• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Sonaecom admite fusão com Vodafone

1 mensagem neste tópico

Se a OPA falhar, a Sonae promete não facilitar a vida à Portugal Telecom e está já a estudar cenários de fusão com a Vodafone, com a PT Multimédia ou com ambas.

Tiago Freire e Alda Martins

O clã Azevedo pode vir a perder a batalha pelo controlo da PT, mas recusa-se a perder a guerra pelo crescimento nas telecomunicações em Portugal. A Sonae está completamente concentrada na OPA em curso e mantém-se confiante no seu sucesso, mas os planos B estão já em cima da mesa de Paulo Azevedo. Mais, todos eles passam por uma “guerra” feroz de concorrência à liderança da Portugal Telecom, socorrendo-se, para isso, das oportunidades que se perfilam para um crescimento não orgânico.

O Diário Económico apurou, junto de várias fontes próximas do grupo, que estes cenários estão bem definidos : fusão da Sonaecom com a Vodafone, a compra da PTMultimedia ou, até, uma junção destes dois passos. Apesar de ainda não haver qualquer negociação em curso, uma coisa é clara: nenhuma das opções passará por “alianças” com quem tiver impedido a compra da PT, de resto bem ao jeito do perfil do empresário Belmiro de Azevedo. Contactado pelo DE, António Carrapotoso não quis comentar este eventual interesse da Sonaecom.

Em dois dos cenários traçados, a Vodafone é vista pela empresa de Paulo Azevedo como um parceiro natural. Também a operadora que detém o 91 veria com bons olhos uma fusão das actividades das duas companhia, o que lhes permitiria saltar para a liderança no segmento das comunicações móveis. Belmiro de Azevedo não acredita em fusões entre iguais, pelo que o modelo mais provável passaria pela compra da Sonaecom pela Vodafone, onde seria possível replicar as sinergias que não conseguidas com a fusão TMN/Optimus.

“Não foi feito ainda nenhum contacto formal, pela simples razão de que há uma OPA em curso, na qual a Sonaecom mantém toda a confiança”, revelou ao DE fonte próxima do processo.

A segunda hipótese também admitida pela Sonaecom , é a compra da PTMultimedia. A PT já se comprometeu a fazer o ‘spinoff’ desta sua participada que, assim, ficará no mercado sem um accionista de controlo. Sendo um activo apetecível para vários grupos, alguns deles internacionais, é de esperar que Paulo Azevedo encontre concorrência neste objectivo. A Sonaecom já disse que a PTM se encontra sobreavaliada, acreditando nalguma desvalorização dos seus títulos. Por um lado, a Sonae poderia utilizar parte dos recursos já garantidos para comprar a empresa e teria alguma margem para fazer uma proposta difícil de recusar pelos accionistas.

No que toca à postura da Autoridade da Concorrência (AdC), o grupo liderado por Paulo de Azevedo não tem qualquer receio em caso de concretização de alguns destes planos B. Isto porque a luz verde dada à OPA sobre a PT abriu um precedente que dificilmente seria contrariado numa operação futura, até porque os principais activos em causa são do mesmo tipo: dois operadores móveis e uma empresa líder na área do cabo. Por último, há ainda uma terceira hipótese encarada pela equipa de Paulo Azevedo: a OPA sobre a PTM e a junção com a Vodafone. Qualquer que seja a estratégia seguida em concreto, o objectivo é aumentar fortemente a concorrência sobre a PT. Em todas as frentes.

Desblindagem mais perto, sucesso da OPA incerto

Depois de a Sonaecom ter assegurado que vai dar aos investidores que ficarem na PT os mesmos dividendos que esta promete, o sentimento de mercado alterou-se ligeiramente.

Os analistas contactados pelo Diário Económico admitem que este novo trunfo jogado pela Sonaecom “poderá aumentar a probabilidade de que passe a desblindagem dos estatutos na assembleia geral”, diz Nuno Vieira, do Millennium BCP. O mesmo analista garante que, como o preço da oferta se mantém nos 10,5 euros por acção - e “dado que os planos de remuneração propostos aos accionistas da PT parecem ser sensivelmente equivalentes - o que está em causa é que os accionistas que queiram permanecer na PT, decidam com que plano estratégico, com que gestão e com que estrutura accionista preferem ficar”. Esta opinião é partilhada por Teresa Martinho, do Banif Investimento: “O preço da oferta não foi alterado e a base da decisão é precisamente o preço”.

Relativamente às considerações quanto ao pagamento dos dividendos no futuro, “a opção da Sonaecom poderá apresentar um risco de execução maior”. Também Jaime Espejo, da Ahorro Corporación Financiera, defende que esta medida da Sonaecom foi apenas “para tranquilizar os pequenos accionistas e levá-los a desbloquear os estatutos na assembleia geral”.

Quanto ao conselho sobre o que devem os investidores fazer, mantêm-se as opiniões divergentes. BCP e Banif, por exemplo, continuam a defender a rejeição da oferta, enquanto a Ahorro aposta na aceitação e a Lehman Brothers acredita que o melhor caminho é a venda imediata das acções no mercado, para minorar o risco.

Minoria de bloqueio acusa Telefónica

A Telefónica  já mostrou claramente de que lado está e se a OPA não vingar deve ser afastada do conselho por conflitos de interesse. Quem acusa é Joe Berardo, que defende o abandono da Telefonica do conselho de administração da Portugal Telecom (PT) caso a OPA não vingue. Em declarações ao Diário Económico (DE) o empresário refere que no dia seguinte ao desfecho da operação e caso esta não tenha sucesso vai “enviar uma carta ao conselho para pedir a demissão dos membros da Telefónica porque há um claro conflito de interesses”.

Em causa está a parceria que a PT têm no Brasil com a operadora espanhola e o facto desta já ter deixado claro que vai apoiar  a Sonaecom votando a favor da desblindagem de estatutos na assembleia-geral de amanhã. Para o empresário madeirense não faz sentido manter na administração da PT quem não está alinhado com os interesses dos restantes accionistas.

As reticências face à Telefónica são confirmadas por outra fonte próxima do grupo de investidores que está contra a desblindagem. “ Se a desblindagem for aprovada e a OPA vencer o grande vencedor é a Telefonica porque, com a saída do BES e dos investidores que estão a contra a OPA torna-se o único parceiro de referência da Sonaecom”. Ao mesmo tempo, garante a mesma fonte, o grupo espanhol “asseguran o controle da maior operação móvel da América Latina. Tudo junto, resume, “a Telefonica conseguirá reforçar a sua posição de referência mercado português, assegura a hegemonia no mercado brasileiro e ainda arrecadar uma rentabilidade inesperada para a qual nada contribiu. Antes pelo contrário.”

Um objectivo, três alternativas

Sonaecom vence OPA a 10,5 euros

Ganhar a OPA continua a ser o único foco da Sonaecom. O primeiro passo é desblindar os estatutos, na AG, seguindo-se o período da oferta, até 9 de Março. Em caso de sucesso, seria reforçado o maior grupo nacional de telecomunicações, prevendo-se a posterior venda de uma das redes e a saída do Brasil, com a alienação da Vivo à Telefónica.

Sonaecom junta-se  à Vodafone

Esta via teria o condão de criar um novo líder na área das comunicações móveis em Portugal, ultrapassando os mais de 40% de quota de mercado actualmente nas mãos da TMN, do grupo PT. Esta primeira solução poderia passar por uma compra da Sonaecom pela Vodafone ou por uma fusão amigável, em condições ainda não estudadas.

OPA da Sonaecom sobre a PTM

A PT já se obrigou a, caso a OPA falhe, dar a PTM aos seus accionistas, com a empresa a sair da sua alçada de controlo. Desta forma, sem um núcleo duro forte, seria um alvo apetecível tanto para a Sonaecom como para outros grupos. Esta solução permitiria à Sonae entrar em força na televisão, com o líder desse segmento.

Seria o “pior de dois mundos” para a PT, uma vez se depararia com a concorrência conjugada de três empresas, líderes do mercado móvel e da televisão. Surgiria uma grande oportunidade no ataque ao segmento das comunicações residenciais, no qual tanto a Sonae como a Vodafone têm vindo a apostar.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora