• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

vulcano

Casamento gay aprovado pelo governo

Concorda com os casamentos entre homossexuais ?   35 membros votaram

  1. 1. Concorda com os casamentos entre homossexuais ?

    • Sim, incluindo adopção
      11
    • Sim, sem adopção
      15
    • Não concordo
      9

Please inicie sessão ou registe-se para votar.

196 mensagens neste tópico

O Governo aprova amanhã, em Conselho de Ministros, a proposta de lei para permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo. O diploma exclui, porém, a possibilidade de estes novos casais poderem adoptar crianças.

http://www.publico.clix.pt/Política/casamento-gay-aprovado-amanha-pelo-governo_1414178

Apesar de já ser um tema muito batido, a verdade é que o governo vaia amanhã aprovar o casamento gay... qual a vossa opinião..São a favor ou contra?

Vulcano

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pá querem casar casem-se agora adoptar crianças sou totalmente contra!

Imagino a "destruição" psicológica que não passará uma criança nessa situação, desde ter de perceber porque tem 2 pais ou 2 mães ao invés de um pai ou uma mãe como a maioria das outras crianças.

Alias não é preciso ir muito longe basta ver o caso de pais separados que já não é nada simples agora imaginando este caso, já para não falar na vida social dessas crianças que seria incondicionalmente influenciada por uma opção que não foi a delas e que não pediram para isso.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sou contra não poderem adoptar crianças institucionalizadas.

Tens razão, seria terrível tirar as criancinhas da Casa Pia e outras instituições, onde têm os seus pais. Oh, wait...

Ah, mas essa opção foram eles que escolheram, com certeza.

Btw, eu sou filho de pais separados, e sou não tenho nenhuns problemas com isso.

Maus são os filhos que vivem com pais juntos, que não o deviam estar. Pergunto-me das 36 mulheres que já morreram este em Portugal, vítimas de violência doméstica, quantas seriam mães.

Btw, eu concordo que eles podem sofrer danos psicológicos: dos anormais que gozam com eles ou os perseguem por isso.

Mas discordo que o simples facto de ter dois pais do mesmo sexo cause danos psicológicos, e os milhares de membros da COLAGE* também.

COLAGE is a national movement of children, youth, and adults with one or more lesbian, gay, bisexual, transgender and/or queer (LGBTQ) parent/s. We build community and work toward social justice through youth empowerment, leadership development, education, and advocacy.

Aliás, já foram feitos vários estudo que o comprovam, como esta da Associação Americana de Psicologia:

In summary, there is no evidence to suggest that les-

bian women or gay men are unfit to be parents or

that psychosocial development among children of

lesbian women or gay men is compromised relative 

to that among offspring of heterosexual parents. Not 

a single study has found children of lesbian or gay

parents to be disadvantaged in any significant respect

relative to children of heterosexual parents. Indeed,

the evidence to date suggests that home environ-

ments provided by lesbian and gay parents are as

likely as those provided by heterosexual parents to

support and enable children's psychosocial growth.

http://www.apa.org/pi/lgbt/resources/parenting.aspx
0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu sou contra esta lei, e se sou contra já toda a gente sabe a minha opinião em relação à adopção.

A natureza humana dita que para haver reprodução tem de haver uma macho e uma fêmea, não é o caso de duas pessoas do mesmo sexo.

Essa questão da casa pia e instituições é uma falsa questão, o problema está na legislação que é demasiado lenta embora se perceba que não se pode entregar uma criança a alguém no espaço de 1 dia, é necessário avaliar as capacidades psicológicas dos pais.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Sobre o Casamento de pessoas do mesmo sexo nem sequer faço pronuncios. Respeito as opiniões de toda a gente e reservo-me a minha.

Sobre a questão da adopção, sinceramente é demasiado polémica. Para se proibir a adopção de crianças por casais do mesmo sexo também tem de se aplicar "tabua raza" aos casos de violencia doméstica, em que as crianças são vitimas inocentes, num conflito onde "baixas de conflito" não são admissiveis.

Tenho conhecimentos de casos de violência doméstica, alguns graves, alguns dentro da familia, e conheço um caso de uma adolescente a  viver com o pai biologico (homosexual assumido), porque viver com o padrasto que era um "animal violento" o que tornava insuportavel viver com ele. Pelo menos junto do pai biologico tem o respeito merecido.

As instiuições não brinquemos... maior parte delas finge cumprir os requisitos todos, mas na pratica só os cumpre durante as breves visitas das inspecções....

Entre estar numa instiuição e estar exposto ao facto de ter 2 pais ou duas mães, não sei mesmo qual será melhor.

Cumprimentos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Também eu sou contra. Não entendo, nem aceito algo que é contranatural.

Todos os seres vivos nascem, respiram, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e morrem. Tudo o que se desvia deste padrão comportamental é anormal e, geralmente, suportado por uma doença de natureza física ou psíquica.

Mas, apesar de poder ser considerado retrógrada, antiquado e conservador, ao ver esta "evolução" não me surpreende que um dia será considerado normal a pedofilia. Haverá um tópico aqui no fórum1  com o título "Casamento com crianças aprovado amanhã pelo governo". Isto porque, há vários países no mundo, onde já é aceite e prática comum na vida das crianças.


1 Não pretendo fazer qualquer afirmação contra a isenção do fórum sobre qualquer temas aqui colocados.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Também eu sou contra. Não entendo, nem aceito algo que é contranatural.

Todos os seres vivos nascem, respiram, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e morrem. Tudo o que se desvia deste padrão comportamental é anormal e, geralmente, suportado por uma doença de natureza física ou psíquica.

Mas, apesar de poder ser considerado retrógrada, antiquado e conservador, ao ver esta "evolução" não me surpreende que um dia será considerado normal a pedofilia. Haverá um tópico aqui no fórum1  com o título "Casamento com crianças aprovado amanhã pelo governo". Isto porque, há vários países no mundo, onde já é aceite e prática comum na vida das crianças.

Concordo que seja contra-natural, mas não faço pronuncios sobre opinião pessoal relativa ao tema. Acho simplesmente que ao abester-me de emitir opinião estou a respeitar quem está numa situação de homosexualidade.

Sei que existe paizes em que o casamento com crianças e a vida em união factual com crianças é aceite. Uma boa parte desses paizes são paises arabes e/ou asiaticos. Penso que nesses casos sejam questões culturais, e mais uma razão para não me pronunciar sobre elas. Agora acho que isso cá seria inadmissivel, absurdo e o culminar da estupidêz!

A historia tende a repetir-se e na era romana a pedofilia e a homosexualidade eram factos comuns da vida quotidiana dos romanos. Agora espero que essa parte da história não se repita! Espero mesmo!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu sou contra os casamentos abomino a ideia de em vez de ser um macho e uma fêmea a darem continuação a espécie estejam a destruí-la aos poucos, visto que se não fossem necessários uma fêmea e um macho existiria só um tipo, mas respeito a opinião dos outros se eles querem eles que façam, e quanto a adopção visto que sou contra o casamento e as ideias deles, também se poderia pensar que sou contra a adopção mas ai eu próprio me contradigo pk por um lado dentro da cabeça de uma criança que viva com dois pais ou duas mãe pode não fazer sentido, mas também se viverem numa instituição a sua mentalidade pode não ser melhor, estando mesmo que seja com dois pais ou mães essa criança penso que crescerá num espírito de família, e que nunca lhe faltará nd, mas o facto de ter dois pais do mesmo sexo penso que poderá vir a influenciar a sua vida futura...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu sou contra esta lei! Além de ser contra-natura não tem grande cabimento de ser chamada de casamento. Se a intenção fosse mesmo a de dar as mesmas igualdades a casais ao nível fiscal e de heranças, etc. então não chamavam casamento mas união civil. Pois:

"A palavra casamento é derivada de "casa", enquanto que matrimonio tem origem no radical mater ("mãe") seguindo o mesmo modelo lexical de "património". Também pode ser do latim medieval casamentu: Acto solene de união entre duas pessoas de sexo diferente, capazes e habilitadas, com legitimação religiosa e/ou civil." - Wikipedia

Agora, como o Sócrates pertence a uma loja maçónica, faz muitas leis de forma a destruir a família e a destruir a igreja. E esta é apenas mais uma delas... Viva...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

eu quanto a isso ja me pronunciei, eu sou contra mas não posso fazer nd....

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

eu quanto a isso ja me pronunciei, eu sou contra mas não posso fazer nd....

Isso é a mentalidade actual portuguesa, que não é a mesma que estudamos quando mais pequenos em História de Portugal, em que vemos um povo (português?) que não se contenta com o que acredita estar errado.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

lol o meu "não posso fazer nd" é em relação ao que eles pensam, tipo eles gostarem deles e pensarem assim eu não posso fazer nd quanto a isso... lol B)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Também eu sou contra. Não entendo, nem aceito algo que é contranatural.

Todos os seres vivos nascem, respiram, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e morrem. Tudo o que se desvia deste padrão comportamental é anormal e, geralmente, suportado por uma doença de natureza física ou psíquica.

Comportamentos homossexuais existem em várias espécies de animais, mesmo em situações na presença de elementos de ambos os sexos.

Utilizar computadores, electricidade, produzir armas, etc, etc, etc, só mesmo os humanos.

Quem é que tem um comportamento anti-natural?

Mas, apesar de poder ser considerado retrógrada, antiquado e conservador, ao ver esta "evolução" não me surpreende que um dia será considerado normal a pedofilia. Haverá um tópico aqui no fórum1  com o título "Casamento com crianças aprovado amanhã pelo governo". Isto porque, há vários países no mundo, onde já é aceite e prática comum na vida das crianças.
Esse argumento é um falácia. Não há nenhuma razão que mostre que se aprove uma coisa, se tenha que aprovar a outra.
Se a intenção fosse mesmo a de dar as mesmas igualdades a casais ao nível fiscal e de heranças, etc. então não chamavam casamento mas união civil.
A posição no quadro legal do Casamento e da União Civil é obviamente diferente, senão a segunda não teria sido criada.
Enquanto no casamento, à morte de um dos cônjuges, o outro tem direito a ficar com a mesma renda baixa, na união de facto tal não se verifica. Um último exemplo, enquanto num casamento, à morte de um, o outro tem direito à pensão de sobrevivência. Na união de facto, o que fica tem que intentar uma acção contra o Centro Nacional de Pensões”.
Agora, como o Sócrates pertence a uma loja maçónica, faz muitas leis de forma a destruir a família e a destruir a igreja. E esta é apenas mais uma delas... Viva...

Tens razão. Se se legalizar o casamento homossexual, todos se vão tornar homossexuais! OMG!

Ou então, se se proibir, os homossexuais convertem-se em heterossexuais e passam a copular furiosamente!

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A homossexualidade é uma alteração do comportamento sexual dos individuos, e quando acontece entre os animais, na maioria dos caso é por ausência de fêmeas e só acontece aos machos.

Mas, segundo as estatisticas existem mais mulheres que homens. Penso eu que a culpa será novamente da mulher e desta vez não sei que bicho é o culpado, será novamente a serpente?

Ultimamente a sociedade tem aceitado os homossexuais como pessoas que são, e por isso o meu desejo é que eles respeitem o casamento tal como ele foi instituído, união sagrada entre um homem e uma mulher!

P.S.  Eu não sou relegioso, mas defendo os bons costumes. sou casado e pretendo continuar assim até ao fim da minha vida. só espero não me compararem aos homossexuais.

Acho que deviam criar um outro tipo de união para eles, tipo Homotrimónio ou coisa parecida, e com os direitos que eles querem.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Eu não sou relegioso, mas defendo os bons costumes. sou casado e pretendo continuar assim até ao fim da minha vida. só espero não me compararem aos homossexuais.

E aqui está a verdadeira razão: a insegurança que leva ao medo de se ser considerado diferente.

Mas eu não tenho paciência para voltar a discutir isto, já deixem a minha opinião bem expressa no Arrastão. Isto não foi "escondido" pelos partidos, o PS foi bem claro na sua intenção de mudar a lei e as pessoas votaram nele, assim como no BE e CDU, portanto não há mais nada a dizer.

Constituição da República Portuguesa

Artigo 13.º

Princípio da igualdade

1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei.

2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É pah eu sou diferente! Consumo litros de café, sou pouco sociavel, passo a vida ao computador, sou casado (heterosexual), tenho péssimo jeito para lidar com pessoas, e ainda assim sou voluntário numa instituição, e quando visto a farda passo a "ter jeito para lidar com pessoas".... Será que isso faz com que tenham medo de mim :P  B)

Por acaso conheço poucos como eu a fazer voluntariado na mesma area que eu, e já ouvi comentários desagradaveis, mas ao contrario do que se possa pensar não me intimidam! Acho graça! :)

Conheço algumas pessoas homosexuais. Não me meto na vida delas, como elas não se metem na minha. "Cada macaco no seu galho", mas trato-as como pessoas, não como uma especie de "nature-frick's". Sou adepto dos bons custumes, mas sempre temperados com muita sabedoria, aprendizagem e paciência... Com um cheirinho de Bom-senso, e um toque de "liberdade".

Cumprimentos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Desculpem lá, onde é que o casamento entre pessoas do sexo oposto é uma coisa natural? Que eu saiba, o casamento é uma abstracção que representa a união de duas pessoas aos olhos da Lei. O casamento, quer entre pessoas do mesmo sexo quer entre pessoas do sexo oposto é uma coisa contra-natura.

E também gostaria de saber como é que o casamento entre gays promove a destruição da espécie: que eu saiba, eles apenas estão a oficializar a sua posição perante a Lei. Eles já eram gays antes de se casarem, portanto, já estavam a destruir a espécie antes de se casarem. E agora, das duas uma: ou não sabem o que dizem, ou estão a dizer que os gays estão a destruir a espécie. Então só me resta perguntar o que querem fazer com essas pessoas. Acho que a História oferece a resposta a essa pergunta (hint, hint: III Reich).

A mim faz-me alguma confusão quando vejo duas pessoas do mesmo sexo a manifestarem os seus sentimentos em público. Mas vivo bem com isso e sei que é muito mais uma questão de hábito do que outra coisa - no entanto, faz-me muito mais confusão quando vejo uma pessoa a mastigar de boca aberta, por exemplo. E por muita confusão que me faça, acho que essa minha confusão não deve impedir que essas duas pessoas sejam felizes e vivam como bem entenderem. Simplesmente, não tenho nada que ver com isso. Não acho que isso vá destruir a sociedade e muito menos vá contribuir para uma sociedade pior. Não acho que o casamento gay influencie de alguma maneira a minha vida. E concluo que o casamento gay é uma solução bastante eficaz: torna pessoas mais felizes sem prejudicar ninguém.

Não percebo é porque é que se preocupam tanto com isto. O país tem coisas bem mais chatas entre mãos. Esta história do casamento gay é palha para burros, com todo o respeito.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Concordo com o esquiso.

A única questão que esta lei coloca para mim é a adopção por estes casais. Afinal para que serve a adopçao de crianças? não é para lhe fomentar um lar, para no fundo terem uma família e fazerem parte dela como se fossem filhos dela. Uma criança adoptada e feliz está perfeitamente integrada na familia, para ela esta a li o pai e a mãe.

Agora eu pergunto, uma criança pode ser filha de um casal homossexual?, conhecem alguma criança não adoptada em que os pais são homossexuais? eu não!

Opá não faz sentido, eu vou até à escola, olha o meu pai chama-se Manel e o meu pai chama-se João. Ele o meu pai pôs os pirilampo no meu pai e eu nasci.

Quanto à parte de os gays poderem vir a dominar o mundo com a legalidade do casamento? Tenham juízo! uma espécie que não se reproduz está condenada à extinção. (não estou a querer ofender ninguém, eu respeito por igual todos, nem tenho problemas com ninguém, o meu vizinho de quarto é gay)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
A única questão que esta lei coloca para mim é a adopção por estes casais.
O Governo aprova amanhã, em Conselho de Ministros, a proposta de lei para permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo. O diploma exclui, porém, a possibilidade de estes novos casais poderem adoptar crianças.

Qual questão?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

(não estou a querer ofender ninguém, eu respeito por igual todos, nem tenho problemas com ninguém, o meu vizinho de quarto é gay)

:hug:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A questão é que em 2004 a Constituição foi alterada e impede a descriminação com base na orientação sexual, assim esta lei abre o caminho para que a adopção de crianças por casais homosexuais seja possivel, uma vez que aos olhos da lei e com base na alteração à Constituição da Republica Portuguêsa, nada os impede, alias impedi-los de adoptar crianças apenas com o fundamento da orientação sexual seria inconstitucional.

Cumprimentos

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu também li a lei, e como lá diz claramente, nenhum cidadão pode ser descriminado pela sua orientação sexual.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora