• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

herakty

Estado injectou 3,5 mil milhões de euros que pode não recuperar

13 mensagens neste tópico

é muito dinheiro... permitia arranjar tantos empregos e anular os cortes constantes na saude e educação... entre outras coias

Vamos todos pagar o BPN»

Bagão Félix sustenta que Estado injectou 3,5 mil milhões de euros que pode não recuperar

O anúncio da reprivatização do Banco Português de Negócios (BPN) está a gerar quase tanta polémica como a decisão de nacionalizar o banco há cerca de um ano. Mas quem vai ser mais penalizado será o contribuinte que vai pagar este processo, defende Bagão Félix, ex-ministro das Finanças, citado pelo «Corrreio da Manhã».

Agora, de um lado da barricada estão os clientes que admitem travar a reprivatização do BPN para assegurar a defesa dos seus interesses. Do outro, o Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, cujo presidente Delmiro Carreira apoia a reprivatização.

Recorde-se que o Estado já injectou um total de 3,5 mil milhões de euros na instituição financeira e, o ex-ministro das Finanças, esse dinheiro dificilmente será devolvido ao Estado.

«Os futuros accionistas vão pagar para terem um banco. Os contribuintes vão também pagar, mas vão ficar sem nada», sintetiza Bagão Félix. O Governo já admitiu que a prioridade não é a recuperação do dinheiro da Caixa Geral de Depósitos, mas sim devolver a instituição «em condições de estabilidade e solidez financeira a alguém capaz de a gerir bem».

De referir que a reprivatização do Banco Português de Negócios (BPN) passa pela abertura de um concurso público para a venda de 95% do capital a uma instituição financeira e 5% a trabalhadores.

SUBLINHO

Os contribuintes vão também pagar, mas vão ficar sem nada
De referir que a reprivatização do Banco Português de Negócios (BPN) passa pela abertura de um concurso público para a venda de 95% do capital a uma instituição financeira e 5% a trabalhadores.

"

alguem disse que todos podiam comprar... como vemos eu tinha razão..."95% do capital a uma instituição financeira", quase tudo e dá o controle... e se os bancos acordarem um preço muito baixo como se faz em mts sectores? é uma maçã de muitos mil milhões que dividida dá mesmo muitos... ainda ontem um amigo me falava do acordo de preços entre empresas de camionagem... pratica comum

O Governo já admitiu que a prioridade não é a recuperação do dinheiro da Caixa Geral de Depósitos, mas sim devolver a instituição «em condições de estabilidade e solidez financeira a alguém capaz de a gerir bem

aqui está mais que provado que o problema se deveu a crimes... porque se cobre uma os roubos numa empresa com gestão criminosa? saebem que numa empresa normal a pratica de crimes leva ao encerramento da mesma? acho normal

BPN vendeu produtos de forma irregular

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/financas/portugal-bpn-bpp-cmvm-carlos-tavares-irregularidades/1104711-1729.html

e isto foi só os produtos ilegais, mas também n fradudes

BPN: Dias Loureiro mentiu à comissão de inquérito, revela "Expresso"

inquérito ao caso BPN, não saber da existência da Excellence Assets Fund, que permitiu uma compra ruinosa de duas empresas tecnológicas em Porto Rico, da qual resultou um prejuízo de 38 milhões de dólares. O semanário “Expresso”, garante, porém, na sua edição de hoje, que o Dias Loureiro assinou dois contratos onde esse fundo é parte.

O semanário teve, porém, acesso a dois documentos com a assinatura do actual Conselheiro de Estado e nos quais fica provado que foi usado esse fundo para fazer a compra de duas empresas tecnológicas de Porto Rico, a Biometrics e a Nova Tech, que vieram a revelar-se duas "tecnológicas-fantasma" .

"O contrato de promessa de compra de 2626 acções do Excellence (com sede nas Ilhas Caimão) por parte da SLN, foi assinado por Dias Loureiro e Oliveira Costa em 30 de Novembro de 2001. O encerramento foi assinado em 22 de Julho de 2002, deixando um prejuízo de 38 milhões de dólares no grupo BPN", pode ainda ler-se no semanário.

será mesmo que uma instituição que fez fraudes destas (e reforço a ideia de a fraude ter tido um impacto brutal na crise, não só no devio de capitais, como no factor "panico" que leva a uma bola de neve de desvalorização de produtos financeiros e perca dos investimentos, como agora em nós contribuites termos de repor tudo).. será que não deveriam era ser todos severamente presos e fechar aquela porra que já tanto nos fez perder e tantas vitimas criou? injectar 3 mil milhões de euros?

não há bancos suficientes em PT? e apostar em mais investigação para ajudar as nossas mts outras empresas, e onde algumas delas já fecharam ou vão fechar, criando um desemprego que coloca riscos de dequilibrios na sociedade (aumento do crime, mais poder nos patrões pois há muita oferta de mão de obra, diminuição do poder de compra, logo mais difuldades e falencias)

Agora, de um lado da barricada estão os clientes que admitem travar a reprivatização do BPN para assegurar a defesa dos seus interesses.

BPN: Clientes lesados formam associação e prometem 'manif'

ficam a arder e prontos... é ainda por cima pelos seus impostos vão pagar para tapar as burlas que foram vitimas e vão ver outros ficar com tudo e virem a lucrar com isso. de ser revoltante... pelo menos que prendessem todos os admins envolvidos e fechassem aquilo como "LOCAL DE CRIME".

e há mais que bancos suficientes... recuperava-se mais emprego em muitos outros sectores em verdadeira crise e que não foi provocada pelos seus crimes, mas pelo crimes dos outros

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
herakty mete sempre o link quando citas uma notícia sff, senão não há como confirmar se o texto é teu ou de outra fonte.

ops... lapso... foi mesmo não ter reparado....  obg por teres colocado

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Já fui apedrejado algumas vezes por ter dito isto, mas volto a reafirmar.

Tenha injectado ou não dinheiro foi uma medida sensata a opção que o estado/governo tomou em relação ao BPN, existiam muitos contribuintes que não tinham culpa nenhuma da insanidade mental dos gestores do banco que iam ficar sem o seu dinheiro. O que se passou foi uma tentativa de proteger essas pessoas, que afinal também pagam os seus impostos.

O que espero realmente é que os verdadeiros culpados desta situação tenham o que merecem. Sei que isto por vezes não é possível porque existem muitos interesses por detrás disto tudo mas sou daqueles que ainda credita na justiça.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
O que se passou foi uma tentativa de proteger essas pessoas, que afinal também pagam os seus impostos.

infelizmente o dinheiro dessas pessoas já se perdeu em maus investimentos... estes novos fundos são para recuperar o nivel de negocio do banco e não para "repor" o roubado aos contribuintes, como tinha apresentado em cima

mas sobre deixa-me dizer.. mas não vivemos uma democracia? porque tanto dinheiro deve ser usado para uma minoria quando faz falta à maioria?

prque não usar esse guito aqui para salvar empregos e produção? é apenas um exemplo, poruq infelizmente toda a nossa produção está a fechar

Automóvel: vão fechar 2 mil empresas até final do ano

http://diario.iol.pt/economia/portugal-carros-automoveis-anecra/1104893-4058.html

De referir que a reprivatização do Banco Português de Negócios (BPN) passa pela abertura de um concurso público para a venda de 95% do capital a uma instituição financeira e 5% a trabalhadores.

e isto que quer dizer? que eu que vou pagar não posso ganhar nada com esse investimento, pois só a banca pode

todos os dias fecham tantas fabricas, tanta gente no desemprego, tantos cortes na saude e educação... e vamos injectar 3 mil milhoes? é muito guito...

warrior... é evidente que temos sérios problemas em portugal, isso não há duvida. e em parte é devido a estes desvios.. eu não defendo um posiçã minha. isto é, eu ao postar estas informações não estou a ganhar algo..apenas a "passar" a outros a minha preocupação

como podes ver o teixeira dos santos avança e recua, não tendo uma posição unica. lamentável para alguem da sua posição. mas isso é ganhar tempo no jogo politico

como podes ver as noticias que tu apresentas referem-se a datas anteriores à noticia que eu apresentei... por lapso não coloquei o link e o link que alguem colocou não foi o que eu tinha lido

foi este:

«Vamos todos pagar o BPN»

Bagão Félix sustenta que Estado injectou 3,5 mil milhões de euros que pode não recuperar

http://diario.iol.pt/economia/portugal-bagao-felix-bpn/1104834-4058.html

se repararmos nas datas dos varios artigos vemos que quando texeira diz nao injectar dinheiro veremos isto:

Tuas noticias

1) 05/11/09 17:20

2) 05.02.2009      - esta é mesmo antiga

minhas noticias

1)21-11-2009

e apareceu na tv e em quase todos os jornais.. para verem até na bola isto apareceu (sempre a 21 de novembro de 2001... hoje)

http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=183804

http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000011-0000-0000-0000-000000000011&contentid=FF279CA9-06CA-4BEB-90ED-70065837B90A

agoras as datas das ultimas noticias sobre o injectar dinheiro.. portantos, o que ficou e esta a acontecer É A INJECÇÃO DE 3 MIL MILHÕES DE EUROS publicos num banco privado onde se cometeram crimes brutais e ainda por cima se vai dar DE BANDEJA à banca, pois podemos ver que isto de privatizar não é para todos, mas apenas os amigos podem comprar

De referir que a reprivatização do Banco Português de Negócios (BPN) passa pela abertura de um concurso público para a venda de 95% do capital a uma instituição financeira e 5% a trabalhadores.

portantos isto prova manobras... primeiro diz nao colocar la dinheiro para que fiquemos todos com isso na mente. mais tarde volta atraz mas a ideia inicial ja ficou nas mentes

até acho curioso numa nas noticias que apresentaste estar escrito coisas destas:

"Não se gastou [dinheiro dos contribuintes] mas o dinheiro da Caixa Geral de Depósitos já lá está”, "

h3h3h... a caixa é estado.. apesar de ter os seus negocios foi criada totalmente com dinheiro publico e ainda é estado

nao te entendo e porque não aceitas que isso sequer possa acontecer e vais logo tentar desmentir.

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

De salientar que essa é a opinião do Bagão Félix, que tendo os conhecimentos que tem, certamente não está por dentro do processo.

Também me limitei a dar o outro lado das notícias, até porque sou extremamente contra o estado utilizar os seus fundos para favorecer uns privados e não outros (seja um banco ou uma padaria).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

antes demais gostava de mostrar isto para não criar outro topico.. o BES mostrou lucros brutais e um crescimento de 17% como podem ver no documento que vou apresentar... mas vai receber ajduas do estado e aqui pode-se ver uma parte do fenomeno que é as garantias e avais do estado

CGD paga 52milhões por garantia

CGD, diga-se o nosso dinheiro e isto só custo preocessoal da garantia...

será que o BES com lucros brutais precisa mais que as universidades e hospitais onde são feitos cortes de financiamento?

http://files.pt.cision.com/press/2008/11/22932620.pdf

Em 2008, o limite das garantias estatais fixava-se em 2 mil e 500 milhões de euros, mas este ano foi «dilatado».

Sem perder de vista o banco nacionalizado, o orçamento suplementar em Março passou para 6 mil milhões.

e porque se "dilatou" essa verba? e porqu entra no orçamento de estado 6 mil milhões? sabes o que isso quer dizer? é que de todo o dinheiro que o estado tèm 6 mil mihões ficam de lado para essas operações, mesmo que não o gastesse estava a impedir que esse dineheiro fosse usado onde é preciso.. mas como sabemos vai ser todo gasto.. ou não estaria no orçamento de estado, visto este ser importante qd se presta contas a nivel de défice e CE

De salientar que essa é a opinião do Bagão Félix, que tendo os conhecimentos que tem, certamente não está por dentro do processo.

então vamos ouvir o teixeira dos santos, apesar do Félix nunca fazer uma afirmação dessas senão soubesse do que falava... teixeira dos santos é o responsavel máximo neste processo

Teixeira dos Santos admite custos para o Estado com venda do BPN

A reprivatização do Banco Português de Negócios pode ter custos para o Estado, admitiu o ministro das Finanças. Teixeira dos Santos entende que, todavia, é ainda cedo para fazer contas. O dinheiro emprestado pela Caixa Geral de Depósitos será todo recuperado.

«Não quero dizer que no final de todo este processo não tenhamos que acarretar alguns custos», mas esses só serão avaliados «quando a privatização do banco estiver concluída», disse, em declarações à RTP, segundo a TSF.

Teixeira dos Santos garantiu que o Estado ainda «não gastou» um cêntimo com o BPN – o que fez foi injectar liquidez em vez de capital. A operação, recordou o ministro, teve como objectivo «evitar um grande colapso» no sistema financeiro português.

Quanto aos 3,5 mil milhões de euros que a CGD injectou no BPN, o governante explicou que muitos bancos «vão buscar dinheiro emprestado a outros bancos ou ao Banco Central Europeu» para poderem fazer empréstimos.

07:45 - 20-11-2009

http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=183610

gostei da justificação... "vão buscar dinheiro emprestado a outros bancos ou ao Banco Central Europeu» para poderem fazer empréstimos.".. quando ele fala no banco central fala naquilo que eu apresentei como FIAT money...isto é criar dinheiro do nada com base apenas nas garantias do dinheiro dos impostos.. e cobram juros do dinheiro criado do nada

"– o que fez foi injectar liquidez em vez de capital. " é esta forma de falar que nos baralha a todos... o eu é liquidez? por exemplo,salário liquido... ou seja, injecto dinheiro mas não aumentou o capital social..agora entendo que isto seja confuso e faça acreditar que se passou outra coisa

"que o Estado ainda «não gastou» um cêntimo com o BPN "...salientar o "ainda"... quer dizer que vai

e não entendo porque ele acha que menos um banco cria o colapso do nosso sistema... o BPN era tão pequeno e só tinha negócios estranhos. querem é ficar com ele para fazer o mesmo... nos USA o maior banco (e nao só faliram) e não colapsou como é evidente...até já partes do lehmon estão "integradas no barclays"

Ainda a propósito da privatização do banco, Teixeira dos Santos voltou a negar que o Estado tenha injectado três mil milhões de euros no BPN, sublinhando que "uma coisa é obter liquidez e empréstimos no exterior com aval, outra coisa é ser o Estado a injectar dinheiro".
No despacho ontem publicado  definem-se as condições de colocação, o prazo  (até 10 anos a contar da assinatura do contrato) e a garantia a pagar pelo aval estatal (0,2 por cento ao

podemos ver claramente que é o estado que vai pagar o empréstimo

falar de forma a que o comum não entenda o que realmente se passa... mas quando falamos com especialistas em finanças dzem claramente... "oh amigo, isso é fazer um emprestimo em nome do estado para colocar dinehrio num banco.. estando em nome do estado é o estado que paga"

de outro lado... mas isto é o que nos confunde e parece que não gastamos nada, mas afinal ainda é pior... o estado FEZ UM EMPRESTIMO A JUROS para injectar nos BPN... e quem paga esse emprestimo? é o dinheiro dos contribuintes e mais uma vez reforço que tendo em conta os crimes cometidos devia era ser fechado...e porque não faz o mesmo com todas as empresas nacionais? não vivemos um estado de direitos iguais?

quem nos garante que o BPN não volta a fazer o mesmo?

são dados oficias que o bagão felix comentou... se fores ao site do banco de portugal podes ver os detalhes desse processo que o bagão obviamente conhece...

senão não falava dessa forma... parece que eu quero "forçar" esta ideia que por acaso até sou cotra ela

acho é que todos devem saber o porque dos nossos problemas, uma vez que se produz mais do que qualquer outra altura e vemos a vida cada vez mais dificil.. cada vez menos poder de compra

o que se pode comprar com 1/3 disso (mil milhões de euros) no caso são 3 mil milhões.. o total para os bancos é 6 mil milhões

JACTO PRIVADO

Mil milhões de euros garantem a compra de 110 jactos privados de luxo, modelo Learjet 60XR.

FERRARI

Uma verdadeira frota com 3300 carros da Ferrari num dos modelos mais cobiçados e caros do mercado: Ferrari 599

tu tb és afectado por issso... um exemplo... senão fosse essas cenas seria possivel por edemplo não se pagar propinas, que é o que a constituição diz...

mas assim, pagamos os estudos dos nossos filhos nos impostos e pagamos depois uma fortuna em proprinas... e poque? alguma coisa está mal disso não há duvida..

porque é que eu não tenho médico de familia? porque há cortes brutais na saude e em certos concelhos como o meu (amadora) que não têm o numero sufeciente de médicos e um direito que é de todos, é nos cortado.. e chegamos a um ponto em que é como se custuma dizer "a cara podre"... simplesmente te dizem.. sim é um direito seu, mas não temos médicos

mas há médicos porque a saude privada está a crescer mts... abriram mts e estão a abrir mais hospitais privados... e publicos? nepias... prefere-se fazer um TGV, que pelas distancias no nossso pais nao só não faz sentido, como duvido que a maioria das pessoas tenha dinheiro para pagaar um bilhete de TGV... quando a alternatica é mt boa, o comboio rapido.. há um combio ultra rapido em portugal, o problema é que há zonas onde as linhas não permitem usar toda a sua velocidade... porque não um pequeno investimento nas linhas em vez de um TGV?

é que com um projecto do tamanho do TGV há mt dinheiro para "desviar"

o que me espanta é que com toda a gente que falo ninguem têm duvidas do que se passa... as pessoas sentem é incapacidade de mudar...é isso

qd forem para o mercado de trabalho e verem as dificuldades que é um técnico superior viver e pagar as despesas nos nossos dias, acho que mudarás de opinião em relação a isto tudo... estadam toda a adolescencia e juventude para andarem À rascas com os pagamentos, filhos e tudo mais..

hoje ter-se dois filhos nas univs é um custo gigante... e qd olhamos para os ordenados e para as rendas e tudo mais...enfim

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não percebi por que é que tentaste misturar o caso do BES com o caso do BPN. Depois os outros que tentam confundir tudo.

Tal como a caixa, o BES vai pagar pelas garantias do estado! A menos que o BES não venha a conseguir pagar o empréstimo, o estado não dá dinheiro ao BES!

Por isso, esta afirmação

será que o BES com lucros brutais precisa mais que as universidades e hospitais onde são feitos cortes de financiamento?

é um bocado para o ridícula. Os hospitais e universidades não precisam de "avais" do estado, preciso que o estado lhes dê dinheiro. O facto do estado não dar aval ao empréstimo ao BES não só não aumentava o dinheiro disponível para as universidades (por que tal como já referi, o estado não deu dinheiro ao BES), como até o diminuiria, visto que o BES, para além de ter que pagar o empréstimo, tem que pagar pelo aval do estado.

De referir ainda que o BPN foi nacionalizado pelo estado depois de lhe recusar uma garantia sobre um empréstimo que este precisava de contrair para sobreviver.

PS: Tal como sou contra a generalidade das intervenções do estado no mercado, também sou contra o facto do estado ter dado estas garantias aos bancos. Mas, até agora, ainda não vi prejuízo nenhum para o estado a resultar destas garantias.

PS2: Não sei se o estado injectou ou não dinheiro no BPN, ou se o vai recuperar ou não. De qualquer forma, repito que também não concordei com a nacionalização do BPN.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

o que quiz dizer é  que no orçamento de estado estão DE LADO "PARADOS" "PARA USO DA BANCA" 6 MIL MILHÕES DE EUROS que fazem falta noutros lados, onde se estão a fazer cortes orçamentais

o estado não dá dinheiro ao BES!
Ricardo Salgado não confirmaemissão de dívida até ao fimdo ano, ou só

em 2009, e disponibiliza apoio ao BPP. CGD paga 52milhões por garantia

saliente só neste caso, porque há muitos mais "CGD paga 52milhões por garantia"... e isto são apenas despesas processoais...como sabem hoje paga-se tudo... qualquer papel se paga... e digo... quando a nossa industria está a desaparecer acham que se deve investir na banca? e quando a banca têm milhões de milhões de lucro porque precisa de avais? explicas isto? o porque disto?

o estado paga sim... hoje o estado paga para ter dinheiro a fluir... pahh.. precisam (alguns) de se informar a sério sobre o sistema financeiro mundial para afirmarem coisas dessas... o dinheiro custa aos governos... antigamente era impresso consoante o ouro.. hoje é com empréstimos sobre as previsões de impostos

viste o documento? só em custos processoais houve 50 milhões de euros em custos... não é estado que paga? não quero parecer superior nem insultar ninguem... mas tenho de dizer que voçes (alguns claro) não sabem como isto funciona e apenas HOUVEM os interessados...perguntem a um benfiquista qual o melhor club? e digam... qual é o interesse que eu tenho em mentir sobre estes problemas? que ganho com isso se não sou politico nem recebo nada de lá? até já trabalhei mts anos na banca... deveria apoiar a posição da banca

para aqueles que acham que estamos no caminho certo só posso dizer "eu acho que não... e sem pensar muito CONSEGUIA FAZER MUITO MELHOR"... mts das coisas qeu afaria já falei por aqui, e para este topico passava logo os 6 mil milhões para a banca para outros sectores.. permitia a ausencia de propinas e melhores hospitais

e ainda por cima para bancos que apresentam lucrois brutais, têm descontos fiscais e podem emprestar dinheiro que não têm... fazem dinheiro do nada (uma percentagem é mesmo assim)... para mim é facil perceber porque.

a banca financia os partidos politicos e os politicos... e é quem mais Dá... é facil entender o favorecimento (bastava acabar com o financiamento partidario por privados, com execpção dos militantes em pessoa e até certo limite)

antes demais quero dizer que respeito a voça opinião... pelo que vejo há (não todos) quem acredite que estamos no caminho certo.. que o desemprego aumentar é o caminho correcto, que se pagar um fortuna pra estudar é o caminho correcto, que se pagar uma fortuna em impostos e não ter já quase serviços publicos é o caminho certo... ver cada vez mais senhoras a viver na rua é o caminho certo, que o banco alimentar NECESSITE de TONELADAS De alimentos para os carenciados é o caminho certo... que este pais não ter um sistema judicial que funcione é o caminho certo (experimentem precisar de um tribunal. se voçes quiserem colocar um processo em tribunal começam logo por pagar 100 e tal euros para abertura do mesmo (apesar de se ganharem o outro pagar precisam de ter esse guito para começar)... dizer que só para que a policia faça um relatório de um acidente é o caminho certo

milhares de empresas fecharam e milhares vão fechar... nós hoje só vivemos de 2 coisas.. empréstimos ao banco mundial (a tal divida externa em crescimento e dos impostos dos trabalhadores, visto as empresas FUgIREM ao imposto em larga escala).. quem nao recebe parte do ordenado por ajudas? viagens fantasma e tal? isto é crime generalizado.. .mas o trbalhador não tEm hipoteses... esta fuga pelas despesas até penaliza o empregado, pois um dia na reforma, na baixa e tal, vai receber parte de apenas aquilo que declarou...

6 mil milhões de euros apenas destinados a avais de empréstims da banca... 6 mil milhões que tanta falta fazem... se há cortes em tudo no orçamento de estado, com excepção para OBRAS e BANCA, porque há estes 6 mil milhõies destinados à banca e não podem ser usados onde fazem falta? era esse o ponto que queria reforçar, o qual atinge o ridiculo quando um banco que têm lucros, usa esse dinheiro que faz falta para não se fechar urgencias de hostpitais que decidem entre a vida e a morte, e permitir que qualquer um fosse à universidade

há mt gente que não pode ir para uma universidade porque os PAIS não tem dinheiro... isto voltou como um mostro e pesadelo... pessoas que não têm médico de familia e só podem ir ao PRIVADO (ou esperar 10 horas num fila de urgencias para fazer um pequeno electrocardiograma)

isto é importante... gritou-se quando se DESTRUIO atravéz de uma subversão (rebelião) o estado que existia neste pais e argumentou-se que isso SERIA para resolver certos problemas. um deles era que TODOS deveriam ir à universidade sem CUSTOS e ter saude SEM CUSTOS... foi isto que justificou que SE MANDASSE UM ESTADO DE DIREITO ABAIXO... e se se deixa de cumprir com isso então o 25 de abril passa de uma revolta para direitos para um ACTO TERRORISTA, onde os motivos não são cumpridos e até se tornam piores

sei que o BES é uma situação diferente, mas o problema que falo é o mesmo. estarem a FAVORECER DEMAIS, escandalosamente demais COM BENEFICIOS FISCAIS (DESCONTOS... façam as contas e vejam quanto, pelo mesmo lucro, um banco paga de imposto e uma outra empesa. já fiz as contas e É MENOS DE METADE). ou seja, a banca QUE MAIS LUCRA com o trabalho de todos, os gregos chamavam parasitas a quem não produzia e apenas ganhava dinheiro com dinheiro, eu não sou tão radical e acho que na medida certa a banca é util, pois permite que uma empresa faça investimentos e vá pagando aos poucos, apesar de achar que não deveria haver a cena de que não precisam ter dinheiro para emprestar... há uma percentagem para o dinheiro inexistente que a banca pode emprestar a juros... é o mesmo que eu vender algo que não tenho porque tenho um papel que todos acreditam valer XPTO)

eu acredito num mundo melhor onde a maior parte destes problemas deixam de existir porque tenho sentimentos e me doi ver tanta gente na rua, tanta geente que trabalha e tem de pedir para comer e vistir e tomar banho em banhos publicos, porque os ordenados são ridiculos em relação ao custo de vida

o que se pode fazer com 500 euros mes? nem a minha renda paga.... quase nem chega para prestação do carro...

enfim... que apenas acredito que é possivel fazer melhor

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
só em custos processoais houve 50 milhões de euros em custos... não é estado que paga?

NÃO, não é o estado que os paga! Os bancos que pedem a garantia ao estado para poderem contrair empréstimos junto de outras entidades é que pagam ao estado por essa garantia.

Na notícia é dito que a CGD vai pagar esses 50 milhões ao estado, porque, tal como BES, também recorreu a este aval do estado.

[...] mts das coisas qeu afaria já falei por aqui, e para este topico passava logo os 6 mil milhões para a banca para outros sectores.. permitia a ausencia de propinas e melhores hospitais

[...]

6 mil milhões de euros apenas destinados a avais de empréstims da banca... 6 mil milhões que tanta falta fazem... se há cortes em tudo no orçamento de estado, com excepção para OBRAS e BANCA, porque há estes 6 mil milhõies destinados à banca e não podem ser usados onde fazem falta? era esse o ponto que queria reforçar, o qual atinge o ridiculo quando um banco que têm lucros, usa esse dinheiro que faz falta para não se fechar urgencias de hostpitais que decidem entre a vida e a morte, e permitir que qualquer um fosse à universidade

O estado não tinha esses 6 mil milhões (mesmo que ele metesse esse dinheiro no OE, a verdade é que não precisava de o ter na realidade, até precisar dele, coisa que, tanto quanto sei, nunca aconteceu)! O estado apenas garantiu às entidades que concederam os empréstimos aos bancos que, caso estes não os pagassem, o estada pagava-os. Mas que eu saiba, ainda não houve nenhum banco a não cumprir com as suas obrigações! Assim, o estado está a ganhar com isso, ao receber dinheiro dos bancos para lhes conceder essas garantias (e na notícia é indicado o valor que a CGD pagou ao estado para ter a garantia).

E mesmo que o estado tivesse emprestado esse dinheiro aos bancos (coisa que não aconteceu), é muito diferente emprestar dinheiro a um banco de o dar a uma universidade/hospital (o empréstimo é suposto serem devolvidos).

Se calhar também devias te informar a sério sobre as coisas antes de falares.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

está tudo ok? é o caminho certo para a humanidada? estamos a cair a pique e "não se passa nada", "ninguem viu nada"

já agora, apesar de voçes (alguns) serem novos,não se lembram da dona branca... DONA BRANCA foi exactamente o que se passou no BPN... foi presa e ALTAMENTE criticada e demonizada... agora hoje um banco FAZ O MESMO e recebe apoios... que belo exemplo ::D como ainda não me tinha lembrado disto (pesquisem pela dona branca)

esta senhora fez isto e FOI PRESA, todos os seus bens sacados e foi demonizada

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dona_Branca

então se for um banca a fazer A é uma coisa... se for outra empresa é Z... duas medidas? anti-constitucional e isso é grave. é ferir no mais sagrado deste estado

"é um bocado para o ridícula. Os hospitais e universidades não precisam de "avais" do estado, preciso que o estado lhes dê dinheiro. "

não? porque não? o emprestimo não é uma forma de se arranjjar dinheiro? claro que não concordo com o endividamento e é o que o PAIS está a fazer a todos os niveis (mas depois há cortes em todos os lados)..aceitas que na banca o emprestimo seja uma forma de financiamento mas num hospital já não? és filho de um banqueiro? com todo o respeito

como eu demostrai no orçamento de estado estão 6 mil milhões de lado para estas operações... podia-se com esse dinheiro DAR dinheiro a essas organizações

" A menos que o BES não venha a conseguir pagar o empréstimo, o estado não dá dinheiro ao BES!"

não entendo... mas há esse risco? como assim? podes me explicar como funciona isso? o BES tÊm um crescimento e lucros enormes e precisa de avais do estado porque pode não pagar? a familia salgado detem patrimonio superior a isso tudo e há risco de não pagar? mas afinal o que é isto? porque não é de confiança? e porque é que o governo DA AVAIS AOS BANCOS senao dá a mais ninguem? e estas empresas que fecham todos os dias?

e isso faz com que no orçamento de estado esteja 6 mil mijlhões de euros parados (que jogada... é um forma de se usar 6 mil milhões em investimentos, receber os lucros que nuinguem vai ver (alguem ficara com eles claro, não nós)...ahhh.. o dinheiro está la paradinho só para o caso DE O BES não conseguir pagar

mas e se a empresa do meu irmão não pagar? o meu irmão fica sem nada e vai pedir para a estrada... se falsificar documentos como o dias loureiro vai preso... não entendes? entendes? achas tudo isto normal?

não entendo... apenas pode ser a juventude que te faz ter essa posição.. por todo o lado e por toda a história se soube que a banca é a coisa mais podre do mundo apesar de precirmos dela

tudo isto é podre... emitir dividas? para emprestar a juros e lucrar? tambem quero, mas não posso... porque é que eu não posso ficar a dormir o dia todo a emprestar dinheiro criado do nada e a receber juros disso? com sorte ainda um empresario com um ferrari (depois de lhe aumentarem a taxa e ai nao conseguir pagar) deixa de pgar e fico com o ferrari dele...claro que fico com o mercado do negocio dele... o negocio destruo porque teho outras emrpesas no ramo... mas a LEI DIZ QUE SE EU FIZER ISTO SOU CRIMINOSO E VOU PRESO...ohhhhh... mas porque? queria tanto ter os direitos deles...igualdade como diz a constituição

e como é que dizes que o estado paga ao estado? CGD é estado... e tu dizes que CGD paga ao estado... isto é... eu paga a mim próprio...e yu não entendes como já vi... se é a CGD quem gere os avais porque é que a CGD paga ao estado 52 milhões? e se a CGD é o nosso dinheiro quem é que paga?

"CGD paga 52 miljhões pela utilização da garantia" bla bla bla... no documento

e não entendeste... aquilo são as depesas PROCESSOAIS...entendes? nunca tiveste em algum processo com custos processoais? nem é preciso ser tribunal, basta criares uma empresa e tens BUE custos processoais..aquilo nem

eu desisto... ja disponibilizei a info e se alguns tivessem o querer saber já tinha visto alguns dos documentarios como o "the warning", "money as debt", "ten trilion and counting", "black money", etc... que duvidar dessas fontes, isso sim é teoria da conspiração... é duvidar de tudo... duvidar da BBC e PBS é duvidar que andamos erectos e coisas do genero

eu  não sou evangelhista e estou farto de ver ser defendido o que é contrário aos interesses de nós tods (provavelemente se alguem for filho de alguem desse sistema, claro que o lado dele é outro)

teckV

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
está tudo ok? é o caminho certo para a humanidada? estamos a cair a pique e "não se passa nada", "ninguem viu nada"

Não é por as coisas não estarem bem que podemos distorcer a realidade.

já agora, apesar de voçes (alguns) serem novos,não se lembram da dona branca... DONA BRANCA foi exactamente o que se passou no BPN... foi presa e ALTAMENTE criticada e demonizada... agora hoje um banco FAZ O MESMO e recebe apoios... que belo exemplo :como ainda não me tinha lembrado disto (pesquisem pela dona branca)

Em primeiro lugar, não acho o caso do BPN comparável com o da Dona Branca, mas isso não interessa aqui.

Vamos lá ver uma coisa, quem é que foi salvo afinal? Os dirigentes do banco? Ou a instituição? Se o estado não tivesse salvo o BPN, quem é que seria prejudicado? Os donos do banco virão-lo nacionalizado, e duvido que recebam alguma coisa por isso, logo para este tanto fazia. Os dirigentes serão julgados (a menos que algo de estranho aconteça). Assim, os principais prejudicados seriam os clientes do banco.

Quem foi salvo, quem vai beneficiar destes apoios, são acima de tudo os clientes do banco, que em princípio não tinham culpa do que se passou. É bom que tenhas isto em conta quando dizes que o estado salvou o BPN. Não é por isso que vou passar a apoiar estes apoios, mas convém não esquecer este aspecto.

não? porque não? o emprestimo não é uma forma de se arranjjar dinheiro? claro que não concordo com o endividamento e é o que o PAIS está a fazer a todos os niveis (mas depois há cortes em todos os lados)..aceitas que na banca o emprestimo seja uma forma de financiamento mas num hospital já não? és filho de um banqueiro? com todo o respeito

A diferença é que um banco usa esse dinheiro para empréstimos, e irá recebê-lo de volta, permitindo devolvê-lo. Nos hospitais/universidades, não é isso que acontece. Quer os hospitais, quer as universidades querem que os estado lhes dê dinheiro, pois o tipo de actividade a que se dedicam torna pouco provável reaverem o dinheiro.

É curioso que ainda não ouvi ninguém a pedir estes avais para os hospitais/universidades... Tu que andas nesses fóruns de economia e de especialistas, podes-me indicar alguns que defendam que os hospitais/universidades precisavam deste avais?

como eu demostrai no orçamento de estado estão 6 mil milhões de lado para estas operações... podia-se com esse dinheiro DAR dinheiro a essas organizações

Também alguém demonstrou que o estado não tinha injectado 3.5 mil milhões € no BPN... Na teoria, o estado até podia ter os 6 mil milhões, na prática, sabemos que isso não é verdade. Mas mesmo que fosse, aqueles 6 mil milhões continuam lá, ao contrario do que aconteceria se fossem aplicados num hospital.

não entendo... mas há esse risco? como assim? podes me explicar como funciona isso? o BES tÊm um crescimento e lucros enormes e precisa de avais do estado porque pode não pagar? a familia salgado detem patrimonio superior a isso tudo e há risco de não pagar? mas afinal o que é isto? porque não é de confiança? e porque é que o governo DA AVAIS AOS BANCOS senao dá a mais ninguem? e estas empresas que fecham todos os dias?

Vamos lá então pensar por que é que o governo dá avais aos bancos e não dá a mais ninguém... Deixa-me cá, porque são os bancos que depois vão conceder empréstimos àqueles que também poderiam estar interessados em avais? Porque o estado quer que o bancos continuem a financiar as empresas e particulares que precisem de empréstimos?

Seja com o BES, seja com o maior banco do mundo há sempre o risco de incumprimento, por muito reduzido que ele seja. Basta que os cliente do BES deixem todos de pagar os empréstimos. Não é preciso ser nenhum génio para perceber isto!

Tal como já referi, sou totalmente contra este tipo de medidas, pois acho apenas adiam os problemas, mas parece-me óbvio a razão delas existirem.

É curioso que tu pareces partilhar a opinião do governo, a achar que devem continuar a ser concedidos empréstimos. Esperavas tu então que fosse o governo a lidar com as milhares de empresas que existem, e a conceder os empréstimos em vez dos bancos?

não entendo... apenas pode ser a juventude que te faz ter essa posição.. por todo o lado e por toda a história se soube que a banca é a coisa mais podre do mundo apesar de precirmos dela

E queres tanto que os outros considerem que a banca é podre que distorces a realidade, e recorres a falácias para tentares que os outros pensem como tu...

tudo isto é podre... emitir dividas? para emprestar a juros e lucrar? tambem quero, mas não posso...

Não podes? Por quê? Não são só os estados e bancos que o fazem, são também as empresas, por exemplo. E se arranjares alguém que te compre a dívida que emites, não estou a ver o que te impede de o fazer... Será é difícil conseguires o aval do estados, mas como já disse, sou contra isso (enquanto que tu pareces achar que é nos empréstimos que está a solução).

e como é que dizes que o estado paga ao estado? CGD é estado... e tu dizes que CGD paga ao estado... isto é... eu paga a mim próprio...e yu não entendes como já vi... se é a CGD quem gere os avais porque é que a CGD paga ao estado 52 milhões? e se a CGD é o nosso dinheiro quem é que paga?

Achas então que se o estado precisar de dinheiro, pode chegar à CGD e tirá-lo? E que a CGD não precisa de pagar imposto, pois afinal seria o estado a dar dinheiro ao estado?

e não entendeste... aquilo são as depesas PROCESSOAIS...entendes? nunca tiveste em algum processo com custos processoais? nem é preciso ser tribunal, basta criares uma empresa e tens BUE custos processoais..aquilo nem

eu desisto... ja disponibilizei a info e se alguns tivessem o querer saber já tinha visto alguns dos documentarios como o "the warning", "money as debt", "ten trilion and counting", "black money", etc... que duvidar dessas fontes, isso sim é teoria da conspiração... é duvidar de tudo... duvidar da BBC e PBS é duvidar que andamos erectos e coisas do genero

Ainda não vi em nenhum lado ser dito que aqueles 52 milhões de euros eram despesas processuais! Mas independentemente de o serem ou não, foi dinheiro que o estado recebeu da CGD, e não dinheiro que o estado pagou a outros (no máximo, poderias dizer que o estado pagou a ele próprio os 52 milhões).

Mas vamos lá para as fontes: http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=343074&usuarioWeb=3fh39b8t5al9ofo7gg9fog3bg4

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai pagar 51,9 milhões de euros ao Estado pela utilização da garantia estatal para realizar uma emissão de obrigações no valor de dois mil milhões de euros. O recurso ao aval já foi aprovada pelo secretário de Estado do Tesouro e Finanças, Carlos Costa Pina, de acordo com o despacho hoje publicado em Diário da República.

Segundo o despacho governamental, a taxa de garantia, ou seja, a comissão que a CGD vai pagar pela utilização do aval, foi fixada em 0,865% ao ano. Tendo em conta que a Caixa vai emitir dois mil milhões de euros em obrigações não subordinadas de taxa fixa, o banco público terá de pagar 17,3 milhões por ano, num total de 51,9 milhões.

Está aí, claro como a água, para qualquer pessoa com QI normal ler e perceber. A caixa está a pagar uma comissão ao estado para usar a garantia do estado.


Para terminar, vou dizer mais uma vez que sou contra a intervenção do estado na economia em geral (isto inclui avais, nacionalizações, apoios a empresas, etc.). Sou contra muitas das coisas que aqui foram discutidas. Mas mesmo sendo contra, não recorro a falácias para tentar mostrar aos outros que as coisas estão mal, nem tento meter tudo no mesmo saco, misturando coisas que pouco tem a ver umas com as outras, para que as julguem de igual modo. Não misturo BES e BPNs, não misturo nacionalizações com "avais" (mesmo que considere ambas as coisas erradas), não misturo as necessidades de empréstimos de um banco com as necessidades de financiamento de um hospital/universidade.

Depois também acho curioso que defendas os empréstimos às empresas, e seja contra o poder que o BCE (e não o estado português) de emitir dinheiro (e pressuponho que também sejas contra a possibilidade do BCE fixar arbitrariamente as taxas de juro)... Parece que te esquece que são estes aspectos que tornam o crédito tão barato, e acessível a todos, incluindo aqueles que não têm capacidade para o pagar no futuro.

Também sou contra as injecções de capital do BCE, mas não me ponho para aqui a criticar a falta de empréstimos para as empresas...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora