• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Hipnoted

Google negoceia compra do YouTube por 1.300 M€, diz jornal

20 mensagens neste tópico

O Google está em negociações para adquirir o site de vídeos online YouTube por 1,6 mil milhões de dólares (1,3 mil milhões de euros), de acordo com o The Wall Street Journal.

A discussão ainda está no início, mas, segundo uma fonte próxima, pode estar finalizada em breve.

Rumores sobre uma possível negociação já tinham sido noticiados anteriormente pelo blog TechCrunch.

Um porta-voz do Google declarou que a empresa «não comenta rumores de especulação».

Fonte: Diário Digital

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O Google está em todas, mas para ke raio kerem eles o Youtube, se tem o Video Google, bem kuanto ao ke eu sei o Youtube foi fundado por dois jovens, tal como o Google , mas estes são irmãos.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

curioso que ainda à pouco tempo ouvi alguém comentar que só quem não estivesse bom da cabeça é que compraria o YouTube (pois dizia que, nos próximos tempos, o YouTube vai ter que enfrentar uma série de processos por violação de direitos de autor)...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

... mas para que raio kerem eles o Youtube, se tem o Video Google...

A lei do mercado dita: "Quando não os podes vencer, junta-te a eles".

Que eu quero dizer com isto? O YouTube atingiu excelentes níveis de popularidade e nem o facto do Google lançar o Video Google fez parar a sua ascenção. Como o Google tem $$ que chegue, se comprar o YouTube está como quer! Mas derrotar o YouTube sozinho... Não me parece!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim eu sei disso Hipnoted, mas tipo, kundo as dicográficas vieram dizer ke akele site (Youtube) estavam a violar direitos de autor, por meterem video-clips e muitos outros videos onde continham música de fundo, pois essas músicas têem direitos de autor e como tal n poderiam ser exibidos, para ''remediar'' tiveram de chegar a um acordo, ja ke  agora kem kizer poderá ver alguns videos de artistas ke as discográficas disponibilizam duma forma legal, agora a kestão é simples, já houve muita gente ke por esses motivos n enviou videos derivado ao mesmo, pois a meu ver esta-se a perder um pouco o ke foram os bons tempos do youtube, n direi pelos videos de música ke isso a mim nem me akece nem me arrefece, mas sim de alguns de animação ke ultimamente n tenho encontrado lá, menos videos por dia, como tal o Rui Carlos disse mais acima o youtube está em maus lençois e preve-se um futuro preto. Como sabemos onde se metem as discográficas o ppl foge todo para outros rumos;:;: penso eu de ke....

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

[offtopic]

hister, não é por nada, mas devias tentar escrever os posts em Português correcto (erros ortográficos todos damos, mas esses k's podiam ser evitados... e uns pontos finais aí pelo meio também davam jeito).

[/offtopic]

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sim, também li esse artigo Rui Carlos. Mas não se esqueçam de que o Google já tem contratos com as discográficas no actual Google Video, com a compra do YouTube talvez surjam novas regras. Mesmo que não, o Google tem poder para lidar com o que vier. :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Mas isso da queixa contra o YouTube ainda é um processo que está a correr. Ainda não se sabe o que vai acontecer.

Mas suponhamos que o YouTube perde, não será por isso que vai fechar ou que o Google vai desistir do negócio. Penso eu...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E tambem é uma forma de o Google fortalecer a sua posição contra o futuro serviço de video da Microsoft.

Javem que as jogadas por antecipação podem ser muito valiosas.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O google quer simplesmente ter controlo sobre o youtube :) Provavelmente nem irão fundir o youtube ao googlevideo, porque se as pessoas vissem as mudanças iam deixar o youtube :)

Por isso o mais provavel é tudo como está (excepto adicionar uns simbolos do google aqui e ali) e o mais provavel é o GoogleVideo ir desaparecendo aos poucos :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
O site de busca na Internet Google chegou hoje a acordo para adquirir a empresa YouTube, a mais importante na área da partilha de vídeos na rede, por 1.650 milhões de dólares.

O YouTube é um serviço que tem crescido de forma exponencial desde a sua fundação, em Fevereiro de 2005, ao ponto de, actualmente, serem descarregados mais 100 milhões de vídeos por dia.

O Google revelou que a compra será financiada com acções próprias e que os fundadores da YouTube, Chad Hurley e Steve Chen, bem como os 65 trabalhadores da empresa, serão integrados na companhia.

Independentemente da aquisição, a YouTube vai continuar a funcionar de forma independente do Google e vai manter o nome e a marca.

A operação faz parte da estratégia do Google de ampliar o seu leque de operações até sites dedicados à formação de redes sociais e partilha de vídeos, sendo que nesta última área de negócio o Google já opera, mas apenas como sétimo maior competidor dos Estados Unidos.

O segundo da lista é o site MySpace.com, propriedade da empresa News Corporation.

De acordo com a empresa de estudos Hitwise, a YouTube concentra cerca de 46% do mercado de descarga de vídeos na rede, pelo que os analistas especulam que outras empresas na Internet tenham estado interessadas na aquisição.

Google e YouTube somam 101 milhões de visitas face aos 106,7 milhões do Yahoo e os 98,5 milhões do MSN.

Espera-se agora que a operação de compra se complete no último trimestre deste ano.

Fonte: Diário Digital

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Google To Acquire YouTube for $1.65 Billion in Stock

Combination Will Create New Opportunities for Users and Content Owners Everywhere

MOUNTAIN VIEW, Calif., October 9, 2006 - Google Inc. (NASDAQ: GOOG) announced today that it has agreed to acquire YouTube, the consumer media company for people to watch and share original videos through a Web experience, for $1.65 billion in a stock-for-stock transaction.  Following the acquisition, YouTube will operate independently to preserve its successful brand and passionate community.

The acquisition combines one of the largest and fastest growing online video entertainment communities with Google's expertise in organizing information and creating new models for advertising on the Internet. The combined companies will focus on providing a better, more comprehensive experience for users interested in uploading, watching and sharing videos, and will offer new opportunities for professional content owners to distribute their work to reach a vast new audience.

"The YouTube team has built an exciting and powerful media platform that complements Google's mission to organize the world's information and make it universally accessible and useful," said Eric Schmidt, Chief Executive Officer of Google.  "Our companies share similar values; we both always put our users first and are committed to innovating to improve their experience. Together, we are natural partners to offer a compelling media entertainment service to users, content owners and advertisers."

"Our community has played a vital role in changing the way that people consume media, creating a new clip culture. By joining forces with Google, we can benefit from its global reach and technology leadership to deliver a more comprehensive entertainment experience for our users and to create new opportunities for our partners," said Chad Hurley, CEO and Co-Founder of YouTube.  "I'm confident that with this partnership we'll have the flexibility and resources needed to pursue our goal of building the next-generation platform for serving media worldwide."

When the acquisition is complete, YouTube will retain its distinct brand identity, strengthening and complementing Google's own fast-growing video business.  YouTube will continue to be based in San Bruno, CA, and all YouTube employees will remain with the company. With Google's technology, advertiser relationships and global reach, YouTube will continue to build on its success as one of the world's most popular services for video entertainment.

The number of Google shares to be issued in the transaction will be determined based on the 30-day average closing price two trading days prior to the completion of the acquisition. Both companies have approved the transaction, which is subject to customary closing conditions and is expected to close in the fourth quarter of 2006. 

Webcast and Conference Call Information

The company will host a conference call and webcast at 1:30 p.m. Pacific Time (4:30 p.m. Eastern Time) today to discuss the acquisition.  To access the conference call, please dial 800-289-0572 domestic and 913-981-5543 internationally.  A replay of the call will be available until midnight Monday, October 16 at 888-203-1112 domestically and 719-457-0820 internationally.  Confirmation code for the replay is 2260624.

A live audio webcast of the conference call will be available at http://investor.google.com/webcast.html.

About Google Inc.

Google's innovative search technologies connect millions of people around the world with information every day. Founded in 1998 by Stanford Ph.D. students Larry Page and Sergey Brin, Google today is a top web property in all major global markets. Google's targeted advertising program provides businesses of all sizes with measurable results, while enhancing the overall web experience for users. Google is headquartered in Silicon Valley with offices throughout the Americas, Europe and Asia. For more information, visit www.google.com.

About YouTube

Founded in February 2005, YouTube is a consumer media company for people to watch and share original videos worldwide through a Web experience. YouTube allows people to easily upload and share video clips on www.YouTube.com and across the Internet through websites, blogs, and e-mail. YouTube currently delivers more than 100 million video views every day with 65,000 new videos uploaded daily and it has quickly become the leading destination on the Internet for video entertainment.

Caution Concerning Forward-Looking Statements

This document includes certain forward-looking statements within the meaning of the Private Securities Litigation Reform Act of 1995, including statements regarding Google's and YouTube's ability to improve their services, create new business models and content-owner opportunities, integration plans, the expected timing for the closing of the acquisition and the plans to operate YouTube independently. These statements are based on the current expectations or beliefs of management of Google Inc., and are subject to uncertainty and changes in circumstances. Actual results may vary materially from those expressed or implied by the statements herein due to (1) changes in economic, business, competitive, technological and/or regulatory factors, (2) failure to receive regulatory approval for the acquisition, (3) failure to retain the levels of traffic on the YouTube site, (4) failure to compete successfully in this highly competitive and rapidly changing marketplace, (5) failure to retain key employees,  (6) other factors affecting the operation of the respective businesses of Google and YouTube, and (7) the failure of YouTube and Google to work together effectively. More detailed information about these factors may be found in filings by Google, as applicable, with the Securities and Exchange Commission, including their respective most recent Annual Report on Form 10-K and Quarterly Report on Form 10-Q. Google is under no obligation to, and expressly disclaims any such obligation to, update or alter their respective forward-looking statements, whether as a result of new information, future events, or otherwise.

Fonte: Google Press Center

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Grande negócio....deu nas televisões, apareceu nos jornais, enfim. Gastou $1.65 biliões mas aproveitaram e fizeram uma enorme campanha de marketing a nivel mundial. Quanto é que essa campanha não vai render, pergunto eu?  :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu relação ao primeiro artigo, acho simplesmente que é algo tendencioso. É claro que o Youtube enfrentará alguns processos por causa dos conteúdos dos vídeos e dos direitos de autor, mas eu acho que, pelo facto de agora pertencer ao Google, essa situação será demasiado bem controlada para se tornar verídica. De reparar tambem que um dos citados no artigo trabalha ou trabalhou para a Yahoo, daí serem tão fortes as críticas... :P

O segundo artigo é da Agência Reuters, logo é um artigo de cariz totalmente profissional, noticioso. :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Contudo, gostava de saber o que é que o Google pretende fazer com o Google Videos...

Cumps

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Contudo, gostava de saber o que é que o Google pretende fazer com o Google Videos...

Cumps

Deve haver uma fusão, um dos serviços será extinto e certamente sera o Google Video !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Contudo, gostava de saber o que é que o Google pretende fazer com o Google Videos...

Cumps

Deve haver uma fusão, um dos serviços será extinto e certamente sera o Google Video !

Em prícipio será isso...Além disso, o Google Video não parece estar a ter o sucesso que eles queriam.

Mas também há sempre a estratégia do "Compro-te e a seguir vou-te matar aos bocadinhos" ...Mas não me parece nada que isso seja assim...

Cumps

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Contudo, gostava de saber o que é que o Google pretende fazer com o Google Videos...

Cumps

Deve haver uma fusão, um dos serviços será extinto e certamente sera o Google Video !

Em prícipio será isso...Além disso, o Google Video não parece estar a ter o sucesso que eles queriam.

Mas também há sempre a estratégia do "Compro-te e a seguir vou-te matar aos bocadinhos" ...Mas não me parece nada que isso seja assim...

Cumps

Acho que aqui não se trata realmente do caso. Oferecer 1.65 biliões de dólares por uma empresa, com o objectivo de a ir destruíndo aos bocadinhos é algo que não passa nem pela cabeça de um louco (louco que é louco usava esse dinheiro noutras aplicações..). Acho que vão fazer a fusão do Google Video e do Youtube, de forma algo lenta, visto que o Google Video tem ainda muitos visitantes.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora