• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

CrasH_BandicooT

1º Emprego!

41 mensagens neste tópico

Boas!

Epá depois de muito pensar ... decidi-m finalmente a fazer-m á vida ! (áh rebelde!)

e largar-m um pouco dos meus cotas :D

por simpes dedução e visto que já programo á uns tempos foi facil chegar uma conclusão  :cheesygrin:

: Quero liberdade

--> O pessoal que não depende de ninguem para viver é bastante livre !

: Logo tenho que me tornar auto-produtivo ( l0ol foi a unica palavra que me lembrei :P )

--> Como!?

: Simples ... tenho de arranjar barraca para viver e comida para me alimentar !

--> Onde ?!

: Num sitio qualquer isso pouco interessa :P quero é ser feliz! (os anuncios do BES tão-m a subir á cabeça)

: Mosca está para Mata-Moscas assim como Liberdade está para Trabalho  :cheesygrin:

|

|> logo a solução é simples: tenho de arranjar um emprego !!!! (trabalho até parece mál!)

Mas agora deparei-m com um problema

Eu estava interessado em arranjar um empregozito fix (trabalhos de verão já eu fiz muitos)

Ñ estou própriamente interessado em entrar para uma colónia de férias e aturar putos cheios de ranho!

queria algo dentro da programação,informática, multimédia ou robótica (algo k tinha de aprender um pouco + ms que é realmente o meu sonho)

em suma ... td o k lide km estas lindas máquinas :)

Pergunta: Por onde começar!?

Pergunta: O k fazer para me ingressar em algo que goste !? (e não ficar a atender telefones num ferro-velho qualquer!)

Pergunta: Qual o melhor emprego nesta area onde se comece km um pé direito !?  :hmm:

Alguem sabe a resposta a estas perguntas ?!

Se sim agradecia que me respondessem e se estiverem interessados ponho desde já aqui tudo o que sou:

Sou:

* Um jovem a acabar o curso de 18 anos

* Considero-m Feliz, Simpáctico,Bem parecido :biggrin:  e gosto de dar o duro para projectos em comum :)

Tenho:

* Uma larga experiencia em computadores

* Muita técnica em programação e afins

*Programo em:

**VB 6.0

**VB.Net

**C++

**e outras linguagens que agora estáo um pouco desatualizadas!

*uma grande facilidade em aprender ! (esta-me nos genes)

*um enorme vontade de aprender !

*uma tão grande vontade de "vingar" na vida :)

*um granda Nissan Micra que me leva para todo o lado ! (ou seja .. não tenho problemas de transport)

*e uma imensa vontade de conhecer pessoal novo !

e posso:

*Ir trabalhar para qualquer zona do pais visto que estou interessado em arranjar um apartamento

e ainda não escolhi onde :)

*Comparecer numa entrevista de emprego se assim o desejarem

Apenas peço que me digam onde km antecedencia de um mês (+/-) para eu me poder precaver!

Bem é tudo

espero muitas respostas e desejo as melhores sortes a todos!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Errr... não esperes conseguir algo em grande, se não tiveres um canudo penso eu...

Mas muitas vezes o que os empreendedores querem é pessoal a que possam pagar pouco, mas que eles façam o serviço na mesma, logo...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

è que eu estava mesmo com esperanças de encontrar um bom emprego (se fosse logo á primeira tanto melhor)

ms a proposta mantem-se se alguem souber de uma boa empreza que me queira contratar não hesite em reponder  :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

è que eu estava mesmo com esperanças de encontrar um bom emprego (se fosse logo á primeira tanto melhor)

ms a proposta mantem-se se alguem souber de uma boa empreza que me queira contratar não hesite em reponder  :D

Aconcelho-te a procurares em lojas, tipo Vobis, Worten..

Digo-te mais uma coisa, não penses em meter-te já em trabalhos, eu sei que tens 18 anos, eu também os tou a fazer e ando com ideias semelhantes às tuas, só que isso de viver sozinho implica muitos custos, pensa em Aluguer de casa, pagamentos de agua luz e gaz, pagamentos de comida e ainda alimentares o carrinho e o seguro do carro.. Depois trabalhares que nem um cavalo e o mais certo é que nos primeiros 3 anos de trabalho ficas a ganhar por volta de 150 Contitos maximo visto que é no ramo da informática.

Pensa bem.. A independência hoje em dia paga-se infelizmente  :P.

Podes sempre fazer como eu estou a pensar, arranjas um amigo e fazes genero Room-mates, ou uma amiga quem sabe  :P.

Cumps. Overrun

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Se fosses um expert em PHP aidna te era capaz de arranjar algo! mas como nao vejo esta linguagem nas tuas capacidades de moment tenho pena :\

To de acordo com o Overrun, viver sozinho é uma coisa que te vai fazer gastar bastante $$, o arrendamento de uma casa nao  é nada barato (isto se fores pa uma coisa com as condicoes minimas lol) e para alem da luz, agua etc.. esotu tambem a terminar o meu curso e qnad terminá-lo vou morar para outra casa pois tenho a memsa idea que tu so que n vo faze-lo sozinho;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pensa bem.. A independência hoje em dia paga-se infelizmente  :D.

Podes sempre fazer como eu estou a pensar, arranjas um amigo e fazes genero Room-mates, ou uma amiga quem sabe  :P.

Acredita que eu já pensei nisso e estou mesmo numa de ir em frente com isto ... tá-se a tornar bastante dificil viver por estas zonas

a ideia de "uma" room-mate é boa embora agora de momento ñ tenha namorada :P

quem sabe talvez consiga convencer um maluko qualker a pagar a meias um apartamento...

... ms isso tambem n ia significar um apartamento um pouco maior!?

Se fosses um expert em PHP aidna te era capaz de arranjar algo! mas como nao vejo esta linguagem nas tuas capacidades de moment tenho pena :\

Eu eskeci-m de mencionar ms tmb já fiz alguns projectos em <?php> embora não seja nenhum expert

fiz basicamente 2as páginas com conecção com sql e ficheiros de estastica pouco +

na altura foi + para experimentar algo de diferente e aventurei-m ...

esotu tambem a terminar o meu curso e qnad terminá-lo vou morar para outra casa pois tenho a memsa idea que tu so que n vo faze-lo sozinho;)

Já agora só por curiosidade qual é o curso que estás neste momento a concluir ?!

obg por todas as respostas :)

fikem bem !

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Estou a teminar o meu curso profissional de tecnico de informatica, btw pois precisava de alguem fluente em php pois vou ter projectos enormes em mão e o meu boss precisa d um gajo pa me ajudar a faze-lo (para ser mais rapido) mas ele esta a procura de alguem para fazer um estagio profissional e qnd terminar es gostar da pessoa fica conosco, o trabalho é no park das nações!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Queres um conselho, vai para a faculdade tirar engenharia informatica, ou electro. Com o 12º ano não vais ganhar grande coisa e vais ter sempre trabalhos um bocado precários, ou seja contratos a prazo. Com o 12º ano o teu ordenado não passará dos 750 €, em final de carreira um tecnico na PT (das empresas que melhor pagam) ganha cerca de 1500 €. Um engenheiro em final de carreira ganha no minimo na PT 4500 €, alem de regalias, como seguro de saude, carro, telefone, telemovel grátis, etc

É um conselho, mas garanto-te que se não fizeres daqui a uns anos arrependes-te de não teres ido para a faculdade.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Queres um conselho, vai para a faculdade tirar engenharia informatica, ou electro. Com o 12º ano não vais ganhar grande coisa e vais ter sempre trabalhos um bocado precários, ou seja contratos a prazo. Com o 12º ano o teu ordenado não passará dos 750 €, em final de carreira um tecnico na PT (das empresas que melhor pagam) ganha cerca de 1500 €. Um engenheiro em final de carreira ganha no minimo na PT 4500 €, alem de regalias, como seguro de saude, carro, telefone, telemovel grátis, etc

É um conselho, mas garanto-te que se não fizeres daqui a uns anos arrependes-te de não teres ido para a faculdade.

Subscrevo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Queres um conselho, vai para a faculdade tirar engenharia informatica, ou electro. Com o 12º ano não vais ganhar grande coisa e vais ter sempre trabalhos um bocado precários, ou seja contratos a prazo. Com o 12º ano o teu ordenado não passará dos 750 €, em final de carreira um tecnico na PT (das empresas que melhor pagam) ganha cerca de 1500 €. Um engenheiro em final de carreira ganha no minimo na PT 4500 €, alem de regalias, como seguro de saude, carro, telefone, telemovel grátis, etc

É um conselho, mas garanto-te que se não fizeres daqui a uns anos arrependes-te de não teres ido para a faculdade.

posso fazer uma pergunta??? onde voçes vão buscar essa informação??? eu realmente acho estranho pessoal da comunidade técnica pensar assim...

É um conselho, mas garanto-te que se não fizeres daqui a uns anos arrependes-te de não teres ido para a faculdade.[/

eu não fui para a universidade.. fui logo para o mercado de trabalho e ganhei muito com isso... mais experiencia e mais curriculo... como podes dizer que estou arrependido??? é ridiculo isso.. alguem se arrepender por seguir o melhor caminho... actualizem-se tambem na forma de pensar...

antes de mais... sobre os vencimentos... isso é alguma anedota??? usar a PT como referencia?? vejo que andam a milhas mesmo... da-se... a PT como exemplo de vencimentos.. h3h33h3hh3 desculpem mas não consigo evitar... h3h3h33h

primeiro... o estado usa o sistema mais ridiculo possivel, algo do genero do comunismo e podemos ver onde foi parar a russia com essa filosofia... o estado (a PT segue essa filosofia) não paga consoante a qualidade ou desempenho (nos privados é o oposto e por isso acho a PT um péssimo exemplo) como dizia nesses casos o ordenado é feito por uma formula ridicula... podem ter a certeza que nos proivados os ordenados são feitos há medida de cada um... estuo a falar da realidade de tecnicos de informatica...

as empresas discutem venciementos... está tudo em aberto e depende do vosso curriculo e da vossa capacidade de negociar com os recursos humanos...

apresentam este ordenado como final de carreira... 4500 € h3h3h3h33h pá... alguem com 25 anos está em final de carreira?? h3h3h33h3hh apostem em voçes como diferenciação do estabelecido e vão receber os frutos disso.. acreditem... não está nada definido nos ordenados e os ORDENADOS NÃO SÃO CRIADOS EM RELAÇÃO AO CANUDO...  ISSO É FALSO... POSSO PROVAR.. o ORDENADO È CRIADO EM RELAÇÃO AO VOSSO CURRICULO E EM RELAÇÃO ÀS FUNÇOES QUE VÃO DESEMPENHAR...

ninguem pense que é por causa do DIPLOMA que vão ganhar mais... ISSO É FALSO no ramo da informática...

visto que as pessoas que postaram não conhecem a realidade profissional em portugal vou passar algumas coisas... vou falar da realidade muito especifica da informática... sei que noutros ramos a coisa é completamente diferente mas isso aqui não interessa

no mundo da informática mais técnica o que se procura é conhecimentos... posso te dizer que uma grande percentagem dos tecnicos de inf em PT não acabaram o curso, da minha experiencia a lidar com centenas de profissionais ao longo de muitos projectos e empresas, posso garantir que a grande maioria não terminou o curso e nao terminar um curso é como não o ter... posso-te dizer que no dep de segurança daquela que é considerada a maior empresa de TI em portugal e com capital 100% portugues ninguem terminou o curso superior e eu nem revelo a  minha escolaridade porque voçes não iam acreditar... na informaática há uma cultura diferente e os directores sabem isso.. .eles sabem que isto tem a ver com vocação e inteligencia e não com canudos... todos sabem o que vale um canudo... a mim não diz nada e estou farto de encontar pessoas com canudo que não percebem nada disto...

O CANUDO NÃO GARANTE EMPREGO NOS NOSSOS DIAS... É UM INVESTIMENTO DE 5 ANOS DA VIDA QUE NÃO GARANTE NADA... E SE EM VEZ DE IR PARA A UNIVERSIDADE CONCLUIREM 5 ANOS A APRENDER, A PARTICIPAR EM PROJECTOS DA COMUNIDADE QUE POSSAM COLOCAR NO CURRICULO.... É PRECISO CURRICULO E ISSO CRIA-SE... O CURRICULO E A ENTREVISTA É QUE DECIDEM TUDO.. NÃO O CANUDO

seguir a filosofia do canudo é dizer que o que interessa é a aparencia... tipo, basta acabar o curso, estudar para os exames e esquecer... não se vive com paixão porque isso é impossivel... o cursos não são fetios por pessoas que estão por dentro das coisas e o mundo evolui tão rapido que é impossivel ter-se um curso que prepare pessoas para o mundo do trabalho... na informatica um curso é apenas uma "vista genérica" daquilo que mais tarde no trabalho vão ter de aperfeiçoar... tenho tido muito recem formados nas minha equipes e digo que não estão preaprados... todos sabem isso...

um recem licensiado tem menos regalias que eu tiunha com 17 anitos... os recem licensiados são tratados como "aprendizes"... estranho, eles acabaram de se formar... porque são considerados "apredizes"?? h3h3h33h3h todos terão que adimitir que os recem licenseados são os "verdinhos" e "aprendizes" nas empresas... a coisa mais normal para um recem licenseado fazer quando chega a uma emrpesa é ir aprender h32h3h3h

é claro que o estado e empresa com alta burocracia (o caso da PT que como todos sabem não é a qualidade do serviço que conta, eu já trabalhei com um dos administradores da PT quando este estava na megameida e sei bem que tipo de pessoas são, será que dizer que é filho do Otelo Carvalho adianta alguam coisa?) o canudo conta.. mas deixem-me dar um conselho... não sigam por essas empresas... apostem nas empresas técnicas pois nelas a liberdade criativa e os meios técnicos são muito muito maiores

eu que nem o (pi) tenho alcancei um cargo que é um sonho... posso dizer que para esse cargo o canudo nada te faz... as pessoas em portugal, felizmente no paises evoluidos isso já acabou, ainda vivem com aquela ideia primitiva e atrasada (não é por nada que portugal está mais de 50 anos atrasado em relação à frente do pelotão) de que é o canudo que trabalha... a minha posição é o maximo possivel em PT... coordenar tecnicamente um departamento de segurança numa empresa portuguesa que já é multinacional... não vejo que mais poderia alcançar se tivesse um canudo...

com 24 anos tinha uma posição de destaque, coordenador técnico do dep de banca e seguros na empresa multinacional que em 2000 mais lucros obteve em portugal, tinha mais de 100 programadores sob minha orientação directa, varios mega projectos ao mesmo tempo como Home-Backing e intranets de bancos... era considerado a estrela da casa... trabalhava a maior parte do tempo no piso da direção (algo que a maioria dos empregados nunca shega a fazer ) a preparar os projectos e negocios ao mais alto nivel... alguem me pediu um canudo?? não.. .ninguem me pediu um canudo... foi a minha experiencia em projectos importantes, os meus conhecimentos e a minha grande motivação... estava na entrevista e já estava a propor mudanças no funcinamento... essas mudanças foram um sucesso

com base na minha experiencia como auxiliar de recrutamento durante algum tempo numa multinacional douvos umas dicas

portantos são os conhecimentos, a motivação demonSrada na entrevista (a entrevista é que decide tudo... dpeois do curriculo)... é a atitude que interessa... os directores que recrutam sabem que o canudo não quer dizer nada.. canudos muito tem.. o que eles procuram é um bom profissional...

uma atitude confiante na entrevista... mostrem estar prontos para qualquer trabalho... mostrem que aceitam desafios... digam o que eles querem ouvir, tentem moldar os vossos conhecimentos e experiencia em relação à função que estão a pretender nessa empresa...

o CURRICULO... esta é a maior aposta na nossa vida profissinal.. hoje chegam centenas de curriculos aos departamentos de recursos humanos... a primeira selecção é feita ao nivel dos curriculos... aprendam a fazer curriculos.. procurem em sites como o expreso emprego info sobre como criar um bom curriculo...

estudem as tecnologias que as empresas usam... eu vejo pessoas seguirem tecnologias sem espelho nas emrpesas... para que perder tempo a aprofundar coisas como a compilação de raiz do linux??? para que aprender tecnologias estranhas que nunca são usadas nas empresas?? posso dizer que o open-source está a ganhar posição no mercado e que já há empresas a usar por exemplo o PHP...mas são muito poucas... olhem para sites como o expresso emprego e tentem ver quais os conhecimentos que são mais pedidos e começem a estudar...

nos dias de hoje podem apresentar conhecimentos num curriculo e mesmo sem curso os directores que recrutam vão vos destacar.. o que eles querem é alguem com determinados conhecimentos... eu faço assim... tenho me auto-formado e apresento isso num curriculo... e quando falo com colegas sobre recrutamento VEJO QUE SOU UM PREVELIGIADO... comprovo que não é o CANUDO a coisa mais importante

há uma coisa muito importante... experiencia em projectos... como é dificil ter experencia antes de trabalhar eu estou a criar uma base de uma comunidade de voluntarios técnicos... a ideia é canalizar a paixão do ppl para projectos que ajudem a sociedade... e claro.. .já estão a ver o que esses tecnicos vão ganhar... vão ganhar curriculo... esses projectos vão usar tecnologias importantes no mercado e esses tecnicos podem colocar isso no curriculo... nos 5 anos perdidos numa universidade podem adquirir 5 anos de esperiencia profissional em projectos da comunidade... projectos famosos de open-source... há muito por onde escolher

como a minha vida profissional subiu muito rapido a uma certa altura senti-me confuso... aproveitei a recessão para fazer um retiro profissional... algo de alto risco sem duvida... estive 4 anos fora das empreasa e dediquei-me ao voluntariado em varios niveis (uma experiencia unica)... vivia dos rendimentos adquiridos nos anos loucos onde se ganhavam milhares e de algums projectos como free-lancer... tenho 4 anos do meu curriculo onde praticamente só estão projectos voluntários... posso dizer que isso tem sido aceite por quem me recruta como experiencia profissional...

ATENÇÃO... estou apenas a alertar para algumas coisas... eu respeito quem quer seguir a universidade mas o que vejo sempre acontecer é que quem tem o DIPLOMA não respeita os outros... não vejam isto como um ataque mas sim uma defesa... porque o que eu defendo é verdade e não podem negar isso.. é claro que a forma como apresnto as coisas pode não ser a melhor... ok.. eu tento fazer como sei 

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Talvez nao peças o CANUDO porque foi a tua experiencia, e ditas-te por ela, queres dar opurtunidade aos que não têm um CANUDO e talvez por vezes seja uma boa política, mas se calhar é devido à tua experiencia que fazes isso, se tivesses tirado um cruso e te tivessem chamado pelo canudo já irias olhar para curriculo E CANUDO

nao sei se é isto que acontece, mas pelo que me parece em parte é isso :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

só uma pergunta teckV, à quantos anos começaste a trabalhar?

é que hoje em dia quase todas as propostas de emprego que vejo na área de informática pedem pessoal licenciado.

mais um pormenor, a universidade dá-nos muito mais do que um canudo, o problema é que muita gente só está interessada no canudo, e obviamente o canudo já não é garantia de emprego. mas numa universidade podemos colaborar no desenvolvimento de pojectos, na realização de eventos, assistir a muitas conferências sobre temas pouco conhecidos, etc. que são um complemento imprescindível àquilo que aprendemos nas aulas. mas a maior parte dos alunos nem às aulas vai, e é por isso que muitos licenciados, mesmo com o canudo, tem uma preparação não muito boa para trabalhar.

é claro que começar logo a trabalhar tem a vantagem de se contactar logo com o mundo real de trabalho, aliás penso que este é o grande problema dos cursos universitários actuais, o fraco contacto com o mundo do trabalho. mas também me parece que em algumas universidade este é um aspecto que está a ser melhorado.

mas de qualquer forma parece-me que hoje é muito complicado começar a logo trabalhar.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

teckV está tudo dito, estou totalmente de acordo contigo, e digote ja que estou com um projecto em mao que vou começar em setembro que quando termiana-lo o peso que esse projecto no vai ter na sociedade portuguesa vai dar-me quase uma entrada directa por assim dize-lo se eu estiver interessado a entrar numa empresa e apresentar o meu curriculo, e nao tenhu canudo nenhum e tenho apenas 18 anos lol, so espero que tudo corra bem e estou bastante contente e tenho apenas um curso tecnico profissional, tenho não, estou a termina-lo!

concordo plenamente que na area de informatica interessa mais o que tu fazes e consegues fazer do que um canudo! mesmo as empresas pedido apenas licenciados eu mostrando o meu cirriculo eles sekalhar pensam duas vezes

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Queres um conselho, vai para a faculdade tirar engenharia informatica, ou electro. Com o 12º ano não vais ganhar grande coisa e vais ter sempre trabalhos um bocado precários, ou seja contratos a prazo. Com o 12º ano o teu ordenado não passará dos 750 €, em final de carreira um tecnico na PT (das empresas que melhor pagam) ganha cerca de 1500 €. Um engenheiro em final de carreira ganha no minimo na PT 4500 €, alem de regalias, como seguro de saude, carro, telefone, telemovel grátis, etc

É um conselho, mas garanto-te que se não fizeres daqui a uns anos arrependes-te de não teres ido para a faculdade.

posso fazer uma pergunta??? onde voçes vão buscar essa informação??? eu realmente acho estranho pessoal da comunidade técnica pensar assim...

Quanto às informações da PT, não comento pois não conheço essa realidade.

No entanto, abaixo, vou partilhar outras informações que vêm da experiência profissional, da conversa com pessoas na mesma área (amigos e não só) e dos processos de recrutamento em que estive envolvido.

É um conselho, mas garanto-te que se não fizeres daqui a uns anos arrependes-te de não teres ido para a faculdade.[/

eu não fui para a universidade.. fui logo para o mercado de trabalho e ganhei muito com isso... mais experiencia e mais curriculo... como podes dizer que estou arrependido??? é ridiculo isso.. alguem se arrepender por seguir o melhor caminho... actualizem-se tambem na forma de pensar...

Foi uma opção tua e ainda bem que não te arrependes disso.

No entanto devo salientar que em todos os empregos que já tive ter um curso superior é sine qua non, simplesmente não contractam ninguém sem licenciatura. Isto pode não ser importante para alguns, mas por certo é crítico para quem aspira a trabalhar em certas empresas/áreas e pretende ser (bem) pago por isso.

No nosso mercado, os cursos técnicos nunca tiveram a aceitação e reputação que realmente mereciam, nem sequer os bacharelatos (por razões que são extra esta discussão), fazendo com que a licenciatura fosse a "única" a ser valorizada.

Esta é a (dura) realidade no nosso (e não só no nosso) mercado.

antes de mais... sobre os vencimentos... isso é alguma anedota??? usar a PT como referencia?? vejo que andam a milhas mesmo... da-se... a PT como exemplo de vencimentos.. h3h33h3hh3 desculpem mas não consigo evitar... h3h3h33h

primeiro... o estado usa o sistema mais ridiculo possivel, algo do genero do comunismo e podemos ver onde foi parar a russia com essa filosofia... o estado (a PT segue essa filosofia) não paga consoante a qualidade ou desempenho (nos privados é o oposto e por isso acho a PT um péssimo exemplo) como dizia nesses casos o ordenado é feito por uma formula ridicula... podem ter a certeza que nos proivados os ordenados são feitos há medida de cada um... estuo a falar da realidade de tecnicos de informatica...

Quanto à PT não falo por não conhecer essa realidade, como já referi, mas posso falar dos privados.

750€ a 1000€ como ordenado de entrada para quem acaba de sair da universidade costuma ser o grosso das propostas actualmente, há quem pague mais, embora não seja comum tal como não é comum pagarem menos.

Quanto aos ordenados serem feitos à medida de cada um, isso depende um bocado das empresas, embora onde isso acontece não é costume haver muitas assimetrias. Onde isso por vezes é mais visível é nos prémios de desempenho.

as empresas discutem venciementos... está tudo em aberto e depende do vosso curriculo e da vossa capacidade de negociar com os recursos humanos...

apresentam este ordenado como final de carreira... 4500 € h3h3h3h33h pá... alguem com 25 anos está em final de carreira?? h3h3h33h3hh apostem em voçes como diferenciação do estabelecido e vão receber os frutos disso.. acreditem... não está nada definido nos ordenados e os ORDENADOS NÃO SÃO CRIADOS EM RELAÇÃO AO CANUDO...  ISSO É FALSO... POSSO PROVAR.. o ORDENADO È CRIADO EM RELAÇÃO AO VOSSO CURRICULO E EM RELAÇÃO ÀS FUNÇOES QUE VÃO DESEMPENHAR...

Isso é válido até um certo ponto. O que observo é que quem não possui instrução superior atinge um determinado patamar (máximo para os seus conhecimentos/instrução) e fica por aí, ficando vedado o acesso a posições mais altas e ficando sempre em desvantagem quando em confronto com quem possui uma licenciatura.

É, mais uma vez, a dura realidade empresarial.

ninguem pense que é por causa do DIPLOMA que vão ganhar mais... ISSO É FALSO no ramo da informática...

Permite-me discordar, mas isso é totalmente verdadeiro.

Sem um curso superior, a média é sempre inferior em comparação a quem possui diploma. Essa diferença é cada vez maior ao longo do tempo. Não são raros os casos que conheço de amigos e conhecidos que, quase sempre por desinteresse, abandonaram os estudos e entraram em empresas no ramo da informática. Logo no meu primeiro ano de trabalho entrei a ganhar mais do que eles, pouco mais de dois anos depois, o investimento no esforço da conclusão do curso já me havia permitido "apanhá-los" e actualmente a diferença é significativa.

visto que as pessoas que postaram não conhecem a realidade profissional em portugal vou passar algumas coisas... vou falar da realidade muito especifica da informática... sei que noutros ramos a coisa é completamente diferente mas isso aqui não interessa

no mundo da informática mais técnica o que se procura é conhecimentos... posso te dizer que uma grande percentagem dos tecnicos de inf em PT não acabaram o curso, da minha experiencia a lidar com centenas de profissionais ao longo de muitos projectos e empresas, posso garantir que a grande maioria não terminou o curso e nao terminar um curso é como não o ter...

Isso de não o terminar ser igual a não o ter é um facto, é assim que as coisas são vistas.

Por outro lado, também contacto diariamente com imensos profissionais, e a larga maioria (arriscaria mesmo 90%) possuem uma licenciatura. Até o pessoal do help desk, cuja função é pouco mais do que atender telefonemas e resolver problemas simples (não digo isto como desdém, apenas quero ilustrar de forma simples a função) tem uma licenciatura.

posso-te dizer que no dep de segurança daquela que é considerada a maior empresa de TI em portugal e com capital 100% portugues ninguem terminou o curso superior e eu nem revelo a  minha escolaridade porque voçes não iam acreditar... na informaática há uma cultura diferente e os directores sabem isso.. .eles sabem que isto tem a ver com vocação e inteligencia e não com canudos... todos sabem o que vale um canudo... a mim não diz nada e estou farto de encontar pessoas com canudo que não percebem nada disto...

Aí é que discordo contigo. Em Portugal havia uma cultura diferente, muito devido ao facto dos cursos de informática serem relativamente recentes no nosso país. Cada vez mais o diploma é uma mais valia, é uma certidão de garantia quanto a conhecimentos técnicos e teóricos que é exigida para se trabalhar em certos ramos e empresas (não só em TIs).

De inicio, quem tinha olho era rei, ou seja, qualquer "curioso" da informática que sabia um bocado de DBase e Clipper conseguia montar uma empresa e crescer. Hoje em dia, num mercado cada vez mais exigente, isso não vale de nada e uma empresa que acente nesses moldes não pode aspirar a um grande futuro.

O CANUDO NÃO GARANTE EMPREGO NOS NOSSOS DIAS... É UM INVESTIMENTO DE 5 ANOS DA VIDA QUE NÃO GARANTE NADA... E SE EM VEZ DE IR PARA A UNIVERSIDADE CONCLUIREM 5 ANOS A APRENDER, A PARTICIPAR EM PROJECTOS DA COMUNIDADE QUE POSSAM COLOCAR NO CURRICULO.... É PRECISO CURRICULO E ISSO CRIA-SE... O CURRICULO E A ENTREVISTA É QUE DECIDEM TUDO.. NÃO O CANUDO

Pois, volto a discordar. O canudo é uma garantia de que consegues terminar uma tarefa difícil (para quem acha que é difícil entrar, ficariam espantados o quanto é difícil sair :P), é a garantia de que tens um conjunto de conhecimentos teóricos e práticos. Enquanto que se passares 5 anos a estudar e a aprender não tens absolutamente nenhuma garantia/certificação de que efectivamente tens um conjunto de conhecimentos teoricos e práticos.

Hoje em dia até as certificações Microsoft, anteriormente muito na moda, valem muito pouco hoje.

Isto é fácil de comprovar, abram um jornal (o caderno de emprego do Expresso é uma referência neste ponto) e vejam o perfil exigido para as candidaturas. Vejam que todos pedem curso superior e mesmo se alguém não pede tal está implicito, ao ponto de nem vos telefonarem para marcar entrevista se não tiverem curso.

Nos últimos processos de recrutamento em que estive envolvido, nenhum dos candidatos sem curso superior foi chamado, e muitos que haviam frequentado universidades privadas ou cuja "reputação" não era a mais forte ao nível da área informática tiveram a mesma "sorte".

seguir a filosofia do canudo é dizer que o que interessa é a aparencia... tipo, basta acabar o curso, estudar para os exames e esquecer...

Errado. Estás a deturpar as coisas de uma forma que não é a verdadeira: até parece que é mau ter um curso superior.

Parece que quem tem uma licenciatura é algum tipo de "criminoso" que após a aquisição do diploma já não tem de trabalhar ou dar duro no emprego, passando a ser algum tipo de chulo...

Seguir a filosofia do canudo é dizer que se está interessado apenas em pessoas com formação superior, ou seja, nos melhores teorica e técnicamente. E sim, digo os melhores, pois esses têm um certificado a provar quanto valem: uma nota, denominada média final, que permite escolher os melhores candidatos. Quem não tem, não se sabe quanto vale, pelo que a comparação nem sequer é possível.

É um investimento que tem apenas vantagens.

não se vive com paixão porque isso é impossivel...

Discordo totalmente. Isso mostra um enorme desconhecimento do meio académico ao nível dos cursos superiores de informática.

A cada projecto que se faz não faltam pessoas a dar o melhor de si e fazer aquilo com tanto empenho e paixão que o resultado final são projectos soberbos. Se é verdade que há pessoal que faz apenas o indispensável, também é verdade que há pessoal que faz coisas extraordinárias com um nível que só é possível devido à paixão e empenho que colocaram no projecto.

o cursos não são fetios por pessoas que estão por dentro das coisas e o mundo evolui tão rapido que é impossivel ter-se um curso que prepare pessoas para o mundo do trabalho... na informatica um curso é apenas uma "vista genérica" daquilo que mais tarde no trabalho vão ter de aperfeiçoar... tenho tido muito recem formados nas minha equipes e digo que não estão preaprados... todos sabem isso...

Mais uma vez parece-me que desconheces a realidade académica. Durante um curso dão-se bases importantissimas, ensina-se a pensar de várias formas distintas, ensinam-se técnicas e aplicação de conhecimentos teoricos. Quando se entra no mercado de trabalho há que ter a noção dos conhecimentos das pessoas, e aí entra em acção uma tarefa da responsabilidade dos séniores: coachig. Ajudar e ensinar a progredir. Uma pessoa com uma licenciatura costuma evoluir muito mais e muito mais depressa do que alguém que não possui esse conhecimento, muito por culpa do canudo, que lhe ensinou a pensar de várias formas e lhe dá um conjunto de ferramentas (mentais e não só) que permite a aplicação de conhecimentos que quem não passou por lá demora mais tempo a adquirir.

um recem licensiado tem menos regalias que eu tiunha com 17 anitos... os recem licensiados são tratados como "aprendizes"... estranho, eles acabaram de se formar... porque são considerados "apredizes"??

Não é nada estranho, pelas razões que acabei de referir acima. Ou  há aqui alguém que tenha nascido ensinado e com experiência adquirida?

h3h3h33h3h todos terão que adimitir que os recem licenseados são os "verdinhos" e "aprendizes" nas empresas... a coisa mais normal para um recem licenseado fazer quando chega a uma emrpesa é ir aprender h32h3h3h

Óbvio. Muito por causa de desconhecer o método, filosofia, o negócio e os sistemas da empresa. Isso acontece com qualquer pessoa, até com experiência, quando muda de emprego.

Por isso não sei bem do que te ris, pois é necessário integrar uma nova realidade, e o primeiro passo é aprender.

é claro que o estado e empresa com alta burocracia (o caso da PT que como todos sabem não é a qualidade do serviço que conta, eu já trabalhei com um dos administradores da PT quando este estava na megameida e sei bem que tipo de pessoas são, será que dizer que é filho do Otelo Carvalho adianta alguam coisa?) o canudo conta.. mas deixem-me dar um conselho... não sigam por essas empresas... apostem nas empresas técnicas pois nelas a liberdade criativa e os meios técnicos são muito muito maiores

O canudo conta sempre. Sejamos realistas: quem quereriam a trabalhar na vossa empresa? Uma pessoa que saiu de uma universidade conseituada com um 14 ou alguém que domina as tecnologias da Microsoft? Eu não exitaria nem um segundo: tecnologias da MS toda a gente sabe, o negócio pode expandir e haver necessidade de trabalhar em Java sobre Solaris, o miudo com 14 tem uma garantia de quanto vale além de saber que consegue aprender e dominar novas tecnologias e desafios, tal como lhe sucedeu nos últimos anos a cada disciplina.

Vejam as empresas lideres e de referência no nosso mercado, nenhuma tem pessoas sem formação superior. Por outro lado conheço empresas que insistem em não contractar pessoas licenciadas "porque pedem muito dinheiro", e depois os gestores não compreendem porque não conseguem evoluir e não passam de pequenas empresas sem qualquer perspectiva de futuro interessante.

Creio que isto quer dizer muita coisa.

eu que nem o (pi) tenho alcancei um cargo que é um sonho... posso dizer que para esse cargo o canudo nada te faz... as pessoas em portugal, felizmente no paises evoluidos isso já acabou, ainda vivem com aquela ideia primitiva e atrasada (não é por nada que portugal está mais de 50 anos atrasado em relação à frente do pelotão) de que é o canudo que trabalha...

Hummm... Creio que estás desfazado da realidade. É exactamente nos países desenvolvidos, cuja maioria da população tem formação superior, onde o canudo é mais valorizado. Achas que consegues, por exemplo, trabalhar para uma empresa "decente" em Londres, Paris, Berlim, NY, ou noutra qualquer cidade evoluida sem teres um curso? A prova disso está no facto de termos feito uma reestruturação ao nível universitário: o acordo de Bolonha. Isto vem ajustar a necessidade das empresas às saídas da universidade a nível europeu.

a minha posição é o maximo possivel em PT... coordenar tecnicamente um departamento de segurança numa empresa portuguesa que já é multinacional... não vejo que mais poderia alcançar se tivesse um canudo...

Que tal ser o CTO de toda a empresa a nível global... Ou talvez fazer isso mas na CISCO... Enfim, as hipóteses são ilimitadas...

Seja como for, o teu caso pode ser um caso de sucesso, mas a verdade não é a regra, é a excepção. Não faltam casos de sucesso por esse mundo fora, o Bill Gates e o Steve Jobs são, talvez, o expoente máximo desse exemplo.

Agora parem e pensem um pouco: vocês são um "Bill Gates" ou um "Steve Jobs"? Se sim, fico contente, se não, então invistam em vocês mesmos, ou seja, invistam na vossa formação.

com 24 anos tinha uma posição de destaque, coordenador técnico do dep de banca e seguros na empresa multinacional que em 2000 mais lucros obteve em portugal, tinha mais de 100 programadores sob minha orientação directa, varios mega projectos ao mesmo tempo como Home-Backing e intranets de bancos... era considerado a estrela da casa... trabalhava a maior parte do tempo no piso da direção (algo que a maioria dos empregados nunca shega a fazer )

ARG!!! Essa do "trabalhava a maior parte do tempo no piso da direção (algo que a maioria dos empregados nunca shega a fazer" era totalmente desnecessária, soa a tanta cagança que tresanda... Trabalhei na mesma secretária com directores, directores-coordenadores/acessores da administração, não me faltam reuniões com o conselho de administração da empresa, com directores gerais dos clientes, com representantes do grupo bancário que detém a empresa e devo dizer que isso tem tanto de emotivo ou importante como levar o carro a uma lavagem automática...

São apenas ossos do ofício, nada mais.

a preparar os projectos e negocios ao mais alto nivel... alguem me pediu um canudo?? não.. .ninguem me pediu um canudo... foi a minha experiencia em projectos importantes, os meus conhecimentos e a minha grande motivação... estava na entrevista e já estava a propor mudanças no funcinamento... essas mudanças foram um sucesso

com base na minha experiencia como auxiliar de recrutamento durante algum tempo numa multinacional douvos umas dicas

portantos são os conhecimentos, a motivação demonSrada na entrevista (a entrevista é que decide tudo... dpeois do curriculo)... é a atitude que interessa... os directores que recrutam sabem que o canudo não quer dizer nada.. canudos muito tem.. o que eles procuram é um bom profissional...

Concordo contigo, é a entrevista que decide tudo. Só falta é dizer como se faz para se chegar a essa entrevista: é o canudo que faz com que o vosso telefone toque! Quanto a isso não se iludam.

vTeck, já agora satisfaz-me a curiosidade, presumo que estejas há já algum tempo nessa empresa, nos últimos, digamos 2 anos, qual a percentagem de pessoal que contraram com e sem formação superior? E já agora, qual o grau de rotatividade (ie, pessoal que se foi embora) em ambos os grupos? Esses dois indicadores podem dizer muita coisa.

uma atitude confiante na entrevista... mostrem estar prontos para qualquer trabalho... mostrem que aceitam desafios... digam o que eles querem ouvir, tentem moldar os vossos conhecimentos e experiencia em relação à função que estão a pretender nessa empresa...

o CURRICULO... esta é a maior aposta na nossa vida profissinal.. hoje chegam centenas de curriculos aos departamentos de recursos humanos... a primeira selecção é feita ao nivel dos curriculos... aprendam a fazer curriculos.. procurem em sites como o expreso emprego info sobre como criar um bom curriculo...

Mais uma vez, excelentes conselhos: um CV bem feito, uma boa postura na entevista, tudo isso é importante e faz a diferença.

Mas, de novo, se esse CV não fizer mensão a um curso superior, acreditem que ficam imediatamente de lado, ao ponto das pessoas dos RH saberem já filtrar quais são as universidades que interessam ou não. Já que tocaste no Expresso Emprego, façam o que vos disse acima: vão lá procurar empregos na área das TIs que não requeiram formação superior... E se acharem que é só "azar" desta semana, podem procurar à vontade para datas anteriores, também não vão encontrar.

Ah, só mais uma coisa: se não ficarem com o emprego, não desesperem. O facto de não terem sido seleccionados não quer dizer não "prestem" ou que "não servem", simplesmente apareceu alguém com um perfil melhor para a posição em causa. Continuem a tentar, pois haverá um emprego para o qual o vosso perfil será o melhor. :P Encarem isto com pragmatismo, não com pessimismo.

estudem as tecnologias que as empresas usam... eu vejo pessoas seguirem tecnologias sem espelho nas emrpesas... para que perder tempo a aprofundar coisas como a compilação de raiz do linux??? para que aprender tecnologias estranhas que nunca são usadas nas empresas?? posso dizer que o open-source está a ganhar posição no mercado e que já há empresas a usar por exemplo o PHP...mas são muito poucas... olhem para sites como o expresso emprego e tentem ver quais os conhecimentos que são mais pedidos e começem a estudar...

nos dias de hoje podem apresentar conhecimentos num curriculo e mesmo sem curso os directores que recrutam vão vos destacar.. o que eles querem é alguem com determinados conhecimentos... eu faço assim... tenho me auto-formado e apresento isso num curriculo... e quando falo com colegas sobre recrutamento VEJO QUE SOU UM PREVELIGIADO... comprovo que não é o CANUDO a coisa mais importante

A minha experiência diz-me exactamente o oposto: as pessoas dos RH não contratam ninguém sem curso superior. Até porque o que acontece é que quem concorre, com ou sem curso superior, já tem o conjunto de conhecimentos que se pretende, e nesta situação quem tem formação superior fica em vantagem.

há uma coisa muito importante... experiencia em projectos... como é dificil ter experencia antes de trabalhar eu estou a criar uma base de uma comunidade de voluntarios técnicos... a ideia é canalizar a paixão do ppl para projectos que ajudem a sociedade... e claro.. .já estão a ver o que esses tecnicos vão ganhar... vão ganhar curriculo... esses projectos vão usar tecnologias importantes no mercado e esses tecnicos podem colocar isso no curriculo... nos 5 anos perdidos numa universidade podem adquirir 5 anos de esperiencia profissional em projectos da comunidade... projectos famosos de open-source... há muito por onde escolher

5 anos perdidos numa universidade??? :P:D :D Desconhecimento ou inveja, só pode ser isso... Como afirmas que tens uma boa posição no emprego (algo em que acredito por não ter motivos para pensar o contrário) a inveja fica excluída. Assim só mesmo o desconhecimento justifica tamanha "irritação" com a universidade. Desconheces a realidade da teoria e da prática nos cursos superiores.

A dura verdade é que alguém que passe 5 anos numa "brincadeira" dessas tem zero para oferecer a uma empresa. Vais dizer o quê? "Ah e tal, fiz uns projectos muito interessantes em open source". E isso vale o quê? Vale zero para uma empresa. Porquê?

Porque parece que andaram 5 anos a brincar aos programadores, enquanto que quem investiu num curso superior andou a dar o litro entre exames e projectos e no final tem, digamos, um 14 que afere os seus conhecimentos, enquanto quem andou a "brincar" não tem nenhuma certificação para provar o que sabe (mesmo que o projecto tenha sido trabalhoso e espetacular e que tenham aprendido muito).

como a minha vida profissional subiu muito rapido a uma certa altura senti-me confuso... aproveitei a recessão para fazer um retiro profissional... algo de alto risco sem duvida... estive 4 anos fora das empreasa e dediquei-me ao voluntariado em varios niveis (uma experiencia unica)... vivia dos rendimentos adquiridos nos anos loucos onde se ganhavam milhares e de algums projectos como free-lancer... tenho 4 anos do meu curriculo onde praticamente só estão projectos voluntários... posso dizer que isso tem sido aceite por quem me recruta como experiencia profissional...

ATENÇÃO... estou apenas a alertar para algumas coisas... eu respeito quem quer seguir a universidade mas o que vejo sempre acontecer é que quem tem o DIPLOMA não respeita os outros... não vejam isto como um ataque mas sim uma defesa... porque o que eu defendo é verdade e não podem negar isso.. é claro que a forma como apresnto as coisas pode não ser a melhor... ok.. eu tento fazer como sei 

teckV

Quem tem um curso superior não é nenhum génio nem nenhum iluminado, apenas adquiriu um conjunto de conhecimentos (que são previamente escolhidos, trabalhados e mastigados) que de outra forma demoraria muito, mas muito mais tempo, a adquirir. É esta a vantagem de quem frequenta um curso superior. Qualquer pessoa pode saber tanto ou mais do que um licenciado sem nunca ter passado pela universidade, mas vai demorar mais tempo a adquirir, consolidar e aplicar esses conhecimentos (em especial de forma integrada).

Por isso é que a vida académica é vista como uma preparação para o mundo laboral, bem patente com esta mudança de Bolonha.

A mensagem que quero passar é que investir num curso superior é um excelente negócio e representa uma garantia ao vosso empregador quando o mesmo vos contratar, enquanto sem um diploma não possuem nenhum certificado sobre os vossos conhecimentos. Invistam em vós próprios, quem quer vencer nesta área um diploma é indispensavel, pois é o mínimo exigido.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

teckV está tudo dito, estou totalmente de acordo contigo, e digote ja que estou com um projecto em mao que vou

teckV está tudo dito, estou totalmente de acordo contigo, e digote ja que estou com um projecto em mao que vou começar em setembro que quando termiana-lo o peso que esse projecto no vai ter na sociedade portuguesa vai dar-me quase uma entrada directa por assim dize-lo se eu estiver interessado a entrar numa empresa e apresentar o meu curriculo, e nao tenhu canudo nenhum e tenho apenas 18 anos lol, so espero que tudo corra bem e estou bastante contente e tenho apenas um curso tecnico profissional, tenho não, estou a termina-lo!

concordo plenamente que na area de informatica interessa mais o que tu fazes e consegues fazer do que um canudo! mesmo as empresas pedido apenas licenciados eu mostrando o meu cirriculo eles sekalhar pensam duas vezes

começar em setembro que quando termiana-lo o peso que esse projecto no vai ter na sociedade portuguesa vai dar-me quase uma entrada directa por assim dize-lo se eu estiver interessado a entrar numa empresa e apresentar o meu curriculo, e nao tenhu canudo nenhum e tenho apenas 18 anos lol, so espero que tudo corra bem e estou bastante contente e tenho apenas um curso tecnico profissional, tenho não, estou a termina-lo!

concordo plenamente que na area de informatica interessa mais o que tu fazes e consegues fazer do que um canudo! mesmo as empresas pedido apenas licenciados eu mostrando o meu cirriculo eles sekalhar pensam duas vezes

Acho que vais ter uma grande desilusão se quizeres trabalhar numa empresa de TI "decente"... Vê isto por este prisma: o pessoal que passou na universidade tem carradas de projectos feitos, para teres uma ideia, talvez a média de projectos ronde 1.5 por disciplina, se tiveres 4 disciplinas por semestre, terás no final de um curso de 3 anos (pós-Bolonha) 36 projectos académicos (ou seja, servem como prova de conceito) com dead-lines agressivas e o pessoal ainda tem de lidar com o stress e com os membros "faltosos" do grupo (aprende-se muito na universidade, não é só aulas teoricas).

PS: com ou sem curso superior, escreve sem tantos erros, é o mínimo...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Concordo contigo M6 tambem quando dizes que a possibilidade de empreog é maior uma pessoa tendo curso superior penso que o teckv quer demonstrar é que uma pessao sem curso superior nao é considerado um "falhado", e acredito sim que haja pessoas sem curso superior que saibam muito mais que uma pessoa superior... por isso que digo mostrando um bom curriculo profissional se calhar tem boas chances! não se pode desvalorizar uma pessoa so porque ela nao tem o curso superior! Eu tambem penso que um curso superior nao é pa quem queira e sim para quem pode...

e digo isto dando o meu exemplo, preciso de ajudar os meus pais em casa e nao ia ajudar em nada eu ir agora para uma universidade! mas sim poderei um dia a pensar no caso mas nao me parece :P

Cada um tem a sua maneira de pensar e modo de ver as coisas :P

ps: peço dsc se os textos saiam sem algum sentido eu escrevo rapido e a maneira que vo pensando vo escrevendo e nao faço uma revisão ao texto :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Concordo contigo M6 tambem quando dizes que a possibilidade de empreog é maior uma pessoa tendo curso superior penso que o teckv quer demonstrar é que uma pessao sem curso superior nao é considerado um "falhado",

De todo. Creio que a questão não é essa, mas sim o factor de valorização profissional, é uma vantagem competitiva, nada mais.

e acredito sim que haja pessoas sem curso superior que saibam muito mais que uma pessoa superior... por isso que digo mostrando um bom curriculo profissional se calhar tem boas chances! não se pode desvalorizar uma pessoa so porque ela nao tem o curso superior! Eu tambem penso que um curso superior nao é pa quem queira e sim para quem pode...

e digo isto dando o meu exemplo, preciso de ajudar os meus pais em casa e nao ia ajudar em nada eu ir agora para uma universidade! mas sim poderei um dia a pensar no caso mas nao me parece :P

Devias-te informar mais a sério sobre isso. Tenho duas amigas cujas vidas também não eram propriamente fáceis, mas tiveram direito a bolsas que lhes permitiram fazer o curso e, com juizo e sem excessos, ter uma vida sem grandes stresses. :P

Além de que, felizmente esta "moda" chega a Portugal, existem cada vez mais hipóteses de conseguires um empréstimo para investires em ti, há créditos especializados para os estudos com soluções interessantes, o que cria uma excelente oportunidade para quem necessita.

Cada um tem a sua maneira de pensar e modo de ver as coisas :P

ps: peço dsc se os textos saiam sem algum sentido eu escrevo rapido e a maneira que vo pensando vo escrevendo e nao faço uma revisão ao texto :D

Pois, já vi... :/

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acredito que sim, por que ja ouvi falar disso mas por exemplo eu para entrar numa universidade ia ser um bico do caraças, nao sei digo eu, eu nunca me informei sobre isso... mas eu n tenho FQ nem  MAT A (axo que sao estas necessarias para entrar para engenheria d informatica), apesar de matematica nao ser uma grande dificuldade para mim porque sempre fui bom aluno a matematica (medias de 19/20) o FQ é que me lixa a vida.. e eu nao sou propriamente o aluno "betinho", sempre fui o aluno que so fazia era me*** na turma lol, eu desde que seja feliz e goste do que esteja a fazer ja é muito bom..

por isso para nao fugir mto ao topic, CrasH_BandicooT pensa bem no que fazes desde que sejas feliz é o que interessa :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas..

A minha opinião, e isto ainda sem estar dentro do mercado de trabalho é neutra, não considero que uma pessoa com um curso superior seja mais ou menos capaz de atingir certos conhecimentos, e penso o mesmo de uma pessoa sem um curso superior.

O que é certo é que, a meu ver, hoje em dia nem toda a gente está apta para entrar na universidade.

Pessoalmente não me sinto capaz, tudo bem posso ainda ter entrado este ano no 11º ano e apenas ter 17/18 anos, mas o que é certo é que não me sinto preparado para entrar num local como já em certos sitios li (e isto devido ao processo bolonha) onde vou passar a ter aulas em inglês (pelo menos foi o que li), um local que vai exigir de mim um esforço exaustivo, um local que requere médias altas para entrar, um local em que o mais provável e como acontece com muitos outros portugueses é que eu entre e saia de lá 1 ou 2 anos depois por não conseguir prosseguir.

Outro dos pontos que quero aqui frisar, nem toda a gente tem como objectivo subir até ao topo, ha muito boa gente que se conforma com um cargo numa empresa a fazer o que gosta, sem querer ir muito longe podem não acreditar mas isto é verdade.

É grande verdade que hoje em dia a maioria das empresas exige um curso superior, mas continuam a existir algumas que não o pedem.

Acho que o governo actual está a provocar becos sem saida aos estudantes portugueses, alem de não darem uma fromação totalmente correcta e que normalmente é bastante desleixada, nos ensinos basico e secundario.. Ainda praticamente os obrigam a ir para a universidade mesmo que estes não queiram porque se estes não forem vão trabalhar para as obras ou outro cargo semelhante (o que não é totalmente mau, mas é cortar as pernas aos portugueses que querem fazer aquilo que gostam e para o qual têm geito).

Se querem que vos diga o que eu penso deste portugal é que estamos a querer evoluir demasiado depressa e depois temos pessoal formado a fazer o que não gosta e pessoal sem curso mas com geito para algo a fazer o que não gosta. Isto porque se vos dessem a escolher entre trabalhar num café ou estar sentado numa cadeira a programar, mesmo que não gostassem de programar, o que é que vocês fariam?

Acho que para se ajustar a formação universitária deveriam primeiro ajustar o resto da educação, e não é fazer exames como eu hoje vi que planeam fazer aos alunos do 4º e 6º ano, pelo amor de deus eu com 9 anos mesmo com boas notas não tinha capacidade psicológica para saber o que era um exame nacional, se isso me acontecesse eu desatava a chorar e a gritar que não queria fazer a prova LOL  :-[.

Depois o governo queixa-se que ha desemprego, a culpa não é da falta de empregos, esses ha-os e muitos, o problema é que não ha gente suficiente formada para trabalhar neles, isto porquê, porque nos fazem querer desde o inicio da nossa carreira na escola que a universidade é só para os melhores e que nós ou marramos marramos marramos ou então nunca havemos de passar de vadios a viver na rua. A verdade é que hoje em dia os professores no básico e no secundário vão muitas vezes descarregar matéria para as aulas, e meter medo aos alunos, sim eu próprio tenho medo de ir para a universidade, nós sem querermos somos manipulados pelos professores a mudarmos de opinião acerca dos nossos futuros isto porque fazem-nos querer que a universidade é algo impossível para nós.. E se querem que vos diga já tive mais longe de fazer lhes fazer a vontade, porque cada vez mais vejo que é verdade o que os professores me dizem, cada vez mais vejo alunos a desistir da universidade a meio do primeiro ano porque não era aquilo que estavam a espera.

Eu pergunto-me onde é que o governo quer chegar com isto tudo, a um futuro onde temos 9 milhões a trabalhar em cafés e a carregar bilhas do gás, e 2 milhões a trabalhar em empresas de varios ramos?

Depois vão fazer o quê, depois de terem a educação reformada de quem é a culpa, já não é dos estudos, até porque os alunos foram todos bem preparados, todos os que foram porque os outros simplesmente faltaram as aulas porque era muito dificil, e vêm vocês dizer, toda a gente consegue fazer aquilo que quer, o facto é que isso é mentira, lá por vocês estarem aptos para isto ou para aquilo não quer dizer que toda a gente tenha capacidade para o fazer, nem toda a gente tem apoios desde pequenos para estudar, nem toda a gente tem capacidade psicologica nem maturidade suficiente para estudar. A grande verdade é que a maioria dos portuguêses não estão aptos, não têm uma familia que os apoia nos estudos, não tem maturidade para seguir, e é na juventude de hoje que se vê a quantidade de adultos inconsciêntes que vamos ter amanhã.. Sim porque ou este governo começa a apoiar mais o mundo do trabalho e facilitar a educação e querer crescer a uma velocidade moderada, ou se continuamos assim cada vez é mais difícil cada vez nos enterramos mais porque qualquer dia com a mania das grandezas portugal ta quase todo desempregado.  :P

É isto que eu acho e até que me provem o contrário não vou mudar de opinião porque cada vez mais vejo que estamos a querer avançar depressa de mais e cada vez mais regredimos mais depressa.

Quanto à pergunta inicial do tópico, neste momento já não sei o que te diga, se és da mesma opinião que e achas que o mundo universitário é demasiado complexo para ti então segue a tua vidinha e não percas tempo, se achas que consegues mas não tás com muita vontade porque dá muito trabalho então vai para a universidade e manda a preguissa pro C*****o. Afinal ter um canudo nunca fez mal a ninguem..

Cumps. Overrun

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acredito que sim, por que ja ouvi falar disso mas por exemplo eu para entrar numa universidade ia ser um bico do caraças, nao sei digo eu, eu nunca me informei sobre isso... mas eu n tenho FQ nem  MAT A (axo que sao estas necessarias para entrar para engenheria d informatica), apesar de matematica nao ser uma grande dificuldade para mim porque sempre fui bom aluno a matematica (medias de 19/20) o FQ é que me lixa a vida.. e eu nao sou propriamente o aluno "betinho", sempre fui o aluno que so fazia era me*** na turma lol, eu desde que seja feliz e goste do que esteja a fazer ja é muito bom..

por isso para nao fugir mto ao topic, CrasH_BandicooT pensa bem no que fazes desde que sejas feliz é o que interessa :P

Isto só vem reforçar a ideia do meu tópico, a verdade é que nós não podemos voltar atrás, muitos de nós fomonos safando a matemática ou a FQ, ou a qualquer outra disciplina, isto para fazer o que gostavamos, só que por exemplo eu não me sinto preparado para ir para a universidade e ter 1 ou 2 anos onde só dou matemática. Sei que a matemática é essencial na informática, mas até hoje a unica área em que vi uma relação directa foi a programação, eu não acho que uma formação universitária seja essencial para alguem que queira fazer Help Desk ou que esteja numa loginha a arranjar computadores e a prova disso é que conheço muita gente com o 9º ano e alguns cursos aparte a nível informático e que nunca foram grandes alunos a matemática ou a FQ e no entanto são excelentes profissionais no que fazem, claro que não trabalham numa ATI ou numa AMD a criar peças, mas secalhar também não querem, secalhar são modestos e conformistas ao ponto de gostarem só de trabalhar numa loja de informática ou numa empresa pequena.

Entendam isto, nem toda a gente quer ser grande, e se houver alguem aqui que discorde eu sou uma prova viva desta afirmação.

O certo é que um aluno do 12º ano que se foi safando ao longo da vida não pode voltar ao 8º ano para rever as bases a matemática ou a FQ e por conseguinte não está apto para ir para a universidade e ponto final, e não me venham com cenas de que existem explicações e cenas do genero, porque não é bem assim, as explicações não recuperam 5 anos num.

Sem mais a dizer.

Cumps. Overrun

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acredito que sim, por que ja ouvi falar disso mas por exemplo eu para entrar numa universidade ia ser um bico do caraças, nao sei digo eu, eu nunca me informei sobre isso... mas eu n tenho FQ nem  MAT A (axo que sao estas necessarias para entrar para engenheria d informatica), apesar de matematica nao ser uma grande dificuldade para mim porque sempre fui bom aluno a matematica (medias de 19/20) o FQ é que me lixa a vida.. e eu nao sou propriamente o aluno "betinho", sempre fui o aluno que so fazia era me*** na turma lol, eu desde que seja feliz e goste do que esteja a fazer ja é muito bom..

por isso para nao fugir mto ao topic, CrasH_BandicooT pensa bem no que fazes desde que sejas feliz é o que interessa :P

Tens mais cursos nessa área sem ser Eng Informática. Também não tenho FQ, mas a Matemática é indispensavel.

Não te podes é derrotar a ti mesmo à partida, vai à luta! :P Todos nós temos pontos fortes e fracos, um dos desafios de uma licenciatura é superareste a ti mesmo, isso aconteceria quando lipasses todas as disciplinas de FQ! :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu já sabia que ao escrever o que escrevi iria suscitar alguma discordia. Mas o meu objectivo não foi desacreditar os tecnicos, muito simplesmente achei que deveria alertar um jovem de 18 anos.

teckV, a opção de não teres tirado um curso superior, foi tua. Se estás contente com essa situação melhor para ti. Mas o que se passa hoje em dia, é que todas as empresas pedem licenciados. É muito raro encontrares um emprego que não te exija uma licenciatura.

Os ordenados são uma realidade, tu como tecnico vais atingir um patamar, onde depois não poderás subir mais. Eu no meu caso fiz o curso tecnologico de electronica. Se não tivesses ido para eng. electrotecnica, seria tecnico de electronica, ou similar. Posso-te dizer que num colega de faculdade que está a trabalahar numa empresa de instalações electricas, ganha à cerca de 1 ano e meio cerca de 2500 €. Existem lá tecnicos com muitos mais anos que o meu colega que ganham pouco mais de 1000 €. Para alem do meu colega ter carro, gasoleo, telemovel e seguro à borla. Como esta empressa existem milhentas assim

A formação que é dada na universidade é boa, talvez com demasiados conhecimentos, que dificilmente serão empregues. Mas na faculdade adquires uma certa maneira de pensar, trabalhar que te ajudam na tua vida profissional. Como disseram atrás sair de uma engenharia é muito dificil. Se fores a sites de universidades, vês que os projectos de final de curso são muito bons. No meu departamento (ISR no DEEC) fazemos inclusive trabalhos para a nasa. Por curiosidade os fundadores do google são quÊ ? doutorados ...

Não te esqueças de uma coisa, o que um tecnico faz, o engenheiro tambem o faz. Tudo se aprende, agora poed-se aprender é de forma mais rápida ou mais lenta.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acredito que sim, por que ja ouvi falar disso mas por exemplo eu para entrar numa universidade ia ser um bico do caraças, nao sei digo eu, eu nunca me informei sobre isso... mas eu n tenho FQ nem  MAT A (axo que sao estas necessarias para entrar para engenheria d informatica), apesar de matematica nao ser uma grande dificuldade para mim porque sempre fui bom aluno a matematica (medias de 19/20) o FQ é que me lixa a vida.. e eu nao sou propriamente o aluno "betinho", sempre fui o aluno que so fazia era me*** na turma lol, eu desde que seja feliz e goste do que esteja a fazer ja é muito bom..

por isso para nao fugir mto ao topic, CrasH_BandicooT pensa bem no que fazes desde que sejas feliz é o que interessa :P

Tens mais cursos nessa área sem ser Eng Informática. Também não tenho FQ, mas a Matemática é indispensavel.

Não te podes é derrotar a ti mesmo à partida, vai à luta! :P Todos nós temos pontos fortes e fracos, um dos desafios de uma licenciatura é superareste a ti mesmo, isso aconteceria quando lipasses todas as disciplinas de FQ! :P

Pois mas eu nao fiz o secundario normal, fiz um curso profissional com equivalencia ao 12º ano nao sei como isto funciona (em termos d medias) caso eu pretendesse entrar numa universidade... mas neste momento estou a estagiar numa empresa que nao tem nada a ver com programação mas estou aqui a trabalhar como programador (a fazer paginas), ele tem um projecto que irá entrar em acção se tudo correr bem no final do ano quando as novas instalações estiverem prontas e esta-me a dar garantias de um bom cargo (chefe de equipa), claro que para isso vou ter de demonstrar que sou capaz d'isso e vou trabalhar imenso... vamos la ver :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Boas..

A minha opinião, e isto ainda sem estar dentro do mercado de trabalho é neutra, não considero que uma pessoa com um curso superior seja mais ou menos capaz de atingir certos conhecimentos, e penso o mesmo de uma pessoa sem um curso superior.

O que é certo é que, a meu ver, hoje em dia nem toda a gente está apta para entrar na universidade.

Daí haver provas para filtrar o pessoal que entra e não entra.

Pessoalmente não me sinto capaz, tudo bem posso ainda ter entrado este ano no 11º ano e apenas ter 17/18 anos, mas o que é certo é que não me sinto preparado para entrar num local como já em certos sitios li (e isto devido ao processo bolonha) onde vou passar a ter aulas em inglês (pelo menos foi o que li), um local que vai exigir de mim um esforço exaustivo, um local que requere médias altas para entrar, um local em que o mais provável e como acontece com muitos outros portugueses é que eu entre e saia de lá 1 ou 2 anos depois por não conseguir prosseguir.

Aulas em inglês já é quase "mato" nos dias de hoje ao nível dos mestrados.

Mais, independentemente da língua das aulas, a literatura é quase toda em inglês, tem a ver com a realidade da coisa: há mais e melhores livros em inglês do que em Português...

Outro dos pontos que quero aqui frisar, nem toda a gente tem como objectivo subir até ao topo, ha muito boa gente que se conforma com um cargo numa empresa a fazer o que gosta, sem querer ir muito longe podem não acreditar mas isto é verdade.

É grande verdade que hoje em dia a maioria das empresas exige um curso superior, mas continuam a existir algumas que não o pedem.

A ambição pessoal de cada um só a si diz respeito.

Quanto às empresas onde não exigem licenciatura, além de serem cada vez menos, ou mudam de estratégia ou não lhes auguro bom futuro...

Acho que o governo actual está a provocar becos sem saida aos estudantes portugueses, alem de não darem uma fromação totalmente correcta e que normalmente é bastante desleixada, nos ensinos basico e secundario.. Ainda praticamente os obrigam a ir para a universidade mesmo que estes não queiram porque se estes não forem vão trabalhar para as obras ou outro cargo semelhante (o que não é totalmente mau, mas é cortar as pernas aos portugueses que querem fazer aquilo que gostam e para o qual têm geito).

O caso do ensino secundário é mais culpa da sociedade (ou seja de todos nós e em particular do pais dos estudantes) do que propriamente dos governos. Não havendo pressão social sobre os governos para melhorar o ensino, não haverá mundanças, pois elas não são "necessárias"...

Quanto à exigência de um curso universitário, isso não tem nada a ver com o nosso país, é uma exigência global. Porque acham que há muitas TIs a mudarem para a India? É porque o nível educacional deles é elevado e os preços competitivos.

Ora assim sendo, uma pessoa sem curso superior a trabalhar numa TI vai ser um caso cada vez mais raro.

Se querem que vos diga o que eu penso deste portugal é que estamos a querer evoluir demasiado depressa e depois temos pessoal formado a fazer o que não gosta e pessoal sem curso mas com geito para algo a fazer o que não gosta. Isto porque se vos dessem a escolher entre trabalhar num café ou estar sentado numa cadeira a programar, mesmo que não gostassem de programar, o que é que vocês fariam?

Evoluir demasiado depressa??? Estamos atrasadíssimos em relação à Europa e aos EUA (que é quem marca o passo) e tu dizes que estamos a evoluir demasiado depressa???

E que culpa tem o país se as pessoas escolhem mal os cursos ou as profissões e não sabem lidar a realidade da oferta e da procura do mercado de trabalho?

Deviamos era andar ainda mais depressa, basta ver os indicadores europeus e até já estamos a ser passados pela Grécia...

Acho que para se ajustar a formação universitária deveriam primeiro ajustar o resto da educação, e não é fazer exames como eu hoje vi que planeam fazer aos alunos do 4º e 6º ano, pelo amor de deus eu com 9 anos mesmo com boas notas não tinha capacidade psicológica para saber o que era um exame nacional, se isso me acontecesse eu desatava a chorar e a gritar que não queria fazer a prova LOL  :-[.

Não é com exames? Então com que é vais medir a qualidade dos alunos, dos professores e das escolas?

Essa do não tinhas capacidade psicológica não cola... Então os miudos nos outros países têm e nós não temos porquê? Temos algum gene que nos faz ser totós em relação aos outros?

Depois o governo queixa-se que ha desemprego,

O governo não se queixa muito, as pessoas e os sindicatos é que se queixam. E se fores ver o grosso dos desempregados são pessoas sem formação. Encontras muito poucas pessoas com formação superior desempregadas.

a culpa não é da falta de empregos, esses ha-os e muitos, o problema é que não ha gente suficiente formada para trabalhar neles,

Dai ser necessário formação, de onde se enquadra a formação superior.

isto porquê, porque nos fazem querer desde o inicio da nossa carreira na escola que a universidade é só para os melhores e que nós ou marramos marramos marramos ou então nunca havemos de passar de vadios a viver na rua.

Não vives na rua, mas digamos que só poderás aspirar a um BMW se o mesmo for um série 3 usado...

É que a dura realidade é mesmo esta: a competitividade veio para ficar

Vejam o caso do Larry Page e do Serguei Grim (os donos da Google), aquilo nasceu como um projecto universitário de doutoramento deles, resultado: são podres de ricos, só contratam os melhores, pagam a peso de ouro, há aqui alguém que não gostasse de trabalhar numa Google ou de ser como eles?

A verdade é que hoje em dia os professores no básico e no secundário vão muitas vezes descarregar matéria para as aulas, e meter medo aos alunos, sim eu próprio tenho medo de ir para a universidade, nós sem querermos somos manipulados pelos professores a mudarmos de opinião acerca dos nossos futuros isto porque fazem-nos querer que a universidade é algo impossível para nós.. E se querem que vos diga já tive mais longe de fazer lhes fazer a vontade, porque cada vez mais vejo que é verdade o que os professores me dizem, cada vez mais vejo alunos a desistir da universidade a meio do primeiro ano porque não era aquilo que estavam a espera.

Tens razão, os professores universitários comem criancinhas ao pequeno almoço! :P :P :D

Que raio de ideia pá. A universidade não é nenhum bicho de 7 cabeças, tens aulas teoricas e práticas, tens exames e projectos, passas e chumbas, bebes umas loiras nas semanas académicas e quando deres por ela os melhores anos da tua vida ficaram ali na universidade, pois agora estás vestido de fato para a tua primeira entrevista. Há milhões de pessoas que conseguem, porque não haverias de conseguir também. Há umas disciplinas que para ti são fáceis e outras dificies, acontece a todos.

Eu pergunto-me onde é que o governo quer chegar com isto tudo, a um futuro onde temos 9 milhões a trabalhar em cafés e a carregar bilhas do gás, e 2 milhões a trabalhar em empresas de varios ramos?

É exactamente com um formação superior que se consegue fujir a esse cenário.

Vejam o caso da Irlanda, querem melhor prova do que isso?

Depois vão fazer o quê, depois de terem a educação reformada de quem é a culpa, já não é dos estudos, até porque os alunos foram todos bem preparados, todos os que foram porque os outros simplesmente faltaram as aulas porque era muito dificil, e vêm vocês dizer, toda a gente consegue fazer aquilo que quer, o facto é que isso é mentira, lá por vocês estarem aptos para isto ou para aquilo não quer dizer que toda a gente tenha capacidade para o fazer, nem toda a gente tem apoios desde pequenos para estudar, nem toda a gente tem capacidade psicologica nem maturidade suficiente para estudar. A grande verdade é que a maioria dos portuguêses não estão aptos, não têm uma familia que os apoia nos estudos, não tem maturidade para seguir, e é na juventude de hoje que se vê a quantidade de adultos inconsciêntes que vamos ter amanhã.. Sim porque ou este governo começa a apoiar mais o mundo do trabalho e facilitar a educação e querer crescer a uma velocidade moderada, ou se continuamos assim cada vez é mais difícil cada vez nos enterramos mais porque qualquer dia com a mania das grandezas portugal ta quase todo desempregado.  :P

É isto que eu acho e até que me provem o contrário não vou mudar de opinião porque cada vez mais vejo que estamos a querer avançar depressa de mais e cada vez mais regredimos mais depressa.

Deviamos era andar mais depressa. Temos que trabalhar muito mais: mais depressa e mais arduamente de forma a sermos tão bons e depois melhores que os outros.

Toda a gente gostava de viver como vivem os Suiços ou os Suecos, só que se esquecem que nesses países o nível de escolaridade é brutalmente superior ao nosso.

Quanto à pergunta inicial do tópico, neste momento já não sei o que te diga, se és da mesma opinião que e achas que o mundo universitário é demasiado complexo para ti então segue a tua vidinha e não percas tempo, se achas que consegues mas não tás com muita vontade porque dá muito trabalho então vai para a universidade e manda a preguissa pro C*****o. Afinal ter um canudo nunca fez mal a ninguem..

Cumps. Overrun

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Acredito que sim, por que ja ouvi falar disso mas por exemplo eu para entrar numa universidade ia ser um bico do caraças, nao sei digo eu, eu nunca me informei sobre isso... mas eu n tenho FQ nem  MAT A (axo que sao estas necessarias para entrar para engenheria d informatica), apesar de matematica nao ser uma grande dificuldade para mim porque sempre fui bom aluno a matematica (medias de 19/20) o FQ é que me lixa a vida.. e eu nao sou propriamente o aluno "betinho", sempre fui o aluno que so fazia era me*** na turma lol, eu desde que seja feliz e goste do que esteja a fazer ja é muito bom..

por isso para nao fugir mto ao topic, CrasH_BandicooT pensa bem no que fazes desde que sejas feliz é o que interessa :P

Tens mais cursos nessa área sem ser Eng Informática. Também não tenho FQ, mas a Matemática é indispensavel.

Não te podes é derrotar a ti mesmo à partida, vai à luta! :P Todos nós temos pontos fortes e fracos, um dos desafios de uma licenciatura é superareste a ti mesmo, isso aconteceria quando lipasses todas as disciplinas de FQ! :P

Pois mas eu nao fiz o secundario normal, fiz um curso profissional com equivalencia ao 12º ano nao sei como isto funciona (em termos d medias) caso eu pretendesse entrar numa universidade... mas neste momento estou a estagiar numa empresa que nao tem nada a ver com programação mas estou aqui a trabalhar como programador (a fazer paginas), ele tem um projecto que irá entrar em acção se tudo correr bem no final do ano quando as novas instalações estiverem prontas e esta-me a dar garantias de um bom cargo (chefe de equipa), claro que para isso vou ter de demonstrar que sou capaz d'isso e vou trabalhar imenso... vamos la ver :D

Curioso, uma dessas minha amigas vinha da área técnico-profissional, e saiu-se muito bem. :D

Espero que te des bem, mas no entanto não fiques admirado se um dia destes contratarem alguém da tua idade ou mais novo e esse alguém subir rapidamente para um cargo superior ao teu...

A mensagem que quero deixar é que a formação superior é um investimento em nós próprios, é uma mais valia pessoas e profissional.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora