• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Hipnoted

Mais de um terço dos lares portugueses com Internet em 2005

1 mensagem neste tópico

A percentagem de famílias portuguesas com Internet em casa não excedia os 36% em 2005 e a dos lares com computadores pessoais era de 45%, segundo um estudo da consultora IDC.

O estudo da consultora internacional de tecnologias de informação IDC, baseado em inquéritos a 998 famílias de Portugal Continental, a que a agência Lusa teve hoje acesso, indica que a percentagem de lares com computador e Internet cresceu fortemente em Portugal mas «ainda continua bastante abaixo da média europeia».

No entanto, a banda larga representa já mais de três quartos dos acessos nos lares que dispõem de Internet, enquanto as ligações em banda estreita, que em 2003 ainda eram a maioria, reduziram significativamente o seu peso, segundo aquela consultora.

Em Lisboa, os lares com computador pessoal atingem um máximo nacional (Continente) de 84%, com 72% das famílias a dispor de acesso à Internet, 81% das quais em banda larga (58 por cento do total).

No outro extremo está o Baixo Alentejo, onde os dados da IDC revelam que só 7% dos lares têm computador e apenas 5% ligação à Internet.

Mais de dois terços (67%) das famílias da Grande Lisboa têm computador em casa e 56 por cento têm Internet (80% em banda larga), enquanto no Grande Porto 53 por cento dos lares têm PC e 40 por cento Internet, sendo três quartos dos acessos em banda larga.

Ainda de acordo com o estudo da IDC, têm computador 58% dos lares de Lisboa e Vale do Tejo, 43% das residências do Norte, 35% das famílias do Centro e um quinto das habitações do Sul.

A percentagem dos que têm Internet no lar é de 50% em Lisboa e Vale do Tejo, 33 por cento no Norte, 28% no Centro e 14 por cento no Sul.

A IDC prevê que das 1,309 milhões de ligações domésticas à Internet que existiam em 2005 se atinjam as 2,165 milhões em 2010, um aumento de 11% ao ano, com as ligações em banda estreita a caírem 25 por cento ao ano, para menos de 70 mil em 2010.

As ligações DSL (tecnologia de banda larga sobre fio telefónico de cobre) deverão crescer 20% ao ano e existir em 1,24 milhões de lares do Continente em 2010, representando mais de metade do total de habitações ligadas à rede.

As ligações de Internet por cabo poderão aumentar 9% ao ano, para 767 mil residências abrangidas no final do período, e as outras ligações (que incluem Internet móvel de particulares) crescer 56% ao ano e representar cerca de 86 mil em 2010, indica a IDC.

A IDC estima que o número total de pessoas que utilizavam Internet em Portugal ascendia a 4,9 milhões em 2005 e admite que se verifique um crescimento de 10% ao ano até 2010, altura que haverá quase 8 milhões de utilizadores de Internet (nas residências e empresas).

A IDC realiza terça e quarta-feira em Lisboa o «Directions 2006», uma iniciativa que vai na nona edição e visa discutir as necessidades e perspectivas do sector de tecnologias da informação.

Fonte: Diário Digital

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora