• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

saramgsilva

Sugestões: Que erros não se devem cometer numa entrevista de emprego/ estágio

26 mensagens neste tópico

Boas,

Alguns de nós são estudante, outros desempregados, empregados...mas todos caminhamos para um fim, ter um emprego! E para tal é necessário em muitos casos enviar CV, e esperar que sejam chamados para entrevistas...

Pois é, e como é ir a uma entrevista??

Alguns aspectos que não devemos falar, comentar para não sermos infelizes....

Portanto a minha questão é : Que erros não se devem cometer numa entrevista de emprego/ estágio

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Aqui a minha ideia que devia haver um local só para artigos extra programação - vida pessoal, acho que era EXCELENTE...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas!

Quando concluí o meu 12º a minha escola facultou-me um estágio na Somague TI onde fui fazer uma entrevista de emprego (o estágio já era garantido, a entrevista foi unicamente para nos preparar-mos para o que nos poderia esperar).

Nunca fiz um CV (por acaso tenho de fazer o meu ainda esta semana) como tal a entrevista foi bastante de conhecimento do que de troca de ideias sobre o que poderia conter no CV, durante a entrevista foram-me dado dicas de pontos fortes e fracos que eu estava a ter durante a entrevista (felizmente o meu unico ponto fraco é ser Benfiquista :P).

Do que me recordo bem foi terem realçado a importância de eu ser músico amador, pela análise do entrevistador, uma pessoa com hobbies mostra-se bastante mais aberta ao mundo e tira bastante o rótulo de "tapadinho por computadores". Tratando-se de arte ainda melhor, mostra uma pessoa com boas bases culturais com bom gosto e ponderada nas suas decisões.

Praticar desporto também é algo bastante bom para dizer durante uma entrevista, mostra uma pessoa dinâmica e sem medo de trabalhar!

Basicamente sempre que tiverem hobbies não hesitem em falar deles, só vos vai beneficiar!

Outro ponto bastante bom que tive na entrevista foi dizer que trabalhava bastante bem em grupo com outro dos entrevistados, curiosamente sem termos combinado absolutamente nada tanto eu como ele falámos bastante bem um do outro e isso ajudou-nos bastante no desenrolar do estágio.

Pessoalmente tenho dificuldades em trabalhar em grupo na faculdade pois tratam-se de avaliações e o desempenho do meu colega pode ser o suficiente para reprovar a uma cadeira, no entanto uma boa relação de trabalho em grupo é essencial na nossa área e dão bastante valor a isto nas entrevistas!

Por fim a dica de ouro: Não mentir! Se mentirem e conseguirem o emprego..., rápidamente provam que mentiram...., rápidamente tornam-se alvo de desconfiança..., dificilmente voltam a conquistar a confiança...

abraços, HecKel

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Agora não tenho tempo de responder com muito detalhe, mas há coisas basicas que não se devem fazer, algumas já me aconteceram:

- não ser rude;

- não mentir, tentando mostrar que sabe mais do que sabe na realidade;

- não se armar em "chico-esperto-saloio" com a mania que sabe mais do que quem ali está;

- ir bem vestido, digam o que disserem aparecer de calças de ganga e ténis não passa uma boa imagem numa entrevista: meninos: usem fato e gravata; menina: usem um fato ou uma roupa mais formal;

- se por acaso chegarem atrasados telefonem antes a avisar;

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bem sem dúvidas que não se deve mentir.... em relação ao atrasar-se, acho muito mau, pode acontecer, mas devemos tentar chegar spr a horas, se no dia da entrevista nao chegamos...da mau aspecto...

Em relação a roupa, bem eu sou uma pessoa simples, e não gosto de andar com roupa de casamento, e se for a 1 entrevista, claro k nao vou de sapatilhas...  :P enfim...

Por exemplo eu não sei quase nada de ingles, tento safar-me de forma a nao sentir esse problema...mas se eu for a 1 entrevista de programação e me perguntarem...vou dizer que o meu ingles é fraco, oral é nulo, escrito = e ler algo, ainda percebo algumas coisas...mas pouco... mas acho que devo dizer k é fraco...não acham?  :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bem sem dúvidas que não se deve mentir.... em relação ao atrasar-se, acho muito mau, pode acontecer, mas devemos tentar chegar spr a horas, se no dia da entrevista nao chegamos...da mau aspecto...

Pode acontecer, e por isso é que se deve telefonar.

Em relação a roupa, bem eu sou uma pessoa simples, e não gosto de andar com roupa de casamento, e se for a 1 entrevista, claro k nao vou de sapatilhas...  :P enfim...

Não tens de ir de vestido de noite como se fosses para uma gala :), mas deves aparecer com uma roupa sóbria, algo que não "envergonhe", nem a ti nem à empresa no caso de uma reunião com um cliente importante.

Para os meninos a tarefa está facilitada: fato, mas as meninas têm algumas vantagens: podem alterar o look e adaptar-se de forma mais fácil e confortável às estações do ano.

Por exemplo eu não sei quase nada de ingles, tento safar-me de forma a nao sentir esse problema...mas se eu for a 1 entrevista de programação e me perguntarem...vou dizer que o meu ingles é fraco, oral é nulo, escrito = e ler algo, ainda percebo algumas coisas...mas pouco... mas acho que devo dizer k é fraco...não acham?  :)

Hummm... Se preencheres o CV no modelo europeu sim, se for em conversa podes dizer que podia ser melhor...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Por exemplo eu não sei quase nada de ingles, tento safar-me de forma a nao sentir esse problema...mas se eu for a 1 entrevista de programação e me perguntarem...vou dizer que o meu ingles é fraco, oral é nulo, escrito = e ler algo, ainda percebo algumas coisas...mas pouco... mas acho que devo dizer k é fraco...não acham?  :)

Hummm... Se preencheres o CV no modelo europeu sim, se for em conversa podes dizer que podia ser melhor...

eu nao coloquei nada sobre lingua, a nao ser o português!!mas é a minha grande preocupação  :wallbash: :P:)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Por exemplo eu não sei quase nada de ingles, tento safar-me de forma a nao sentir esse problema...mas se eu for a 1 entrevista de programação e me perguntarem...vou dizer que o meu ingles é fraco, oral é nulo, escrito = e ler algo, ainda percebo algumas coisas...mas pouco... mas acho que devo dizer k é fraco...não acham?  :)

Hummm... Se preencheres o CV no modelo europeu sim, se for em conversa podes dizer que podia ser melhor...

eu nao coloquei nada sobre lingua, a nao ser o português!!mas é a minha grande preocupação  :wallbash: :P:)

Depende da posição e empresa a que estás a concorrer, talvez isso seja importante.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Por exemplo eu não sei quase nada de ingles, tento safar-me de forma a nao sentir esse problema...mas se eu for a 1 entrevista de programação e me perguntarem...vou dizer que o meu ingles é fraco, oral é nulo, escrito = e ler algo, ainda percebo algumas coisas...mas pouco... mas acho que devo dizer k é fraco...não acham?  :)

Hummm... Se preencheres o CV no modelo europeu sim, se for em conversa podes dizer que podia ser melhor...

eu nao coloquei nada sobre lingua, a nao ser o português!!mas é a minha grande preocupação  :wallbash: :P:)

Depende da posição e empresa a que estás a concorrer, talvez isso seja importante.

numa empresa de programação não é bom...  :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas!

Concordo com tudo o que aqui foi dito excepto uma coisa: O ir bem vestido!

O que é ir bem vestido? Mais uma concepção baseada em preconceito criado pela sociedade. Em tempos esta concepção era indicada e adequada, mas o mundo mudou, há que evoluir e para isso temos de nos desprender de conceitos e teorias velhas e ultrapassadas.

Na minha perspectiva estar bem vestido é estar com uma roupa confortável, seja ela "formal" ou não.

O.k., podem dizer que a primeira imagem é a que fica, etc. Outro conceito que deve ser transcendido.

Ninguém pode julgar seja quem for. Apenas nós mesmos nos podemos julgar! Uma pessoa que vai de fato e gravata não é mais ou menos qualificada do que outra que vai vestida de uma forma informal. Além disso, acredito que uma pessoa que se sente confortável com o seu vestuário sentir-se-á mais feliz e consequentemente será mais produtivo. Há que dizer basta a estes conceitos que nos inibem.

É claro que me podem dizer «Isso é muito bonito na teoria e tal, mas na vida real se vais a uma entrevista assim e assado és logo posto de lado». Se pensam, acreditam e sentem isso como verdade, então é isso que vão ter!

Tudo aquilo que nós pensamos e sentimos é sempre aquilo que se manifesta, que se torna real.

Sugiro-vos que vejam o filme “The Secret of Conscious” para melhor compreenderem esta ultima frase.

Ps:

Tofas, permite-me que te faça uma sugestão. :P

Quando vires um filme em inglês associa as legendas as palavras, vais ver que o teu inglês vai melhorar. Melhor

ainda será veres os filmes sem legendas ou ignorando-as.

Fiquem bem :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sobre o ir bem vestido..., eu já tinha dito anteriormente para "nunca mentir", alguém também disse o mesmo..., se eu não gostar de andar de fato e gravata e aparecer lá logo à partida estou a dar uma ideia errada do que eu sou..., logo estou a mentir.

Sobre o inglês, eu mesmo farto-me de ler livros/apontamentos em inglês e filmes raramente são com legendas (à excepção daqueles épicos BEM feitos cujas falas não se percebe nada ou filmes com termos mais técnicos), e acredita que tem dado mesmo muito jeito :P

abraços, HecKel

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas!

Concordo com tudo o que aqui foi dito excepto uma coisa: O ir bem vestido!

O que é ir bem vestido? Mais uma concepção baseada em preconceito criado pela sociedade. Em tempos esta concepção era indicada e adequada, mas o mundo mudou, há que evoluir e para isso temos de nos desprender de conceitos e teorias velhas e ultrapassadas.

É uma opinião. Mas se não sabes, deixo auqi o que é ir bem vestido: levar uma roupa sóbria, formal e que não seja, "inferior" ao código de estilo da empresa, sendo que nunca se deve optar por um estilo informal/relaxado.

Na minha perspectiva estar bem vestido é estar com uma roupa confortável, seja ela "formal" ou não.

O.k., podem dizer que a primeira imagem é a que fica, etc. Outro conceito que deve ser transcendido.

Ninguém pode julgar seja quem for. Apenas nós mesmos nos podemos julgar! Uma pessoa que vai de fato e gravata não é mais ou menos qualificada do que outra que vai vestida de uma forma informal. Além disso, acredito que uma pessoa que se sente confortável com o seu vestuário sentir-se-á mais feliz e consequentemente será mais produtivo. Há que dizer basta a estes conceitos que nos inibem.

É claro que me podem dizer «Isso é muito bonito na teoria e tal, mas na vida real se vais a uma entrevista assim e assado és logo posto de lado». Se pensam, acreditam e sentem isso como verdade, então é isso que vão ter!

Pois é, mas é mesmo assim que se passa na realidade. Tens duas hipóteses: mudar todo o mundo antes de ires à entrevista, ou adaptares-te ao mundo em que pretendes trabalhar.

Se achas que, por exemplo, consegues trabalhar numa grande empresa de consultoria ou lidar directamente com o cliente de uma grande empresa sem te vestires de forma formal, tenho uma novidade para ti: não podes.

Há certas posições em que é totalmente inconsebivel não andar vestido de forma formal, e se alguém aparece numa entrevista de forma informal, então mostra que não está interessado no emprego.

Tudo aquilo que nós pensamos e sentimos é sempre aquilo que se manifesta, que se torna real.

Sugiro-vos que vejam o filme “The Secret of Conscious” para melhor compreenderem esta ultima frase.

Pois, como disseste, teoria, ou como digo: utopia.

A dura realidade é tão simples quanto isto: a maioria das empresas (minimamente decentes) têm um código que, entre outras coisas, define como as pessoas se devem vestir. Quem não pretende trabalhar assim o melhor é ir pensando em mudar de emprego...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Em relação ao que se leva vestido, detesto pseudo intelectuais. Para mim o dia-a-dia é tshirt, jeans e sapatilhas. Mas se eventualmente tiver que ir a uma entrevista, julgo que o ideal seja o meio termo: calças, sapatos e camisa de manga curta caso o tempo quente ou camisa manga comprida e casaca ou polover.

Um dos mitos que se criou é que nao devemos tomar a iniciativa para falar em valores, mas quem de nós é que vai trabalhar para aquecer??por isso devemos deixar que tomem a iniciativa de abordar o tema, caso contrário sou apologista em deixar para o fim.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

M6, leste mas não compreendeste a mensagem.

Quando eu lanço a pergunta «O que é ir bem vestido?» estou na realidade a fazer uma pergunta retórica, à qual respondo logo a seguir. (só para que não haja dúvidas :P)

Dizes utopia? Eu digo evolução! :P

Bem haja :)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

M6, leste mas não compreendeste a mensagem.

Quando eu lanço a pergunta «O que é ir bem vestido?» estou na realidade a fazer uma pergunta retórica, à qual respondo logo a seguir. (só para que não haja dúvidas :P)

Dizes utopia? Eu digo evolução! :P

Bem haja :)

Só o tempo o dirá. Mas não vejo, ao nível de quem manda, nenhuma indicação nesse sentido.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Dizes utopia? Eu digo evolução!

E eu digo que vais para o desemprego :(

Também tenho a hábito e andar descontraido, muitas vezes com a barba por fazer, mea culpa eu sei :P. E até é optimo para o dia a dia mas a nível de trabalho a roupa diz muito a teu respeito.

Tenho por exemplo um colega que se encontra a estagiar na PT, não que tenha sempre de andar de fato e gravata, ele é programador, fato e gravata é para o chefe dele, mas nunca um empregado da PT no mesmo espaço que ele se apresenta ao serviço em sapatilhas, T-shirt é quase palavra proibida, e eles passam o dia todo a programar!

É claro que há empresas e empresas.

Mas a forma como cuidas de ti diz muito sobre a tua personalidade.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bem na minah opinão referente à pergunta da tofas !!

eu acho e tenho essa expriencia que quanto mais saber sobre a empresa ou local de trabalho para onde vas melhor :)

OS VICIOS: se forem bons optimos, agora aquelas coisas de cafés ... fumar,  beber ect nunca se deve dizer acredita !!! e então se o patrao não  fumar e destestar o cheiro do tabaco ainda pior !!

DO QUE O NOSSO QUERIDO PORTUGAL VIVE..... O factor "C", ou seja as Cunhas dão um imenso geito :)

se conheceres um primo de um cunhado que trabalha na empresa ou um amigo.. n interessa serve sempre para falar bem de uma pessoa ou seja o teu CV é logo posto de parte, mas é obvio que tens que tar na média das capacidades para cumprires o trabalho senão de que vala ter cunhas se o empregado não presta :D (mas é sempre bom uma pessoa que fala bem da gente)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pelo o que li... e por experiencia propria... e assim nao precisam de ir de fato e gravata... tem e que ir apresentaveis nada de roupas largas.. blusas da moda e tal... isso acho que nao e bom para a vossa imagem la fora da hora de trabalho ate podem se vestir assim... mas durante o trabalho e a entrevista nao... olha eu a voçes ia tipo o que se chama os betinhos ca na minha terra " camisa, e calça de ganda ou de outra me*** qualquer e sapatos" ja da um ar mais serio... nao e preciso ir de fato..

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

bem na minah opinão referente à pergunta da tofas !!

eu acho e tenho essa expriencia que quanto mais saber sobre a empresa ou local de trabalho para onde vas melhor :)

OS VICIOS: se forem bons optimos, agora aquelas coisas de cafés ... fumar,  beber ect nunca se deve dizer acredita !!! e então se o patrao não  fumar e destestar o cheiro do tabaco ainda pior !!

Conheço muito poucas pessoas que tenham um vício, seja café, tabaco ou outra treta qualquer. Desde que haja respeito pelos colegas, não haverá problema. Só que esse respeito nem sempre aconteçe e normalmente vem pela parte dos fumadores, é a pior batalha de todas.

Tive apenas uma chefia que embirrou com algumas dessas coisas, mas dado que era por ondas, hoje embirrava porque o pessoal bebia café, na semana passada era porque o céu era azul e na semana seguinte não se sabe o que será... Pelo que a bem da verdade, ninguém ligava muito a esse comportamento esquizofrénico...

DO QUE O NOSSO QUERIDO PORTUGAL VIVE..... O factor "C", ou seja as Cunhas dão um imenso geito :D

se conheceres um primo de um cunhado que trabalha na empresa ou um amigo.. n interessa serve sempre para falar bem de uma pessoa ou seja o teu CV é logo posto de parte, mas é obvio que tens que tar na média das capacidades para cumprires o trabalho senão de que vala ter cunhas se o empregado não presta :D (mas é sempre bom uma pessoa que fala bem da gente)

Factor C?  Sim e não.

Há uma coisa que é necessário compreender e que no nosso país se mistura tudo no mesmo saco: factor C e referências. Já fui contractado por referências, isto quer dizer que determinada empresa necessitava de uma pessoa com determinadas características e competências e que eu fui referenciado, só que isso não quer dizer que tinha emprego novo de mão beijada, nem de perto nem de longe. Isso quer dizer apenas que não hove nenhum anúnico público de contractação e que eu fui seleccionado para conversar com os responsáveis e quem me referenciou nem sequer fez parte do meu processo de selecção.

Depois há efectivamente o factor C, onde se tem emprego por vezes sem qualquer validação de que se sabe "ler e escrever".

Se estivesse numa empresa onde o factor C fosse uma constante (já vivi um caso desses de perto e a pessoa em causa sobreviveu apenas os 6 meses do periodo de experiência) então estava na hora de actualizar o CV e procurar uma empresa boa. :thumbsup:

Este é o conselho que deixo a todos: se estão numa empresa onde só há tretas dessas, tipo lambe-botas, factor C, avaliações injustas, etc., não percam o vosso tempo nem a vossa vida nessa chafarica, actualizem o CV e façam-se ao caminho. :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Há uma coisa que é necessário compreender e que no nosso país se mistura tudo no mesmo saco: factor C e referências. Já fui contractado por referências, isto quer dizer que determinada empresa necessitava de uma pessoa com determinadas características e competências e que eu fui referenciado, só que isso não quer dizer que tinha emprego novo de mão beijada, nem de perto nem de longe. Isso quer dizer apenas que não hove nenhum anúnico público de contractação e que eu fui seleccionado para conversar com os responsáveis e quem me referenciou nem sequer fez parte do meu processo de selecção.

Aqui concordo a 100%, no meu caso até á data, desde a entrada para a empresa, passando pelas duas promoções, foi sempre esse o caso, indicaram-me e tá feito.  O mais 'engraçado' de tudo é que muita gente á minha volta já sabia/desconfiava e eu feito anginho nem me passava pela cabeça (tanto da 1º como da 2ª promoção)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
o que eu era para dizer aqui mando por PM.

?? Tu como administrador sabes que isto é um forum! :thumbsup: tou a brincar  :D eu percebo pk é a PM

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

boas

vou deixar aqui a minha opinião sobre alguns dos assuntos falados, segundo a minha experiência no assunto.

1º Fato e Gravata: Não é necessário ir de fato e gravata mas há q ter algum cuidado com a roupa.

Eu costumo andar smp de camisa no trabalho (à excepção de quando faz mesmo mt calor e é incomodo) e de ténis. Logicamente é dessa forma que vou às entrevistas. Sinto-me muito mais confortável assim vestido e de certeza que esse "à-vontade" transmite uma melhor imagem do q se estivesse com uma roupa com a qual n me sinta bem.

Dêm smp a entender q não têm problemas em andar vestidos com gravata caso seja necessário (já tive pelo menos 2 empregadores q consideravam obrigatorio) a não ser que não o queiram mesmo fazer, como é o meu caso actual em q recusei um emprego na banca devido ao codigo de vestuário(opções, cada um tem as suas:) ).

Uma vez fui a uma entrevista de gravata e dockers (um pc à silicon valley :) ) e foi engraçado que me disseram q nessa empresa ng usava gravata e q se lá quisesse trabalhar tinha de a tirar.

Isto é muito importante! No meu emprego actual o meu chefe não usa gravata e o chefe dele tb não... se eu aparece-se de fato e gravata... é melhor n pensar nisso :P (por curiosidade, tenho pelo menos um colega que vai pó trabalho de calções e sandalias :) )

Já agora, acrescento que quando comecei a trabalhar tinha o cabelo muito comprido e isso não foi impedimento nenhum...

O Ingles é mt importante, mas n essencial. Se a empresa for internacional é considerada uma mais valia, tal como pode ser o frances, alemão ou espanhol. No entanto o ingles é a lingua estrangeira mais importante de dominar, e n se preocupem q os alemães, franceses e espanhois falam quase smp ingles muito mal quando comparados com os portugueses (salvo raras excepções)... lembrem-se é q podem ter de ler especificaçoes, relatorios e outros documentos q por vezes mesmo na nossa lingua mãe são complicados, se n se souber ingles bem ;) pode ficar o caldo entornado.

Nos CVs os Hobbies são considerados uma mais valia, mas eu pessoalmente prefiro deixar para mim essa informação. Ser membro de uma associação, organização, clube, actividade desportiva, etc, tb é tido em boa conta devido às capacidades interpessoais desenvolvidas com essas experiencias.

Muito importante é não mentir. No meio de uma entrevista longa podem-se enrolar, desmentirem-se e fazer má figura. Expliquem tudo bem e não deixem margens para duvidas sobre o q dizem. Falem devagar e numa linguagem q toda a gente entenda.

Não dizem q sabem o q não sabem. Já vi pessoas entrarem para cargos que não tinham capacidade para executar e serem despedidos por incompetencia. Acreditem que não é uma experiencia pela qual queiram passar.

Dêem a entender que tão dispostos a aprender uma linguagem, materia nova, etc. msmo que isso traga um esforço suplementar mas tenham a certeza q têm disponibilidade para isso.

Algumas linguagens/sistemas aprendem-se numa semana, mas outras podem levar varios meses, tenham cuidado com o que se propõem a fazer.

Em termos de postura, sejam cordiais mas tentem mostrar alguma à vontade e capacidade de comunicação. Olhem os entrevistadores nos olhos. Não cruzem os braços durante as entrevistas nem se ponham a olhar para o chão.

Caso não sejam contactados dps da entrevista n se acanhem e liguem a colocar questões... mostrem interesse e capacidade de dialogo. sejam pro-activos. :D

Em relação ao factor C. há que diferenciar cunhas de referencias. Mts dos meus mais recentes empregos devem-se a referencias conseguídas por uma boa execução profissional, gosto de deixar uma boa imagem e sei que é mt importante pois o nosso meio é um meio muito pequeno e uma má referencia pode levar a que uma empresa perca o interesse em vocês. Uma boa referencia pode vos abrir muitas portas :) um má referencia pode vos deixar em maus lençois, profissionalmente falando. ;)

cumps

João

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora