• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Terroristas podem comprar vírus na net

4 mensagens neste tópico

Terroristas com formação especializada podem fabricar bactérias e vírus mortais, como o da varíola, comprando através da internet os elementos necessários do ADN desses organismos patogénicos, capazes de matar milhões de pessoas.

 

 

O jornal britânico ‘The Guardian’ denunciou ontem o buraco legal que facilita esta situação de risco depois de obter uma pequena sequência de ADN da varíola por meio de uma encomenda feita em nome de uma empresa fictícia.

Com um nome fictício, um simples número de telefone portátil e um endereço de ‘e-mail’ o ‘The Guardian’ conseguiu que a empresa VH Bio Ltd. lhe enviasse paraum domicílio particular em Londres um pequeno frasco contendo uma sequência alterada do ADN da varíola.

No Reino Unido há quatro empresas que fornecem organismos biológicos, geralmente utilizados em investigação médica, e nenhum deles investiga os seus compradores e a lei não prevê tal situação.

Esta situação representa um grande risco, pois desde 2002 sabe-se como fabricar em laboratório microorganismos patogénicos através da ordenação de sequências de ADN. O processo não é fácil, mas pode ser executado por terroristas com os conhecimentos necessários e um laboratório bem equipado.

Um estudo mostrou recentemente que a disseminação de um vírus como o da varíola, extinto há 30 anos e desde então preservado em laboratório, teria efeitos catastróficos. O seu reaparecimento em apenas dez pessoas poderia contaminar e matar até dois milhões de pessoas em apenas 180 dias.

ISLAMITAS QUERIAM ATACAR PARIS

Um tribunal de Paris condenou ontem a penas de seis meses a dez anos de prisão 25 islamitas radicais acusados de terem planeado atentados contra a Torre Eiffel, esquadras e interesses israelitas em França, em 2001 e 2002.

Os cinco principais acusados foram sentenciados a penas de oito a dez anos de prisão, enquanto os outros foram punidos com sentenças mais leves, tendo o tribunal ilibado dois dos acusados.

Meruane Benhamed e Menad Benchellali foram condenados à pena máxima de dez anos de prisão, Said Arif e Nurredine Merabet a nove anos e Mohamed Marbah a oito, com a obrigatoriedade de cumprir pelo menos dois terços das penas a que foram condenados.

Os acusados eram antigos membros do GIA, o grupo islâmico armado mais activo da Argélia, jihadistas internacionais próximos da al-Qaeda e homens recrutados nos subúrbios de França. Todos eram acusados de terem planeado atentados contra a Torre Eiffel, uma grande superfície do Fórum de Halles em Paris, esquadras da Polícia ou estabelecimentos de interesses israelitas.

PERIGOSOS

VARÍOLA

- Vírus altamente infeccioso, facilmente transmissível pelo ar e com elevada taxa de mortalidade (mais de 30% dos infectados morrem). A doença foi considerada erradicada nos anos 70.

- Actualmente, o vírus só existe em laboratório, mas poucas pessoas são imunes, pelo que o reaparecimento do vírus teria consequências dramáticas.

ÉBOLA

- A Febre Hemorrágica Ébola (FHE) é uma doença infecciosa rara mas fatal, causada pelo vírus Ébola. Ao contrário dos relatos de ficção, é apenas moderadamente contagioso.

- Foi identificado em 1976, no Zaire, perto do Rio Ébola, na RD Congo, o que veio a dar nome ao vírus. Pode ter sido originado em primatas ou morcegos.

MARBURGO

- O vírus de Marburgo é o agente causador de uma febre hemorrágica que teve várias eclosões, a última das quais em 2005, em Angola. É da família do Ébola e tem origem na mesma região, Uganda e Congo.

- A doença propaga-se pelos fluidos corporais, entre eles o sangue, a saliva e excrementos. Não há vacina conhecida.

ANTRAZ

- A bactéria do antraz, ou carbúnculo, é altamente resistente, infecciosa e mortífera quando inalada. A doença que causa não é contagiosa de pessoa para pessoa. Não há vacina contra a infecção por antraz.

- Comum nos animais herbívoros, selvagens e domésticos, pode afectar humanos expostos a animais infectados ou elevadas concentrações de esporos de carbúnculo.

BOTULÍNICA

- A toxina botulínica, ou botulina, é uma das neurotoxinas mais mortíferas produzidas pela bactéria ‘C. botulinum’. Os doentes sofrem falha respiratória e paralisia.

- Em 1950 descobriu-se o uso clínico de pequenas doses de botulina e o seu potencial para reduzir rugas. O Botox é a marca americana da botulina para uso estético.

CASOS DE BIOTERRORISMO

SALMONELA

Em 1984, uma seita tentou influenciar uma eleição

no Oregon disseminando salmonela em restaurantes. 750 pessoas ficaram doentes.

CARBÚNCULO

Em 2001, vários casos de antraz foram detectados nos EUA em actos claros de bioterrorismo. A bactéria foi colocada em cartas e encomendas postais.

RÍCINA

Em 2003, houve várias detenções no Reino Unido e França por suspeita de preparação de atentados com rícina, uma toxina mortífera.

In: Correio da Manhã

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Estranho, pensava que era mm virus para pc. Bastante plausivel, contrata-se uma equipa que os faça e encomenda-se um mm nasty para lixar a bolsa de valores ou qq coisa do género.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Na realidade há que prevenir estes casos. O vírus da varíola, como diz o artigo, espalha-se a uma velocidade enorme sem qualquer possibilidade de parar essa expansão. Há que criar leis para estes casos.. :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Com isso tudo ainda aparecem uns maluco a dizer que a culpa disto tudo é da Internet! Vais ver so no jornal da TVI não tarda nada... LOL

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora