• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #56 da revista programar. Faz já o download aqui!

pv2013

SAFT-PT: debate de dúvidas e ideias

5591 mensagens neste tópico

Boas,

O cliente faz um adiantamento de 500€, entrega por conta, e deve diversas facturas.

O recibo actualmente regista os 500€, mas não faz referência a nenhuma fatura.

Mas os campos "4.4.4.14.2" são obrigatórios....

Como resolveram esta questão?

Cps

1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim.

Podes consultar esta página para todas as especificações

http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/apoio_contribuinte/NEWS_SAF-T_PT.htm

"Tabelas, que devam existir, com a informação parcial

relativa ao(s) mês(es) extraído(s):

4.1. — Documentos comerciais a clientes (SalesInvoices);

4.2. — Documentos de movimentação de mercadorias

(MovementOfGoods);

4.3. — Documentos de conferência de entrega de mercadorias ou da prestação de serviços (WorkingDocuments); e

4.4. — Documentos de recibos emitidos (Payments)"

Atenção esta no decreto lei assim...

Portaria n.º 274/2013

de 21 de agosto

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Volto a repetir o que já disse: uma linha para cada TaxExemptionReason.

Exemplo:

linha1... doc FT 1/556 tax 0% TaxExemptionReason M6

linha2... doc FT 1/556 tax 0% TaxExemptionReason M8

porque estás a querer evitar isto???

De qualquer modo,

<xs:element minOccurs="0" ref="TaxExemptionReason" /> dentro ou fora do TAX só permitira colocar UM.

Quanto ao SAFT estar diferente, teoricamente seria a lei a sobrepor-se, por ser lei. Logo, deveríamos fazer conforme diz a portaria.

O problema é que deverão validar com o XSD que está fora da lei.

A unica forma que tenho para te explicar é: Por favor, faz o recibo destas 2 facturas. Posta aqui por favor o XML com o Payment's.

Obrigado.

sss.png

1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bruno, podes repetir a Taxa, desde que tenha motivos de insenção diferentes.

Pensa numa unique key TAXA/MOTIVO_ISENÇÃO

<Tax> 
	  <TaxType>IVA</TaxType> 
	  <TaxCountryRegion>PT</TaxCountryRegion> 
	  <TaxCode>RED</TaxCode> 
	  <TaxPercentage>5</TaxPercentage> 
	</Tax> 
<Tax>
	  <TaxType>IVA</TaxType>
	  <TaxCountryRegion>PT</TaxCountryRegion>
	  <TaxCode>NOR</TaxCode>
	  <TaxPercentage>0</TaxPercentage>
    <TaxExemptionReason>???? ESTA VENDA TEM 2 MOTIVOS, QUAL É QUE APLICO? À SORTE????? VER ACIMA</TaxExemptionReason>
    </Tax>
<Tax>
	  <TaxType>IVA</TaxType>
	  <TaxCountryRegion>PT</TaxCountryRegion>
	  <TaxCode>NOR</TaxCode>
	  <TaxPercentage>0</TaxPercentage>
    <TaxExemptionReason>???? ESTA VENDA TEM 2 MOTIVOS, QUAL É QUE APLICO? À SORTE????? VER ACIMA</TaxExemptionReason>
    </Tax>

Editado por costa1143
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bruno, podes repetir a Taxa, desde que tenha motivos de insenção diferentes.

Pensa numa unique key TAXA/MOTIVO_ISENÇÃO

Eu sei mas o MOTIVO_ISENÇÃO está FORA DA TAXA (NO XSD).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

"Tabelas, que devam existir, com a informação parcial

relativa ao(s) mês(es) extraído(s):

4.1. — Documentos comerciais a clientes (SalesInvoices);

4.2. — Documentos de movimentação de mercadorias

(MovementOfGoods);

4.3. — Documentos de conferência de entrega de mercadorias ou da prestação de serviços (WorkingDocuments); e

4.4. — Documentos de recibos emitidos (Payments)"

Atenção esta no decreto lei assim...

Portaria n.º 274/2013

de 21 de agosto

Acabei de ligar à AT e a resposta que obtive foi:

'Os recibos vão ser comunicados, só ainda não sabemos como. Ainda não temos nenhuma indicação de como será feita essa comunicação...'

Abraços, Vou fazer outra coisa...

Editado por davdew05
2

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu sei mas o MOTIVO_ISENÇÃO está FORA DA TAXA (NO XSD).

Pois é, mas eu sigo-me pelo que está no Decreto Lei e lá não está assim. De certeza que irão alterar o XSD quando implementarem o validador

Editado por costa1143
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Só agora vamos começar a tratar disto. Na empresa julgámos que por não aderirmos não precisávamos de fazer Recibos especiais.

Vamos fazer assim:

1 - A facturas ficam na mesma.

2 - Há uma série nova de recibos para os clientes que informem ter aderido ao IVA de caixa

3 - O SAFT das facturas que enviamos todos os meses é igual, acrescentando os Payments desse mês.

4 - Os recibos são representados no SAFT , não pelas linhas do recibo mas pelas linhas (agrupadas por IVA) das facturas que compõem o recibo.

Ex: 1 recibo com duas linhas (2 facturas) pode dar origem a um SAFT com 5 linhas (agrupamento por IVAS das 2 facturas pagas).

Está correcta esta nossa solução??????

Obr.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pois é, mas eu sigo-me pelo que está no Decreto Lei e lá não está assim. De certeza que irão alterar o XSD quando implementarem o validador

Obrigado costa1143 :thumbsup:

Se isto se confirmar,O XSD está errado

1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim, está correcta a solução, mas julgo que é necessário alterar as facturas para sairem com "regime IVA caixa" na impressão quando o cliente aderiu.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A unica forma que tenho para te explicar é: Por favor, faz o recibo destas 2 facturas. Posta aqui por favor o XML com o Payment's.

Obrigado.

Não estou em casa, e não tenho material comigo para fazer o XML.

Basicamente seria

linha1... doc FT 2013/1 FT 2013/2 valor 50 tax 0% TaxExemptionReason M10

linha2... doc FT 2013/1 FT 2013/2 valor 150 tax 0% TaxExemptionReason M08

etc... para os não isentos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acabei de ligar à AT e a resposta que obtive foi:

'Os recibos vão ser comunicados, só ainda não sabemos como. Ainda não temos nenhuma indicação de como será feita essa comunicação...'

Abraços, Vou fazer outra coisa...

E quem estava do outro lado no telefone?????

Um tipo que ia a passar? A ministra?

É que sem estar escrito lá no Site, tá bem tá..

Sim, está correcta a solução, mas julgo que é necessário alterar as facturas para sairem com "regime IVA caixa" na impressão quando o cliente aderiu.

Só impressão?????

1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Penso que a questão do adiamento está posta de parte.

O que me deixa "chateado" é saber que as maiores software house estão a dar formação sobre o iva de caixa e estão quase a colocar no mercado as atualizações.

Enquanto isso o pessoal ainda aqui sem saber bem como as coisas devem ser, não existe um validador do saft, o XSD aparentemente tem erros, etc...

Das duas uma:

Ou temos todos (ou quase todos) uma enorme dificuldade de interpretar leis ou elas (as grandes) tem acesso a informação em qualidade e rapidez que nós não temos.

Infelizmente parece que só vou começar a esclarecer as minhas dúvidas quando poder meter as mão nas atualizações deles.

2

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

No Portal das Finanças, em "Apoio ao Contribuinte", "Comunicação de dados de faturas à AT (E-Fatura)" continua a versão de 18-04-2013.

Esta versão continua a não permitir webservices de "FR" para Fatura-Recibo e muito menos Faturas RIC e Recibos.

Acho que enquanto isto não for divulgado o sistema não pode entrar em vigor, a não ser que entre em vigor só para alguns ...

Editado por americob
1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Penso que a questão do adiamento está posta de parte.

O que me deixa "chateado" é saber que as maiores software house estão a dar formação sobre o iva de caixa e estão quase a colocar no mercado as atualizações.

Enquanto isso o pessoal ainda aqui sem saber bem como as coisas devem ser, não existe um validador do saft, o XSD aparentemente tem erros, etc...

Das duas uma:

Ou temos todos (ou quase todos) uma enorme dificuldade de interpretar leis ou elas (as grandes) tem acesso a informação em qualidade e rapidez que nós não temos.

Infelizmente parece que só vou começar a esclarecer as minhas dúvidas quando poder meter as mão nas actualizações deles.

acho que há algumas empresas que são os meninos lindos... por aquilo que me percebi há uma empresa que já esta a implementar RC e no final desta semana vão actualizar nos clientes o software, a nós resta-nos esperar que os meninos lindos coloquem as actualizações para nós irmos ver como se faz....

No Portal das Finanças, em "Apoio ao Contribuinte", "Comunicação de dados de faturas à AT (E-Fatura)" continua a versão de 18-04-2013.

Esta versão continua a não permitir webservices de "FR" para Fatura-Recibo e muito menos Faturas RIC e Recibos.

Acho que enquanto isto não for divulgado o sistema não pode entrar em vigor, a não ser que entre em vigor só para alguns ...

eu já mandei para a comunicação social, agora é aguardar... e já é bom ter saído nas noticias ao minuto . agora é aguardar que alguém aproveite a nossa noticia e que a AT adie isto para 1 de Janeiro 2014....

acho que é o que faz mais sentido.... ainda não somos bruxos para saber como o recibos vão para as finanças nem se é a portaria que está correta ou o XSD...!! é no e-fatura que vão os recibos?? e então as finanças não alteram o e-fatura? nem o FAQ? como será o webservice?

2

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Como escrevi uns post's atras, - se a SAGE, Primavera e PHC (aka, os meninos lindos) tiverem o software deles feito, a lei segue. Se não, então é atrasada. Desde pelo menos 2008, que venho seguindo e confirmando essa tendencia. São sempre os primeiros a ter app's registadas / certificadas - nalguns casos no primeiro dia de entrega as finanças para analise......

Enfim, uns são mais iguais que outros, business as usual.

2

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Cada vez tenho mais sensação que estou a destruir o software em vez de fazer alguma coisa construtiva... :(

Eu penso exactamente o mesmo.

1

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu penso exactamente o mesmo.

acho que cada alteração que se faz pior fica o software...

será que a AT não anda para a frente com as coisas? nós não somos bruxos relembro.....

Editado por FILIPA_ESTGL1439
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

ainda não percebi, se isso já está na fatura e a fatura já foi comunicada para que repetir a mesma merd* no saf-t!!

Só faz sentido num aspecto: Caso a liquidação seja PARCIAL e o IVA seja liquidado POR TAXA e não proporcionalmente. Neste caso a informação detalhada do SAFT faz sentido :-\

Então se percebi bem, o ficheiro mensal será composto pelas tabelas:

  • Header
  • Customer
  • Taxtable
  • SalesInvoices
  • Payments

é isso ? Com esta historia todo perdi o link do ultimo manual de integração de facturas. Alguém pode dar-me o link.

Obrigado.

Não inventem. Já existe alguma informação OFICIAL da AT? Até lá, ninguém sabe como devem ser comunicados os RECIBOS...

A unica forma que tenho para te explicar é: Por favor, faz o recibo destas 2 facturas. Posta aqui por favor o XML com o Payment's.

Obrigado.

sss.png

Isto não faz grande sentido, pois tens aqui TAXAS de IVA NÃO isentas com MOTIVO de ISENÇÃO!...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Isto não faz grande sentido, pois tens aqui TAXAS de IVA NÃO isentas com MOTIVO de ISENÇÃO!...

Oh, coloquei 23% mas é pra ser isento, obviamente. A ideia percebeste.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora