• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Danicas

Programa que trabalha sobre uma matriz

2 mensagens neste tópico

Boa noite pessoal,

É o seguinte: eu estou a fazer um trabalho sobre matrizes em que o objectivo do trabalho é manipular uma matriz 10x10 e para isso vou ter diversas funções: escrever_coluna, escrever_linha, limpa_matriz, escreve_matriz etc.

por exemplo eu tenho a função:

char escrever_coluna (char vector [TAM][TAM],int coluna, char caracter) // esta função escreve o carácter ‘a’ (parâmetro de entrada) na coluna i (também parâmetro de entrada);

{

int i;

printf ("Escolha uma coluna\n");

scanf ("%d", &coluna);

printf ("Escreva o carácter que deseja introduzir na coluna %d\n", coluna);

scanf (" %c", &caracter);

for (i=0; i<TAM; i++)

{

vector [j] [coluna]=caracter;      // o j é  um i mas aqui nao tava a aparecer nsei pq

}

return vector [j] [coluna]; // o j é  um i mas aqui nao tava a aparecer nsei pq

}

que vai pedir ao utilizador para escolher uma coluna que irá ser escrita toda com o carácter que o utilizador escolher.

o meu problema é quando chego à funçao escreve_matriz: escreve a matriz no ecrã. como é que eu vou "chamar" tudo o que foi alterado na matriz e mostrar nesta funçao?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O problema do 'i' é porque a tag [ i] (sem o espaço) serve para colocar a letra em itálico.

Estás a cometer um erro que é misturar código de I/O com implementação do algoritmo. Esse código de pedir a coluna e o caracter deve ser feito fora dessa função, idealmente na main, depois de leres esses parâmetros na main é que os passas na invocação da função.

Quanto à dúvida, não percebi bem.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora