• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

hister

Governo disponibiliza Net grátis por considerar serviço caro

7 mensagens neste tópico

O ministro da Ciência e Tecnologia , Mariano Gago, defendeu este sábado, em Lisboa, a necessidade da criação de espaços gratuitos de ligação à Internet, por considerar que o acesso ainda é caro para a m aioria dos portugueses.

«Queremos Internet mais barata, mas é preciso não esperarmos por isso, é preciso criar espaços públicos e é por isso que hoje a Internet é gratuita e existe em todas as escolas, é por isso que está nestes «Espaços Internet«, com acesso livre e gratuito», sustentou.

O ministro falava na conferência do encontro «Rede de Espaços Internet», organizada pela UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, e integrada no Salão Internacional de Tecnologias da Informação e Comunicação (SITIC), a decorrer na FIL até domingo.

«Queremos que a Internet seja mais barata e para isso é preciso que haja mais concorrência entre operadores e essa é a vontade do governo», afirmou Mariano Gago.

Os «Espaços Internet» são locais de acesso público gratuito onde se disponibiliza regularmente a utilização de computadores e da Internet, com apoio por pessoal próprio (monitores), para facilitar o uso destas tecnologias pelas pessoas.

«Quando criámos há seis anos estes «Espaços Internet», estávamos longe de imaginar a amplitude que iam ter na procura social», afirmou Mariano Gago, acrescentando que «são milhões as pessoas que os utilizam».

O ministro explicou ainda que este é um projecto «suportado pelos municípios e apoiado directamente pelo Estado».

«São as novas bibliotecas públicas do futuro, são espaços de acesso à Internet, à informação, à escrita e, cada vez mais, são espaços de integração social», garantiu Mariano Gago.

A «Rede de Espaços Internet», através de equipamento público disponibilizado nos vários municípios - «Cidades e Regiões Digitais», instituições de solidariedade social, bibliotecas públicas, centros de inclusão digital, centros de emprego e formação, colectividades de cultura, centros de Ciência Viva - oferece 840 «Espaços Internet».

O presidente da UMIC, Luís Magalhães, explicou que estes 840 «Espaços Internet» são «um instrumento essencial de combate à exclusão». Nestes Espaços, e porque o apoio dos monitores especializado é constante, a Internet serve para a adaptação da 3ª idade às novas tecnologias e serve ainda para a integração de jovens, em particular, jovens imigrantes e de minorias étnicas.

Luís Magalhães assegurou que «a Rede está a aumentar e que já é a maior da Europa».

Fonte: Diário digital

Ainda é para este século?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eles querem é que o pessoal compre portáteis que assim a economia cresce mais depressa, afinal 1000€ por cada pessoa que não tem net ainda é dinheiro.

Edit: tinha posto contos já apaguei  ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eles querem é que o pessoal compre portáteis que assim a economia cresce mais depressa, afinal 1000€ contos por cada pessoa que não tem net ainda é dinheiro.

Isso tambem não será um bocadinho de 'mau feitio' ? Se fazem é porque fazem, se não fazem é porque não fazem.... :S

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Isso tambem não será um bocadinho de 'mau feitio' ? Se fazem é porque fazem, se não fazem é porque não fazem.... :S

O problema é que para tomarem uma decisão, em Portugal,  seja ela  para ajudar o povo, a usufruir deste serviço, demora-se bastante tempo. Esta noticia é bastante inovadora e agradável para a comunidade mais necessitada. 

Estamos muito contentes com esta noticia, somos humanos, se não lhes derem oportunidade, quem os irá ajudar a terem o futuro nas mãos.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então se o governo considera o serviço caro que intervenha para o colocar barato! Não se justifica pagar mais de 50 € pelo telefone + ADSL !

Em relação à medida, acho que é boa mas peca por tardar. Isto é uma critica a quem governou o pais nos anteriores anos pois pouco se investiu em tecnologia.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora