• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

M6

The Future of Closed Source Software and Linux

4 mensagens neste tópico

Deixo aqui um artigo de opinião que apanhei no http://slashdot.net sobre Linux, código aberto a falta de software para a plataforma em questão.

Vale a pena ler o artigo Closed Source Software: The Future of Windows and Linux? sobre Linux, código aberto a falta de software para a plataforma em questão.

Vale a pena ler o artigo Closed Source Software: The Future of Windows and Linux?.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Gostei do artigo, é uma visão interessante da possível evolução do software open-source. No entanto eu acho que só a ideia do Linux se tornar parcialmente closed-source para que o Windows se torne parcialmente open-source é uma ideia que não vai agradar a ninguém. Era quase como assumir a derrota do open-source.

Fala tambem dos standards de distribuição que deveriam ser estabelecidos pela Novell (para distribuição de negócios) e pelo Ubuntu (para distribuição pelos utilizadores).

Vemos aqui um texto algo "corajoso" na forma como aborda os temas e que pode trazer muitas novas ideias interessantes para todo o sistema do mundo do OSS.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Gostei do artigo, é uma visão interessante da possível evolução do software open-source. No entanto eu acho que só a ideia do Linux se tornar parcialmente closed-source para que o Windows se torne parcialmente open-source é uma ideia que não vai agradar a ninguém. Era quase como assumir a derrota do open-source.

Não foi essa a ideia com que fiquei do artigo. Creio que a ideia é mostrar o quanto ambos os lados ficariam a ganhar, em especial o lado do Linux, se houvesse mais sw fechado a correr nessa plataforma.

Fala tambem dos standards de distribuição que deveriam ser estabelecidos pela Novell (para distribuição de negócios) e pelo Ubuntu (para distribuição pelos utilizadores).

Vemos aqui um texto algo "corajoso" na forma como aborda os temas e que pode trazer muitas novas ideias interessantes para todo o sistema do mundo do OSS.

Acho que já vai sendo altura de se ser pragmático e deixar algumas "guerrinhas ridiculas" de lado, pelo que vejo o texto, mais do que "corajoso", como sendo um "politicamente incorrecto" mas pragmático.

Quando em Linux, não raras vezes sinto exactamente o mesmo problema que o autor do artigo: drivers, sw disponível que não são soluções tão boas quanto as existentes noutras plaraformas, etc..

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não há tal coisa como closed source!

Há Software Livre, Open Source Software e Software Proprietário. Até há software proprietário cujo código fonte é fornecido aos utilizadores, ou a alguns utilizadores (depende dos casos).

GNU/Linux não pode ser proprietário, nem parcialmente porque a licença impede-o. E porque tem demasiadas colaborações de demasiada gente para se conseguir permissões suficientes para fazer tal coisa.

Ainda bem que há pouco software proprietário a correr em GNU/Linux, não deveria era haver nenhum! Só temos a perder com a existência de grilhetas como o licenciamento proprietário.

O software proprietário mataria o GNU/Linux, pois o GNU/Linux só existe como é porque todos têm as 4 liberdades do Software Livre, é isso que tem permito a sua evolução. E drivers proprietários são problemáticos porque não permitem que a comunidade os arrange quando deixam de funcionar, porque travam a evolução do kernel e porque não são éticos! Alias é esta a posição dos developers do kernel.

Lutar pela liberdade não é nunca ridiculo!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora