• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #55 da revista programar. Faz já o download aqui!

Rui B.

[Resolvido] Desenvolvimento de máquina em Portugal

10 mensagens neste tópico

Olá!

Será que alguém das áreas de automação, robótica, mecatrónica, eletrónica e afins me pode dar uma ideia e panorâmica em relação ao que existe em Portugal nos seguintes aspetos:

Vejo que há muitos cursos profissionais, CET's, cursos superiores, etc no país nestas áreas mas não sei a aplicação prática que é feita dos conhecimentos adquiridos após os cursos. Estes técnicos são formados para darem manutenção a máquinas já existentes (vindas do estrangeiro) ou existe em Portugal fabricação e desenvolvimento de novos produtos nestas áreas?

Tenho procurado um fabricante de máquina de vending / automação (não sei como a devo catalogar) na qual pensei mas custa-me encontrar tal fabricante, apenas em pouquíssimos países como na China, E.U.A, Espanha e pouco mais. Ou então uma empresa que pudesse desenvolver essa máquina. Foi então que pensei como é possível tanta formação e ensino nestas áreas em Portugal e depois tudo o que se encontra numa pesquisa na Internet é de fora do país. O meu objetivo é desenvolver uma máquina que penso seja muito simples para quem tenha estudado estas áreas mas que eu não a posso construir por não ter esses conhecimentos. E obviamente teria que ficar mais barata do que comprar essas existentes na China, Espanha e outros países.

Muito obrigado.

Editado por Rui Belo
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Vai ser muito difícil, para não dizer impossível, combateres com o preço de produção da China.
Com "sorte" consegues enquadramento no novo quadro comunitário que fez mudar as agulhas da UE do IT para a produção (finalmente perceberam que temos de construir coisas para vender e exportar), mas mesmo ai (falo por experiência própria) tens um caminho longo e muita vezes penoso (para não dizer politicamente enviesado e deturpado).

No caso particular das máquinas de vending, tanto quanto sei, a maioria do que por aqui há vem de Espanha (é fácil ver as mensagens no display e os autocolantes em castelhano), mas acredito que não sejam produzidas lá (pelo menos a larga maioria).
A assistência creio que é "simples de mais" para justificar a necessidade de um técnico qualificado. Pelo que já assisti, é muitas vezes o próprio dono que faz a manutenção, no limite trocam-se os mecanismos do mealheiro e do motor.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Obrigado M6 pela resposta.

A questão é que a máquina que pretendo e que só encontrei na China, EUA e pouco mais, está a ser vendida por um preço exorbitante (mesmo na China), quando eu penso que seria possível construir muito mais barato e que seria fácil de construir por quem perceba dessas áreas (eletrónica, automação, mecatrónica, etc). No entanto desconheço os custos de um projeto novo, uma coisa é comprar algo que já foi desenvolvido e outra é pagar todo o desenvolvimento, conceção, projeto mas isso é mais uma razão para essas empresas que já vendem um produto final não cobrarem tanto dinheiro por uma máquina que a meu ver é relativamente simples.

 

Editado por Rui Belo
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Bem, a ganância é algo extremamente comum, logo não me admira que cobrem valores exorbitantes, mesmo pelo que possa não valer assim tanto.

Dependendo da maquina em questão, ela terá algo mais do que electrónica, uma vez que sendo uma maquina de vending, terá de ter um mecanismo de "dispensa" de objectos, que disponibiliza o objecto ao utilizador. De qualquer das formas, tendo em conta que este tipo de mecanismos existem "a granel", não será assim tão complicado fazer a parte de electrónica/automação e fazer um interface com um mecanismo previamente existente.

Desconheço de facto os custos de fazer este tipo de maquinas, mas tanto quanto sei, existe capacidade técnica em tugalândia, para o fazer!

Talvez sabendo mais alguns detalhes seja possível dar uma opinião mais concreta.

Cordiais cumprimentos,

Apocsantos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Existe mais do que capacidade tecnica em Portugal para fazer seja o que for... Basta ver empresas como a LusoSpace que estao ha mais de dez anos a realizar projectos para a industria espacial. 

Eu acho que aqui a questao prende-se com o custo do desenvolvimento e a procura das mesmas... tu andas agora a procura, mas quantas mais pessoas andam a procura? Depois tens os custos de desenvolvimento e teste que nunca sao baratos para algo que apesar de parecer simples e algo complexo. 

Assim de repente diria que os mecanismos de "mexer" com os produtos para fora da maquina serao carotes... e possivelmente desenvolvidos de proposito. Nao sei como funcionam os sensores para moedas/notas, mas suspeito que sejam carotes tambem. E convem nao esquecer que a maquina tem tambem de ser robusta a pancada e a nao abrir facilmente. Aquilo afinal de contas faz uma funcao de cofre... Tudo isso faz certamente com que o preco seja elevado. 

 

1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Atenção que o preço das máquinas não está indexado ao preço de custo. Se uma máquina me custa 1000€ a produzir e eu a poder vender por 4000€, não a vou vender por 2000€...

Quanto aos componentes, não me parece que as coisas sejam muito caras. O moedeiro não deve ser muito caro, há imensas máquinas que usam esses sistemas, e a componente das notas deve ser um extra igualmente não dispendioso (quando comprado em lote). As coisas podem tornar-se caras quando começamos a evoluir para mecanismos com detenção de moeda falsa, etc..
Os mecanismos de de "mexer" os produtos também não sei se serão assim tão caros. Aquilo não é mais de um rotor que roda x vezes antes de parar.
Há que juntar o mecanismo do frio e o chassis com uma gaveta anti-roubo e um vidro que seja bom isolante ao nível da temperatura (que pode ser caro).

Mas, como disse inicialmente, o facto das coisas serem baratas a produzir, não quer dizer que a sua comercialização não seja cara...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não sei se ajuda, e passando um pouco a publicidade, eu colaborei com a http://www.kiosystem.pt/website/index.php no desenvolvimento de quiosques multimédia que envolvem muito do que as máquinas de vending de comida têm, a nível de software eram até mais complexos, eventualmente poderão dar-te uma ideia dos custos, talvez negociar um projecto. Pelo que conheço da empresa, são bons no desenvolvimento de soluções específicas para o cliente, na altura só não faziam a parte de desenvolvimento de software no caso de algo mais complicado (ex.: integração com serviços do cliente, bases de dados e sistemas de encomendas... o que não fosse apenas UI com pouca programação), mas desenhavam e construíam as máquinas conforme o pedido do cliente.

Não sei se te poderão ajudar, mas pode ser um ponto de partida.

Como o @M6 diz, uma dessas máquinas não é complicada, já foram equipamentos bem mais especializados, mas hoje é tudo modular e montar num chassi de acordo com o tipo de utilização (rua, interior, etc.), os moedeiros já vêm feitos, com boas instruções do fornecedor e são baratos, as fitas de sensores para queda de produtos e eventualmente o sensor de pressão no fundo são também baratos, e os motores só têm de ser calibrados de acordo com o tipo de mola/produto que vão conter, mas é tudo software. A parte mais cara é a caixa (chassi, pintura, acabamento com protecção, vidros resistentes, isolamento...).

 

Editado por Knitter
Erro na submissão resultou em conteúdo duplicado (agora removido) e duas respostas iguais...
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

La esta... aqui entra a procura do equipamento para determinar o preco... e incrivel as reducoes de preco que se conseguem comprando em lote, mas duvido que haja quem tenha capital para investir nisso em escala suficiente em Portugal. Claro que isto e uma opiniao pessoal e nao com conhecimento de causa do sector, pelo que seria interessante ter mais informacao sobre isso. 

O indexamento do preco da maquina ao preco de custo e proporcional a concorrencia que a companhia tem nessa gama de produtos. Se es o unico a vender, nao ha indexamento nenhum. Se houverem 4 a vender a mesma coisa, o preco ao cliente vai estar certamente indexado ao preco de custo de forma a ter lucro e vender mais barato que os outros. 

 

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Muito obrigado pelas várias respostas. 

Em princípio vou enviar emails às empresas que alguns de vocês recomendaram (bubulindo, Knitter). Se souberem de mais empresas informem por favor.

Especificando melhor acerca da máquina para poderem aconselhar, ao início eu escrevi "Tenho procurado um fabricante de máquina de vending / automação (não sei como a devo catalogar) na qual pensei..."
Eu realmente não sei como a catalogar e por isso chamei vending apenas por ser uma máquina que aceita dinheiro em troca de um serviço. No entanto não é propriamente uma máquina de vending das tradicionais com refrigeração para venda de alimentos. Essas nem são excessivamente caras, talvez por haver tantos fabricantes a construirem.
Para ficarem com uma ideia melhor, a máquina que procuro ou que gostaria de encontrar uma empresa que a construísse seria como as das lavagens automáticas de automóveis mas com opções ligeiramente diferentes. 
Resumindo, a tecnologia empregue seria a mesma de uma lavagem de carros normal: capacidade de aceitar notas e moedas, controlo de tempo permitindo ou impedindo a dispensa da água ao utilizador consoante o montante de dinheiro inserido na máquina, aquecimento da água (basta aquecer numa temperatura fixa, não é necessário permitir regular a temperatura), dispensa de champô e outros produtos para a lavagem do carro. Deve permitir ainda regular mais ou menos pressão na saída da água mas apenas ao dono da máquina e não ao cliente utilizador da mesma. 

Por isso a mim leigo parece-me ser uma máquina simples. Até mais simples que uma máquina tradicional de vending, daí eu não perceber porque são tão caras (preços sempre acima de 14.000 Euros - que daria para comprar um pequeno automóvel que tem muito mais tecnologia empregue).

Editado por Rui B.
Gostaria de manter o tópico aberto em vez de ser dado como Resolvido, para poder receber mais algumas opiniões e sugestões visto que acrescentei detalhes da máquina que pretendo, que ao início eu não tinha referido (erro meu de novato no fórum :) ).
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Ahhh... então estamos a falar de coisas (julgo eu diferentes).

Uma máquina normal de vending em principio usa componentes "simples" para atingir o seu propósito.

Para uma lavagem de carros tens de ter em conta o preço de bombas, motores, actuadores de motores, válvulas... e depois regra geral estes dispositivos ligam melhor com equipamento de controlo industrial (como PLC's em vez duma placa baseada em microcontrolador construída para o efeito. Há também que ter em conta que alguns ou muitos dos instrumentos tem de ter uma classificação IP relativamente alta para estarem expostos a água, etc... logo o preço aumenta também devido a isso.

Mas, mais uma vez, nunca fiz uma lavagem de carros, mas estimo que seja mais caro pelos motivos apresentados acima.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora