Londres, disse a clientes no final da semana passada que representantes não especificados do Google, na feira de tecnologia CeBIT, na Alemanha, confirmaram a informação de que a empresa está trabalhando em um modelo próprio de celular.

"Não será um aparelho sofisticado, mas um dispositivo de massa, direcionado a levar o Google a usuários que não têm computador", disse o analista.

Simeon Simeonov, um investidor na Polaris Venture Partners, disse em nota publicada em blog em 4 de março que "uma fonte da indústria próxima da empresa" tinha dado a informação a ele que o Google está desenvolvendo um aparelho "parecido com o Blackberry".

O aparelho que Simeonov descreve pode ter recursos de chamadas pela Internet. Ele afirmou que a máquina está sendo desenvolvida pelo grupo de mobilidade do Google, que possui cerca de 100 pessoas e inclui Andy Rubin, o criador do Sidekick, um dispositivo popular que mistura funções de telefone e Internet e foi produzido por sua antiga companhia, a Danger Inc.

Reforçando as especulações, Isabel Aguilera, diretora das operações ibéricas do Google, foi citada na semana passada pelo site espanhol Noticias.com reconhecendo a existência do projeto de alguns engenheiros da empresa para a criação de um celular.

© Reuters 2007. All Rights Reserved.

Já cá só faltava mais esta !

O que se seguirá?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Seja verdade ou seja boato, as acções do Google já devem ter sido altamente valorizadas só pelo facto de ser notícia. A confirmar-se seria algo estrondoso, talvez até um passo importante para conseguirmos determinar melhor em que sentido evoluirá a actual geração Web para a próxima.  ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora