• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Casas penhoradas pelo Fisco à venda na Internet

12 mensagens neste tópico

Imóveis, carros e outros activos penhorados pelo Fisco vão ser vendidos na Internet. Para já, são apenas os bens de imobiliário que estarão disponíveis.

Segundo o «Jornal de Negócios», no site da venda electrónica de bens penhorados está disponível toda a informação sobre os prédios que estão para venda, como o preço-base da licitação, as características do imóvel, a identificação do contribuinte executado e do fiel depositário do bem, o local, horas e data para examinar o bem, a data e a hora limite para a aceitação de propostas e a data e hora da abertura das mesmas.

O aceso ao site faz-se através do da DGCI, pelo que é necessário dispor de uma senha de acesso. Depois, os interessados enviam uma proposta de compra, fazendo uma licitação online e carregando em «entrega de propostas». A partir daí é-lhe disponibilizado o documento que depois enviar, por carta fechada, para o serviço de Finanças responsável pela venda.

Para já estão publicitadas as vendas de 540 imóveis no site.

.: Fonte

.: DGCI

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas!

Tive por lá a ver do caloteiros. é pá,.. e vi lá uma coisa que me intrigou:

Nota:

A informação constante desta rubrica é de exclusiva responsabilidade da Direcção de Serviços de Justiça Tributária.

E-mail : dsdsjt@dgci.min-financas.pt

É pá! estão a pensar o mesmo que eu? Será possivel?????

.......vergonhaaaa!!!!    :thumbdown:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Lol !  :wallbash:

Quem actualiza o site das finanças é a filha do ministro !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Quem actualiza o site das finanças é a filha do ministro !

O que é mais giro é que de certo o contribuinte pagou um balurdio por esse site...

Cumps 8)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Lol !  :wallbash:

Quem actualiza o site das finanças é a filha do ministro !

ÁAA pois é!!!!! é verdade!!! lool,.. ó pá,.. vergonhassa!!! ao menos davam-se ao trabalho de criar um mail com um nome decente e nao o tipico sdsssdsdsd ou lá coisa parecida...dusss

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A intenção até é boa mas o dinheiro que se gastou para fazer isto. . .não me cheira :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É verdade! onde é que para a tal lista de caluteiros, dos devedores e tal..?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É verdade! onde é que para a tal lista de caluteiros, dos devedores e tal..?

No menu, Lista de Devedores.

Lol !  :wallbash:

Quem actualiza o site das finanças é a filha do ministro !

ÁAA pois é!!!!! é verdade!!! lool,.. ó pá,.. vergonhassa!!! ao menos davam-se ao trabalho de criar um mail com um nome decente e nao o tipico sdsssdsdsd ou lá coisa parecida...dusss

Não foi bem ao calhas: dsdsjt - Direcção de Serviços de Justiça Tributária - não sei o que significa o 'ds' do início.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Quem actualiza o site das finanças é a filha do ministro !

Eu já li que ela ganhava 3000€ só pela actualização do site!  :mad:

Cumps

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É verdade! onde é que para a tal lista de caluteiros, dos devedores e tal..?

No menu, Lista de Devedores.

Lol !  :wallbash:

Quem actualiza o site das finanças é a filha do ministro !

ÁAA pois é!!!!! é verdade!!! lool,.. ó pá,.. vergonhassa!!! ao menos davam-se ao trabalho de criar um mail com um nome decente e nao o tipico sdsssdsdsd ou lá coisa parecida...dusss

Não foi bem ao calhas: dsdsjt - Direcção de Serviços de Justiça Tributária - não sei o que significa o 'ds' do início.

o ds do iniçio deverá ser provavelmente um erro !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A página destinada à venda de bens penhorados (www.e-financas.gov.pt/vendas) entrou ontem em funcionamento com 482 imóveis para venda. Somando o preço base para a licitação de todos os bens, atinge-se o valor total de 39,071 milhões de euros, mas o preço final deverá mesmo ser mais elevado, uma vez que, como se trata de leilão, os bens serão arrematados pela melhor oferta.

Os contribuintes interessados podem utilizar esta página para consultar os bens disponíveis bem como as suas características, ou seja, a localização, uma breve caracterização do terreno ou prédio, se se destina a habitação ou a comércio e o horário e período para visita ao local.

Quem aceder a esta página fica igualmente a saber a identidade do contribuinte executado e se o imóvel está em nome deste ou do cônjuge (que é identificado apenas pelo número de contribuinte), bem como quem é o fiel depositário a contactar. As informações sobre os bens leiloados incluem ainda o prazo durante o qual o imóvel pode ser licitado, bem como o local e a hora em que as propostas serão abertas.

Qualquer pessoa pode consultar os bens disponíveis, mas para licitar o contribuinte terá de ter uma senha de acesso ao ‘site’. Depois basta pedir o documento que deverá enviar, em carta fechada, ao serviço de Finanças responsável pelo bem seleccionado. Em breve, todo o processo do leilão poderá ser feito ‘on-line’.

Ainda para breve, as Finanças prometem disponibilizar na mesma página outros bens penhorados, como automóveis ou participações sociais. O ‘site’ já está preparado para isso, mas quem arriscar uma busca nesta áreas ainda não encontra informação disponível.

Os bens que vão surgindo nesta página são disponibilizados através do Sistema Informático de Gestão de Vendas Coercivas (SIGVEC).

O objectivo do Governo com esta iniciativa é agilizar a venda de bens penhorados, uma vez que, actualmente, o número de vendas realizadas é muito baixo em comparação com o número de penhoras efectuadas. A medida estava já inscrita no Plano Estratégico para a Justiça e Eficácia Fiscal elaborado no ano passado, que prevê que os leilões ‘on-line’ venham a aumentar o número de potenciais interessados na aquisição dos bens penhorados, uma vez que a informação sobre esses bens fica mais acessível.

APONTAMENTOS

ARMAZÉM DE 1 MILHÃO

O imóvel mais caro em leilão tem um preço base de 1 063 880 euros e localiza-se em Lourosa, concelho de Santa Maria da Feira, distrito de Aveiro. Trata-se de um prédio afecto a armazéns e actividade industrial que é actualmente utilizado para transformação de cortiça.

OLIVAL POR 80 EUROS

Oitenta euros é o mais baixo preço base dos imóveis a leilão no ‘site’ da Direcção-Geral dos Impostos (DGCI). Trata-se da “metade indivisa de um prédio rústico composto por olival”, com 82 metros quadrados. Este imóvel situa-se em Pisão, no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco.

MAIS CASAS NO PORTO

O distrito do Porto é onde se encontram mais imóveis para leilão, em especial em Gondomar e Amarante. Trata-se, na maioria, de casas de habitação, à semelhança do que acontece em Lisboa. O concelho lisbonense com mais penhoras é o de Sintra. Os imóveis penhorados nos arquipélagos dos Açores e da Madeira ainda não se encontram incluídos na listagem.

IMÓVEIS POR DISTRITO

VIANA DO CASTELO

Número de imóveis à venda: 10

Valor dos imóveis: 4.344.237 €

BRAGA

Número de imóveis à venda: 55

Valor dos imóveis: 5.363.951 €

VILA REAL

Número de imóveis à venda: 11

Valor dos imóveis: 465.100 €

BRAGANÇA

Número de imóveis à venda: 5

Valor dos imóveis: 535.111 €

PORTO

Número de imóveis à venda: 75

Valor dos imóveis: 5.237.687 €

AVEIRO

Número de imóveis à venda: 38

Valor dos imóveis: 4.023.099 €

VISEU

Número de imóveis à venda: 33

Valor dos imóveis: 2.283.819 €

GUARDA

Número de imóveis à venda: 6

Valor dos imóveis: 236.250 €

COIMBRA

Número de imóveis à venda: 45

Valor dos imóveis: 1.604.150 €

CASTELO BRANCO

Número de imóveis à venda: 8

Valor dos imóveis: 141.684 €

LEIRIA

Número de imóveis à venda: 9

Valor dos imóveis: 512.410 €

SANTARÉM

Número de imóveis à venda: 23

Valor dos imóveis: 1.729.755 €

PORTALEGRE

Número de imóveis à venda: 12

Valor dos imóveis: 820.500 €

LISBOA

Número de imóveis à venda: 61

Valor dos imóveis: 4.800.828 €

SETÚBAL

Número de imóveis à venda: 52

Valor dos imóveis: 4.120.671 €

ÉVORA

Número de imóveis à venda: 12

Valor dos imóveis: 1.066.696 €

BEJA

Número de imóveis à venda: 7

Valor dos imóveis: 367.710 €

FARO

Número de imóveis à venda: 20

Valor dos imóveis: 1.417.956 €

TOTAL

Número de imóveis à venda: 482

Valor dos imóveis: 39.071.614 €

'SITE' INACESSÍVEL

O 'site' do Ministério das Finanças com os dados dos imóveis penhorados por dívidas fiscais, que foi consultado durante a tarde de quarta-feira pelo 'CM', ficou desde as 19h30 de ontem, inacessível.

http://www.correiomanha.pt

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A página destinada à venda de bens penhorados (www.e-financas.gov.pt/vendas) entrou ontem em funcionamento com 482 imóveis para venda. Somando o preço base para a licitação de todos os bens, atinge-se o valor total de 39,071 milhões de euros, mas o preço final deverá mesmo ser mais elevado, uma vez que, como se trata de leilão, os bens serão arrematados pela melhor oferta.

[...]

O link indicado pede password do tipo .htaccess para o username "Teste Vendas"...

Que incompetência...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora