• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

hristosax

[Resolvido]Konqueror - Linux. Ajuda P.f.

7 mensagens neste tópico

Boas a todos. Eu ainda nao vou instalar Linux, vou só fazer isso mais tarde num computador personalizado só pra mim.

Oh yeah.

Mas, eu tive oportunidade de usar backtrack, porque foi a primeira distro de Linux que eu vi que podia ser usada em Live CD, portanto usei em Live CD(Nao, nao trabalho para empresa de seguraça, nem sou hackz00r).

E lá, como tínhamos já tudo instalado, tinhamos o Konqueror, um programa que nos permite ter facilidade na gestão dos ficheiros.

Eu queria saber se numa versão normal do Ubuntu, já vem com isso instalado.

E queria também confirmar se posso abrir com o konqueror, ficheiros da parte do Windows, mas abrir no linux.(CONFIRMAR, porque eu nao sei se sonhei que fiz isto, ou se fiz mesmo.LOL)

Muito obrigado a todos, e boa continuação das férias, vamos mas é aproveitar isto :/

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Primeiro pormenor, o konqueror é um gestor de ficheiros para o KDE. O Ubuntu usa o Gnome. Logo não tem o Konqueror, por definição.

No entanto, possui um ótimo gestor de ficheiros, o Nautilus, por isso não tens nada com que te preocupar.

(O ubuntu segue a filosofia de um ser um sistema para todos, logo tens muitas conveniências desse tipo)

Adicionalmente, penso que podes instalar o Konqueror no Ubuntu se assim o desejares (no entanto não vejo a necessidade)

Quanto à tua segunda questão, TODAS as distribuições Linux que eu conheço conseguem ler ficheiros Windows, e escrever ficheiros que são lidos por ele. O único racista aqui é o Windows que rejeita espaços formatados em ext3 (o sistema de ficheiros do ubuntu). Se a pen, ou disco, estiverem formatados em FAT32 ou NTFS, tanto um como o outro conseguem utilizá-lo, sem dificuldades.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Primeiro pormenor, o konqueror é um gestor de ficheiros para o KDE. O Ubuntu usa o Gnome. Logo não tem o Konqueror, por definição.

No entanto, possui um ótimo gestor de ficheiros, o Nautilus, por isso não tens nada com que te preocupar.

(O ubuntu segue a filosofia de um ser um sistema para todos, logo tens muitas conveniências desse tipo)

Adicionalmente, penso que podes instalar o Konqueror no Ubuntu se assim o desejares (no entanto não vejo a necessidade)

Quanto à tua segunda questão, TODAS as distribuições Linux que eu conheço conseguem ler ficheiros Windows, e escrever ficheiros que são lidos por ele. O único racista aqui é o Windows que rejeita espaços formatados em ext3 (o sistema de ficheiros do ubuntu). Se a pen, ou disco, estiverem formatados em FAT32 ou NTFS, tanto um como o outro conseguem utilizá-lo, sem dificuldades.

Eu estava a falar de abrir ficheiros que estão na partição de windows, nao abrir ficheiros originalmente para windows. ;)

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

se conseguires "ver" a partição do windows, logo consegues abrir/editar/gravar qualquer ficheiro que se encontre aí.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Primeiro pormenor, o konqueror é um gestor de ficheiros para o KDE. O Ubuntu usa o Gnome. Logo não tem o Konqueror, por definição.

O Konqueror é muito mais que isso. O Konqueror é, para além do gestor de ficheiros, um browser (que suporta http(s), (s)ftp, smb, you name it), um visualizador de ficheiros, etc.

Adicionalmente, penso que podes instalar o Konqueror no Ubuntu se assim o desejares (no entanto não vejo a necessidade)

Está disponível nos repositórios base do Ubuntu (http://packages.ubuntu.com/jaunty/konqueror;)

Quanto à tua segunda questão, TODAS as distribuições Linux que eu conheço conseguem ler ficheiros Windows, e escrever ficheiros que são lidos por ele.

O que é ler "ficheiros Windows"? ;-)

O único racista aqui é o Windows que rejeita espaços formatados em ext3 (o sistema de ficheiros do ubuntu). Se a pen, ou disco, estiverem formatados em FAT32 ou NTFS, tanto um como o outro conseguem utilizá-lo, sem dificuldades.

O facto de o suporte não ser out-of-the-box não quer dizer que rejeita. Para leres ext2/3/4 basta instalar um driver que suporte a leitura de tal FS. E depois, também consegues ler tudo sem dificuldades de maior - fora eventuais bugs que a programação do driver.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O Konqueror é muito mais que isso. O Konqueror é, para além do gestor de ficheiros, um browser (que suporta http(s), (s)ftp, smb, you name it), um visualizador de ficheiros, etc.

Nisso admito que o nautilus é inferior mas eu também só o uso para trabalhar com ficheiros, para o resto prefiro Firefox.

O que é ler "ficheiros Windows"? ;-)

Referia-me a ficheiros presentes em partições ou volumes formatados em NTFS (que é o mais típico do Windows tanto quanto sei) e criados no sistema Windows. Peço desculpa se não uso o termo devido.

EDIT:

Eu estava a falar de abrir ficheiros que estão na partição de windows, nao abrir ficheiros originalmente para windows. ;)

Parece que não me fiz entender. A única barreira que te é imposta entre sistemas operativos é o sistema de ficheiros da partição/volume a utilizar. O Ubuntu é capaz de trabalhar com ficheiros em partições/volumes NTFS e FAT32, usados pelo Windows. Logo podes abrir uma partição do Windows a partir do Ubuntu e trabalhar nela com toda a facilidade.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O tempo em que aceder a sistemas de ficheiros do windows era uma funcionalidade limitada ou complicada começa a ficar para trás. Hoje em dia qualquer distribuição lê e escreve em sistemas de ficheiros dos que o windows usa sem problemas, tal como se se estivesse a usar o wxplorador do windows.

Aclarando um pouco as coisas, não é propriamente o nautilus que acede aos sistemas de ficheiros, o nautilus é o interface, depois há outras peças de software que permitem ao nautilus funcionar com vários filesystems. Quem diz o nautilus diz o Konkeror. Ambos vêm normalmente instaldos e integrados de forma a que se pode até abrir sistemas de ficheiros remotos, seja FTP, SFTP, e até FUSE,OBEX (Bluetooth) e outras coisas mais exóticas. É uma das coisas em que o windows ainda se fica atrás. São precisos programas específicos para cada uma destes no caso do windows, cada um com os seus tiques, é pouco elegante.

O gnome já esteve muito atrás do KDE em termos de funcionalidade, o gestor de ficheiros então era a diferença mais berrante, muito tempo que os utilizadores do gnome estiveram privados de uma coisa tão básica como uma árvore de ficheiros nas janelas. Isso tambem é passado, neste momento já nao quero outra coisa que nao o nautilus.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora