• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

Empresas de media unem-se contra agregadores de notícias

20 mensagens neste tópico

Duas dezenas de empresas de media portuguesas assinam hoje a Declaração de Hamburgo num esforço para proteger a sua propriedade intelectual da distribuição e acesso gratuito a partir de motores de busca e agregadores de notícias.

Na declaração, as empresas põem-se de acordo relativamente à necessidade de nova legislação para proteger a sua propriedade intelectual na Internet e assegurar a liberdade do jornalismo, noticia o Público, um dos signatários. Pedem por esta via aos Governos medidas mais eficazes para proteger a "criação intelectual de valor" e garantir que a utilização não autorizada de propriedade intelectual se mantém proibida, independentemente do meio de distribuição.

Assinarão também o documento, a Media Capital, RTP e RDP, Controlinveste, Impala, Rádio Renascença, Sojormedia e Lusa.

"Vários fornecedores de conteúdos estão a utilizar as obras de autores, editores e organismos de radiodifusão sem pagar a devida compensação", reclama o documento, onde se defende que a prazo esta é uma forma de pôr em causa a criação de conteúdos de alta qualidade.

A Declaração de Hamburgo foi lançada em Junho pelo Conselho Europeu de Editores, que tem como chairman Francisco Pinto Balsemão, e pela Associação Mundial de Jornais. É também da responsabilidade do presidente da Impresa, dona da SIC e do Expresso o encontro que junta as empresas nacionais ao desejo já manifestado por dezenas de outros actores do sector em toda a Europa.

Aquando da assinatura da declaração a nível internacional a Google, uma das empresas com serviço de agregação de notícias online, referiu que não considera esta acção uma violação de direitos de autor já que os editores têm à disposição tecnologia que lhes permite impedir a indexação de sites.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

A estupidez chegou aos nossos média...

Que enorme tiro no pé!!!

O que essa malta quer é royalties, acontece que com essa posição o que vai acontecer é algo muito simples: vão deixar de ter tanto tráfego como têm agora e as pessoas vão passar a ler as mesmas notícias noutros sites...

Numa altura em que o SEO está na moda e toda a gente anda a investir em formas de aparecer no Google, estes totós fazem exactamente o oposto!...

Que estupidez...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Concordo com o M6. :(

Ainda para mais:

Aquando da assinatura da declaração a nível internacional a Google, uma das empresas com serviço de agregação de notícias online, referiu que não considera esta acção uma violação de direitos de autor já que os editores têm à disposição tecnologia que lhes permite impedir a indexação de sites. [/i]

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Faz me lembrar o António Sala que um dia numa entrevista disse que quando emitia música pela rádio (Rádio Renascença) cortava sempre o início ou o fim com outra música, com comentários deles (ou apresentações das músicas) ou com publicidade porque assim, dissuadia as pessoas de gravar a musica com gravadores de cassetes.

Na mesma altura, qualquer um descarregava músicas com os programas p2p normais.

Há aqui algo que, não sei, o tempo dirá quem tem razão...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu não concordo com a Google..

Vamos lá ver, eu acho que eles são idiotas por não quererem que as notícias lá apareçam (a última vez que vi eles colocavam a fonte), mas eu posso ir vender DVDs piratas para a feira e alegar que se alguém de uma empresa detentora dos direitos quiser eu os retiro da banca?

Lá por ser uma empresa grande, eles têm é que pedir autorização antes de utilizar as notícias, tal como todos os outros.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Warrior a Google não vende as notícias, mais nem sequer ganha dinheiro indirectamente com as mesmas.

Repara que o Google News nem sequer tem AdWords no site e refere sempre as fontes, não querem sequer que as pessoas pensem que as notícias são deles. O exemplo que colocaste dos DVDs não serve de analogia porque não é isso que se passa.

A Google não se está a aproveitar a tentar ganhar dinheiro à custa dos média, apenas montou um motor de busca especifico para notícias, nada mais.

O que se passa é exactamente o oposto, os média sabem que a Google tem muito guito e estão a tentar arranjar uma forma de sacar à Google uns "trocos"...

Repara que se os média realmente quiserem impedir as suas notícias de aparecer no Google já o podem fazer. Há anos que existem mecanismos para impedir/restringir a indexação de um site, se o Público quiser pode configurar um robots.txt para isso.

Acontece que os média não querem realmente de deixar de aparecer no Google, era um suicídio, eles sabem isso e a Google sabe isso e ambos sabem que a outra parte sabe isso!

Porque se a Google se chatear a sério, deixa de indexar esses sites, e quando o número de visitantes cair drasticamente,  quem é achas que vai ficar a chorar???

É que ainda por cima quem usa o serviço vai continuar a conseguir ler as notícias, apenas as vai ler noutro site...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Posso ir oferecer DVDs piratas para a rua desde que deixe bem explícito a editora?

Ah, dizer que a google não está a tentar ganhar dinheiro é no mínimo inocente M6..

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Posso ir oferecer DVDs piratas para a rua desde que deixe bem explícito a editora?

Não estás a perceber. No caso dos DVDs tu estás a infringir várias leis: cópia ilegal e distribuição ilegal de material que não é teu (e um jurista é capaz de conseguir arranjar mais meia dúzia sem esforço).

No caso do Google News nada disso acontece. A Google não distribui o material, indexa-o, nem o vende nem o dá de graça, disponibiliza um link para o local da notícia.

Ah, dizer que a google não está a tentar ganhar dinheiro é no mínimo inocente M6..

Achas que sou inocente? Ou serás tu que és inocente e acreditaste no blá-blá-blá saloio dos média? :)

A MS também tem um Bing News, mas porque será que a visada é a Google? Porque eles sabem que a Google tem dinheiro e o mercado da indexação e que o Bing é marginal no que toca a Internet e como tal não é apetecível...

Mais, podes usar o Google "normal" para encontrar as notícias, que aliás é a estratégia do Bing, o News apenas filtra e lista logo o que te interessa.

Se a Google estivesse a fazer o que tu achas que eles fazem (aproveitar-se do conteúdo dos média para ganhar dinheiro), já os média teriam caído em cima da Google com processo (em especial nos EUA) porque haveria hipóteses de ganhar o processo e com isso uns milhões...

Mas se achas o contrário, então diz-me lá onde está a monetização do Google News?

Onde é que eles estão a ganhar dinheiro no Google News?

Não é em publicidade porque não a têm.

Não é em registos porque não os têm.

Não é em venda de algo porque não existe.

Se a Google está a tentar ganhar dinheiro com o News à custa dos média por favor mostra-me como.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Pensava que o Google mostrava mesmo os conteúdos das notícias, e nesse caso concordava com o Warrior. Mas fui ver e só indexa mesmo os títulos e linka para o site original. Sendo assim, concordo com o M6.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Nesse caso será que posso concordar com ele também?

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Há um factor a ter em conta, que é o Fair Use: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fair_use

De forma simples, isto permite (dentro da interpretação da lei de cad país) que

o uso de material protegido por direitos de autor seja usado sob certas circunstâncias, como educação, crítica, comentário, divulgação de notícia e pesquisa.

Sem dúvida que este assunto não é pacífico...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Nesse caso será que posso concordar com ele também?

:)

Podes concordar ou discordar, estamos num país livre...

Como referi, este assunto não é pacífico, por isso compreendo quem esteja do lado dos média.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

+1 a subscrever a primeira resposta do M6.

Usurpação de conteudos, isso sou absolutamente contra. Agora este pessoal dos media portugueses pensam que a web foi inventada em 1950 e que nós estamos praí em 1970 e tais. Que burrice pegada. Tomara eu se fosse um jornaleco como em boa verdade qualquer dos portugueses é, aparecer no google news assim regularmente. Mas enfim. É um festival de ignorância.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Eu também partilho da opiniao do M6 e até vejo o google news como uma mais valia para os media nao o contrário.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então tb supostamente a nossa area de noticias tb está ilegal???

:hmm: :thumbdown: :eek: :mad:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

É óbvio que não. Como o M6 disse, e muito bem, a MS também tem o Bing News e não implicaram com eles. Aquilo é uma estratégia, como o M6 disse e muito bem, para sacar dinheiro à Google.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Entramos então aqui numa zona cinzenta em que se mistura a lei com o bom-senso. Ou então são precisamente as leis que se apoiam nesse bom senso que acabam por ser as mais robustas existindo sem problemas nessa zona que não é tão cinzenta assim.

Talvez olhar para a lei como uma coisa matemática do estilo "isto é legal isto é ilegal" é capaz de ser uma forma de olhar para as coisas que inevitavelmnte resulta em fracasso. Basta pensar que se assim fosse não precisavamos de juizes ou advogados humanos para nada. bastava um computador com um 'algoritmo legal' nele implementado.

Uma citação integral, com fontes bem especificadas e bem indicada como citação, pode ser uma ilegalidade ou não, depende. Penso que num site como o nosso, onde as notócias são colocadas como citações e até se incluem links para a fonte não há nada de mal. Pelo menos moralmente não fazemos qualquer coisa errada que seja.

É provavel que a lei contemple  coisas como a vontade do autor ou a finalidade e o contexto em que a notícia é citada.

É que podemos chegar ao ridículo em que um gajo que veja o telejornal e que posteriormente conte as notícias a outra pessoa, esteja a cometer um crime. Penso que para os puritanos isso até já é tecnicamente possível, ainda que seja uma impressionante manifestação de estupidez da mais refinada.

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Então tb supostamente a nossa area de noticias tb está ilegal???

:hmm: :thumbdown: :eek: :mad:

Sim.

Até porque neste caso há cópias de notícias e está a aproveitar-te disso para que a malta venha ao fórum e clique nos Google Ads...

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora