• Revista PROGRAMAR: Já está disponível a edição #53 da revista programar. Faz já o download aqui!

Ridelight

373 mil portugueses acedem à Internet através da rede móvel

5 mensagens neste tópico

Mais de 370 mil portugueses, residentes em Portugal Continental, acederam à Internet através dos serviços da rede móvel nos três primeiros meses do ano, divulgou hoje o estudo Bareme-Internet da Marktest.

De acordo com este estudo, um total de 373 mil portugueses navegaram online através dos serviços dos operadores móveis entre Janeiro e Março deste ano, representando 10,9% dos utilizadores continentais de Internet com 15 e mais anos.

O estudo especifica que 314 mil indivíduos utilizam o telemóvel ou PDA (assistente pessoal digital) para aceder à Internet, enquanto que 97 mil utilizam serviços da rede móvel para aceder através do computador.

A recolha de informação deste primeiro trimestre deste ano permitiu estimar ainda que o total de utilizadores portugueses de Internet seja de aproximadamente 3432 mil, ou seja, 41% do universo em análise.

O correio electrónico é o serviço online mais utilizado em Portugal, por 3069 mil internautas, que representam quase a totalidade do universo (89,4%) Na área da informação, o estudo da Marktest revela que 2093 mil utilizadores costumam ler notícias online (61% do universo de internautas), 921 mil costumam ouvir rádio online (26,8%), e 334 mil assistem a programas em televisão online (9,7%).

Relativamente aos blogues, aproximadamente 826 mil utilizadores afirmam ter por hábito consultá-los (24,1% dos internautas), enquanto que 363 mil dizem que costumam mesmo escrever (10,6%).

Outros resultados presentes nesta análise da Marktest indicam que 2632 mil utilizadores (76,7%) costumam aceder à Internet a partir de casa e 1363 mil (39,7%) preferem navegar no trabalho.

No que respeita à situação dos lares de Portugal Continental, o Bareme-Internet refere que 1842 mil lares (52,5%) têm computador em casa, e 1352 mil (38,6%) têm acesso à Internet a partir do computador.

A banda larga é a modalidade de acesso mais utilizada, sendo que 682 mil lares (19,5%) afirma ter acesso através de ADSL, e 441 mil lares (12,6%) têm acesso por Cabo.

In: Diário Digital

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

São estatísticas que demonstram melhorias, mas continuamos a não estar totalmente integrados na sociedade da informação. Vamos esperar que se façam ainda mais progressos até ao final de 2006  :biggrin:

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

O que era preciso era melhorar as velocidades de acesso, pois estamos atrasados em relação ao resto dos países desenvolvidos, mas tenho que dizer que até se têm esforçado neste aspecto. O problema é que se esquecem de aumentar os tráfegos que o pessoal pode usar. (eu não me posso queixar neste aspecto, tenho cabovisão, mas os utilizadores de Sapo e Netcabo de certeza que não estão nada satisfeitos).

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

E uns tarifários mais acessiveis !

Os tarifários dificilmente se modificarão. Se imitarmos os planos dos ISPs estrangeiros, vamos ter velocidades de acesso superiores ás que temos actualmente (quando a PT fizer investimentos para isso ou tiver um concorrente que realmente faça sombra) a preços iguais. O que vai aumentar são as velocidades de acesso (espero que tenham finalmente em conta que o upload é muito importante. :)) enquanto que os preços vão ser sempre os da praxe. :P

0

Partilhar esta mensagem


Link para a mensagem
Partilhar noutros sites

Crie uma conta ou ligue-se para comentar

Só membros podem comentar

Criar nova conta

Registe para ter uma conta na nossa comunidade. É fácil!


Registar nova conta

Entra

Já tem conta? Inicie sessão aqui.


Entrar Agora