• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

vulcano

Poder de compra 27% inferior ao de Espanha

5 mensagens neste tópico

O poder de compra dos portugueses está muito longe dos países vizinhos mais próximos, como Espanha. Com um nível que corresponde a 76% da média da União Europeia (UE), os portugueses têm um poder de compra 27% inferior ao dos espanhóis e nem podem olhar para o Luxemburgo, onde a média está nos 276%. Portugal está assim na cauda da lista, ao lado dos países de Leste, como Montenegro, Roménia ou Polónia.

Os dados ontem divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), relativos a 2008, revelam que Portugal está cada vez mais longe dos seus parceiros europeus de referência. "Isto mostra que a nossa economia tem crescido menos do que a dos outros e continuamos a divergir da média europeia", refere o economista Eugénio Rosa. Para o também membro da CGTP, a situação é ainda pior do que a que os números revelam porque "os dados referem-se à distribuição da riqueza por habitante e em Portugal essa distribuição é muito mal feita", garante.

Os portugueses não ganharam poder de compra no ano passado e estão mais pobres do que em 2005. "O nível caiu e manteve-se desde essa data. A diferença de 30% com Espanha e ainda maior com os outros países, o que apenas mostra que a crise nos afectou de forma mais forte do que no resto da União Europeia", salienta Eugénio Rosa que teme que essa divergência da UE prossiga.

Outra das diferenças mais marcantes entre Portugal e Espanha prende-se com o salário mínimo: 450 euros em Portugal contra 624 euros. E se a média de ordenados no nosso país ronda os 800 euros, do outro lado da fronteira essa fasquia arranca nos mil euros.

Ao ficar para trás do grupo da frente da UE, Portugal está agora noutro patamar. Com uma média igual à de Malta, o País está num grupo constituído quase na íntegra por países de Leste. Ao todo foram analisados 37 países, numa lista em que Portugal ocupa o 22º lugar.

http://www.netconsumo.com/2009/12/poder-de-compra-27-inferior-ao-de.html

Agora pergunto, afinal que medidas deviamos adoptar para termos uma economia semelhante a Espanha?

Vulcano

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
Agora pergunto, afinal que medidas deviamos adoptar para termos uma economia semelhante a Espanha?

Para quê? Eles estão numa fossa ainda pior que a nossa.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Estão numa fossa pior, no entanto têm um poder de compra superior. Estranho um país como o nosso, tão consumidor(não estou a exagerar) e de um momento para o outro estar a apertar os bolsos. Isto explica que afinal não estamos assim tao bem. Não percebo a atitude de certas pessoas em "esconder" esta crise...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Estão numa fossa pior, no entanto têm um poder de compra superior.

Primeiro que tudo, os dados analisados são relativos a 2008. Entretanto, as coisas ficaram muito piores. Certamente, o poder de compra dos Espanhois ainda é maior que o nosso, mas há que perceber que a economia espanhola assentava em pilares que não resultaram - essencialmente, na bolha imobiliária que rebentou recentemente.

Estranho um país como o nosso, tão consumidor(não estou a exagerar) e de um momento para o outro estar a apertar os bolsos.

Somos "muito" (?) consumidores porque nos endividamos. Não há muito tempo, o português médio já tinha mais dívidas que rendimentos. E, lamento, isto não resulta no médio/longo prazo.

Isto explica que afinal não estamos assim tao bem.

Quem é que disse que estávamos bem?

Não percebo a atitude de certas pessoas em "esconder" esta crise...

Precisamente por "esta" crise ter existido é que seguir o modelo espanhol (que não é exclusivo deles) era fazer harakiri ao país.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A solução é "simples", está identificada/diagnosticada há muitos anos, só que nenhum governo teve coragem de a implementar.

Ter uma justiça célere, baixar o peso interventivo do estado, eliminar a burocracia, voltar a fazer com que o estado seja uma pessoa de bem, ter uma política de impostos atractiva e competitiva, ter uma educação de excelência e ter boa formação profissional são alguns dos factores de que necessitamos.

Em relação à Espanha, não nos esqueçamos de que sempre teve altos índices de desemprego, mesmo quando em Portugal o índice de desemprego era o mais baixo de sempre. E não nos esqueçamos também de que Espanha teve, com o governo de Asnar, superavit nas suas receitas, algo que Portugal deve ter tido pela última vez em 1973 antes da revolução.

Ou seja, Espanha está pior? Talvez esteja, mas o seu governo tem dinheiro para aguentar a crise e as pessoas tiveram muitos anos para fazer boas poupanças, nenhuma destas coisas aconteceu por cá!...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora