• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Nazgulled

Como ter acesso de escrita ao sistema do meu router?

5 mensagens neste tópico

Recentemente troquei de serviço ADSL e consequentemente de router. O gajo vem com a porta 23 aberta pelo que existe acesso por telnet. Estou a tentar explorar o bicho e fazer umas brincadeiras mas estou limitado porque grande parte do sistema de ficheiros está em modo de leitura apenas.

Como eu não sou lá grande coisa em Linux, gostava de ajuda dos experts para tentar resolver o problema.

Pelos vistos, o sistema neste router é uma versão rudimentar do BusyBox. E pelo que pude averiguar, o problema está na forma como o sistema de ficheiros é montado:

DVA-G3170i/PT # cat /proc/mounts

rootfs / rootfs rw 0 0

/dev/root / squashfs ro 0 0

none /dev devfs rw 0 0

none /proc proc rw 0 0

ramfs /var ramfs rw 0 0

/dev/mtdblock/4 /firmware squashfs ro 0 0

Penso que a linha a negrito seja o problema... Já andei aqui às voltas mas não consigo montar isto com acesso de escrita.

Ideias?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Não faço ideia do que é mais habitual num deployment de um sistema operativo num hardware deste tipo e com este propósito. Possivelmente não tens acesso a uma conta de root, pelo que pode haver uma carrada de coisas que não podes fazer. Ou por outras palavras, o sistema está feito para ser administrado de outra forma que não a o tradicional recurso a uma conta de root.

Tambem estava numa situação semelhante à tua e o interface do router estava a fazer-me arrancar cabelos. Pesquisei, pesquisei, li, segui link atrás de link e acabei por encontrar o manual tecnico do meu router. 700 páginas de documentação de uma api de administração. Tudo coberto até ao mais pequeno fio de cabelo.

Permite-me fazer coisas tipo mudar o modo de modelação/desmodelação ou desligar partes do hardware. Que é como quem diz: cuidado para não fazer borrada, podem mesmo inutilizar o vosso modem.

Isto é uma área em que não me sinto muito à vontade, mas pelo que parece apenas de esmifrar estas coisas por mim, é que este tipo de hardware tipicamente vem com uma API desenvolvida pelo fabricante que permite a gestão do hardware lançando comandos a partir de uma sessão telnet ou qq coisa parecida.

O documento em questão encontrei-a no site da telefónica (espanha), andei a pesquisar por lá, tem lá carradas deste tipo de documentos, pode procurar pelo teu aqui:

http://querymash.com/index.php/query/a/route_factory_guide_search

coloca um '+' antes do nome do teu modem.

Boas leituras :D

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Na linha que tu metes a negrito:

/dev/root / squashfs ro 0 0

ro significa read-only. Muda para rw (read-write) e monta o filesystem de novo.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites
DVA-G3170i/PT #
Aquele cardinal parece indicar root :D

Na linha que tu metes a negrito:

/dev/root / squashfs ro 0 0

ro significa read-only. Muda para rw (read-write) e monta o filesystem de novo.

Ele provavelmente não pode desmontar o / , vai estar em uso.

O que se faz numa situação destas é um remount:

mount -n -o remount,rw /

Mas neste caso não deve dar, porque é um "squashfs":

Squashfs (.sfs) is a compressed read-only file system for Linux. Squashfs compresses files, inodes and directories, and supports block sizes up to 1 MB for greater compression. Squashfs is also free software (licensed under the GPL) for accessing Squashfs filesystems.

Que modelo de router é? Pode ser que tenha suporte para o DD-WRT.

EDIT: Pelos vistos o que os Live-CDs usam para ter suporte "rw" é um UnionFS, que junta dois FS num só. Assim, têm um FS read-only com os ficheiros base e um FS em memória com suporte para escrita. Depois de juntos com o UnionFS, fica um FS com os ficheiros base mas com suporte para escrita.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O modelo é o nome da prompt, DVA-G3170i. É um router da D-Link feito especialmente para a SAPO. Eles estão a infringir as leis da GPL, como podem ver aqui:

http://pedrofaustino.blogspot.com/2009/09/d-link-dva-g3170i-gpl-violation.html

Isso do squashfs já eu tinha visto, mas pelo que li na wikipedia, há formas de tentar montar um sistema squashfs em modo de escrita também. Mas eu não faço ideia de como o fazer, por isso é que estou aqui... :D

E ao tentar fazer o tal remount, diz-me isto:

Cannot read /etc/fstab: No such file or directory

E depois também tentei assim:

DVA-G3170i/PT # mount -n -o remount,rw /dev/root /

mount: Mounting /dev/root on / failed: Permission denied

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora